11 de dezembro de 2018

DIAS FATÍDICOS

Ontem e hoje , dias 10 e 11 de dezembro do ano de 2018, reúnem-se pela enésima vez os pretensos representantes  de cerca de 190 países deste planeta, para a assinatura final de um PACTO DE MORTE. Não morte deles próprios, evidentemente, mas de povos que alegam representar. Realmente são dois pactos, através dos quais nações abdicam de sua soberania, entregando-a a uma instituição que agora está revelando a que veio e o verdadeiro significado do seu nome. Unir as nações, acabando com elas. A ONU está a serviço dos globalistas. Incluo aqui a URL de um video bem elucidativo sobre o que está acontecendo. Vem do Canadá, mas tem muito boa legenda em português. Vale a pena assistir, são apenas 11 minutos.

https://www.youtube.com/watch?v=kxbmHYOlLjM

Vários países já declararam sua recusa em assinar os tais pactos, por sinal são dois, um sobre migrantes e um sobre refugiados. Enquanto escrevo recebo a notícia de que ontem 164 países assinaram o pacto da migração desenfreada. Mas uma pergunta que se me apresenta é de qual a posição do governo brasileiro a respeito. Teria mandado representante a Marrakesh? Se mandou, qual foi a orientação? Houve alguma troca de ideias com o presidente eleito? O interventor recém nomeado para governar o Estado de Roraima declarou que pretende restringir o ingresso de refugiados venezuelanos, pois o Estado não suporta o seu atendimento. O que será que a ONU vai achar disto?

Muitos deverão dizer que o país tem muito chão e a densidade populacional por km2 é baixíssima. O mesmo dirão os humanitários, aqueles do “onde comem dois, comem três”. Se não me engano, 40% da nossa população vive abaixo do índice de pobreza. Nossa Previdência Social há tempos está no vermelho. E o SUS como é que anda?  Os 13 milhões de desempregados vão adorar ter companhia. A Segurança está fazendo o possível para manter um mínimo de controle, vai conseguir enfrentar uma abertura das fronteiras para um ingresso desenfreado?

Na verdade seriam perguntas desta ordem as que os responsáveis pelos governos de todos os países deveriam estar fazendo. Quem em nome do seu país presta apoio a essa iniciativa da ONU é irresponsável e conluiado com esse antro de desumanos, promotores de terror, desordem e morte.

Felicíssima deve estar aquele anjo do mal, a Angela Merkel. Conseguiu realizar o sonho, que cultivava desde o seu tempo de dirigente da juventude comunista da ex-Alemanha Oriental, a extinção do povo alemão. Ela e muitos outros estavam esperando por isto e vinham preparando aquela gente para o seu desígnio.
Mas o que esperar dos Coletes Amarelos, dos ibéricos, dos eslavos, dos escandinavos, dos croatas, enfim, dos demais habitantes do velho continente. Submeter-se-ão pacificamente?

O que está acontecendo no Marrocos é de mau agouro. 

                            -  x  -

P.S. - Aqui ainda reina a paz e o Natal vem aí. É bom lembrar que o LIVRO é um bom presente e que a Editora e Livraria do Chain (+5541 32643484) oferece sortimento dos mais variados.

6 de dezembro de 2018

O MELHOR AMIGO


O europeu tradicionalmente ama cachorros. Há países onde você pode levar o seu companheiro de quatro patas a restaurantes e lojas. Já a grande maioria dos "europeus novos" e dos que estão projetados para chegar àquele continente, o consideram IMPURO. Na melhor das hipóteses o toleram como cão de guarda, exercendo a função. Triste perspectiva.

A imagem acima reproduz a homenagem feita por um artista à cachorrinha massacrada a uma semana atrás por um segurança de supermercado em Osasco/SP. A ocorrência possivelmente será motivo, para que o crime de maus tratos a animais venha a ter suas penas aumentadas (UOL-o melhor conteúdo).

2 de dezembro de 2018

SATANÁS ESTÁ GANHANDO

Nesta eterna luta entre o BEM e o MAL, é o Mal que está levando vantagem. Oculto e mentiroso vem ludibriando todo mundo. Poderia ser identificado por suas ações perversas e maléficas, mas as mentes das pessoas foram ocupadas por toda sorte de distrações e entretenimentos. Guerras, destruição e mortes em massa passaram a fazer parte do natural. Não se entende como é que não ocorre um levante geral, que exija respostas a O QUE É QUE ESTÃO FAZENDO? Por quê? O que querem mudar? O que e para quem vai melhorar? Por que estão criando o caos neste nosso mundo?

