19 de abril de 2019

ESCALADA PROFANADORA

A Catedral de Notre Dame, não só um monumento da Cidade Luz, Paris, como também um símbolo maior da cristandade, abre a semana santa deste ano ardendo em fogo piramidal. Isto depois de 856 anos, desde que começou a ser erigida. Chocante espetáculo transmitido ao mundo pelas telas eletrônicas.

Imagens tristemente impressionantes, mesmo para quem não professa a religião católica e, no sentido mais amplo, a cristã. Curiosamente não pensam assim os responsáveis pelos serviços noticiosos, que logo abrandam a exposição do assunto e pouca preocupação demonstram com a possível CAUSA do incêndio. O mesmo pode se dizer das autoridades, ao que parece entraram em férias. Apenas o presidente Emmanuele Macaron se apresentou prometendo reconstrução em 5 anos, o que contribuiu para recuperar um pouco a sua popularidade. Mas não se vê ministro ou chefe de polícia anunciando uma INVESTIGAÇÃO. A boca pequena se fala sobre um acidente provocado por trabalhos de solda em obras de manutenção. Talvez os pobres operários venham se eternizar como responsáveis, igual aquele copiloto do avião da Germanwings, que teria se suicidado, derrubando o avião que dirigia em 24/3/2015. Assim vai ficar. A TV vai se esmerar em mostrar lindas vistas daquela imponente edificação gótica, que durante séculos buscou fazer com que a humanidade se sentisse mais próxima do criador.

Já ficou bem claro que determinados ocorrências devem ser silenciadas. Nisto se inclui tudo que desperte a população para a grande ameaça que paira sobre o seu futuro. Bem mais provável que acidente de obra é que este inditoso incêndio também faça parte da guerra que foi desencadeada na Europa contra tudo que simboliza o cristianismo. Seu palco principal são França e Alemanha. O Gatestone Institute de Nova Iorque apresentou, UM DIA ANTES da ocorrência em Paris, uma matéria sob o título “Igrejas Europeias: Profanações, Incêndios  - Todos os Dias”. Cita ali que em 2017 foram registrados na França 878 ataques a igrejas ou símbolos cristãos (crucifixos, figuras, estátuas), número que se elevou no ano seguinte para 1.063.

Na Alemanha é a mesma coisa. E a mídia pouco fala ou escreve sobre isto. Diz o site: “há um silêncio eloquente tanto na França quanto na Alemanha em relação ao escândalo das profanações e à origem dos perpetradores. Nem uma palavra, nem mesmo o menor indício que de alguma maneira poderia levar à suspeita sobre os migrantes… Não são os perpetradores que correm o risco de serem banidos e sim aqueles que ousam associar a profanação dos símbolos cristãos à chegada dos imigrantes. Estes são acusados de ódio, discurso de incitamento ao ódio e racismo”.

Quanto maior a concentração de muçulmanos na região, maior a ocorrência de atentados. A grande maioria dos migrantes são invasores sem a menor intenção de se integrar aos hábitos e costumes dos autóctones. São agora ainda favorecidos pelo Pacto Migratório, assinado em dezembro na África. Não pode mais haver dúvidas que tudo faz parte de um tétrico plano que alguns chamam de SUBSTITUIÇÃO POPULACIONAL, outros de GENOCÍDIO RACIAL.

Fato é que nem pelo incêndio da Catedral de Notre Dame, nem pelos milhares de atos agressivos à cultura e costumes na Europa, não há de se responsabilizar operários descuidados, ou os alienígenas árabes e africanos, mas isto sim, os desumanos, bestiais regentes, que, uns ocultos outros às escancaras, tramam, dispõem e conduzem a humanidade ao abismo. Empenhados em destruir os valores éticos e morais da sociedade, não hesitam em submetê-la até mesmo a uma desenfreada escalada sacrílega.

55 comentários:

  1. Boa tarde Sr. Toedter!

    Com certeza tal evento dificilmente é algo procedente de mera casualidade, infelizmente.

    Uma generosa doação para restauração de Notre Dame procedeu da Lily Safra, uma senhora judia bilionária, vinculada aos banqueiros judeus Safra.

    https://extra.globo.com/famosos/a-vida-de-luxo-amores-tragedias-de-lily-safra-que-doou-88-milhoes-notre-dame-23607365.html

    A priori uma ação filantrópica, no sentido filológico mesmo, filo = amor / amizade e antropo = homem / humanidade. É bem interessante, contudo, observar como a Wikipedia em suas tags que constam nas entradas de banqueiros e especuladores judeus se encontram a tag 'filantropo' ou algo derivado desta palavra. São bilhões roubados através do Sistema Financeiro Internacional por anos, séculos, sem a devida divulgação no mundo, pretendidamente iluminado pelas luzes da razão do 'iluminismo' da Revolução Francesa, e nesses momentos ocorre uma oportunidade de doação quem, ao contrário do significado do Sistema Financeiro Internacional, é difundida e, mesmo que essa senhora judia não saiba de tal contexto, o judaísmo internacional usa tal contexto ao seu favor, a prova é a cuidadosa associação na imagem de tais usurários com a filantropia, especialmente no veículo judaico-globalista que é a wikipedia, deve-se reforçar, essa idiossincrasia da Wikipedia sim, pois suas entradas envolvendo a questão judaica são totalmente palco de longa apologética judaica.

    Pois bem, tal catedral, Notre Dame, tem vínculo das disputas entre cristianismo e judaísmo, especialmente a queima de exemplares do Talmud.

    "A Catedral de Notre Dame também está ligada à história judaica. Como em outros lugares da Europa, na França os judeus sofreram repetidas perseguições durante toda a Idade Média. Ao mesmo tempo em que o povo judeu era reverenciado como progenitor da fé cristã, era também ultrajado como traidor de Jesus. E esculturas nas paredes da Notre Dame descrevem essas atitudes conflitantes em relação à população judaica nos séculos passados."

    Mais detalhes no link abaixo.

    https://www.alefnews.com.br/a-conexao-judaica-com-a-catedral-de-notre-dame/


    Resta saber se com a doação de Lily Safra, virá a sugestão de colocar alguma iconografia puramente judaica em Notre Dame, ou alguma apologética cristã contra a queima dos exemplares do Talmud.

    São através de mudanças graduais assim que os globalistas vão moldando a memória das massas. Um desculpa indevida aqui, um acordo falacioso acolá, uma apologética hoje, um concílio deturpado ontem, e assim ocorrem mudanças também. Não são apenas convulsões como as ocorridas entre 1789-1815 ou 1914-1945 que as coisas mudam.

    Mesmo não sendo eu cristão, deixo esse comentário em lembrança ao falecido e valente cristão Alfredo Braga, que sempre esteve atento a tais questões.


    ResponderExcluir
  2. Em Notre Dame também os cavaleiros iam visita-la e pedir bênçãos e proteção antes de se dirigirem a Palestina no período das Cruzadas. Suspeitar que haja interesse por parte islâmica que destruí-la tem fundamento, mas não quer dizer que fizeram.

    https://voiceofeurope.com/2019/04/isis-linked-jihadists-warn-of-future-terror-attack-on-notre-dame-in-online-poster-saying-wait-for-the-next/
    --------------------------
    Gallardón׃ "No importa a quién votéis, España permanece leal a Israel"
    https://latribunadeespana.com/opinion/paris

    Lá como aqui.
    --------------------------
    Civilização latina ou judaico-cristã?

    Tornou-se moda entre os cristãos, ademais insuspeitáveis, referir-se à nossa religião com a denominação de judaico-cristã. Como em geral o uso de tais locuções tem o caráter de um slogan, pareceu-me muito conveniente fazer alguns apontamentos que lancem um pouco de luz no terreno, muito confuso, onde aparecem os termos religião, civilização, judaísmo, latinidade e cristianismo.
    (…)
    https://advocatusfidei.blogspot.com/2019/04/civilizacao-latina-ou-judaico-crista.html

    Cobalto

    ResponderExcluir
  3. Segundo consta, pelos neonazis idiotizados pela net alienadora do seculo XXI a culpa e dos muculmanos migrantes ,mas segundo outros antisemitas racistas a culpa e dos judeus que ate ja deram doacoes fantasticas pelo mal que fizeram, e la vao pendurar umas certas gargulas, pois e assim com mudancas infraracionais tal como na publicidade subliminar que se impingem as ideias do internacionaliemo judaico, 😂😂😂a semelhanca do "bisavo" deles de nome adolf que escolheu para bode expiatorio o judeu, o comunista etc. chegou vez do muculmano. E obvio que foi ataque terrorista organizado pela esquerda intelectual europeia e os empresarios ricos mulçumanos em acordo com a unesco,para receber uma nota da uniao europeia e eua pelos proximos 40 anos, para fingir uma resconstrucao e dar um destino high tech para igreja. coincidencia, nao, lembram o incendio no palacio no rj?nao ha a menor dúvida minha gentchiiiiii que foi ataque pensado e programado para destruir um simbolo quase milenar da nossa cultura judaico-crista😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus, através de seus fiéis servos disse:

      "Então compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina (Comunismo, Usura, eleição divina, Marxismo Cultural, Vitimismo, cultura comum judaico-cristã, etc) dos fariseus."
      Mateus 16:12

      Cobalto

      Excluir
  4. "Com certeza tal evento dificilmente é algo procedente de mera casualidade, infelizmente.
    Uma generosa doação para restauração de Notre Dame procedeu da Lily Safra, uma senhora judia bilionária, vinculada aos banqueiros judeus Safra."

    Os antisemitas racistas saem da toca cheirou-lhe a desastre, o antissemita e aquela pessoa que tem o raro preconceito, hostilidade ou discriminacao contra judeus baseada em odio contra seu historico etnico, cultural e/ou religioso, na sua forma mais extrema, "atribui aos judeus uma posiçao excepcional entre todas as outras civilizacoes, difamando-os como um grupo inferior e negando que eles sejam parte da(s) nação(oes) em que residem", ou que tenham um estado para se defenderem, a pessoa que defende este ponto de vista e um "antissemita", antissemitismo e uma forma de racismo, e a pessoa e racista. O manual do antissemitismo e manifestado de diversas formas, indo de expressoes individuais de odio e discriminacao contra individuos judeus a violentos ataques organizados (pogrons), políticas publicas ou ataques militares contra comunidades judaicas, entre os casos extremos de perseguicao estao a chacina de 1066 em granada, os massacres na renania que precederam a primeira cruzada de 1096, o edito de expulsao da inglaterra em 1290, os massacres dos judeus espanhois em 1391, as perseguicoes das inquisicoes portuguesa e espanhola, a expulsao da espanha em 1492, a expulsao de portugal em 1497, matanca da pascoa em portugal, massacres pelos cossacos na ucrania de 1648 a 1657, diversos pogrons no imperio russo entre 1821 e 1906, o caso dreyfus em frança (1894-1906) e o holocausto perpetrado pela alemanha nazista, políticas sovieticas antijudaicas sob estaline e o envolvimento arabe e muçulmano no exodo judaico dos países arabes e muçulmanos pos derrota arabe na guerra dos seis dias,ah e o incendio de notre-dame😂😂😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O hasbará mudou a estratégia, possivelmente após alguma reunião onde CHEGARAM-SE a conclusão que se deveria martelar nas palavras antissemitismo, ódio, preconceito e racismo, com suas respectivas derivações.

