30 de abril de 2018

PUTIN TEM CARTA NA MANGA


O meu propósito com a última postagem ADEUS A HITLER não foi o de fazer uma apologia ao “Führer” do 3.Reich. Sua ação e suas ideias sofreram exaustiva e continuada condenação e não é qualquer opinião contrária que seria capaz de mudar alguma coisa. Ela sensibilizaria muito pouca gente. Não, o verdadeiro propósito foi o de tentar implantar uma dúvida nas mentes, mesmo das mais irreversíveis. Considerando a situação geral em que se deu aquela publicação, ela teria sido possível acontecer se o homenageado naquela elegia tivesse sido o DÉSPOTA, o CARRASCO, o OPRESSOR como foi sua personalidade representada desde então? Não, com certeza. Se assim fosse o povo estaria dançando e cantando nas ruas, festejando a morte do abominável e jornalista nenhum ousaria escrever aquelas palavras, muito ao contrário procuraria agradar aos novos mandatários que estavam chegando.

Mas vamos ao PUTIN. Por mais que venha sendo provocado, ele não parece estar interessado numa guerra. Seus contrários estão fazendo tudo para desencadeá-la. Serviram-se de um pretenso assassinato de um ex-espião russo e sua filha, praticado em Londres com o uso de um veneno proscrito, que só a Rússia possuía e tudo mediante ordem pessoal de Putin. Acontece que o tal espião já estivera preso na Rússia durante quatro anos. Não teria sido necessário esperar que se mudasse para longe. Para a tristeza do governo britânico, autor da acusação e de seus colegas ocidentais, as anunciadas vítimas não morreram.

Não bastasse essa palhaçada, veio outra com as “armas químicas” do Assad. Como se nesta altura, a Síria praticamente reconstituída, o seu presidente fizesse a burrice de mandar jogar umas bombas de gás venenoso contra sua população, ali nas redondezas da capital Damasco. Mas toda imprensa ocidental, teleguiada com sempre, embarcou nessa. E o Trump até disparou alguns foguetes de retaliação numa incompreensível provocação à Rússia aliada de Damasco.

Mas as provocações não se resumem nisto. A Rússia está cercada de bases militares da OTAN e, como “ponta de lança” dos pretensos inimigos de Putin, lá figura a República Federal da Alemanha. É sabido que esta de “República” só tem o nome. É filial dos promotores da Segunda Guerra Mundial, até hoje militarmente ocupada e na linha de frente em ameaças e sanções à Rússia. É na Alemanha, em Ramstein, que está o Quartel General da Força Aérea americana. É na Alemanha que estão depositadas as armas nucleares do Ocidente.

Pergunta-se e o seu povo? O povo alemão sofre de incurável complexo de culpa e não se importa de estar condenado a extinção. Já publiquei aqui extensas matérias sobre este genocídio em curso. Não é novidade e é aceito, tolerado pelo mundo todo, inclusos os próprios alemães. Entre estes há até os que batem palmas. Parece doença.

É doença! É causada pelo vírus “Holocausto”. Ela em geral não se manifesta fisicamente. É subliminar. Grande parte da população com maior envolvimento passou a sofrer de autoflagelação mental, fica até feliz com os males que lhe são causados. Através das mais diversas maquinações este vírus atua no mundo todo, condicionando as pessoas e os governos. Na verdade este holovirus é produto de laboratório. Saiu dos Campos de Concentração criados pelos alemães na Segunda Guerra. Com a sua atividade pretende-se não só manter a Alemanha submissa, mas, também, operar grandes transformações no planeta. Aí chegamos ao Putin e à carta que ele tem na manga.

Já vimos que ele não está aceitando as provocações para entrar numa Terceira Guerra Mundial e o trunfo que ele tem é o poder de desativar o vírus do holocausto. Desarmaria todo o condicionamento mental, não só da população alemã, mas de todo o mundo ocidental.

Acontece que os seis principais campos de concentração se encontravam na região ocupada pela então União Soviética e toda a documentação ali arrebatada está hoje em Moscou. Nesta documentação também havia LIVROS DE REGISTRO DE ÓBITOS (o alemão sempre prima por organização). Eram livros com 1500 páginas e cada página era ocupada pelos dados de um registro.

Consta que já em 1990 um comitê da Cruz Vermelha Internacional teve acesso a 46 livros do campo de Auschwitz relativos ao período de fins de julho de 1941 a dezembro de 1943. Havia páginas em branco.

