7 de setembro de 2021

2 de setembro de 2021

TALVEZ REZAR AJUDE

 

Estamos em meio a tempos difíceis. Homens aparentemente igual a nós querem mudar o mundo, querem mudar a nossa vida. Têm a pretensão de dispor imensuravelmente dela, até mesmo ceifá-la. Pretendem ser Deus, ou Satã?

Querem implantar a NOVA ORDEM MUNDIAL. Isto publicam. Mas não dizem como querem que seja. Nada nos dizem que a nos faça desejável. insinuaram que somos demais e que precisamos preservar o planeta. Infantilidades às quais agora não é hora de responder.

O que mais preocupa é que o inusitado vem acontecendo bem a nossa frente e a grande maioria está assistindo a tudo com a maior impassividade, ou, pior, ainda os ajuda a alcançar seus intentos. Nada se questiona, ninguém protesta. A informação pública segue a uma orientação centralizada. De investigativo e autonomia nada restou. Os partidos políticos ficaram com a legenda. A grande maioria dos oportunistas ficaram à esquerda apoiando o futuro desconhecido do globalismo. A própria NOM, a Nova Ordem Mundial, tem os seus mais encarniçados defensores entre os mais fervorosos comunistas, alinhados ao lado das mais ricas famílias de banqueiros e industriais.

Neste momento a doença prima-dona do show, o mata-mata do Covid, recolheu-se um pouco para os bastidores, sendo o palco agora dominado pelas vacinas. Nunca vi o produto laboratorial “vacina” receber tanta atenção, tanta promoção, ser desenvolvido milagrosamente em prazo de poucos meses para uma doença não mais perigosa do que a gripe comum (segundo a OMS). Pior é que em muitos casos não tem funcionado, havendo até reincidência da infecção. Enquanto isto males já tradicionais como Dengue, Zica, Aids há anos estão à espera. E o povo recebe uma pressão nunca vista para que se submeta à vacinação, até há autoridade pensando em torná-la obrigatória. Nem mesmo o custo exorbitante de cada vidrinho importa. A imagem que durante toda a temporada Corona foi mais exibida nas telas das TVs – em CLOSE - foi de seringas com suas agulhas penetrando em corpos humanos, por quê?

São fatos e mais fatos, que ensejam mais e mais perguntas, nenhuma respondida, apesar de serem inúmeras as pessoas oficialmente ou autonomeadas, que aí estão a dar ordens e instruções. Mas duvido que mesmo estes saibam responder à pergunta mór da atualidade: O QUÊ VIRÁ AGORA?

Vamos ser sensatos, esta assim chamada pandemia nada teve de igual ou semelhante na história. Não é obra de Deus. Vírus não aparece no mundo todo, nem é preanunciado; nem tem sucessores beta, gama, delta etc. Também não tem testes duvidosos desenvolvidos antes que se falasse dele. Quando foi que obrigou-se as pessoas a usar máscaras por meses afora, fez com que empresas cerrassem as portas e mandassem os empregados para casa. Tolheu-se a vida social e não se teve pejo de afastar a juventude dos estudos, as crianças da vida escolar por longos períodos. Um acontecimento monstro como este não é encenado, sem que haja um objetivo tão, ou ainda mais significativo. Resta-nos a esperança de que algo possa não ter dado certo. Talvez rezar ajude...

19 de agosto de 2021

PERIGO DE VIDA

Indícios cada vez mais numerosos e convincentes estão a nos dizer que algo temível pode estar em curso contra a vida da população deste planeta. Agora, por exemplo, cientistas da Universidade de Almeira, Espanha, liderados pelo Prof. Dr. Pablo Campra, descobriram que as vacinas corona da Phizer (Comirnaty) e BioNtech, portanto genéticas mRNA, contém OXIDO DE GRAFENO, derivado da grafite. A substância é veneno para o organismo, como confirma a economista de saúde americana, Dra. Jane Ruby, citando uma estudo de 2016, publicado na Revista PARTICLE AND FIBER TOXICOLOGI. Ela causa estresse oxidativo, inflamação, citocinas, podendo destruir tudo na célula, também as mitocôndrias. Pode causar inflamação dos tecidos do pulmão, coração e cérebro. Segundo o estudo citado pela Dra. Jane Ruby o óxido de grafeno é tóxico e destrói a célula por dentro, talvez devido ao fato de os nanossomas poderem levá-lo para o seu interior, onde então possa desenvolver toda sua capacidade deletéria. Pois estas vacinas, como parte do esquema de combate ao coronavírus, estão sendo aplicadas aos milhões à população mundial e nada demonstra que as autoridades estejam dando alguma atenção às advertências que estão aparecendo de todos os lados.