      São chamados de antissemitas hoje mesmo quem defende palestinos, que são semitas em não pouca parte. Esse termo está polissêmico não é mesmo?

      Ódio é algo que deve surgir quando existe o odioso, caso contrário a tolerância permite a vilania se difundir, e ainda assim, como recomenda a magnanimidade é algo que não se pode levar ao pessoal, para não deixar o ódio corroer o indivíduo por dentro, excedendo o trânsito imparcial que permite cumprir o ódio a sua função, a de romper a inércia e indolência perante a difusão da vilania. É até aí que cabe o papel do ódio, além disso, prosseguindo com maldições eternas (todas nações residem no mal e serão sempre amaldiçoadas), exclusividades indevidas (povo eleito), ganância desenfreada, sadismo e torturas, o ódio já se instalou dentro de quem o tinha percebido fora ou tinha percebido o odioso transitar livremente.

      Preconceito atualmente é algo totalmente imbuído do infrarracional e do sentimentalismo que tanto a esquerda se valeu, todavia, ainda por cima é dirigido contra não-leigos quando estes contrariam os que prosseguem suas agendas às custas da ignorância dos outros, censurando o contraditório, e recorrendo como únicas duas explicações ao fanatismo religioso e à aleatoriedade.

      Racismo hoje é uma palavra que pertence originalmente ao conceito de consideração da existência das raças sem freios de teor sentimentalista, todavia surgida num tempo em que fanatismo e ciência estavam entrelaçados em tal tema junto com o materialismo e a ganância para justificar a exploração alheia de um povo sobre outro. Mas combater a exploração não faz das raças uma ficção, nem anula a raça como conceito investigativo o qual expõe a realidade da natureza e da cultura.

      Todos obstáculos a tais investigações nada mais são que expedientes para manter a obscurantismo como situação dominante. A razão não teme a investigação e a verdade se fortalece com a investigação e não com a censura, daí que existe o processo há longo tempo de criar uma conotação para as palavras ‘antissemitismo’, ‘ódio’, ‘preconceito’ e ‘racismo’, com suas respectivas derivações, que sirva de rótulo para estancar a investigação dos fatos, através da censura e criminalização compulsória e prévia, e que principalmente consegue se manter evitando que os assuntos pertinentes sejam colocados diante da exposição dos fatos às luzes da lógica, da análise, da inferência e da imparcialidade, culminando numa situação em que seja impedido de falar dos assuntos que tenham recebido o rótulo de proibido. Tal situação somente ocorre quando se avança as custas da ignorância e se é atrapalhado pela transparência e clareza dos fatos.

      Excluir
  5. Os judeus sempre “bonzinhos”, sempre “inocentes”, sempre “anjinhos” e mesmo assim, sempre perseguidos “por nada”, porque todos os povos no mundo são simplesmente “anti-semitas” e “odeiam judeus por nada”! Só imbecis acreditam nesse blá,blá,blá de apadeutas racistas bíblicos! Quantas vezes os judeus foram expulsos pelo próprio Deus da Palestina, abaixo segue lista com mais de 140 locais de onde já foram expurgados desde 66 depois de Cristo. Ou seria esta lista coisa de “nazistas”?!Ano 66 Alexandria, Egito. Ano 70 Jerusalém, com a destruição do 2º Templo pelos romanos. Ano 325 Jerusalém, expulsão renovada pelo Imperador Constantino. Ano351Pérsia, queima de livros. Ano 250 Cartago, Norte da África. Ano 415 Alexandria, Egito. Ano 468 Babilônia. Ano 470 Babilônia (de novo). Ano 554 Diocese de Clement (França). Ano 561 Diocese de Uzzes (França). Ano 612 Espanha Visigoda
    642 Império Visigodo. Ano 855 Itália. Ano 876 Sens. Ano 1012 Mainz ou Mogúncia (Alemanha). Ano 1016 Crimeia foram para a Turquia (Império Otomano) e Egito. Ano 1100 Kiev. Ano 1100 Alemanha, reassentados na Polônia. Ano1142-1212 Norte da África. Ano 1159 Silésia, reassentados na Polônia. Ano 1181/82 França. Ano 1276 Alta Baviera
    1290 .......... Inglaterra, por Edward I. Durou 350 anos e muitos foram reassentados na Holanda. Ano 1290 País de Gales, reassentados para a França e Holanda. Ano 1306 França muitos indo para Provença (França) e Espanha. Ano 1322 França (de novo). Ano 1348 Suíça
    1348 Alemanha, reassentados na região da atual Checoslováquia. Ano 1349 Hielbronn (Alemanha). Ano 1349 Saxônia. Ano 1349 Hungria. Ano 1350 Crimeia para a Polônia. Ano 1360 Hungria. Ano 1370 Bélgica. Ano 1380 Eslováquia. Ano 1388 Estrasburgo
    1394 Alemanha.







    ResponderExcluir
  6. Ano 1394 França e domínios franceses. Ano 1420 Lyons. Ano 1421/22 Áustria, reassentados na Checoslováquia. Ano 1424 Friburgo, Colônia e Zurique. Ano 1432 Savoy. Ano 1438 Mainz. Ano 1439 Augsburg. Ano 1442 Holanda. Ano 1444 Holanda
    1445 Lituânia, reassentados na Crimeia. Ano 1446 Baviera. Ano 1453 França. 1453 Breslau. Ano 1454 Würzburg. Ano 1462 Mainz. Ano 1483 Mainz. Ano 1484 Varsóvia. Ano 1485 Vicenza (Itália). Ano 1490 Provença (Itália). Ano 1492 Espanha, dado três meses a aceitar o Cristianismo ou sair, conforme o Decreto Alhambra proclamado pelo Rei Fernando e a Rainha Isabel. Ano 1492/93 Sicília, muitos indo para a Tunísia. Ano 1494 Silésia, a maioria vai para a Polônia. Ano 1495 Lituânia, reassentados na Polônia. Ano 1496 Nápoles
    1496/47 ..... Portugal para a Holanda, Brasil e Magrebe. Tendo em mente que a descoberta "oficial" do Brasil por Portugal foi em 1500! Ano 1498 Nuremberg. Ano 1498 Navarra (Espanha).


    Ano 1499 Alemanha. Ano 1510 Nápoles. Ano 1510 Brandenberg. Ano 1510 Prússia. Ano 1514 Estrasburgo. Ano 1515 Gênova. Ano 1519 Regensburg. Ano 1533 Nápoles. Ano 1541 Nápoles. Ano 1542 Praga e Bohemia. Ano 1550 Gênova. Ano 1551 Bavária. Ano 1555 Pesaro. Ano 1557 Praga. Ano 1559 Áustria. Ano 1561 Praga. Ano 1567 Würzburg. Ano 1569 Itália e Estados Pontifícios exceto Roma e Ancona. Ano 1571 Brandenburg. Ano 1582 Holanda. Ano 1582 Hungria (de novo). Ano 1593 Itália, pela 2ª vez. Ano 1593 Brandenburg, na Áustria. Ano 1597 Cremona, Pavia e Lodi. Ano 1614 Frankfurt
    1615 Worms (Alemanha). Ano 1619 Kiev. Ano 1648/49 Ucrânia. Ano 1648 Polônia

    ResponderExcluir
  7. 1649 Hamburgo. Ano 1654 Pequena Rússia (Bielorrússia ou Belarus)
    1654 Recife, Brasil. Estes foram os primeiros judeus na América, os sefarditas, que se instalaram em Manhattan. Ano 1656 Lituânia. Ano 1669 Orã na Argélia, norte africano
    1669/70 Viena, pelo Imperador Leopoldo I. Ano 1683 possessões francesas na América, pelo Rei Luís XIV. Ano 1712 Sandomir. Ano 1727 Rússia. Ano 1738 Wurtemburg. Ano 1739/40 Pequena Rússia (Bielorrússia ou Belarus). Ano 1744 Praga. Ano 1744 Eslováquia. Ano 1744 Livônia. Ano 1744 Hungria, pela terceira vez pela Rainha Maria Teresa com o seguinte édito: "De agora em diante, nenhum judeu, não importa sob que nome, será autorizado a permanecer aqui sem minha autorização escrita. Não conheço nenhuma outra praga problemática no interior do Estado do que esta raça, que empobrece o povo por sua fraude, usura e empréstimo de dinheiro e compromete todos os atos que um homem honrado despreza.
    Posteriormente, eles têm que ser removidos e excluídos a partir daqui, tanto quanto possível."
    1745 Morávia. Ano 1753 Kovad (Lituânia). Ano 1761 Bordeaux ou Bordéus (França). Ano 1772 deportações para assentamentos na Polônia e Rússia. Ano 1774 Praga, Boêmia e Morávia. Ano 1775 Varsóvia. Ano 1789 Alsácia. Ano 1790 Marrocos. Ano 1804 vilas na Rússia. Ano 1808 aldeias e áreas rurais na Rússia. Ano 1815 Lübeck e Bremen (Alemanha). Ano 1815 Francônia, Suábia e Bavária. Ano 1820 Bremen. Ano 1843 fronteira russa da Áustria e Prússia. Ano 1846 Sérvia. Ano 1861 Sérvia (de novo). Ano 1862 Kentucky, Tennessee e Mississippi. Durante o calor da Guerra Civil, em 17 de dezembro o general nortista Ulysses S. Grant emitiu sua Ordens Gerais N.º 11 proibindo aos judeus de transitar e comerciar pelas regiões de sua jurisdição, pois estavam lucrando criminosamente e minando o esforço de guerra pela prática de contrabando de algodão, feno e grãos e de materiais críticos aos militares. Então os judeus reclamaram ao presidente Lincoln que imediatamente depois, em 4 de janeiro de 1863, revogou o despacho. Ano 1866 Galatz, na Romênia. Ano 1880s Rússia. Ano 1891 Moscou. Ano 1902 Polônia. Ano 1904 Manchúria (China). Ano 1904 Kiev e Volhynia (Ucrânia). Ano 1917 Jaffa e Tel Aviv, pelas autoridades turcas. Ano 1919 Bavária (judeus nascidos no estrangeiro). Ano 1919 Praga. Ano 1919 Mongólia. Ano 1926 Uzbequistão. Ano 1938-45 zonas controladas pelos nazistas. Ano 1948 Líbia. Ano 1948 países Árabes.