É difícil até saber a quem perguntar. É preciso olhar atrás da máscara que usam. São eles os promotores do GLOBALISMO, do UM MUNDO SÓ, do GOVERNO MUNDIAL, da RELIGIÃO ÚNICA, da DIVERSIDADE IGUALITÁRIA. São eles os que dizem que genitálias são apenas enfeites, ser homem ou mulher é uma questão de escolha. Fazem tudo para nos DIVIDIR. São eles os que criaram um NÃO-PAPA, ou um segundo Papa, que já se comprometeu com a NOVA ORDEM e faz tudo para enfraquecer a fé dos seus devotos. Eles querem um Mundo sem Fronteiras, mas não dizem o que o mundo vai ganhar com isto e, se não dizem, é porque seus objetivos devem ser tenebrosos. Se não perversos, pergunto a que servem as MIGRAÇÕES atualmente em curso. Isto com todo apoio da ONU e organizadas por instituições duvidosas. São
acompanhadas por suporte mentiroso, ou silêncio tático por parte da mídia cooptada.

MIGRAÇÃO NAS AMÉRICAS
É só prestar atenção para ver como estamos sendo enganados. Os migrantes são todos “pobres necessitados, oprimidos, fugitivos, com mulheres e criancinhas”. Na verdade, o que se tem visto, não é exatamente isto. São na grande e absoluta maioria homens na melhor idade, equipados com smartfones da mais cara categoria e, pasmem, não dependem da ajuda dos moradores das regiões por onde passam, pois vêm munidos de CARTÕES DE DÉBITO, fornecidos pela ONU! Veja a imagem anexa.
Também conseguem o milagre de (a pé?) vencer em trinta e poucos dias (a caravana saiu de Honduras dia 13 de outubro) uma distância de cerca de 3.500 km (em linha reta). Alguns dias atrás a TV anunciou sua chegada a TIJUHANA, junto ao ponto mais ao norte da fronteira do México com os Estados Unidos. Em 19.11.2018 , às 21:07, o JN da Globo completou literalmente: “Depois de caminhar 5 MIL (5.000km) quilômetros em um mês chegaram a Tijuana...”! São cerca de 140km  por dia! É muita mentira.

Mais alguns dias e a telinha nos mostrou confusão na fronteira México – Estados Unidos. Em primeiro plano uma mulher com duas criancinhas chorando copiosamente e ao fundo um corre corre, que teria sido provocado por bombas de gás lacrimogêneo. No site G1, também da Globo, vamos saber que a mulher é Maria Meza, 39 anos, mãe de 9 filhos de 5 a 16 anos. Saiu de Vilanueva em Honduras e foi ao México com cinco deles na caravana de milhares de migrantes. As perguntas que aqui cabem ficam a cargo de cada um…

MIGRAÇÃO NO VELHO MUNDO
Para o que está para acontecer na Europa os leitores deste blog já estão preparados desde 31 de julho, quando foi postado “Propaganda da Nova Ordem”. Ali foi revelado que estava sendo costurado sob patrocínio da ONU,  um PACTO PARA MIGRAÇÃO ORDENADA, a ser assinado por cerca de 190 países. Tal assinatura deverá ocorrer no próximo dia 11 de dezembro em MARRAQUESH no Marrocos. Dali para frente deverá ser um “salve-se quem puder”. Só como exemplo, há uma previsão de que uma Alemanha, hoje com 80 milhões de habitantes, terá a população mais que duplicada a curto prazo. Os países assinantes não se “obrigam”, mas se “comprometem” a receber os migrantes sem restrições ou exigências, a lhes dar toda assistência social, prevista para para a população atual, sem qualquer discriminação etc. etc.

Já anunciaram que não pretendem assinar o pacto: Austrália, Áustria,, Bulgária, Eslováquia, Estados Unidos, Estônia, Hungria, Israel, Polônia, Rep. Tcheca, Suíça, ainda em dúvida Croácia, Eslovênia e Bélgica.

PARA QUE SERVIU A LENDA DO HOLOCAUSTO
O BUNDESTAG (Parlamento) da República Federal da Alemanha endossou nesta semana a assinatura do tal Pacto da Migração Ordenada da ONU com 372 votos a favor, 153 contra e 142 abstenções. O seu ministro do exterior, Heiko Maas, como  bom servidor da Merkel, declarou: “O governo agregou a população em tempo oportuno.”