Outro que denunciou o perigo representado por estas injeções, "picadas" como ele as chama, é o PhD Dr. Joe Rosemann:

Tomei conhecimento do seu vídeo no dia 8 de agosto p.p. No mesmo ele "fazia", como diz, seríssimas advertências a respeito destas injeções e pede a suspensão imediata de sua aplicação. Me lembro de sua argumentação bem fundamentada. Digo “me lembro”, porque o vídeo já não existe mais. Foi CENSURADO. Censurado por quê? Certamente não atentou contra a moral e bons costumes. Fizeram com que youtube apagasse todas as cópias já em circulação. Nos anos que venho me dedicando a manter esse blog foi essa a primeira vez que tenho contato com um ato de força, anticonstitucional como esse. Na verdade justifica a preocupação demonstrada no título dessa postagem e nos lança um desafio. Vamos começar a pensar seriamente:

Porque toda essa encenação pandêmica? O mundo tem que enfrentar agora uma VACINA ASSASSINA, GENOCIDA? E nossas autoridades estão dispostas a afundar conosco? 

13 de agosto de 2021

CONTROLE DA MENTE

Andei revendo um pouco as páginas deste blog e vejo que há muita coisa dita ali que pode nos ajudar a compreender o que está acontecendo e o que tem acontecido.

Quem vive estes dias de "pandemia" talvez também pudesse compreender como e porque há oitenta anos se fez o mundo acreditar, que então houvera um genocídio de seis milhões de inocentes civis. Isto, apesar de que qualquer raciocínio objetivo com um mínimo de conhecimento de causa demonstrasse a impossibilidade de tal ocorrência. É que para obter sucesso em tal empreendimento utilizou-se um recurso novo que começou a ser desenvolvido em 1913, quando se instalou em Londres uma organização chamada Wellington House, mais tarde nominada TAVISTOCK INSTITUTE OF HUMAN RELATIONS. Seu objetivo: criar meios de influenciar a opinião pública através do endoutrinamento em massa. Grandes nomes prestaram seus serviços à organização, entre eles Sigmund Freud, "Pai da Psicanálise" e Edward Barnays, "Pai da Propaganda".

Com o exito retumbante e arrazador da iniciativa deve se ter chegado à conclusão de que era hora de desencadear a conquista de um objetivo, cuja semente fora lançada a 326 anos atrás.

Dia 1.de maio de 1774 Adam Weisshaupt, professor de História na Baviera, criou a sociedade dos ILLUMINATI. Seu objetivo: dominar o mundo. Considerado revolucionário, Adam foi expulso da Baviera, o que em nada afetou seu projeto. Já marcou presença na Independência americana (1776). O primeiro grande passo dos Illuminati foi a Revolução Francesa em 1779. Não posso afirmar que tivessem envolvido na guerra de 1870, mas na Primeira, na revolução russa e na Segunda Guerra tiveram seus dedinhos teclando os acontecimentos. Após o cessar fogo da Segunda, já aliados a outras entendidades, o seu até então maior feito: a desestruturação moral daquele povo que poderia vir a ser seu maior antagonista. Afirmaram e espalharam a notícia de que ele teria assassinado seis milhões de civis. Nem mesmo Winston Churchil, vencedor da guerra, sabia disto. Seu diário de cinco volumes não cita uma palavra a respeito. Vale a pena lembrar, pois é o primeiro grande caso e de repercussão mundial. Foi ali que TAVISTOK comprovou ser mais eficaz que qualquer artefato nuclear. Até hoje, quase oitenta anos após final da 2a.Guerra todo mundo acredita que o alemão fora capaz de prender e assassinar 6 milhões de judeus.