    ResponderExcluir
  8. No ano 70 e 135 a.C, os romanos esmagaram os judeus. Em 160, Justino, o mártir, condenou os judeus como filhos de meretrizes. No 200, Tertuliano escreveu o primeiro manifesto cristão contra os judeus. Em 250, Cipriano, um dos pais da Igreja escreveu: “O diabo é o pai dos judeus”. Em 1113, foi feito o primeiro pogrom da história em Kiev, na Ucrânia, contra os judeus. Em 1215, o concílio de Latrão impôs aos judeus trajes diferentes e a mancha amarela, com 800 anos antes de Hitler! Em 1254, Louis, o rei santo, expulsou os judeus da França. Em 1266, o concílio de Breslau tentou implantar guetos na Polônia. Em 1290, os judeus foram expulsos da Inglaterra. Em 1355, houve um massacre de judeus em Toledo, na Espanha. No 1360, foram expulsos da Hungria. Em 1420, os judeus foram massacrados em Toulouse, na França. Em 1421, foram expulsos da Áustria. Em 1492, foram expulsos da Espanha. Em 1495, foram expulsos também da Lituânia. Em 1496, foram expulsos de Portugal. Em 1497, foram expulsos da Sicília e da Sardenha. Em 1516, os judeus foram confinados em Veneza e aí se deu a criação e um gueto. Em 1541, foram expulsos do Reino de Nápoles. Em 1556, o Papa Paulo IV criou para eles um gueto em Roma. Em 1573, os judeus foram expulsos de Berlim. Em 1670, aconteceu novamente a expulsão dos judeus na Áustria. Em 1727, eles foram expulsos da Rússia. Em 1745, foram expulsos de Praga. Em 1850, houve a perseguição dos judeus na Rússia e o início do movimento migratório de judeus para a Palestina. Em 1871, foi abolido o gueto de Roma, o último gueto medieval da Europa. Em 1891, os judeus foram expulsos de Moscou e de São Petersburgo. Entre 1897 e 1917, houve programas de massacre de judeus na Rússia. Os próprios judeus fizeram mais uma lista de perseguições judaicas, eis aí a lista: Século III a.C. Manetho, historiador Grego-egípcio, diz que os judeus foram expulsos do Egito como leprosos. Ano 3 a.C. manifestações anti-judaicas em Alexandria (Egito): muitos judeus foram mortos e os que escaparam da morte foram confinados a um gueto na cidade. O Imperador Tiberius expulsa os judeus de Roma e da Itália.



    ResponderExcluir
  9. Massacre dos judeus de Alexandria, em que cinqüenta mil foram mortos. Século I d.C. Apion de Alexandria supera outros anti-semitas helênicos em crueldade. Ano 200 d.C., Tertuliano, um dos “pais da Igreja”, escreve sua polêmica obra anti-judaica em latim “Adversus Judaeos”. Ano 325 d.C. Após o concílio ecumênico de Nicéia, a Igreja cristã formula sua política para os judeus: “Os judeus devem continuar a existir, em reclusão e humilhação, para a causa do cristianismo.” Ano 386-387 d.C. João Crisóstomo, pai da Igreja no leste, violentamente anti-judeu, profere os seus oito sermões racistas em Antioquia. Ano 338 d.C., Theodosius II, imperador romano do leste, legaliza a inferioridade civil dos judeeus. Ano 480 d.C., perseguição dos judeus na Babilônia. Ano 470 d.C., os judeus são perseguidos na Babilônia, por Firuz, o exilado, e muitos judeus são mortos e suas crianças dadas a Mazdeans. Ano 535 d.C. o imperador Justiniano I emite sua “novellae” ao “corpus Juris Civilis” que expressa sua política anti-judaica. Ano 612 d.C., o rei Sisebut de Visigothic da Espanha inaugura uma política de conversão forçada de todos os judeus do reino. Do ano 624 ao ano 628 d.C., tribos judaicas de Hejaz, Arábia, foram destruídas por Muhammad. Ano 628 d.C. Dagobert I expulsa os judeus do reino frankish. Ano 632 d.C., Heraclius, imperador bizantino, decreta batismo forçado de todos os judeus no Império Bizantino. Ano 632 d.C., foi formulada a doutrina oficial da Igreja na conversão dos judeus na Espanha. Ano 638 d.C., o rei Chintila de Visigothic compele o sexto conselho de Toledo a adotar a definição que proclama que somente os católicos podem residir no reino da Espanha. Ano 694 a 711 d.C., todos os judeus, sob o governo visigótico na Espanha, foram declarados escravos, suas posses confiscadas e a religião judaica declarada ilegal. Do ano 717 a 720 d.C., o califa Omar II introduz uma série de regulamentos discriminatórios contra os “dhimmi”, cristãos e judeus “protegidos”, entre os quais de ter uma veste especial. Do ano 1009 a 1013 d.C., o califa Al-Hãkim de Fatimid em Erez Israel, emite limitações contra os judeus. Ano 1012 d.C., o imperador Henry II expulsa os judeus de Mainz, e começam as perseguições contra os judeus na Alemanha. Hitler nasceu novecentos anos depois. Do ano 1096 a 1099 d.C., acontece a primeira cruzada. Os cruzados massacram os judeus de Rhineland em 1096. Em 1144, aparece o libelo racista em Norwich, Inglaterra. É o primeiro registro de libelo racista contra os judeus. Em 1146, surgem manifestações anti-judaicas em Rhineland feitas pelos integrantes da segunda cruzada.


    ResponderExcluir
  10. Em 1147, começam as perseguições brutais na África do Norte sob o comando dos Almohads, durando até 1212. Em 1182, o rei Philip Augustus da França decreta expulsão dos judeus de seu reino e o confisco de suas propriedades. Em 1190, há manifestações anti-judaicas na Inglaterra, massacre deles em York, e em outras cidades. No ano de 1215, o quarto concílio de Latrão introduz o distintivo judaico para os judeus. Isso setecentos anos antes de Hitler ter nascido. Em 1235, surge o libelo racista em Fulda, Alemanha. Em 1236, há uma perseguição anti-judaica severa na França Ocidental. Em 1240, uma controvérsia em Paris levou à queima em pública do Talmude em 1242. Em 1255, aparece o libelo racista em Lincoln, na Inglaterra. Em 1290, a expulsão dos judeus da Inglaterra, a primeira das grandes expulsões gerais da Idade Média. Entre 1298-99, acontece o massacre de milhares de judeus em cento e quarenta e seis localidades no sul e centro da Alemanha, massacre conduzido pelo alemão Rindfleisch. Em 1306, a expulsão dos judeus da França. Entre 1306-20, Pastoureaux, “pastores”, participantes da segunda cruzada francesa contra muçulmanos na Espanha atacam os judeus em cento e vinte localidades no sudoeste da França. Em 1321, houve a perseguição contra judeus na França Central, em conseqüência de uma suposta conspiração contra os leprosos. Entre os anos de 1336 a 1339, há a perseguição de judeus na Franconia e na Alsácia conduzidas por Armleder, alemão, fora da lei. Entre 1348-50, houve o massacre da população pela peste negra que se espalhou pela Espanha, França, Alemanha e Áustria. Os judeus foram acusados de terem causado tantas mortes de cristãos por terem envenenado os poços e outras fontes de água. Em 1389, houve o massacre de uma comunidade judaica em Praga, Boêmia, hoje, Chehia, antiga Tchecoslováquia.


    ResponderExcluir
  11. Em 1391 aconteceu outro massacre de judeus, desta vez na Espanha. Em 1394 houve a expulsão de judeus da França. Em 1399, surge um libelo racista contra os judeus em Poznan, na Polônia. Nos anos de 1411-12 aparece uma legislação opressiva contra os judeus na Espanha, fruto de uma pregação de Vicente Ferrer, frei dominicano. Entre 1413-14 aconteceu a perseguição dos judeus em Tortosa, na Espanha. Em 1421, houve a perseguição de judeus em Viena, confisco de possessões, a conversão de crianças judias, 270 judeus queimados na estaca. Expulsão dos judeus da Áustria. Em 1435, o massacre e a conversão dos judeus de Majorca, Espanha. Em 1438, houve o estabelecimento de guetos no Marrocos. No ano de 1452, João de Capistrano, frei franciscano italiano, incita a expulsão dos judeus das cidades da Alemanha. Em 1473, os marranos de Valladolid e de Cordova são massacrados na Espanha.


    ResponderExcluir
  12. Em 1474, novamente os marranos de Segóvia, na Espanha, são mais uma vez massacrados. Em 1480, é estabelecida a inquisição em Espanha. Em 1483, Torquemada é indicado como inquisidor geral da Espanha e acontece a expulsão dos judeus de Varsóvia, Polônia. Em 1492, acontece a expulsão dos judeus da Espanha. Entre 1492 e 1493 os judeus são expulsos da Sicília, na Itália. Em 1495, os judeus são expulsão da Lituânia e em 1496, de Portugal. Há uma conversão forçada em massa e em 1506 há o massacre dos marranos judeus em Lisboa. Em 1510, acontece a expulsão dos judeus de Brandenburg, na Alemanha. Em 1516, em Veneza dá-se início ao gueto, o primeiro gueto na Europa cristã, quatrocentos e dezessete anos antes de Hitler ter nascido. Em 1531, é estabelecida a inquisição em Portugal. Em 1535, os judeus da Tunísia são expulsos e massacrados. Em 1541, os judeus são expulsos do reino de Nápoles, de Praga e de cidades pertencentes à “coroa”. Em 1544, Martim Lutero, reformador religioso alemão, ataca os judeus com violência extremada. Ninguém ataca alguém a troco de nada. Em 1550, os judeus são expulsos de Gênova, na Itália. Em 1551 houve a expulsão dos judeus da Bavária, na Alemanha. No ano de 1553, deu-se a queima em público do Talmude em Roma. Em 1554, houve a queima de livros judaicos na Itália; isso trezentos e setenta e nove anos antes de Hitler ter feito o mesmo em Berlim, em 1933. Em 1554, deu-se a queima dos marranos judeus em Ancona, na Itália. Em 1567, deu-se a expulsão dos estados papais na Itália. Em 1614, Vicent Fettmilch, líder anti-semita em Frankfurt, Alemanha, ataca os judeus. Em 1624, criou-se o Gueto em Ferrara, na Itália. Em 1935, Hitler promulgou leis contra os judeus na

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Em 1544, Martim Lutero, reformador religioso alemão, ataca os judeus com violência extremada" .... ataca ou reage !?