Abstenho-me de fazer cálculos e desenvolver conjecturas. Fato é que Putin tem documentos capazes de desativar o vírus e desarmar o mind control que domina seus adversários, entre eles principalmente a Alemanha.

Perguntar-se-á porque já não os publicou há tempos. Eu diria que ele não é nenhum filantropo, nem benfeitor da humanidade. Continuará festejando o “Dia da Vitória” com grandes paradas militares e maldizendo os nazis sempre que oportuno.

Por mais que desejem a 3a. Guerra, ainda não sabem como evitar pisar nos calos de Putin.


20 comentários:

  1. Putin está preocupado em ser benfeitor do seu povo, não será ele que irá libertar os alemães das amarras dos ianques e eleitos. Não se importa que Israel bombardeie a Síria, desde que suas bases por lá estejam em segurança, pois sabe que o povo eleito tem proteção do ocidente.
    Respirou fundo quando os turcos derrubaram um caça russo e hoje mantêm Erdogan sobre seu controle.
    É um homem frio e calculista, sabe onde pisa e é temido pelo ocidente, tanto que os marionetes ingleses e franceses estão bajulando Trump em busca de alianças. Pobre dos europeus, perderam todo seu orgulho:
    https://actualidad.rt.com/actualidad/269510-trump-macron-bonita-amistad-contacto-fisico

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. mau mau mau entao nao sabem qual a carta que o putin tem na manga, mas anda tudo a dormir na forma ouvque,os principais atores na siria tem uma coisa em comum um gasoduto de bilhoes de dolares e de repente a guerra comeca a fazer mais sentido,


    muitos questionaram-se por que a russia se envolveu na guerra da siria,para alem de bases militares muitas vezes ignoram a luta pelo gas natural, mas 80% do gas que a empresa estatal russa gazprom produz e vendido para a europa, portanto, a manutencao desse mercado crucial e importantissimo para a russia,ja que a europa nao gosta de depender tanto da russia nesse combustível e tem tentado reduzir sua dependencia, e e um movimento que e apoiado pelos eua, pois enfraqueceria a influencia russa sobre a europa, e sso não caiu bem na russia, que usa seu poder sobre o gas como influencia política e tem um historico de cortar a oferta para países durante conflitos. ate mesmo foi a guerra na georgia e na ucrania para interromper os planos de exportar gas de outras partes do medio oriente.a russia sempre usou gas como um instrumento de influencia. os eua tambem querem usar seu proprio suprimento de gas natural, recentemente desenvolvido atraves do fracking, para reduzir o suprimento russo, mas levara anos ate que os eua estejam em condicoes de enviá-lo para o exterior.

    mas os eua nao sao o unico pais que tenta superar a russia, e e ai que o papel da siria se torna mais importante, antes da guerra civil, dois gasodutos concorrentes apresentados pelo catare pelo irao tinham como objetivo o transporte de gas para a europa através da siria, esperava-se que o gasoduto proporcionasse um acesso mais barato a europa, mas o presidente sírio, bashar al assad, recusou-se a dar permissao para que o gasoduto passasse por seu territorio. alguns acreditam que a russia o pressionou a rejeitar o gasoduto para salvaguardar seus proprios negocios.enquanto isso, o irao, que possui a outra parte menor do campo de gas do golfo persico, decidiu apresentar seu proprio plano rival de um gasoduto de 10 bilhoes de dolares para a europa via iraque e siria e depois sob o mar mediterraneo.muitos países que apoiam ou se opoem a guerra contra assad tem ligacoes com esses planos de oleodutos. tal como a guerra do iraque em 2003 foi ligada ao petroleo no golfo persico, a da siria pode se transformar em gas, todos parecem esquecer que o mundo esteja enfrentando uma nova guerra fria, com a luta pelo gas natural agindo como apenas mais um combustível.como se costuma dizer, e o gas estupido(s) o resto do post e propaganda ao holocausto, faz lembrar as visitas da cruz. vermelha aos campos de concentracao onde era recebida por meninas prendadas oferecendo flores e bandas filarmonicas entoando loas a paz, mais do mesmo.

    o que isto e e mais um plano dos judeus para dominarem o mundo.kkkkkkk lol, falta o putin colocar o kippa lol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gasoduto é conversa p'ra trouxa . Trata-se de criar o Eretz Israhell , " entre o Eufrates e o Nilo " , e entronizar Satanás no 3º templo em Jerusalém que está sendo preparado há anos .

