22 de julho de 2021

PODE ESCLARECER TUDO

 

Já estamos vivendo há mais de ano e meio sob a batuta dos Meios de Divulgação do mundo inteiro, que, unidos, buscam condicionar a humanidade a viver uma vida de submissão a ordens esdrúxulas, justificadas por um famigerado Covid-19 e pelo medo de morrer desta nova doença. Tacitamente o povo concorda que o regime democrático seja substituído por um de exceção. Constituições e preceitos legais passaram a segundo plano e as populações aceitam de bom grado a vacinação a qual os governos pretendem obrigá-las. Não se importa donde venham, não se preocupam que tenham sido desenvolvidas a toque de caixa e sem preocupação com efeitos colaterais que possam se apresentar a curto ou longo prazo.

Pois é quanto a estes que acabo de receber uma notícia que por certo será de imediato qualificada como FAKE, mas analisada de forma cuidadosa ver-se-á que os dados apresentados podem reverter esta opinião. A notícia é terrorizante:

PESQUISADORES ESPANHÓIS ENCONTRAM ÓXIDOdeGRAFENO NAS VACINAS DA BioNTech e PHIZER

Uma equipe de pesquisa da Universidade de Almeira, liderada pelo Prof.Dr. Pablo Campra, descobriu que as Vacinas corona da BioNTech e Phizer (Comirnaty) contém entre os sólidos na vacina 99,2por cento de óxido de grafeno (747ng/ul) e apenas 0,8 mRNA (6ng/ul).

Segundo um estudo publicado em 2016 na revista Particle and Fiber Toxicology pela Dra.Jane Ruby, o óxido de grafeno é uma substância que causa estresse oxidativo, inflamação, citocinas e pode destruir tudo na célula, inclusive as mitocôndrias. Pode causar inflamação dos tecidos do pulmão, coração e cérebro.

O Prof. Dr. Sucharit Bhakdi vem descrevendo as vacinações como desnecessárias e prejudiciais, especialmente porque os efeitos a longo prazo não foram pesquisados. Estão em fase experimental e a população está sendo usada como cobaia. Dr.Michael Yeadon, ex-vice-presidente da Pfizer e Dr.Wolfgang Wodarg exigem interrupção imediata das vacinações genéticas.

Também é preocupante que pesquisadores nos EUA tenham encontrado mudanças nos hemogramas após as vacinações de engenharia genética: a falta dos macrófagos tipo 2, sem os quais ninguém sobrevive por muito tempo.”

Eis um resumo da notícia recebida, que na verdade confirma a razão das dúvidas em relação a “pandemia”, que aqui temos externado.

Não deixe de ver a notícia que segue:

http://citadino.blogspot.com/2021/07/grafeno-liga-se-tecnologia-de-rna-para.html

22 de junho de 2021

NOBREZA NEGRA

 

Desde que convivemos com esse fenômeno do vírus de três nomes, mutante e incansável, aqueles entre nós, que não aceitam tudo o que o William e a Renata dizem, não deixaram de fazer perguntas. E há os que não esmorecem na busca de respostas. Um deles é DANIEL ESTULIN, já conhecido pelos seus escritos. Agora juntou-se a um cineasta de valor e fizeram este documentário ao qual deram o nome BILDERBERG. Suas revelações são de inestimável valor para quem quer saber o que está acontecendo e está para acontecer no nosso mundo.

Felicito o site bitchute pela divulgação desta obra admirável e certamente existem razões para dedicar o quanto antes 63 minutos de atenção ao endereço que segue.

https://www.bitchute.com/video/09T9Y4rXDij1/

13 de junho de 2021

VACINAS !!!???