      Excluir
    2. Martinho lutero o antisemita reage as suas frustracoes😂😂😂

      Martinho lutero condenou o anti-semitismo numa primeira fase. Em 1523, escreve um panfleto afirmando que jesus cristo havia nascido judeu, censurando a Igreja pelo seu comportamento anti-semita, com esta atitude, esperava a conversao dos judeus,mas como falhou o seu objectivo, o seu antisemitismo veio a tona, como estes recusaram, lutero ataca-os produzindo diversos escritos anti-semitas, como "wider die sabbatter e "von den juden und ihren lugen" onde incitava os cristaos a boa maneira antisemita a queimar sinagogas e a destruir as casas pertencentes as comunidades judaicas, mas como ha males que veem por bem a reforma de martinho lutero acaba por ter um desenvolvimento positivo para os judeus,antes de lutero, toda a europa estava unida numa igreja crista, constituindo os judeus o maior grupo religioso exterior a igreja. com a quebra da unidade crista desenvolvem-se diversos grupos religiosos na europa, e esse facto contribui para a existencia de uma maior tolerancia, uma vez que os varios grupos religiosos reconhecem a necessidade do pluralismo, alem disso, inicia-se uma fase dominada pelo humanismo, que defendia a igualdade de religioes.😂😂😂😂😂😂ainda nao era o ecumenismo😂😂😂

      Excluir
    3. Martinho Lutero foi financiado por judeus. Você mesmo afirma que era interessante aos pseudo eleitos o enfraquecimento do Papado etc e tal. Mas Deus, através de seus fiéis servos advertiu a Humanidade:

      "Então compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina (Comunismo, usura, eleição divina, Marxismo Cultural, vitimismo, Holoencosto, Relativismo, Maçonaria, cultura comum judaico-cristã, etc) dos fariseus."
      Mateus 16:12

      Cobalto

      Excluir
    4. Ui ui como elas doem, e a partir de lutero o fermento levedou e de que maneira, progrediu de tal forma que a europa virou um clube de religioes, o papado teve que instituir um poder inquisitorial e tentar reformar-se no concilio de trento,o concilio da contra reforma,em reacao a divisao na europa derivada da contra reforma, na tentativa de conter os danos impossiveis de conter, se de inicio muitos do clube tiveram de fugir a perseguicao inquisitorial, instituicao entretanto criada, para o recem descoberto novo mundo, o fermento foi alastrando pela europa com os novos ideias saidos da revolucao francesa e diversas revolucoes liberais que levaram a separacao entre igreja e estado nos diversos estados da europa, foi o melhor que podia acontecer, olha os islamicos e a sua sharia, um atraso de vida 😂😂😂😂😂😂

      Excluir
    5. Esqueceu de citar a multidão de judeus falsamente convertidos só para se infiltraram durante os séculos pra corromper a Igreja de dentro:

      “Vede e acautelai-vos do fermento (cripto-judeus quinta-coluna) dos fariseus e dos saduceus.” (Mateus 16:6)

      Cobalto

      Excluir
    6. Sim sim. A igreja e que os converteu, deu-lhes o fermento. Mas depois o fermentou levedou,e nao chegou isso e entao criou a inquisicao para acabar com a " quinta sexta setima...coluna. Nao valeu, o fermento estava la e teve que se adaptar a democracia, aos direitos humanos, ao amor ao proximo, ao ecumenismo,etc como "dizia cristo" vim dar-vos o novo mandamento da quinta coluna, cruzes credo.nao facas aos outros o que nao gostavas que te fizessem a ti, ou ama o proximo como a ti nesmo.😂😂😂😂😂, a igreja comecou a ser corrompida por dentro, deixou de perseguir, controlar eliminar gracas a quinta sexta setima coluna.

      Excluir
    7. A Democracia não surgiu por "adaptação", mas por imposição, guerras, complôs, assassinatos e guilhotina. Como sempre, "falou" "falou" e disse nada.

      “Vede e acautelai-vos do fermento (cripto-judeus quinta-coluna) dos fariseus e dos saduceus.” (Mateus 16:6) Fato!

      Cobalto

      Excluir
    8. A Democracia não surgiu por "adaptação", mas por imposição, guerras, complôs, assassinatos e guilhotina. Como sempre, "falou" "falou" e disse nada.

      Pois, tal como as ditaduras, ou estas sera que foi por distribuirem bolos? Eu falei falei e pensei que tu sabias o basico, o basico da diferenca vem depois nao antes.😂😂😂😂😂

      E eis o fermento, o homem anseia a ser livre, nunca a ser subjugado dominado contra a sua vonyade, por isso nenhuma ditadura pode ser duradoura, vai contra a natureza humana,de ser livre, embora haja uma minoria de pessoas que gostam e se adaptam a escravidao, mesmo que nao seja fisica e por isso nao a sentem.

      Ate tens razao numa primeira fase, mas e sempre e so numa primeira fase, a democracia representa sempre o corte com uma ditadura, mas como regra geral nunca houve uma democracia de base, esta teve que surgir da necessidade que as pessoas comecaram a sentir de mudar para a democracia. Sendo assim a democracia surgiu da luta contra as,ditaduras. O teu problema seguinte e que na ditadura era uma minoria que se impunha a uma maioria, na democracia quem manda sao aqueles que sao maioritarios.mas como se legitima entao um processo saido de uma luta, essa e que e a diferenca, uma ditadura legitima-se por si, ocupa o poder e basta temos os regimes saidos das revolucoes militares os fascismos e as suas marchas etc. Na democracia apos derrube de uma ditadura,impoe-se que sejam feitas logo eleicoes chamadas constituintes para formar uma assembleia constituinte que vai elaborar uma lei chamada constituicao, onde estao inscritos os valores fundamentais do novo regime seu funcionamento, formacao de governo etc. Uma democracia sai da luta contra uma ditadura,mas o processo da sua legitimacao e que e de todos os cidadaos, ou seja a soberania reside em todos nos ao contrario da ditadura, atraves de eleicoes constituintes e depois de eleicoes regulares para o chamado governo. essa e uma diferenca que tu jamais veras, mas olha pergunta ao jeremias ou ao abraao😂😂😂😂

      Excluir
  13. Alemanha. Em 1947, houve expulsões maciças de judeus dos países árabes. Bem, a lista de acontecimentos contra os judeus mostra como eles são indesejáveis no mundo inteiro. Mostra que nenhum povo, mas somente os judeus foram rejeitados no mundo inteiro. Fonte “Antissemitism” Keter Publishing House, em Jerusalém em 1974. Essa matéria foi publicada por judeus estudiosos, mas esses judeus “estudiosos” não disseram as razões dessas perseguições. O fato é que é impossível que todas essas perseguições em muitos países diferentes, em épocas diferentes e em muitas cidades tenham sido a troco de nada. E por que só aconteceram contra os judeus? É impossível que todos os povos que expulsaram os judeus sejam racistas e culpados e só os judeus tenham razão e são sempre os “bonzinhos” e sempre as “vítimas”. Isso é uma boa mentirinha talmudista! Penso que existe algo de podre no meio desses judeus. Só um imbecil vai acreditar que tudo isso tenha acontecido gratuitamente.

    Também é impossível acreditar que esse povo seja o “povo eleito” por Deus, pois se fosse assim, então por que esse Deus os castiga tanto? Reverenciando apenas o bezerro de ouro, conservam através de vários milênios a sua unidade e identidade racial, política, religiosa e nacional, fazendo-os imaginarem-se seres superiores, eleitos de Deus e recusando todo e qualquer tipo de assimilação, personificando com sua maneira de ser, a forma mais odiosa de racismo. Acreditando racisticamente no destino messiânico do Povo de Israel, que, segundo sua ótica, seus profetas e uma vontade nacional irredutível, que atinge as raias da paranóia coletiva, deverá dominar e reinar sobre o resto da humanidade. CONCLUSÃO: O ódio contra os judeus é tão antigo quanto à história. A partir da curta história que antecede os judeus, temos provas contundentes de que o problema judaico não foi inventado por Adolf Hitler no século XX, mas pelo contrário, os judeus têm sido odiados de todas as civilizações há milhares de anos. Porque se intrometem em todos os países onde vivem e por isso são odiados. Até hoje,um caso recente em 2014, na Guatemala tive expulsão de judeus! Eis aí um prova na Guatemala, na pequena cidade do Oeste do país, chamada de San Juan La Laguna, que fica do lado do Lago Atitlán, com 10.177 mil habitantes de moradores indígenas dos Indios Maia, os Tz´utujil. Pois é, em 21 de Agosto de 2014, esses índios expulsaram famílias com 230 judeus ditos de Ultraortodoxos Lev Tahor! Mais uma expulsão de judeus! Ano 2014 .......... índios (nazistas?!) da Guatemala.Antes o mesmo grupo fora expulso do Canadá!

    ResponderExcluir
  14. Fatos que comprovam o ódio contra os judeus desde existem no mundo!Tem algo de errado com esses judeus, pois ninguém é idiota de acreditar que foram odiados por nada?Seguem mais expulsões de judeus! Enquanto os outros gays são holocau$tizados-imbecilizados com anti-racismo e homofobia, os judeus até os seus pederastas, perdão, gays, são racistas! Foi em 30 de junho de 2014, na parada gay em Chicago dita de “Dyke March”, onde os pederastas racistas judeus colocaram a estrela de Davi e na própria bandeira das bichas internacionais! Mas as outras bichas logo protestaram que isso é racismo judeu e foram expulsos e daqui!E do outro lado esses judeus que são os maiores racistas do mundo, promovem leis anti-racistas para o mundo inteiro! E assim continua até hoje! São odiados e expulsos de todos os lados, por causa da sua covarde duplicidade que escondem sempre o seu radical e violento racismo talmudista-holocau$tico! E finalmente o falso “anti-semitismo” de Stalin! A farsa do “anti-semitismo” de Stalin! O “anti-semita” Stalin participava de uma seita religiosa judaica, foi casado 4 vezes-todas esposas judias! Estabeleceu a pena de morte para o anti-semitismo! Derrubou centenas de Igrejas e nenhuma Sinagoga! Matou milhares de padres e bispos e nenhum rabino! Foi o primeiro chefe de estado a reconhecer o estado de Israel! Doou milhares de equipamentos militares com o qual Israel formou suas forças armadas! Permitiu que milhares de judeus imigrassem para Palestina para criar o estado de Israel! Durante sua permanência no poder a % de judeus em cargos de comando era superior a 80%.






    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stalin era judeu caraíta. E o Judaísmo Caraíta é oficialmente reconhecido pelo Estado de Israel através de sua organização estabelecida “Judaísmo Caraíta Universal” (JCU).

      Cobalto

      Excluir
  15. Pois e o sacripanta o "judaismo estalinista leninista" so reconhecia a sua tora escrita ou oral, usar as palavras do proprio Stalin para "provar" que o mesmo nao era antissemita e uma piada, como dizer que a populacao na coreia do norte tem total liberdade so porque a constituicao diz que tem. Mas a partir de 1947 estaline começou a perseguicao aos judeus,uma campanha anti-cosmopolita direcionada diretamente a cientistas e intelectuais judeus, jornal pravda que era porta-voz do governo comecou a acusar os intelectuais e cientistas judeus de serem cosmopolitas, como resultado disso milhares de intelectuais judeus foram humilhados, demitidos de seus cargos, presos, interrogados e muitos foram executados, o comite judaico anti-fascismo foi um dos principais alvos da campanha antissemita sovieticas, duas acoes deste grupo enfureceram estaline, primeiro, este comite começou a buscar dados sobre o holocausto nos territorios russos ocupados pelos nazistas e essa acao ia contra a linha oficial do governo sovietico, que era a negacao deste holocausto, segundo, os membros deste comite prestaram apoio e solidariedade ao recem criado estado de israel, estaline a principio, tambem apoiava a criacao de israel, mas posteriormente passou a ser contra israel e o sionismo, apelidando-os de "agentes do Imperialismo americano",,a gota d'agua foi quando a comunidade judaica sovietica demonstrou entusiasmo com a visita de golda meir a urss, emresultado a campanha antissemita foi intensificada e o cjfa foi dissolvido, seus membros foram acusados de fazerem parte de uma conspiracao sionista-americana, presos e muitos deles foram condenados, ele queria livrar-se dos judeus, mas para atingir esse macabro objetivo, tinha que provar que os judeus eram uma ameaca ao povo russo, entao traçou as bases para a chamada "conspiração judaica" e que foram aceitas pelo comitê central em 1951. Ainda o gajo nao era esperto o suficiente senao tal como tu e todos aos antisemitas que andam aos saltitos por ai, tinha-se servido de um meio fraudulento criado pela policia czarista, os famosos protocolos dos sabios de siao 😂😂😂😂😂😂😂😃

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entre as versões do hasbrá e a do outro rapaz há um meio termo.

      Stalin teve esposas judias, uma condição presente na estratégia de aproximação judaica tanto nas parábolas bíblicas quando na historiografia.