É o CONTROLE DA MENTE, The Mind Control, desenvolvido à perfeição pelo Instituto Tavistok e agora capaz de fazer a população mundial cumprir suas ordens, talvez até mesmo a de se sacrificar para o bem dos escolhidos. Verdade que tem suas limitações, precisam muito dinheiro. Dependem das empresas que formam a opinião pública e essas devem estar cobrando caro. Talvez descubram que se um dia faltar população, então lhes faltará razão de ser. 

22 de julho de 2021

PODE ESCLARECER TUDO

 

Já estamos vivendo há mais de ano e meio sob a batuta dos Meios de Divulgação do mundo inteiro, que, unidos, buscam condicionar a humanidade a viver uma vida de submissão a ordens esdrúxulas, justificadas por um famigerado Covid-19 e pelo medo de morrer desta nova doença. Tacitamente o povo concorda que o regime democrático seja substituído por um de exceção. Constituições e preceitos legais passaram a segundo plano e as populações aceitam de bom grado a vacinação a qual os governos pretendem obrigá-las. Não se importa donde venham, não se preocupam que tenham sido desenvolvidas a toque de caixa e sem preocupação com efeitos colaterais que possam se apresentar a curto ou longo prazo.

Pois é quanto a estes que acabo de receber uma notícia que por certo será de imediato qualificada como FAKE, mas analisada de forma cuidadosa ver-se-á que os dados apresentados podem reverter esta opinião. A notícia é terrorizante:

PESQUISADORES ESPANHÓIS ENCONTRAM ÓXIDOdeGRAFENO NAS VACINAS DA BioNTech e PHIZER

Uma equipe de pesquisa da Universidade de Almeira, liderada pelo Prof.Dr. Pablo Campra, descobriu que as Vacinas corona da BioNTech e Phizer (Comirnaty) contém entre os sólidos na vacina 99,2por cento de óxido de grafeno (747ng/ul) e apenas 0,8 mRNA (6ng/ul).

Segundo um estudo publicado em 2016 na revista Particle and Fiber Toxicology pela Dra.Jane Ruby, o óxido de grafeno é uma substância que causa estresse oxidativo, inflamação, citocinas e pode destruir tudo na célula, inclusive as mitocôndrias. Pode causar inflamação dos tecidos do pulmão, coração e cérebro.

O Prof. Dr. Sucharit Bhakdi vem descrevendo as vacinações como desnecessárias e prejudiciais, especialmente porque os efeitos a longo prazo não foram pesquisados. Estão em fase experimental e a população está sendo usada como cobaia. Dr.Michael Yeadon, ex-vice-presidente da Pfizer e Dr.Wolfgang Wodarg exigem interrupção imediata das vacinações genéticas.

Também é preocupante que pesquisadores nos EUA tenham encontrado mudanças nos hemogramas após as vacinações de engenharia genética: a falta dos macrófagos tipo 2, sem os quais ninguém sobrevive por muito tempo.”

Eis um resumo da notícia recebida, que na verdade confirma a razão das dúvidas em relação a “pandemia”, que aqui temos externado.

Não deixe de ver a notícia que segue:

http://citadino.blogspot.com/2021/07/grafeno-liga-se-tecnologia-de-rna-para.html

22 de junho de 2021

NOBREZA NEGRA

 

Desde que convivemos com esse fenômeno do vírus de três nomes, mutante e incansável, aqueles entre nós, que não aceitam tudo o que o William e a Renata dizem, não deixaram de fazer perguntas. E há os que não esmorecem na busca de respostas. Um deles é DANIEL ESTULIN, já conhecido pelos seus escritos. Agora juntou-se a um cineasta de valor e fizeram este documentário ao qual deram o nome BILDERBERG. Suas revelações são de inestimável valor para quem quer saber o que está acontecendo e está para acontecer no nosso mundo.

Felicito o site bitchute pela divulgação desta obra admirável e certamente existem razões para dedicar o quanto antes 63 minutos de atenção ao endereço que segue.

https://www.bitchute.com/video/09T9Y4rXDij1/

13 de junho de 2021

VACINAS !!!???