Agora “de oportuno” se compare:
Dia 11, três semanas atrás, em Varsóvia, Polônia, 250.000 poloneses foram para a rua, marchando e cantando, manifestando-se “por uma Polônia branca e católica”.
Ontem, dia 1, em Berlim, Alemanha, junto ao Portal de Brandenburgo, reuniram-se cerca de 1.500 alemães para protestar contra a assinatura  do Pacto de Migração da ONU.

Deu para entender?

22 de novembro de 2018

SALVINI - HOMEM DE CORAGEM

Há poucos dias MATTEO SALVINI, vice-primeiro ministro e ministro do interior da Itália, fez um pronunciamento no Parlamento da União Europeia de “balançar o coreto” dos deputados. Estes estavam discutindo os meios de acabar com as chamadas FAKEnews. Segue tradução feita da legenda do video (MS=Salvini, P.UE= Presidente do parlamento).

MS - Peço desculpas ao público aqui no recinto e lá fora junto às telas, por essa loucura nesta casa. Vocês não são normais na minha opinião. Temos 20 milhões de desempregados na Europa, temos terrorismo islamista, a migração está fora de controle e com o que é que vocês preocupam o Parlamento nesta tarde de quarta-feira? Com as mordaças para o Facebook, com  Fakenews. Vocês deveriam ser terapiados por um 
médico muito bom. Eu gostaria de saber ...

P.UE - querido, querido Salvini ...

MS - ...obrigado pelos aplausos, mas cuidado, eles botam vocês todos para fora...

P.UE - Caro Salvini, desculpe, o senhor deve me ouvir. Não só tem de respeitar o que esta assembleia decidiu democraticamente sobre esta questão, mas também mostrar respeito pelos seus colegas.

MS - Só estou dizendo que, na minha opinião, vocês não são normais, com total respeito. Posso continuar agora?

P.UE - Presidente Salvini, eu apenas estou lhe comunicando que o senhor deveria ter cuidado com as palavras que vem usando. Obrigado.

MS – Então, sua vaga ameaça não vai me deixar nem frio, nem quente.  Quando o povo europeu se manifesta contra o terrorismo islâmico, significa que é islamofóbico. Quando é contra a homo adoção, é porque é homofóbico, se é a favor do fechamento dos campos de ciganos, ou quer que acabe a invasão de refugiados, significa que é racista. NÃO, isso significa que eles têm bom senso e são pessoas livres.

Vocês estão mal, não conseguem mais comprar a cabeça das pessoas, controlando todos os jornais, noticiários e radioemissoras. A Inglaterra elegeu quem queria, Estados Unidos escolheram quem queriam, Itália elegeu quem queria. Vocês estão endoidando, preocupando-se como o que? Mordaça no Facebook, mordaça na Internet, multas, 5 milhões, 50 milhões. Vocês estão criando o “Ministério da Verdade” de  George Orwell, um Ministério da Propaganda. Só estou esperando que o Parlamento da UE venha a introduzir uma força psico policial para perseguir os não muito fieis, que não seguem o pensamento único vigorante, ligados ao só o que vale. Vocês podem inventar o que quiser, a única coisa que com certeza irão fazer é pegar suas malas e procurar um emprego REAL, porque a verdade não pode ser detida, nem daqui nem de qualquer outro lugar. Obrigado, viva a internet e viva o Facebook.

19 de novembro de 2018

PARA DISTRAIR (?)

Nevou no Rio de Janeiro, pela primeira vez na história!!!

8:00  Eu fiz um boneco de neve.

8:10  Uma feminista passou e me perguntou porque eu não fiz uma boneca de neve.

8:15  Eu fiz uma boneca de neve.

8:17  Minha vizinha feminista reclamou do perfil voluptuoso da boneca de neve dizendo que ela ofende as bonecas da neve em todos os lugares.

8:20  O casal gay que mora nas proximidades teve um ataque de raiva e protestou, porque poderiam ter sido dois bonecos de neve.

8:22  Um transgênero da outra rua me perguntou por que não fazia um boneco com partes removíveis.

8:25  Os veganos no final da rua se queixaram do nariz de cenoura, já que os vegetais são comida e não para decorar bonecos da neve.