      Stalin esteve em vários quadros da URSS desde o início quando havia maioria judaica na liderança política e miliciana, passando pela polêmica dos anos 30 quando judeus burocratas e dirigentes experimentaram os julgamentos, porém sendo substituídos por outros judeus.

      A pena de morta contra o alegado antissemitismo vigorava na época de Stalin até então.

      January 12, 1931
      Reply to an Inquiry of the Jewish News Agency in the United States
      Source: Works, Vol. 13, 1930 - January 1934
      Publisher: Foreign Languages Publishing House, Moscow, 1954
      Transcription/HTML Markup: Salil Sen for MIA, 2008
      Public Domain: Marxists Internet Archive (2008). You may freely copy, distribute, display and perform this work; as well as make derivative and commercial works. Please credit "Marxists Internet Archive" as your source.

      In answer to your inquiry :

      National and racial chauvinism is a vestige of the misanthropic customs characteristic of the period of cannibalism. Anti-semitism, as an extreme form of racial chauvinism, is the most dangerous vestige of cannibalism.

      Anti-semitism is of advantage to the exploiters as a lightning conductor that deflects the blows aimed by the working people at capitalism. Anti-semitism is dangerous for the working people as being a false path that leads them off the right road and lands them in the jungle. Hence Communists, as consistent internationalists, cannot but be irreconcilable, sworn enemies of anti-semitism.

      In the U.S.S.R. anti-semitism is punishable with the utmost severity of the law as a phenomenon deeply hostile to the Soviet system. Under U.S.S.R. law active anti-semites are liable to the death penalty.

      J. Stalin
      January 12, 1931



      First published in the newspaper Pravda, No. 329, November 30, 1936

      https://www.marxists.org/reference/archive/stalin/works/1931/01/12.htm

      Mas ocorreu novamente de uma força que o judaísmo internacional manejava ter saído do controle, e Stalin passou a ter sua agenda própria e não mais atender seus antigos chefes.

      Nada disso tira a presença do judaísmo internacional.

      Excluir
  16. Lá vem aí o sacripanta racista bíblico da sua sinagoga portuguesa com seu blá, blá blá de "sofrimento" judeu!

    Birobidjan, o primeiro Estado Judaico feito pelo “anti-semita” Stalin! “Era necessário que a judiaria se apoderasse do governo da Rússia, para formar o primeiro Estado Nacional dentro do Estado Soviético e esperar depois outros 20 anos para que, como conseqüência da I e II guerras mundiais, organizadas em todos os seus detalhes pela judiaria internacional, oferecessem aos israelitas a possibilidade de criar o Estado de Israel, em sua “Terra Prometida”. Com a finalidade de camuflar a existência de um verdadeiro super-estado judaico dentro da URSS, em 1928 foi apresentado a República Autônoma de Evreskaya (República Hebréia), como um lugar escolhido por Stalin para todos os judeus que se encontravam na União Soviética como seqüência da farsa anti-semita do ditador. Evreskaya é, na realidade, a mais florescente das Repúblicas Soviéticas, já que está subvencionada pelo governo de Moscou sob o pretexto de que é a mais jovem das Repúblicas. Além disso, os judeus têm em suas mãos todos os órgãos políticos, econômicos, culturais, etc..., Sem nenhuma intromissão direta em seus assuntos por parte de Moscou, fato insólito no mundo comunista. O presidente da República Autônoma de Evreskaya é o judeu Lew Bencovich e o deputado por Birobidjan no Soviet Supremo de Moscou é a judia Rosália Boldenberg. Em Birobidjan existem escolas judaicas de todos os graus nas quais as línguas de ensino são o yiddish e o hebraico; ali se estuda conforme um programa metódico específico completamente diferente do programa imposto pelos comunistas em todas as outras escolas da URSS e os países satélites, onde o ensino é efetuado sobre a base materialista da doutrina de Marx e Engels, negando-se a existência de Deus e do Espírito. Nas escolas de Birobidjan a maioria dos professores são rabinos que baseiam a formação da juventude judaica na afirmação do “espírito superior” dos judeus sobre os demais povos. O fundamento da educação nessas escolas é a religião judaica, o Talmud, a Cabala, a Masora e todas as demais escrituras hebraicas que propagam a ideia da supremacia judaica.


    ResponderExcluir
  17. A religião judaica é absolutamente livre em Evreskaya, bem como no resto da URSS. Cada localidade judaica ou onde se encontra uma comunidade judaica, usufruem de sua sinagoga, enquanto que as igrejas cristãs e as mesquitas islâmicas, foram transformadas em salões de baile, fábricas, estábulos ou museus anti-religiosos, deixando abertas somente algumas em Moscou por onde costumam passar diplomatas ocidentais para que estes vejam que “não há perseguição religiosa”. É a tática judaica de modificar aparentemente suas medidas quando politicamente lhes parece proveitoso (e, principalmente, quando lhes agrada!!!). Em Birobidjan, os judeus usufruem de estações de rádio, estudos cinematográficos, teatros e aparelhos próprios de rádio-recepção (não megafones instalados em casa e conectados com a transmissão direta do Partido Comunista). Os judeus levam uma vida normal em Evreskaya conforme seus princípios de raça e de religião igual que os judeus de qualquer gueto do mundo, sem que se submetam ao regime comunista, que não é para eles, mas para os outros povos. Esta situação privilegiada é dissimulada graças à lonjura geográfica e isolamento de Birobidjan. Além disso, os judeus gozam de um privilégio único na URSS: o de ter permissão para guardar/ter espingardas de caça. Aos habitantes da Rússia Soviética não é permitido usar nem facas. Naturalmente, os judeus armados não representam nenhum perigo para seus irmãos do Kremlin, enquanto que os russos (os verdadeiros russos) e os demais povos subjugados sim. Ainda antes da criação de Evreskaya, o “anti-semita” Stalin, que foi “comissário para as nacionalidades”, tinha fundado na Ucrânia e na Criméia colônias agrícolas judaicas. Ali, como mais tarde em Birobidjan, os judeus tinham em suas mãos os assuntos políticos locais, a educação, os assuntos econômicos e culturais, dispondo de escolas com o yiddish como língua oficial de ensino; mais ainda: teatros, bibliotecas, sinagogas e outras diversas instituições puramente sionistas. Blá, blá, blá de “anti-semitismo” de Stalin pra enganar os trouxas e para que os racistas bíblicos judeus recebem mais um diploma de “eternos sofredores”!

    ResponderExcluir
  18. Agora com o ataque no Sri Lanka devemos aguardar os desdobramento, haja visto que as redes de false flags se entranham com extremistas sem que se saiba onde acaba um e começa outro, de qualquer maneira, segue com certa SINCRONIA a sequência de perturbações envolvendo prejuízo ao cristianismo (embora eu sou a favor do impedir absolutamente o cristianismo lá, ao menos o que o Ocidente conheceu!).

    https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2019/04/atentado-em-igreja-e-hoteis-de-luxo-no-sri-lanka-deixa-ao-menos-50-mortos.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Começa e termina na Sinagoga de Satanás.

      O Ocidente conheceu vários "cristianismos". Qual se refere?

      Cobalto

      Excluir
    2. Qualquer que se baseie no conceito abraâmico!

      Excluir
    3. E quais seriam os pilares desse "conceito abraâmico"?

      Cobalto

      Excluir
    4. Não gosto de sair do assunto do tópico salvo breves digressões relacionadas.

      Estou escrevendo uma série de artigos sobre a questão.

      Segue a parte 1

      Cristianismo – uma ruptura total ou parcial com o judaísmo? - Parte 1 - Por Mykel Alexander

      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/12/cristianismo-uma-ruptura-total-ou.html

      Já adianto que não irei adentrar aqui sobre isso, uma vez que não é exatamente este assunto o do blog do Toedter.

      Adentro sim no assunto no espaço do link, mas, como sempre faço, SOMENTE O CONTEÚDO ESPECÍFICO DO ARTIGO e SUAS RESPECTIVAS FONTES CITADAS, e nada mais. Cada parte do artigo tem muita informação para ser 'atropelada' ou tratada fora do local etc.

      Até o momento está na parte 3.

      Excluir
    5. Prezado Mykel, eu, como não mui competente administrador deste blog, entenderia que este tema aqui é bastante amplo. Parece que estamos atingindo um estado pré guerra entre religiões, ou estou errado?

      Excluir
    6. Olá Sr. Toedter!

      As três religiões abraâmicas possuem em sua essência três componentes:

      1 O fanatismo - faz com que se esquive de ver cada tema por todas as perspectivas que são possíveis: o transcendental, científico (no sentido original de epistemologia,) empírico, político, lógico / filosófico, etc

      2 - O de povo eleito, baseado num deus temperamental, com oscilações, o que seria admitido em divindades menores / ou expressões menores da divindade, como queiram chamar, mas que se pretende que seja o Deus supremo, o qual está bem acima das oscilações.

      3 Redenção baseada no conceito de povo eleito, em que os que não participam da comunidade eleita - seja judaica, cristã ou muçulmana, estão todos sob os auspícios do mal e pelas próprias virtudes não conseguem o bem. Somando as duas anteriores, nesta terceira se torna explícita e se exterioriza a natureza totalitária fanática entrópica, na qual cada vez mais se recolhe num círculo mais restrito de detentores da verdade. Vamos ver melhor isso examinando as etapas de exclusão desde o surgimento até agora:

      Abraâmicos se consideram certos e os demais errados: Abraão dá origem aos judeus (estou admitindo a mitologia / simbolismo) enquanto os vizinhos, arameus, idumeus e samaritanos, ou crias bastardas ismaelitas (futuros árabes). Após um tempo só os judeus são representantes legítimos, os demais acima são mestiços abraâmicos e os demais povos são 'pagãos'.

      Depois o cristianismo trata os judeus como segunda categoria, a qual um dia foi povo eleito, e os demais povos como vivendo no mal, os pagãos.

      Os islâmicos fazem o mesmo, entendendo serem a palavra de deus atualizada, e as demais, a judaica e a cristão, corruptas e/ou caducas.

      Em cada uma das três religiões abraâmicos houve influxo não abraâmico:

      Aí eram os saduceus (judeus-helenísticos) entre os judeus puristas, os fariseus (levitas)

      No cristianismo houveram as várias entradas que misturaram tradições diversas desde o início, as quais iam sendo depuradas por 're-abramizações' ou 'rejudaizações', expurgaram os gnósticos, depois os marcionitas, depois os arianos, depois houve uma gradual mitigação do platonismo de Augustinho e substitui-se pelo aristotelismo de Aquino, aí adentrou novamente as tradições no renascimento, principalmente com metafísica indo-europeia de Mestre Eckardt e Nicolau de Cusa, além do platonismo e neo-platonismo em Marsílio Ficino, então contra tudo isso, o qual havia rompido muito com o fanatismo e com o abraâmismo, veio a Reforma, onde volta-se ao Antigo Testamento.

      Aí chegam depois dos luteranos, os calvinistas, neopentecostais, e cristãos sionistas.

      Quantos banhos de sangue não houveram aí? Entre apostólicos x arianos foi enorme o banho de sangue nos séculos VI e VII, depois na Reforma entre protestantes e católicos.