Dada a extrema importância da matéria, tomo a liberdade de recomendar seu acesso e análise.

 https://thoth3126.com.br/imas-estao-aderindo-ao-corpo-de-quem-foi-vacinado/

14 de maio de 2021

Dr. BHAKDI PRENUNCIA GENOCÍDIO

Sempre desconfiei que essa “pandemia” não era o que dizia ser e as páginas deste blog podem confirmar. Agora, talvez tarde para muita gente, começam a aparecer os reais propósitos dos donos do mundo e dos seus prepostos. Entre estes, os últimos, dá para incluir até os políticos regionais. Parece que gostaram de atormentar o povo com diversas restrições. Até aumentaram sua intensidade apesar de a OMS ter chegado à conclusão de que o Covid-19 não era mais perigoso do que a gripe sazonal, conforme já publiquei aqui em 2/11/2020 – OMS CONFESSA ENGANO. Haviam calculado em março daquele ano um índice de mortalidade de 3,4%, mas que na realidade não passou de 0,14%. Mesmo assim nada mudou...

Não é o Covid que interessa. Ao final deste ensaio o leitor encontrará o endereço de uma entrevista muito bem legendada que o dr. Sucharit Bhakdi, um dos mais importantes virólogos da atualidade, acaba de dar ao THE NEW AMERICAN sobre a ameaça mortal representada pelas vacinas baseadas em mRNA (ao que me consta são PFIZER, BioNtech e Moderna). Antes, no começo de abril, Dr. Lee Merritt, ex-presidente da associação de Médicos e Cirurgiões Americanos, já alertara sobre os enormes riscos associados às vacinas experimentais Covid-19 das Pfizer e Moderna.

Por que as chamou de “experimentais”? Pesquisei e soube na US National Library of Medicin sob Clinical Trials.gov que ambas estavam, como candidatos a Vacina RNA contra Covid-19, em estudo de segurança, tolerabilidade, imunogenicidade e eficácia que foi iniciado em 29/4/2020 e está com finalização prevista para 4/4/2023 , daqui a quase dois anos!

Mesmo que a Pfizer tenha conseguido uma licença antecipada no seu país, parece-me TEMERÁRIO a nossa Anvisa ser obrigada a seguir o exemplo e estarmos começando a submeter a nossa população a um tratamento tão discutível. É verdade que tudo isso está envolvendo muintíssimo dinheiro.

Segue a entrevista com o Dr.Bhakdi (52 min)

https://rumble.com/vgrc5h-alerta-do-dr.-bhakdi-sobre-cogulos-teste-pcr-de-covid-19-abuso-de-poder-e-m.html 

7 de maio de 2021

CHEGA DE PANDEMIA

Tanto choram, tanto fazem de conta, tanto querem nos fazer crer que a tal pandemia é um flagelo natural e que se abateu sobre a humanidade de maneira surpreendente e global.

MENTIRA! Isto que, segundo reconheceu a OMS, chamam indevidamente de “pandemia” foi criado de propósito por humanos e contra humanos com objetivos ainda não definidos. Esta sua criação só foi possível graças à existência hoje de uma teia de fontes de informação que cobre todo o planeta e está sob o domínio absoluto destes DEShumanos. É claro que me refiro à TELEVISÃO que mundialmente e desde o primeiro momento está cumprindo ordens dos mal intencionados, promovendo o tal “pandemônio”. É a TV que diária e insistentemente divulga fatos e números manipulados, tendentes a levar insegurança, medo e pânico à população, desestabilizam a economia, destroem empresas e negócios. Os números de óbitos que estariam sendo causados pelo surto são irreais, nunca são comparados com os de épocas normais. Quando jornalistas conscientes e responsáveis o fazem, como aqui o Alexandre Garcia, constatam que os índices atuais não indicam de forma alguma estar havendo, ou ter havido uma super-mortalidade.