Dada a extrema importância da matéria, tomo a liberdade de recomendar seu acesso e análise.

 https://thoth3126.com.br/imas-estao-aderindo-ao-corpo-de-quem-foi-vacinado/

14 de maio de 2021

Dr. BHAKDI PRENUNCIA GENOCÍDIO

Sempre desconfiei que essa “pandemia” não era o que dizia ser e as páginas deste blog podem confirmar. Agora, talvez tarde para muita gente, começam a aparecer os reais propósitos dos donos do mundo e dos seus prepostos. Entre estes, os últimos, dá para incluir até os políticos regionais. Parece que gostaram de atormentar o povo com diversas restrições. Até aumentaram sua intensidade apesar de a OMS ter chegado à conclusão de que o Covid-19 não era mais perigoso do que a gripe sazonal, conforme já publiquei aqui em 2/11/2020 – OMS CONFESSA ENGANO. Haviam calculado em março daquele ano um índice de mortalidade de 3,4%, mas que na realidade não passou de 0,14%. Mesmo assim nada mudou...

Não é o Covid que interessa. Ao final deste ensaio o leitor encontrará o endereço de uma entrevista muito bem legendada que o dr. Sucharit Bhakdi, um dos mais importantes virólogos da atualidade, acaba de dar ao THE NEW AMERICAN sobre a ameaça mortal representada pelas vacinas baseadas em mRNA (ao que me consta são PFIZER, BioNtech e Moderna). Antes, no começo de abril, Dr. Lee Merritt, ex-presidente da associação de Médicos e Cirurgiões Americanos, já alertara sobre os enormes riscos associados às vacinas experimentais Covid-19 das Pfizer e Moderna.

Por que as chamou de “experimentais”? Pesquisei e soube na US National Library of Medicin sob Clinical Trials.gov que ambas estavam, como candidatos a Vacina RNA contra Covid-19, em estudo de segurança, tolerabilidade, imunogenicidade e eficácia que foi iniciado em 29/4/2020 e está com finalização prevista para 4/4/2023 , daqui a quase dois anos!

Mesmo que a Pfizer tenha conseguido uma licença antecipada no seu país, parece-me TEMERÁRIO a nossa Anvisa ser obrigada a seguir o exemplo e estarmos começando a submeter a nossa população a um tratamento tão discutível. É verdade que tudo isso está envolvendo muintíssimo dinheiro.

Segue a entrevista com o Dr.Bhakdi (52 min)

https://rumble.com/vgrc5h-alerta-do-dr.-bhakdi-sobre-cogulos-teste-pcr-de-covid-19-abuso-de-poder-e-m.html 

7 de maio de 2021

CHEGA DE PANDEMIA

Tanto choram, tanto fazem de conta, tanto querem nos fazer crer que a tal pandemia é um flagelo natural e que se abateu sobre a humanidade de maneira surpreendente e global.

MENTIRA! Isto que, segundo reconheceu a OMS, chamam indevidamente de “pandemia” foi criado de propósito por humanos e contra humanos com objetivos ainda não definidos. Esta sua criação só foi possível graças à existência hoje de uma teia de fontes de informação que cobre todo o planeta e está sob o domínio absoluto destes DEShumanos. É claro que me refiro à TELEVISÃO que mundialmente e desde o primeiro momento está cumprindo ordens dos mal intencionados, promovendo o tal “pandemônio”. É a TV que diária e insistentemente divulga fatos e números manipulados, tendentes a levar insegurança, medo e pânico à população, desestabilizam a economia, destroem empresas e negócios. Os números de óbitos que estariam sendo causados pelo surto são irreais, nunca são comparados com os de épocas normais. Quando jornalistas conscientes e responsáveis o fazem, como aqui o Alexandre Garcia, constatam que os índices atuais não indicam de forma alguma estar havendo, ou ter havido uma super-mortalidade.