      No islamismo vemos sunitas x xiitas (estes possuem mais elementos indo-europeus), mas aí se adiciona os waabitas e depois o ISIS que é alinhado com Israel.

      Chegamos a resposta da sua pergunta:

      Hoje quanto mais pró-Israel e judaísmo internacional é uma vertente cristã ou islâmica, mais os globalistas e o judaísmo internacional os alimenta e busca criar uma coalizão contra as oposições. O islamismo do Irã não pode, mas o ISIS pode, e se alinha com Israel. Igrejas coptas não podem, mas cristã-sionistas podem!

      É uma nova depuração! Através de novas guerras religiosas, alimentas com fanatismo, mas são esfriadas com exame e apuração lógica e histórica, daí a censura que permite o fanatismo seguir, mas odeia a crítica!


      Excluir
    7. Quando puder leia este artigo meu Sr. Toedter, o qual trabalha em dissolver o antagonismo artificial do abraâmismo e do Ocidente que contrapõe equivocadamente politeísmo contra monoteísmo através de muita confusão de termos, história, conceito e uso de fanatismo:

      Politeísmo e Monoteísmo - Por Mykel Alexander

      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/07/politeismo-e-monoteismo-por-mykel.html

      Excluir
    8. Responde as perguntas "doc" meia duzia, que o que tu mais fazes e divagar fugindo as questoes.

      Excluir
    9. "Doc" meia duzia nao tem nada a ver com a pergunta mas com guerras actuais entre religioes,simples e concreto o "doc" so quem nao sabe se espalha, o que e uma balela, e so verificar que recentemente o papa esteve no medio oriente onde se conseguiu juntamente com autoridades islamicas um entendimento quanto ao terrorismo, escravatura etc, no vaticano em 2018 e 2016 o papa recebeu lideres de todas as religioes, o ecumenismo nao e folclore😂😂😂😂😂 o que ha e grupos fanaticos do lado do islao assim como do lado da extrema direita que procuram incendiar o terreno. Nao ha qualquer estado pre guerra entre religioes. As cruzadas e inquisicao ja foram mas ainda haha quem tenha saudades 😂😂

      Excluir
    10. A convergência ao abraâmismo e extremismo é o que há neste artigo abaixo do próprio Toedter:

      RELIGIÃO GLOBALIZADA

      https://www.toedter.com.br/2019/01/religiao-globalizada.html

      Cada um dos três segmentos abraâmicos faz seu papel, partindo da premissa que são movidos pelas correntes fanáticas (cegueira) contidas nele:

      As correntes cegas islâmicas submetidas ao judaísmo internacional cumprem o papel de agressividade.

      As correntes cegas cristãs submetidas ao judaísmo internacional cumprem o papel de dissuasão do uso de fronteiras.

      As correntes cegas judaicas cumprem o papel de liderar as duas acima, mais avançar através da insídia o judaísmo internacional, atuando na política convencional e na política subterrânea.

      As correntes cristãs cegas/fanáticas e as correntes islâmicas cegas/fanáticas, não submetidas ao judaísmo, disputavam a posição de comunidade eleita.

      Mas no centro formal do judaísmo internacional, Israel, o extremismo sempre é tratado com tolerância ou recebe restrição muito mitigada. Vejamos:

      A “única democracia do Oriente Médio” tem eleição com lista fechada e cláusula de barreira:

      https://unitedwithisrael.org/br/voce-nao-vai-ler-mas-e-assim-que-funcionam-as-eleicoes-em-israel/

      'There's a Hole in the System. Israel Became a Haven for Suspected Jewish Sex Offenders'

      https://www.haaretz.com/israel-news/.premium-there-s-a-hole-in-the-system-israel-became-a-haven-for-jewish-sex-offenders-1.7070290

      Extremismo judaico espreitando formalização em Israel:

      https://www.terra.com.br/noticias/mundo/o-que-e-o-poder-judeu-grupo-punido-por-incitar-racismo-que-pode-chegar-ao-governo-de-israel,2d52b007fafa7f8622a2743a0eedbb6d4uw7vzmf.html

      “Israel é a Nação apenas dos judeus” – Resposta de Netanyahu ao ser questionado se árabes-israelenses são cidadãos plenos em Israel.

      https://www.haaretz.com/israel-news/.premium-israel-is-the-nation-state-of-jews-alone-netanyahu-responds-to-tv-star-who-said-arabs-are-equal-citizens-1.7003348

      O ativista de direita radical Bentzi Gophstein, que escapou por pouco de acusações de incitamento à violência, foi registrado dizendo que ele inquestionavelmente apóia a queima de igrejas e “casas de idolatria”.

      https://www.ynetnews.com/articles/0,7340,L-4688289,00.html

      Eleitos comemoram incêndio na Catedral de Notre Dame de Paris:

      ”The JDN news website went a step further and seemingly ascribed divine justice to the burning of the cathedral when it cited a phrase from Jewish liturgy, “and evil in its entirety will go up like smoke,” after noting in its Monday night report that the fires were yet to be brought under control.
      It also headlined its article “Paris: Notre-Dame church which serves as a house of idol worship, goes up in flames.” –
      https://www.jpost.com/International/Haredi-media-highlights-medieval-burning-of-Talmud-after-Notre-Dame-fire-587209 .

      Isso é só um apanhado brevíssimo que recolhi de postagens de outros sites, com os respectivos links.

      Excluir
    11. Bem ... infelizmente constato o que sabia: que não tens nada. Seus pilares de "fanatismo", "eleição" e "redenção" encontramos até em outras religiões como o Paganismo, até em ideologias como o Comunismo e Democracia. Portanto, seus pilares são de barro.

      Seus pilares citados é o mesmo que dizer que todos os livros são "abraâmicos" por terem introdução, meio e fim. Ficastes devendo os tais pilares. Aliás, esses 3 pilares encontramos até em certas famílias ou famiglias. Isso faz delas "abraâmicas"?!

      "Abraâmicos se consideram certos e os demais errados" vc faz o mesmo, portanto, isso te faz um "abraâmico"?!

      Além da confusão mental, apenas (e mais um entre tantos) repetes o Relativismo maçônico que reina soberano nas universidades. Triste constatar, mas o Mal está vencendo, "o mundo jaz no Maligno" (1ª João 5. 19b). Fato.

      Porém, parece que já ouve alguma evolução pois não foi invocado a asnice de ser "religião do deserto". Coisa que estou até hoje aguardando saber o que venha a ser. E sobre a questão dos "oscilações temperamentais de Deu", dê graças por isso. Dê graças.

      Quero deixar esclarecido que a análise teológica (ou espiritual) de Abraão (vida, fé e obra) nos leva ou nos faz ir (crer, ver, perceber) até Jesus. Em nenhum momento podemos (em caso de honestidade e verdadeira compreensão) concluir diferente. Abraão não nos leva pra Sinagoga de Satanás ou Meretriz Jerusalém, nem nos leva a Meca ou Maomé. Pelo contrário, Abraão apenas nos indica/anuncia o Senhor Jesus.

      E o resto do seu comentário não me pronunciarei no momento, porque foge a minha pergunta que ficou sem resposta consistente. Era isso então.

      E ao hasbará sem certidão de nascimento:

      1) ao olhos (balança) de Deus, ninguém é realmente "inocente que não mereça a morte", portanto certos eventos não "constituem atos morais inconcebíveis" para Ele,

      2) critica o Totalitarismo mas defende a Democracia que não tolera regimes políticos diferentes, condena revisionistas, impõe a ditadura do (judaico-maçônico) Marxismo Cultural, da agenda gay, etc etc. Sem mencionar que fala como se a Democracia existisse ou fosse realmente possível. E,

      3) existe sim a implementação/incitação para uma guerra agora de viés religioso (de viés ideológico foi na 2ªGM, de viés econômico podemos considerar Guerra Fria) pra formar um mundo mais homogêneo e unilateral. É só lermos a obra do judeu Samuel P. Huntington "Choque de Civilizações", parte dela está cantada nesse livro.

      Cobalto

      Excluir
    12. "Isso é só um apanhado brevíssimo que recolhi de postagens de outros sites, com os respectivos links."

      Porque andas a recolher "doc" meia duzia, nao tens cabeca para pensar e escrever😀😀😀

      "A convergência ao abraâmismo e extremismo é o que há neste artigo abaixo do próprio Toedter:"

      "Doc meia duzia"

      as religioes abraamicas sao as religioes monoteistas cuja origem comum e reconhecida em abraao ou o reconhecimento de uma tradicao espiritual identificada com ele e o seu deus, assim por ordem cronologica temos judaismo cristianismo (e todas as suas divisoes) e islamismo. O islamismo e mais uma politica e um sistema judicial ( sharia) do que religiao, maome criou uma "religiao" baseada na violencia e no expansionismo pela violencia nao pela persuasao e apostolado, maome nao tem a minima comparacao com cristo.tambem nao era filho de deus nao e? Dai que ao contrario da retorica do "doc" nem o cristianismo nem o judaismo andam por ai a por bombas em hoteis em mesquitas, metros etc. ou seja os cristaos hoje em dia, nao no tempo das cruzadas e inquisicao, e judeus nao sao radicais nem se dedicam ao terrorismo, por outro lado temos o tal islamismo procedente do abraamismo, que esse sim propoe ainda hoje a guerra santa, a jihad, ataca hoteis sinagogas igrejas, ou seja todo o local e um sitio de um possivel ataque terrorista islamico. "Doc" meia duzia, eu sei que custa quando os nossos aliados sao os maus da fita mas olha e a vida, sao assim mesmo, temos pena 😁😁😁😁

      E sim israel e uma democracia, mas escolheste um link e les coisas que 😂😂😂😂 e de quem nao sabe como funciona um sistema eleitoral numa democracia, e o metodo de hondt, aquele que assegura a melhor representatividade eleitoral proporcional, olha em portugal abaixo de uma certa percentagem o partido tambem nao elege deputados e depois o caso de o presidente ser como a rainha de inglaterra, outra ignorancia crassa😂😂😂 e que quando o sistema e semi presidencial, ou seja os poderes estao mais concentrados no governo que no presidente tendo este um papel de moderacao, enfim" doc", os paises ao lado de israel sim esses sao autenticas democracias 😁😁😁

      Excluir
    13. @ Mykel
      Falácia e embuste juntos: "As correntes cegas cristãs submetidas ao judaísmo internacional cumprem o papel de dissuasão do uso de fronteiras." Quem governa a Europa são os ateus, os esquerdistas, os pagãos, os judeus, os maçons. O que TODOS eles têm em comum?! São TODOS crenças e ideologias anticristãs. Quantas vezes terei de repetir isso?! E sendo assim, dão a oportunidade para todos verem que seus comentários são gordos de falácia, embuste e frascaria intelectual.

      O Cristianismo (falo do verdadeiro) jamais toleraria isso:
      https://www.youtube.com/watch?v=viaiAqvSUG0

      O vídeo acima PROVA que o Cristianismo (falo do verdadeiro) não manda na Europa. Fato.

      Mas aqui, desse vídeo, TODOS! TODOS! TODOS SEM EXCEÇÕES ... fogem, correm, se escondem, evaporam, somem, rebuçam, dissimulam, não veem, não leram, não sabem, "hãã?!", não aconteceu, esfumaçam, embiocam ... Mas são os fatos, e são os trolls. Não passam de servos enrustidos do Talmud e promotores cegos dos Protocolos.