      Excluir
  4. Não está sendo otimista demais ou, sem ofender, ingênuo, sr. Toedter? Por exemplo, Putin recentemente proibiu novamente a abertura de documentos relevantes ao período da Segunda Guerra, uns anos atrás agravou as penas para "crimes de antissemitismo" como era nos tempos da kosher URSS, se insurge sobre as verdades criminosas de Stalin e até recolocando quadros e estátuas do facínora em lugares públicos, nada fala sobre os massacres como de Katyn ou do Holodomor, critica intrometidamente as devidas homenagens que a Letônia e Estônia agora independentes da URSS fazem às Waffen-SS anualmente, noutra ocasião convidou os judeus no estrangeiro para viverem na Rússia, caça movimentos nacionalistas brancos filo-cristãos, baixa as calças aos ataques de Israel e Turquia contra a Síria, e não é tudo.

    Sobre as provocações "ocidentais", Putin e sua inteligência sabem que não tem condições de enfrentar uma guerra contra os mesmos, seja ela 3ª ou não, por isso aquela recente divulgação ufanista das novas armas russas. Está parecendo uma reedição daquela palhaçada da Guerra Fria que custou a soberania, riquezas e recursos e morte de milhões de tão somente goyim e não-maçons. E na Síria, coitada dela ter um aliado como a Rússia. Putin, que dizem ser judeu por parte de mãe, não precisa atacar Israel, mas também não precisa permitir que seus "aliados Assad e Irã" (palavras de Putin) sejam atacados de forma tão humilhante e permanente em território sírio. Com um aliado assim, não se precisa de inimigos. Mas o Irã já anda revendo discretamente seus contatos/alianças/convênios com os russos.

    Na verdade, e tudo se resume nisso, o mundo carece de uma verdadeira e corajosa oposição política, midiática, econômica e militar ao grupo terrorista "comunidade internacional" e a essa possível repaginação da URSS.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por ora não vejo qualquer perspectiva de que Putin use esta "carta na manga". Acho que deixei isso claro no final do artigo.

      Excluir
    2. Entedi. O que eu disse foi que não creio que Putin vá soltar essa “carta na manga antiviral” por ora nem nunca. Tanto que documentos secretos menores e não relacionados ao “holovírus” que foram liberados recentemente por caducar legalmente seu sigilo, ele os re-proibiu. Se esse descendente e saudoso dos soviéticos e da kosher KGB até nega eventos “menores” como o Holodomor e outros inúmeros massacres já incontestáveis, o que dizer do “holovírus” especificamente?! Negar o holoconto na Rússia é proibido, e isso até foi reforçado pelo próprio Putin. Se liberarem o tal “antivírus”, rui também o castelo do “Dia da Vitória” porque implica em rever não só esse falso tótem leitmotiv fundador do Estado de Israel e suas agressões, como todos os objetivos e adjetivos impostos aos “nazis” pelos próprios soviéticos, demais aliados, maçons, cinema e literatura ad nauseam. Para continuarem a serem os mocinhos, necessitam (!) da difamação, calúnia e injúria contra os alemães e da crença no holoconto. Caso contrário, estariam dando um tiro no próprio pé, ou seria na própria cabeça? Eles se alimentam da mentira, a verdade os matará a todos. Eles tem consciência disso.

      Tanto é verdade que temos esse outro exemplo. Vide a documentação britânica relativa a Rudolf Hess que foi prorrogado seu sigilo por Margareth Thatcher quando governo após também caducar legalmente. Do que tem tanto medo?! Sem falar no seu “suicídio”. Todos os Aliados, aqueles banqueiros, a Maçonaria e Israel tem o rabo preso, e bem preso, uns com os outros. O “antivírus” faria todo o statu quo começar a ruir pelo efeito dominó.

      Desculpe meu “pessimismo”, se por ventura algum “antivírus” surgir, será de alguém deveras importante fora desse círculo mafioso de rabo preso mancomunado nos bastidores que se vigia mutuamente caso alguém tente sair do script, e nenhum deles tem necessidade ou inclinação suicida. E por que alguém importante fora do círculo, caso ele exista e tenha a credibilidade necessária, o faria? Se as formiguinhas revisionistas são perseguidas, certamente o importante será morto. E por que se arriscaria tanto? Ademais, se simples nacionalistas são perseguidos e mortos, o que dizer de pessoas “antiviral” importantes?! A morte de Jörg Haider entraria nesse enredo?

      Cobalto

      Excluir
    3. Carta na manga do Putin(ho) ?!! hehe veja como ele é fofo
      https://www.youtube.com/watch?v=JiDRsQ2b35s

      É o fofo de israhell. Quem manda na rússia é a kahal, que ninguém se iluda que com a queda do muro de Berlin, a kosherada NÃO perdeu o mando por lá. Quanta ingenuidade.