Nada confirma também existir um vírus “Covid-19”. Tem até mais dois nomes: Sars-cov-2 e Coronavírus, creio que isso em Ciência não existe, mas estamos aceitando tudo há mais de ano. Há um depoimento de um virólogo, Dr.Derek Knauss, com laboratório sediado no sul da Califórnia, o qual, com o seu time e em colaboração com sete universidades, analisou 1500 testes pretensamente “positivos” para Covid-19. Só encontraram vírus Influenza A e alguns Influenza B, nada de Covid. Análise feita com Microscópio Eletrônico de Varredura e não com o inconcebível PCR, responsável pela morte de milhares de pessoas. Maiores detalhes podem ser encontrados no Google sob o nome do cientista, naturalmente seguido das orquestradas afirmações de “fake”. Não é de estranhar, pois o Dr.Knauss diz explicitamente que Covid-19 é fraude, atrapalhando os planos malignos dos que querem a nossa desgraça e tem muita gente a seu serviço. Os vírus Influenza A e B que ele encontrou, são os tradicionais vírus da GRIPE, cujas ondas TODO ano visitam também o nosso país e todos os anos tem campanhas de vacinação. Também causam óbitos. Sempre as vacinas são adaptadas ás mutações. Isto explica porque conseguiram “desenvolver” em cinco meses as vacinas contra o “Covid”, só não esclarecem o porquê e para quê criaram esta pandemia toda. Sabemos que boa coisa não é. Aproveito para fazer uma sugestão: Em lugar de decretar confinamento, uso de máscara, proibir aglomeração etc. PROIBA-SE ÀS EMISSORAS DE TV DE FALAR DE COVID, AÍ ACABA A PANDEMIA.

Finalizando, uma sugestão:

https://portal.fiocruz.br/noticia/influenza-conheca-os-subtipos-existentes-e-saiba-como-evitar-contaminacao

Interessante e pré-pandêmica entrevista ao portal. Um virólogo nosso diz tudo sobre nossas GRIPES. 

23 de março de 2021

PLANTAÇÃO SINISTRA

 

Hoje, caro leitor, vou pedir que imagine como reagiria em duas situações distintas. Numa delas alguém seria alvo de ameaças. Querem lhe tirar a vida. É natural que a reação dele vai ser a de pedir proteção à polícia. Na outra situação, que submeto à sua análise, paira uma ameaça no ar, bem mais séria. Meio mundo estaria para ser exterminado. Oito, ou até mais, pessoas em cada dez, devem ser eliminadas. Inacreditável. Absurdo mesmo, bobagem, ninguém acredita. Tampouco o prezado leitor. Não há como imaginar isso na prática. Não existe metralhadora, nem bomba atômica que possa servir para executar um serviço destes. E quem cuidaria da remoção das vítimas? Não dá.

Mas tem gente, gente graúda, pensando nisso. Acham que o nosso planeta está superpovoado. E não fazem segredo. Não faz muito tempo, erigiram um enorme monumento nos Estados Unidos, chamado de Georgia Guide Stones que define entalhado na pedra e em 8 idiomas que o número de habitantes na terra não pode passar de meio bilhão (somos hoje quase 8 bilhões).

Pensando bem, será que é impossível mesmo realizar projeto tão fantasioso? A natureza consegue. Houve tempos em que os casais tinham sete ou mais filhos e outros que impressionam pela baixa fertilidade. Cai o número de nascimentos, não só de humanos, também de animais, em áreas sujeitas a desabastecimento. Bom, não é meu propósito aqui falar da ação da natureza, apenas lembrar que ela pode servir de inspiração aos mal-intencionados. O projeto de reduzir a população não precisa ser executado em um mês, ou em um ano. Se bem me lembro já foi fixado o ano de 2050. Em trinta anos pode acontecer muita coisa, tal como aumento da morbidez , maior susceptibilidade a doenças, mudanças na situação econômica, subnutrição etc.

Tudo está a indicar que a encenação monstruosa, que estamos assistindo há mais de ano, destina-se exatamente a isso.




3 de março de 2021

ALVISSAREIRO

 Acaba de ser divulgado que 

a partir de 10 de março próximo

o Estado do TEXAS, Estados Unidos,

voltará à normalidade, deixando de 

impor à sua população qualquer das 

restrições sociais corona-motivadas. 

Se a notícia se confirmar é provável

que em breve outros governos devem

seguir o exemplo.