      Cobalto

      Excluir
    14. @ hasbará sem família
      Israhell (significa "aquele que luta contra Deus"), a “única democracia (fala como se isso fosse algo nobre ..rs) do Oriente Médio” tem eleição com lista fechada e cláusula de barreira:
      https://unitedwithisrael.org/br/voce-nao-vai-ler-mas-e-assim-que-funcionam-as-eleicoes-em-israel/

      Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") não pratica terrorismo ... kkkkkkkkkkkkk
      Irgun, Haganá, monte de PM terrorista, e o Mossad agora virou centro de caridade ... kkkkkkkkkkkkkkk

      O Judaísmo foi criado na paz e amor, né?! Onde estão os amorreus, os heteus, os filisteus, cananeus, jebuseus, fereseus, heveus, por exemplo?! Os bolcheviques judeus quase conseguiram estinguir os russos (tentarão novamente) e agora é a vez dos europeus brancos que fracassou pelas guerras e pestes, então mudaram pra hibridação massiva.

      Zoroastrismo é também abraâmica ?! O deus monoteísta egípcio Rá também inspirado em Abraão ?! ... kkkkkkkkkkkkkkk

      Judaísmo é agora religião de paz ?! E a rogação de praga do Pulsa Denura?! ... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      1) Uma igreja cristã em Tabgha, no Mar da Galileia, foi incendiada no dia 18 de junho. A destruição alcançou o telhado e danificou a recepção, armazém e escritório. Para os extremistas essas agressões aos não-judeus são uma retribuição pelos ataques palestinos ou ações do governo israelense. Eles são muitas vezes acompanhados de ódio e slogans racistas que são anti-árabes e anti-governo. Desde 2008, esses ataques têm ocorrido com frequência. Cerca de 43 igrejas foram alvos de fogo ou profanadas de qualquer outra forma, em Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") e na Cisjordânia, desde 2009.
      https://www.portasabertas.org.br/categoria/noticias/igreja-em-israel-e-incendiada-por-extremistas-judeus

      2) Extremistas judeus atacam igreja em Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") e declaram “morte ao cristianismo”. Os extremistas picharam frases anticristãs nas paredes da Casa Batista, incluindo “Morte ao cristianismo!”, “Jesus era um filho da p …” e “Nós vamos crucificá-lo”. Eles também cortaram os pneus de três veículos estacionados em frente ao templo, além de também grafitar frases obscenas neles.
      https://www.gospelprime.com.br/extremistas-judeus-atacam-igreja-em-israel-e-declaram-morte-ao-cristianismo/

      3) Um incêndio de origem criminosa foi deflagrado em uma das principais igrejas católicas de Jerusalém, no Monte Sião, durante a visita do papa Francisco, declarou à AFP o porta-voz da Abadia da Dormição, frei Nikodemus Schnabel. Hoje, os cristãos pedem autorização para fazer uso do lugar, onde têm acesso livre, mas só podem celebrar uma missa duas vezes por ano, na Quinta-Feira Santa e em Pentecostes. A missa provocou a ira de extremistas judeus, que temem que a visita do papa ao Cenáculo faça parte das negociações entre Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") e a Santa Sé que poderia colocar um fim às restrições para as cerimônias cristãs no local.
      https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2014/05/26/igreja-catolica-e-incendiada-em-jerusalem-durante-visita-do-papa.htm

      Cobalto

      Excluir
    15. Ao Cobalto:

      Escreveste isto:

      "E o resto do seu comentário não me pronunciarei no momento, porque foge a minha pergunta que ficou sem resposta consistente. Era isso então. "

      Respondi sim, mas deixaste passar. Está aqui:

      "Mykel Alexander24 de abril de 2019 00:02"

      Releia lá, pois o artigo em várias partes que estou escrevendo trata ESPECIFICAMENTE de questões que levantaste, porém, não vou reescrever aqui o artigo. Há o espaço no link indicado.

      Só fiques atento ao seguinte: só poste sobre o ESPECÍFICO CONTEÚDO DO ARTIGO, no respectivo espaço. E como dizes que não tenho nada, eu procurei ser bem criterioso e recorrer às fontes primárias e de especialistas, o que é justo combinar ambas fontes, que deixei todas com referências exatas.

      Tudo bem específico, citado, referenciado, se fores lá, espero aprender contigo, e é justamente a minha proposta, me colocar diante do exame rigoroso e esgotador, para após apurar, ver o que aprendi de novo e o que confirmei.

      Excluir
    16. Ao hasbará!

      Escreveste isto:

      "Porque andas a recolher 'doc' meia duzia, nao tens cabeca para pensar e escrever😀😀😀"

      Quando alguém acessa algo antes de mim e me disponibiliza, eu vejo como honesto deixar isso claro. O fórum do Inacreditável recebe colaboração de foristas, as que são da minha lavra, que lhe sirvo sempre ao ponto, são minhas e de meu esforço, o que é esforço e mérito dos outros eu dou os créditos.

      Procuro evitar crescer às custas do esforço dos outros...

      Ficaria com peso na consciência se saísse copiando coisa dos outros e colando sem dar os créditos.

      Aliás é o que fazes muitas vezes aí, copiando textos ou frases prontas globalistas ou mesmo ao estilo da ADL e B'nai B'rith, tipo as respostas prontas do Abram Foxman ehehehe aquelas que as coisas mais forçadas são colocadas como 'coincidências' ou "ocorrem de ser" (essa é exatamente nas palavras dele).

      Quanto a falar em o judaísmo não estar envolvido com terrorismo, já foi espirrado dos foruns e volta com essa mesma surrada mentira.

      Irgun, Haganah, Porta Avião Liberty... alinhamento com o ISIS!!!!!

      Olha essa!

      https://www.jpost.com/Middle-East/Report-ISIS-Israel-temporary-allies-against-Iran-515358

      Não tem como esperar que algo que vem à superfície assim não tenha mais estruturas que são omitidas. Na realidade se alinhar com o ISIS já seria motivo de deportar todos para Biro Bijan, e encerrar a história judaica na Palestina, isso numa comunidade internacional que fosse dona de si própria...

      Excluir
    17. 1) ao olhos (balança) de Deus, ninguém é realmente "inocente que não mereça a morte", portanto certos eventos não "constituem atos morais inconcebíveis" para Ele,

      Correcto por isso eu disse que deus nao e democratico mas um ditador ele decide e manda matar quem quer e lhe apetece, inocente ou nao, o que para um ser justo e perfeito vou te dizer e um belo exemplo😂😂😂 tal como fez com abraao, se isto e assim no plano espiritual transporta-o para o plano temporal e material e temos alguem para quem na mesma optica ninguem e realmente "inocente que nao mereca a morte", chamam-se ditaduras e ditadores e nao sao estados de direito, e certos eventos nao constituem actos morais inconcebiveis para quem governa assim, ao contrario das democracias que sao baseadas na lei no direito sao chamados estados de direito e nao vivem nos estados de alma do tal deus ou na discricionariedade " E sobre a questão dos "oscilações temperamentais de Deu", dê graças por isso. Dê graças" ou de quem governa.😇😇😇 mas gostei da tua apresentacao de um deus bipolar 😂😂😂


      2) critica o Totalitarismo mas defende a Democracia que não tolera regimes políticos diferentes, condena revisionistas, impõe a ditadura do (judaico-maçônico) Marxismo Cultural, da agenda gay, etc etc. Sem mencionar que fala como se a Democracia existisse ou fosse realmente possível.

      A democracia nao e o regime perfeito mas e o melhor de todos ja criados porque e o que mais se adequa a natureza humana de ser livre, e aquele que respeita o outro ser como um ser como nos, mesmo mesmo que diferente, admite todos mesmo os ditadores, podendo todos se expressar, livremente sem ser por isso motivo de represalias, na democracia nao precisa reprimir o que e nem o que quer fazer, isso sao direitos humanos.a democracia condena os burloes e chantagistas que procuram tirar proveito disso. Na ditadura ou na religiao voce nao pode fazer uma passeata pela democracia, mas na democracia pode fazer essa passeata pedindo a ditadura.😂😂😂😂😂



      3) existe sim a implementação/incitação para uma guerra agora de viés religioso (de viés ideológico foi na 2ªGM, de viés econômico podemos considerar Guerra Fria) pra formar um mundo mais homogêneo e unilateral. É só lermos a obra do judeu Samuel P. Huntington "Choque de Civilizações", parte dela está cantada nesse livro.

      Pois e aqui nem vale a pena, porque esquece toda a evolucao que se deu depois do concilio vaticano II e o ecumenismo que esta ai e em forca, eu sei que doi para um abraamico e ditador a abertura da igreja a ecumenizacao e ao tratamento das outras religioes como iguais, isto para aqueles que se veem superiores na sua religiao ou na sua politica deu cruzadas e racismo, por isso nao admira, mas a verdade e que a religiao catolica abriu-se ao mundo e as outras, papas visitaram ditaduras como cuba, foram pela primiera vez a terra de jesus a terra santa, reuniram em assis lideres de todas as religioes , reuniu recentemente com autoridades islamicas para chegar a um ponto de entendimento sobre terrorismo e escravidao, pusera a nu a pedofilia na sacristia, enfim eu compreendo que este abandono da escuridao da sacristia bafienta faca correntes de ar que agitem as teias de quem vive agarrado a elas, mas e a vida anda sempre para a frente apesar dos retrogados que vao de arrasto e fazem um peso morto😂😂😂😂😂

      Excluir
    18. Abaixo um pouco dos benefícios do desgoverno chamado democracia, que longe é do que se via na Grécia, a qual mesmo sendo sintoma da decadência e de certa maneira de infiltração de alienígenas, os sofistas, não chegou nunca ao nível de balbúrdia e vale tudo dos dias atuais, do 'iluminismo' das 'luzes da razão' e da 'globalização'.

      Interessante é a presença de militantes diretos ou indiretos da causa sionista, e que, por sua vez, evidencia a ação do judaísmo internacional!

      Ei hasbará, essa seleção é da minha lavra, e está ao ponto!

      Proteções para crimes de infratores judeus?

      Caso de pedofilia com o judeu próximo de Trump, Jeff Epstein não consegue andar sem entraves e obstáculos que surgem até ‘anonimamente’.

      https://news.bloomberglaw.com/daily-labor-report/epstein-case-shadowed-by-anonymous-requests-to-conceal-documents


      Estaria o célebre advogado judeu-sionista Alan Dershowitz encobrindo fatos de escândalo sexual de pedofilia do citado judeu Jeffrey Epstein?

      https://lawandcrime.com/high-profile/alleged-epstein-victim-sues-alan-dershowitz-accuses-him-of-hiding-crimes-behind-a-curtain-of-lies/


      Ao mesmo tempo ocorre falta de transparência em outro caso nos EUA envolvendo o também judeu Harvey Weinstein

      “Weinstein depõe em audiência a portas fechadas no caso de crimes sexuais…” – Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2019/04/26/weinstein-depoe-em-audiencia-a-portas-fechadas-no-caso-de-crimes-sexuais.htm?cmpid=copiaecola

      E ao que se percebe, Israel vai virando refúgio para judeus cometendo delitos sexuais?