      Porque o austríaco Jörg Haider foi assassinado
      http://codshit.blogspot.com.br/2008/10/why-austrias-jrg-haider-was.html

      Enquanto autoridades austríacas locais declararam que um embriagado Haider morreu na semana passada como resultado de um acidente de carro em alta velocidade, Karlheinz Klement, um ex-membro do ex-partido de Haider, o Partido da Liberdade, afirmou que o Mossad o assassinou
      http://www.realjewnews.com/?p=306

      Mais uma "cartinha" do putinho
      https://www.youtube.com/watch?v=iKHLsTGkfxs

      carta antiviral de putin ?!! .. balela

      Excluir
    4. Em 9 de maio, o presidente russo Vladimir Putin interveio com um discurso antes da parada militar na Praça Vermelha de Moscou, por ocasião da comemoração do 73º aniversário da vitória da Segunda Guerra Mundial (conhecida na Rússia como Grande Guerra pela Pátria [de quem?!]) sobre a Alemanha nazista.

      "Nosso dever é preservar a memória da coragem dos soldados [e as purgas, gulags, Katyn, Holodomor ... nada?!] que lutaram contra o nazismo", disse o líder russo.

      "Hoje tentaram apagar o feito do povo que salvou [?!?!] a Europa e o mundo da escravidão, do extermínio, dos horrores do Holocausto, e tentaram distorcer [anti-revisionista declarado] os acontecimentos da guerra, confinar ao esquecimento a autenticidade dos heróis, forjar, reescrever e distorcer a história. Nunca permitiremos que isso aconteça", declarou Putin.

      "Estão tentando apagar o feito do povo soviético, que salvou o mundo da escravidão [fala dos juros?!] e extermínio, e distorcer a história. Nós não permitiremos [não deixa de ser uma declaração de guerra e de perseguição]."

      https://br.sputniknews.com/russia/2018050911175269-discurso-sobre-dia-da-vitoria-salvaram-mundo/

      Putin sendo da KGB, judeu e bem por dentro dos bastidores do poder russo e internacional, e provavelmente bem ciente dos documentos secretos, do que escondem, do que torcem, do que manipulam, do que omitem; ou é um mestre do cinismo e da hipocrisia, ou é sociopata e covarde. Alienado que não é.

      Cobalto

      Excluir
    5. Cobalto e Norberto
      Vocês realmente acreditam que haja algum documento? Que não foram todos destruídos há muito tempo? Eles prorrogam e vão prorrogar indefinidamente os prazos de sigilo porque esses documentos não existem mais. Se eles queimam arquivos vivos, por que não haveriam de queimar arquivos de papel? Tudo o que existe é o que já temos e que foram a base para o revisionismo. É isso e mais nada.

      Excluir
    6. Documentos provando o totem kosher não tem mesmo. Se tivessem estariam abundando ad infinitum e ad nauseam, não precisariam de tanta montagem de fotos e filmes ficcionais, tantos Oscar, tantas leis. A dificuldade é tamanha que precisam prender até vovozinhas de 90 anos indefesas e desarmadas com andar já curvo por serem grave ameaça ao totem. Por aí vemos a fragilidade deles.

      Eu particularmente acredito que exista ainda muita documentação sobre a referida guerra em sentido político, militar, de espionagem, chantagens como recentemente apareceram provas que generalíssimo Francisco Franco aceitou suborno dos ingleses para não entrar na guerra ao lado de Hitler que lhe tinha prometido reconquistar Gibraltar dos ingleses em caso de aliança entre outros. Outro exemplo que os atormenta, são a condução, a nacionalidade dos agentes, os bastidores, os protestos e polêmicas, as "provas" usadas bem como aquelas negadas no Tribunal de Purim, ops desculpem-me, Nuremberg. Com certeza muita coisa já deram sumiço, mas muita coisa ainda existe. E esporadicamente surgem documentos e testemunhos oficiais de pessoas não oficiais à la Haverbeck que lhes tira o sono e a paz.