Nada confirma também existir um vírus “Covid-19”. Tem até mais dois nomes: Sars-cov-2 e Coronavírus, creio que isso em Ciência não existe, mas estamos aceitando tudo há mais de ano. Há um depoimento de um virólogo, Dr.Derek Knauss, com laboratório sediado no sul da Califórnia, o qual, com o seu time e em colaboração com sete universidades, analisou 1500 testes pretensamente “positivos” para Covid-19. Só encontraram vírus Influenza A e alguns Influenza B, nada de Covid. Análise feita com Microscópio Eletrônico de Varredura e não com o inconcebível PCR, responsável pela morte de milhares de pessoas. Maiores detalhes podem ser encontrados no Google sob o nome do cientista, naturalmente seguido das orquestradas afirmações de “fake”. Não é de estranhar, pois o Dr.Knauss diz explicitamente que Covid-19 é fraude, atrapalhando os planos malignos dos que querem a nossa desgraça e tem muita gente a seu serviço. Os vírus Influenza A e B que ele encontrou, são os tradicionais vírus da GRIPE, cujas ondas TODO ano visitam também o nosso país e todos os anos tem campanhas de vacinação. Também causam óbitos. Sempre as vacinas são adaptadas ás mutações. Isto explica porque conseguiram “desenvolver” em cinco meses as vacinas contra o “Covid”, só não esclarecem o porquê e para quê criaram esta pandemia toda. Sabemos que boa coisa não é. Aproveito para fazer uma sugestão: Em lugar de decretar confinamento, uso de máscara, proibir aglomeração etc. PROIBA-SE ÀS EMISSORAS DE TV DE FALAR DE COVID, AÍ ACABA A PANDEMIA.

Finalizando, uma sugestão:

https://portal.fiocruz.br/noticia/influenza-conheca-os-subtipos-existentes-e-saiba-como-evitar-contaminacao

Interessante e pré-pandêmica entrevista ao portal. Um virólogo nosso diz tudo sobre nossas GRIPES. 

23 de março de 2021

PLANTAÇÃO SINISTRA

 

Hoje, caro leitor, vou pedir que imagine como reagiria em duas situações distintas. Numa delas alguém seria alvo de ameaças. Querem lhe tirar a vida. É natural que a reação dele vai ser a de pedir proteção à polícia. Na outra situação, que submeto à sua análise, paira uma ameaça no ar, bem mais séria. Meio mundo estaria para ser exterminado. Oito, ou até mais, pessoas em cada dez, devem ser eliminadas. Inacreditável. Absurdo mesmo, bobagem, ninguém acredita. Tampouco o prezado leitor. Não há como imaginar isso na prática. Não existe metralhadora, nem bomba atômica que possa servir para executar um serviço destes. E quem cuidaria da remoção das vítimas? Não dá.

Mas tem gente, gente graúda, pensando nisso. Acham que o nosso planeta está superpovoado. E não fazem segredo. Não faz muito tempo, erigiram um enorme monumento nos Estados Unidos, chamado de Georgia Guide Stones que define entalhado na pedra e em 8 idiomas que o número de habitantes na terra não pode passar de meio bilhão (somos hoje quase 8 bilhões).

Pensando bem, será que é impossível mesmo realizar projeto tão fantasioso? A natureza consegue. Houve tempos em que os casais tinham sete ou mais filhos e outros que impressionam pela baixa fertilidade. Cai o número de nascimentos, não só de humanos, também de animais, em áreas sujeitas a desabastecimento. Bom, não é meu propósito aqui falar da ação da natureza, apenas lembrar que ela pode servir de inspiração aos mal-intencionados. O projeto de reduzir a população não precisa ser executado em um mês, ou em um ano. Se bem me lembro já foi fixado o ano de 2050. Em trinta anos pode acontecer muita coisa, tal como aumento da morbidez , maior susceptibilidade a doenças, mudanças na situação econômica, subnutrição etc.

Tudo está a indicar que a encenação monstruosa, que estamos assistindo há mais de ano, destina-se exatamente a isso.




3 de março de 2021

ALVISSAREIRO

 Acaba de ser divulgado que 

a partir de 10 de março próximo

o Estado do TEXAS, Estados Unidos,

voltará à normalidade, deixando de 

impor à sua população qualquer das 

restrições sociais corona-motivadas. 

Se a notícia se confirmar é provável

que em breve outros governos devem

seguir o exemplo.