21 de janeiro de 2021

EFEITOS COLATERAIS

Como se temia, estão aparecendo as consequências danosas desta vacinação precipitada. De vários países vieram informações sobre mortes e sequelas entre os que acabaram de ser vacinados contra Convid-19. Na Baviera, Alemanha, morreram sete idosos no último fim de semana, moradores em um asilo de velhos. Outra notícia assustadora veio da Noruega dizendo que lá morreram 29 pessoas de certa idade após receberem a primeira dose da Pfizer-BioNtech. Segundo informa o serviço noticioso americano Bloomberg as autoridades de Saúde da Noruega publicaram uma advertência sobre o perigo que representam os efeitos colaterais das vacinas Covid 19 para idosos e doentes. Também de França veio informação da morte de cinco pessoas que sofreram aplicação da vacina da Pfizer/BioNTech. Da Europa toda foram informados 71 casos de pessoas que morreram após serem vacinadas contra Covid-19. Os Estados Unidos informam através do VAERS Vaccine Advers Event Reporting System a morte de 55 pessoas após vacinadas por Moderna ou Pfizer/BioNTech. Outras 96 correram risco de morte, 24 casos de incapacitação, 225 internamentos e 1.388 visitas às emergências das casas de saúde. Um fator altamente preocupante é uma informação de que haveria metal no conteúdo da vacina. Se for verdade pode ser que seja mercúrio, do qual se sabe que causa danos a cérebro e nervos. O mercúrio é um conservante, mas segundo se afirma, não faz parte da fórmula das vacinas em questão. Dentro de todo esse contexto é de se lembrar que as indústrias produtoras das vacinas não são responsáveis por efeitos colaterais que possam resultar das aplicações. Foi uma exigência atendida pelos governos para que elas pudessem cumprir os prazos exíguos que lhes foram impostos (sic). Fica a pergunta se neste caso o governo se investiu desta obrigação. (Fonte: Alles Schall und Rauch)

12 de janeiro de 2021

CORONA e Papai Noel

Julgava mais fácil acreditar em Papai Noel do que neste Super-Vírus. Não quero comparar, mas o que não se compreende é como é que o tal de vírus, algo que não se pode ver, nem tocar, veio a se fixar com tal persistência na mente da grande maioria das pessoas como sendo um agente que veio para matar todo mundo. Se andassem de olhos e ouvidos abertos, saberiam que VÍRUS sempre existiram e circulam a nossa volta. Também costumam formar ondas, aproveitando condições sazonais. É o caso do vírus da gripe e do resfriado. Existem até os bons vírus que combatem os maus. Então nada são de novo como ideia, como ameaça de doença e até de morte, mas das mentes onde se instalou o Coronavírus, este parece ser inarredável. Tem pessoas que vão dormir de máscara, outras praticam esporte semtirar essa “focinheira”. Tente avisá-las de que estão prejudicando a sua própriasaúde, que estão respirando 20% menos oxigênio e reaspirando grande parte do CO que o pulmão havia expelido. Debalde, ficam furiosos. É o resultado dessa união mundial, não só de governos, mas, principalmente, dos veículos de comunicação, da mídia internacional. O que fizeram pairar sobre o mundo, vem a ser uma arma, arma da guerra que declararam à humanidade. Aliás lá no princípio do ano passado o gen. Colin Powell chamou o que estava acontecendo de"Operação militar". Poiseu conto para vocês, que estou chegando à conclusão - e não sou só eu não - de que tudo o que está desabando sobre nós hoje teve seu início em 1774 em Ingolstadt, Baviera, implementado por um homem chamado Adam Weishaupt. Foi ele que então fundou a Ordem dos Illuminati. Seu programa não deve ter sido muito conservador, pois dez anos depois de criada a Ordem foi proibida e o lider Weishaupt expulso, vindo a se fixar em França, onde cultivou contatos com os Rothschild e na própria Revolução Francesa deixou suas impressões digitais. Os Illuminati adquiriram importância mundial é nos Estados Unidos e hoje sua influência nos desígnios do mundo é irrefutável. O domínio mundial deve ter sido desde o início o seu objetivo e o principal motivo da sua proibição inicial. A queda de impérios, guerras mundiais e as mais recentes guerras localizadas na África e Oriente Médio pavimentaram o seu caminho ao topo. A grande ameaça corônica não é o vírus. É normal, faz parte da vida. Sempre houve os que adoeceram, sempre houve os que pereceram, tudo em número equilibrado aos de hoje. Nada que justificasse todo este teatro que foi encenado e é mantido. Nunca se pensou em fabricar às pressas, prazos até hoje considerados impossíveis, com gastos mirabolantes, vacinas contra a gripe do ano, em número suficiente para vacinar todo mundo. Portanto o objetivo desta farsa é outro. Não pode ser bom, senão seria revelado. Nos resta aguardar.