      Cobalto

      Excluir
    7. Outro exemplo do que comentei acima:

      "A Guerra de Inverno da Finlândia não parou por causa do medo de Stalin de uma possível ameaça dos Aliados ocidentais atacarem para defender a Finlândia. Terminou quando Hitler enviou a Stalin um ultimato de que Stalin cessasse os atos de guerra contra a Finlândia, ou a Alemanha bombardearia tropas soviéticas e lutaria pela Finlândia espontaneamente. O marechal recebeu de Hitler informações sobre este decreto e cópias do plano dos Aliados ocidentais e de Stalin sobre a Finlândia."
      http://juliusmilaitis.blogspot.com.br/2011/05/finland-in-eye-of-storm-erkki.html

      Leiam, muito interessante. E obrigado pela atenção, encerro meus comentários aqui.

      Cobalto

      Excluir
  5. Mau mau mau, vejamos entao sob uma prespectiva politica depois da economica a carta na manga do putin, ja todos perceberam que uma empresa a cambridge analytics que esta indevidamente ligada ao uso de perfis no facebook tem conexoes com a russia, alexander kogan, vladimir putin e a empresa lukoil, mas isto nao e surpresa para quem acompanha as incursoes da russia na politica ocidental, putin tem um plano para recuperar a hegemonia da russia no mundo, a tatica e velhinha mas resulta dividir e conquistar, desde o inicio o ex kgb procurou livrar os ex paises da ex urss da influencia do ocidente, desde o comeco das revolucoes coloridas que putin vive obcecado com o ocidente e a sua democracia, o virus da democracia, em 2008 ocupou a georgia, e aqui so para nos, ate hoje. em 2014 a crimeia e nao se envolveu no conflito ucraniano, mas pronto poderia se desculpar qie nao e assim condenavel um pais tentar recuperar a confianca dos seus ex amigos, afinal de contas somos nos que estamos a sua porta e nao eles a nossa, o problema e que putin nao se quer ficar por aqui, quer se livrar das sancoes que lhe sao impostas e manter uma lideranca informal sobre os seus vizinhos e tornar o mundo seguro para a autocracia governar,o ocidente e a sua mania de deixar os povos escolherem os seus lideres e que sao o inimigo, os dois casos mais polemicos, donald trump e o brexit, o financiamento russo a partidos europeus,partidos pro putin antiliberais e com discursos anti emigracao, eurocepticos natocepticos como marine le pen e o front nacional que recebeu 9 milhoes de euros, na austria com o partido de norbert hofer e tambem na holanda e na hungria, e este o plano de putin explorar as fraquezas do modelo socio economico do ocidente e recuoerar a hegemonia da russia com a ajuda destes idiotas uteis definidos ha tempos por lenine ou seja os cavalos de troia que ajudam sem saber e que uma vez conseguido o objectivo sao eliminados, fascistas nazistas (apesar de detestados)e todos os que se proponham ajudar a sua tarefa sao bem vindos, mas putin tem tido a sorte do seu lado, e essa sorte chama-se guerra da siria e todos os refugiados que provocou que alimentaram discursos de partidos xenofobos racistas anti-emigracao, sao dividendos que ele esta tirando do medio oriente. a treta da nova arma que ele anunciou com estrondo faz lembrar o hitler a anunciar ao mussolini que tinha novas armas que iriam mudar o curso da guerra, kkkkk. o mundo esta cheio de tangas, a russia hoje e, basicamente, uma mafiocracia. dominaram o estado a economia e compram clubes de futebol no ocidente na maior, como autenticos marajas de petrodolares,eles jamais serao e nem os povos islamicos democraticos,sempre tendem a ser imperio. e os idiotas uteis ajudam e ate fazem acordos com eles, houve quem no passado fizesse o mesmo. Lol

    ResponderExcluir
  6. Alain Soral explica como Putin chegou ao poder e sua relação com Israel:
    https://www.youtube.com/watch?v=sEGTPBjGriY
    https://www.youtube.com/watch?v=F_jIX1UeW6w

    ResponderExcluir
  7. No contexto histórico atual, o único sentido que existe em se alardear uma "terceira GM" é análogo à polarização EUA X URSS que se dava o nome de "Guerra Fria". Havia uma atmosfera de psicose em relação à iminente troca de presentes nucleares entre as duas potências (supostamente) antagônicas... Resumindo, trata-se apenas de sensasionalismo midiático em tom de terror.
    Vejo tanta gente esclarecida que se fia na personalidade do Putin. O desvinculam de todo passado recente, da estrutura política que se consolidou depois da segunda GM através do Bolchevismo...
    Enquanto as estruturas do mundo não forem ameaçadas, não haverá necessidade de outro conflito mundial...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saturnino, então não há motivos para preocupação? Existe algum mínimo foco que possa ameaçar o status quo? Gostei de ler a tua análise, pois o que se espalha é exatamento o inverso, que a catástrofe mundial é iminente. Eu sempre me pergunto, por que "eles" haveriam de querer destruir o mundo se está tudo tão bom para eles? Os lucros que eles poderiam auferir em armas e em reconstruções de cidades ou países, eles já obtém com as drogas (aí incluídos os medicamentos), com os juros, com os impostos. Certo?