8:31  O cavalheiro muçulmano do outro lado da rua exige aos berros que a boneca da neve use uma burca.

8:40  A polícia chega dizendo que há uma denúncia anônima contra mim, de alguém que foi ofendido pelo meu racismo e discriminação, porque os bonecos são brancos.

8:42  A vizinha feminista reclamou novamente que a vassoura da boneca da neve deveria ser removida porque ela representa as mulheres em um papel doméstico de submissão.

8:43  Um promotor chegou e ameaçou me processar se eu não pedisse desculpas públicas pelo maldito boneco de neve.

8:45  A equipe de jornalismo da TV apareceu. Eles me perguntam se eu sei a diferença entre bonecos de neve e bonecas de neve. Eu respondo: as "bolas de neve" e agora elas me chamam de sexista.

9:00  Estou no noticiário como um suspeito, terrorista, racista, delinquente, com tendências homofóbicas, determinado a causar problemas durante o mau tempo. Estou passando por tudo isso por causa dos malditos bonecos de neve!!

9:05  Quem mandou fazer a p... dos bonecos de neve?... Estão me perguntando se eu tenho um cúmplice. Ou se alguma organização me incentivou a fazer os bonecos, nas redes sociais.

9:29  Os manifestantes da extrema esquerda e da extrema direita, ofendidos por tudo, estão marchando pelas ruas exigindo que me decapitem.

9:32  Os neonazistas marcham em frente à minha casa acusando-me de ser comunista.

9:35  As feministas me xingam e pintam a fachada da minha casa com a palavra “machista”.

9:45  Os evangélicos me acusam de querer usurpar o lugar de Deus, por criar um homem e uma mulher de neve, e querem me exorcizar, dizendo que eu realizei um ritual pagão.

9:55  Organizações ambientais me acusam de poluir a neve.

Moral da história: NÃO HÁ.

Pode acontecer para quem não é POLITICAMENTE CORRETO. Só o que não vai acontecer é... neve no Rio de Janeiro.

Autor desconhecido     -     Recebido de Eg Lo

13 de novembro de 2018

O SISTEMA ENGANA TODO MUNDO

Os latinos de Honduras não são bobos. A grande maioria já desistiu de querer enfrentar o Trump lá na fronteira dele. Chegaram ao México, que deve ser melhor do que Honduras, aproveitaram as mordomias e incentivos oferecidos por Soros, ONU e companhia e “deixe estar, p’ra ver como é que fica”.  

Por falar em enganar o mundo: Há poucos dias vivemos aqui no Brasil um período de eleições e o que mais se ouvia eram denúncias e advertências sobre NOTÍCIAS FALSAS. Só que infelizmente se referiam apenas àquelas que trafegassem através das redes sociais e, quanto a essas, as pessoas minimamente esclarecidas têm condições de separar o joio do trigo. A coisa fica mais difícil quando o porta-voz do falseamento passa a ser o sistema estabelecido da mídia, dos órgãos de comunicação. Nestas eleições o sistema foi descaradamente parcial no apoio a uma das correntes e, mesmo assim, a outra venceu. Isso já aconteceu dois anos atrás nas eleições presidenciais nos EUA. Seria um sinal de que o povo está criando anticorpos contra uma mídia que “reza unida”? Talvez não chegue a tanto. Nos dois casos as falsidades plantadas não encontraram solo favorável. 
Na realidade a mentira tornou-se uma arma de alto poder destrutivo, capaz de levar ao extermínio de povos inteiros e catapultar países e suas estruturas de volta à idade da pedra.

José Saramago:
“O tempo das verdades plurais acabou. Vivemos no tempo da mentira universal. Nunca se mentiu tanto. Vivemos na mentira, todos os dias.”

E é preciso sempre lembrar: 
ACUSOU-SE UM POVO ALTAMENTE CIVILIZADO  - UM DOS QUE MAIS CONTRIBUIU PARA A EVOLUÇÃO CULTURAL DO MUNDO -  DE TER PRATICADO A MAIOR DAS CRUELDADES, UM ASSASSINATO PLANEJADO DE 6.000.000 DE PESSOAS, HOMENS, MULHERES E CRIANÇAS. O sistema encarregou-se da divulgação. Esta arma teve tal poder que não só fez o mundo inteiro acreditar, como até mesmo conseguiu que o próprio povo acusado se convencesse de sua pressuposta culpa.