      ‘There’s a Hole in the System. Israel Became a Haven for Suspected Jewish Sex Offenders’

      https://www.haaretz.com/israel-news/.premium-there-s-a-hole-in-the-system-israel-became-a-haven-for-jewish-sex-offenders-1.7070290

      Por que não há difusão com alarde máximo nas mídias ocidentais sobre tais casos? São dignos até da monografias acadêmicas da área jurídica, política e sociológica!

      Excluir
    19. @ Mykel
      perguntei-te quais eram os pilares desse "abraamismo", vc respondeu que são 3, eu retruquei demonstrando que são pés de barro, sem valor, provam nada. E deu. Confirmou o que suspeitava, que não passa de perseguição de pessoas, não sei se desocupados, ao Cristianismo. E não assumem que agem como servos enrustidos do Talmud e como promotores cegos dos Protocolos.

      Outra re-constatação foi o silêncio ULULANTE sobre o vídeo satânico da inauguração do Túnel ... hehe fogem dele mais que o Diabo da Cruz ... hehe FATOS.

      " ... fogem, correm, se escondem, evaporam, somem, rebuçam, dissimulam, não veem, não leram, não sabem, "hãã?!", não aconteceu, esfumaçam, embiocam ... "

      Não invento nem aumento, só constato.

      Cobalto

      Excluir
    20. @ hasbará sem pais
      1) Deus não manda matar quem Ele quer. É como dizer que um magistrado manda prender que ele quer. Não. É o pecado da pessoa que a condena a morte (ou prisão).

      Alguém merece ser morto, então Deus resolve perdoa-lo porque se arrependeu, isso não tem com ser bipolar. Por favor.

      Democracia é um regime que degenera paulatinamente as sociedades onde está instalado. Democracia é uma ditadura dissimulada.

      Passeatas que não ameacem são permitidas e até desejadas, pois ajudam a manter o circo. Mas quando as passeatas realmente apresentam um perigo, cai toda a máscara da Democracia que está como tonto a defender. Acorde.

      No 3, realmente não tens nada a dizer, apenas tergiversar. Uma mania. E não respondeu onde estão os amorreus, os heteus, os filisteus, cananeus, jebuseus, fereseus, heveus ... nem fala sobre os judeus bocheviques ... os ataques judaicos ao Cristianismo em Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") etc.

      E não se esqueça que a religião judaica permite que se case com meninas de 3 anos.

      Não invento nem aumento, só constato os FATOS.

      Aah, ... leia a obra do judeu Samuel P. Huntington "Choque de Civilizações", nela consta como Israhell (significa "aquele que luta contra Deus") e sua confeitada Democracia estão preparando a 3ªGM.

      Cobalto

      Excluir

    21. "Por que não há difusão com alarde máximo nas mídias ocidentais sobre tais casos? São dignos até da monografias acadêmicas da área jurídica, política e sociológica!"


      Nao ha difusao? mas tu estas a citar isso😂😂😂,se fosse em ditaduras tu nao sabias isso, so muitos anos depois de as ditaduras cairem, queres tu dizer que esses casos so acontecem em democracias e com judeus,👄👄👄 esses casos acontecem em todos os regimes e todas as pessoas, por isso existe o crime, olha portugal no tempo do estado novo, teve o celebre ballet rose com virgenzitas para ministros, em italia com berlusconi havia as celebres festas bunga bunga,em espanha no tempo do franco havia trafico de bebes recen nascidos que estao agora em julgamento, no nazismo os chefs das sa foram eliminados depois de uma orgiastica homosexual.O que tu nao sabes e que a natureza humana nao e perfeita, mas e o que tu pensas, que o mundo e maniqueista e isso nao vale nada e que o maniqueismo nao existe e o bem e o mal andam a solta misturados, por isso nem fui ver os urls para ter ideias sobre um assunto que para ti parece digno de parangonas, eis os maus dos judeus, e os bons que somos nos.😂😂😂😂😂😂 agora deixa me pensar, isso da tua lavra😁😁😁😁 pensa la duas vezes e escreve de novo, mas da tua lavra mesmo.

      Excluir
    22. Cobalto, escreveste isso:

      "[...] eu retruquei demonstrando que são pés de barro, sem valor, provam nada. E deu. Confirmou o que suspeitava, que não passa de perseguição de pessoas, não sei se desocupados, ao Cristianismo."

      Repito, pela terceira e última vez:

      Expus o delineamento que o Toedter me perguntou, e deixei o link onde trato do assunto num artigo em várias partes, pois não vou copiar e colar o que eu escrevi lá, no qual tem o que perguntas, indo passo a passo, com fontes primárias e secundárias, todas referenciadas.

      Reitero o convite, a ir lá e mostrar os "pés de barro" do que afirmo. Só tens de focar no CONTEÚDO ESPECÍFICO de cada parte, e referenciar o que afirmas, já que tento evitar o máximo os achismos justamente recorrendo às fontes primárias, secundárias, estudo comparado e interdisciplinar, ao meu ver um bom método para ficar menos longe da verdade.

      Quanto ao túnel, vejo uma oportunidade de aprender contigo.

      Com dúvidas,melhor recorrer a ti, pois parece ter muita convicção, certeza e propriedade no que afirmas, e farei agora:

      Qual é esse culto? Qual o símbolo ou símbolos dele? De qual tradição antiga ele procede? Ele está com a mesma simbologia do suposto culto original ou desviou-se?


      Estou ansioso para sua exposição. Por favor, não esqueça das fontes e referências, que explanem especificamente e sem generalidades e divagações sobre este culto, pois não gostaria de dar longa volta e voltar ao mesmo ponto inicial, o de estar na impropriedade.

      Excluir
    23. Vc citou os 3 pilares que são comuns ou que comprovam que elas são religiões abraâmicas. Esses pilares se aplicam pra praticamente N coisas. Provam nada = pés de barro.

      O cerimonial de inauguração do Túnel é demoníaco. O vídeo (tem outros vídeos e textos) deixa isso bem claro sobre o real significado dos símbolos e coreografias utilizadas. Jamais aquilo é algo do Deus cristão.

      "Qual é esse culto?"
      No meio cristão, só existem 2 cultos: a Deus e ao Diabo. Esse resto, se é de Baal, Quemós, Czernobog (deus do mal, outro nome pro diabo), Durba, Manitu, Mama-Ji, etc, tem valor nenhum. É somente o Diabo assumindo outras formas e nomes, ou são propriedades e pecados dos demônios entendidos como sendo deuses. Isso está bem claro na Bíblia onde lemos Deus reclamar de todos os cultos de todos os povos tanto no VT como no NT que não sejam a Ele e somente a Ele.

      "Qual o símbolo ou símbolos dele?"
      Mesma resposta , mesmo raciocínio acima. Só tem 2 : Deus ou o Diabo. Até símbolos cristãos muitas vezes são usados pelos anticristãos de forma inocente ou pra profanação. Isso tem gerado muita confusão quando alguém leigo quer entende-los.

      "De qual tradição antiga ele procede?"
      Não importa local Ásia, América, África ... nem época. Se não é de Deus, é do diabo. Simples assim. Isso está bem claro na Bíblia onde lemos Deus reclamar de todos os cultos de todos os povos tanto no VT como no NT que não sejam a Ele e somente a Ele.

      "Ele está com a mesma simbologia do suposto culto original ou desviou-se?"
      Símbolos mudam como a Suástica que foi até usada pela Igreja. Não sei porque pararam. Interpreta-se a Suástica como um elo entre aqui e lá, que é uma "roda que se move". Ou seria um símbolo passado representando o que ocorreria na Cruz do Gólgota "movendo" o homem até Deus? Já a Estrela de Davi é na verdade um sinal que representa Renfã , outro nome dado pra Satanás:
      http://libertesuamente13.blogspot.com/2013/11/estrela-de-davi-ou-do-deus-de-salomao.html

      Judaísmo também é paganismo ou satanismo:
      https://danizudo.blogspot.com/2010/11/simbolismo-culto-saturno.html

      Um livro interessante pra compreender melhor sobre suas perguntas e simbologias que já referi várias vezes por aí na minhas andanças na internet é "O Fator Melquisedeque" (Don Richardson) é um livro que mostra que até os costumes pagãos evidenciam o plano salvador de Cristo.

      Neste livro, Richardson conta mais de 25 histórias fascinantes, que mostram como Deus plantou a semente do evangelho em cada cultura do mundo. Esta espécie de revelação geral de Deus é chamada pelo autor de “O Fator Melquisedeque”, em uma alusão ao nome do sacerdote (que não era judeu) a quem Abraão prestou homenagem no livro de Gênesis.

      O que aconteceu foi que o Diabo deturpou todo esse conhecimento original. Não foi o Cristianismo que copiou costumes pagãos como se costuma dizer, foi o Diabo que deturpou-nos em Paganismo, em adoração a si. Resumidamente é isso.

      https://pt.wikipedia.org/wiki/Fator_Melquisedeque

      Aqui baixamos grátis o livro:
      http://degadownload.blogspot.com/2017/07/fator-melquisedeque-don-richardson.html

      Cobalto

      Excluir
  19. "E quais seriam os pilares desse "conceito abraâmico"? "

    O sacripanta, esta la no abraismo, obediencia cega e devocao sem questionar, o mandamento tiranico de mandar matar um inocente e simplesmente uma impossibilidade moral, uma vez que refuta todos os codigos morais concebiveis, se matar o seu proprio filho inocente e “bom”, entao o que na terra constitui o “mal”?os seguidores de abraao dizem que deus estava a testar-lo, nesse caso, o teste era obedecer ao comando mais vil de todos sem o por em questao, sem ter o chamado livre arbitrio com que deus supostamente dotou a humanidade, faz o bem ou mal, questiona, mas depois seras julgado, mas o teste era ver se este estava preparado para cegamente obedecer a uma ordem e executar o mal supremo, em vez de aceitar a responsabilidade moral e pessoal pelos seus actos, sera que assume a responsabilidade moral? Sera que acredita que matar uma crianca inocente e um acto “bom”?sera que não pensa nas consequencias, mas simplesmente obedece como uma maquina programada? nao sera isso mesmo que se pede a todos os seguidores de abraao, portanto das religioes monoteístas, nunca pensar e comportaram-se como automatos obedientes, desprezam assim tanto a liberdade? Implicitamente o que as religioes nos fazem crer e que o livre-arbitro humano e a causa do mal, os pilares do abraamismo e o credo da absurda obediencia escravizadora a um mestre irracional poderoso, os adeptos dessas religioes sao apenas guiados pelo terror da possível pena infligida por deus, por desobediencia, os adeptos destas religioes sao adeptos das ditaduras e ditadores😂😂😂😂😂 o que admira aqui e dois adeptos desses sistemas totalitarios a pedirem explicacoes um ao outro.😇😇😇😇😇, ja se sabe que as religioes nao sao democraticas, deus nao pode ser contestado so obedecido, qual seria o papel de deus numa democracia? logo compreende-se as afinidades aos totalitarismos😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estás até certo em quase tudo delineado aí acima, só esqueceste que as únicas e últimas justificativas que os judeus recorrem para reivindicarem territórios na Palestina se baseiam no conceito abraâmico ehehehe

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto abordado pela postagem. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas, agressões e baixarias NÃO SERÃO PUBLICADAS