      Excluir
  8. "Nosso dever é preservar a memória da coragem dos soldados [e as purgas, gulags, Katyn, Holodomor ... nada?!] que lutaram contra o nazismo", disse o líder russo.

    gostei das purgas gulags katyn e holodomor, metidas aqui a trouxe mouche

    raios parta os camaroes nunca mais aprendem

    para quem nao sabe e bom saberr que as purgas gulags e holodomor, a excepcao de katyn, nao tiveram nada a ver com a segunda guerra mundial, aconteceram anos antes e foram uma consequencia nesessaria da implantacao do comunismo pela via leninista estalinista, nem sequer chega a ser pela via marxista. o comunismo foi uma experiencia que aconteceu ao contrario do que marx previa, no unico pais onde nao devia ter comecado, marx previa que o comunismo acontecesse em paises ja capitalistas e com estruturas capitalistas e industriais ja desenvolvidas e operantes, em que os meios de producao passariam para as maos dos proletarios, e nunca num pais atrasado essencialmente rural e meio feudal. tal era contrario as previsoes marxistas. mas de facto foi assim que aconteceu, e como os meios industriais nao existiam ou eram escassos nessa epoca na russia revolucionaria, quem pagou as favas foi o campesinato que devido a socializacao das terras, estruturacao agricola estadual se viu privado das suas propriedades e passou e morreu de fome,holomor e uma consequencia dessas politicas, a industria desenvolveu-se atraves de planos forcados quinquenais , todas essas medidas centralizaram os papeis nas maos do estado e como e mais que natural causaram milhoes de vitimas. mas de facto em poucas decadas a russia passou de um pais com caracteristicas agricolas rural e sistemas feudais a um pais industrializado rivalizando com o eua e superando no inicio na corrida espacial com os primeiros seres vivos em orbita, e claro que a custa de milhoes de vitimas, mas na optica do putin isso foi necessario para a russia ter sido grande, derrotado o nazismo e salvo a europa como de facto aconteceu, se os fins justificam os meios, entao estes sao necessarios para atingir aqueles e justificam-se, e o grande dia da vitoria ou da guerra patriotica so aconteceu porque aqueles aconteceram, e e essencial revitaliza-los para a russia voltar a hegemonia do passado, muitas das privatizacoes dos anos 90 voltaram as maos do estado,alguns magnatas do petroleo foram presos. aprende rapaz. kkkkkkkk.

    ah e esquece os juros, isso sao o judeus, maquiavelicos e o seu plano de dominacao do mundo, kkkkkkkk ja o teu guru dizia. lol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A banca é monopólio judaico. ..

      Não há praticamente judeus contra o sistema de juros.

      Blankfein disse até que os judeus / bancos fazem o trabalho de Deus ehehehe . .. e não é que o malandro está aí ainda?

      Excluir
    2. O seu palerma a banca e peca fundamental do sistema capitalista, onde os judeus tambem se inserem,e o dinheiro, havendo isto ha comercio juros e lucros etc, qualquer um que tenha dinheiro participa do esquema, queres ver que os palermas quando depositam dinheiro no banco renunciam com prazer ao juro que o banco oferece???! So palermas ou comunas digo eu porque nao tenho a certeza que estes sao tao burros.

      Excluir
    3. Explica direito pelo menos. ... judeus são tudo na banca. .. promotores, estruturadores, perpetuadores... Não fazem apenas parte do esquema... São o esquema. .. até tens o banco ambrosiano no Vaticano. .. ou Santander com jesuítas. .ou protestantes nos EUA. .. mas no sistema todo isso é a menor parte (e nessa menor parte há judeus brotando aos montes como satirizou o Streicher! !) ... o grosso é judaico. .. casas e casas bancárias. .. na City é uma de frente para outra. .. ou empilhadas. ..

      Não é que o judeu comunista Harry Dexter White se entendeu bem com o liberal Morgenthau para fazerem o FMI e Banco Mundial? Ehehehe tribalismo acima da direita e da esquerda. ...

      Sobe o volume e diz que é coincidência isso e que é coincidência também que não há campeões judeus a combater o juros ehehehe!

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.