Outro caso:
CRIOU-SE A GUERRA AO TERRORISMO, REDUZINDO A PÓ TRÊS PRÉDIOS DO WORLD TRADE CENTER EM NOVA YORQUE 
Com insustentáveis acusações obteve-se um falso pretexto para destruir nações inteiras no Oriente Médio e criar leis de exceção no ocidente.

O sucesso do sistema propagador se deve principalmente ao fato de não haver questionamento. Seriam simples letargia, comodismo, distração, ou demasiada preocupação com outros problemas os motivos para que não se levante a menor dúvida sobre tudo o que o noticiário da TV, ou a manchete do jornal afirmam. É verdade que tudo vem em dose concentrada e igual em todas as fontes, revelando que a  origem é uma só. 
Fato é que as pessoas não se perguntam onde e como teria sido possível matar 6 milhões de pessoas, cerca de 7 mil por dia. Uma mulher alemã, hoje com 90 anos, há pouco fez de público tal pergunta. Como resposta foi encarcerada e assim provavelmente permanecerá até o fim de sua vida. Seu nome: Ursula Haverbeck. Esta questão seria suficiente para suscitar muitas outras. 

As pessoas também deixam de se perguntar como é que os impactos de dois aviões conseguiram derrubar três enormes prédios. Tampouco ficaram admiradas com a capacidade premonitória de uma equipe de TV que já estava de prontidão, em posição estratégica, com suas câmeras assestadas para os pontos exatos onde os aviões atingiriam os objetivos.
Apesar de tudo a expressão FAKE NEWS foi popularizada.

28 de outubro de 2018

EM MARCHA CONTRA O 1º MUNDO

É a nova maneira de conduzir uma guerra. Alex Jones já a chamou de “Guerra do Século 21”.
Em vez de soldados regulares usam-se exércitos de invasores, as vezes armados, aí são mercenários – vide “primavera árabe”  -  ou caravanas de civis, homens, mulheres e crianças.  Tudo com o intuito de desestabilizar países, nações. Incentivado por corporações multinacionais e ONGs e ainda com o beneplácito da ONU. Um dos principais comandantes é o nosso já fartamente conhecido GEORGE SOROS.
Estão marchando agora contra os Estados Unidos, ou mais precisamente contra o governo do presidente Trump. Querem derrubá-lo aproveitando o fato de no próximo dia 6 de novembro ali serão realizadas eleições de renovação do congresso, no qual até agora Trump mantém tênue maioria. Para tanto fizeram partir de Honduras uma multidão de migrantes destinada a transitar a pé em direção ao norte, atravessando Guatemala, El Salvador,México até chegarem pouco antes do dia 6 à fronteira sul dos Estados Unidos. Ali espera-se que a prometida resistência de Trump forneça as imagens e reportagens necessárias, para lhe infringir acachapante derrota moral e eleitoral. E ele será obrigado a resistir para não decepcionar seus próprios adeptos.
Nesta batalha Trump é só um símbolo, o verdadeiro objetivo é a derrota do Estado Nacional e a expansão do GLOBALISMO. Para isto foram criadas essas ondas migratórias do Terceiro Mundo para o Primeiro. E que não se pense que elas se formam de maneira espontânea. Corre dinheiro, muito dinheiro. E não é só o Soros e sua Open Society, coordenadora e financiadora de centenas de ONGs  mundo afora. O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados está ajudando. O custo dessa viagem, que está em curso através do México, é avaliado em 7000.- dólares por pessoa, enquanto a renda anual média em Honduras é de 2400.- dólares.
Trump declarou recentemente em Houston que ele é NACIONALISTA! Querem maior razão para que os globalistas, entre eles os Bush, Obama, Clinton, as grandes corporações, os bancos multinacionais, queiram sua derrubada? Sua esperança é que no entrevero, que acreditam,  vá ter que acontecer nos próximos dias na fronteira sul dos EUA, os jornalistas forneçam novos e suficientes motivos para alcançarem seus objetivos.
Tudo acontece com apoio da ONU. A arregimentação de seres humanos com o propósito de criar confrontos e situações caóticas é uma vergonha para o seu Conselho de Direitos Humanos. Aquele mesmo que já tentou interferir nas eleições que estão acontecendo no Brasil.
A cada dia fica mais claro o objetivo desta Guerra do Século 21 e que pode ser resumido a três palavras: NIVELAR POR BAIXO! Isto facilitará o pretendido DOMÍNIO MUNDIAL dos globalistas.