12 de abril de 2019

A VERDADE LIBERTA, SENHOR PRESIDENTE

O seu governo acaba de completar os primeiros 100 dias e o Jornal Nacional da Rede Globo abriu espaço, para que se fizesse um balanço do que foi realizado. Muito justo que sejam dadas satisfações ao povo que o elegeu.
Entretanto fiquei surpreendido, quando vi e ouvi o senhor pronunciar as palavras:
“Podemos perdoar o holocausto, esquecer nunca!”

Sem atinar o que o dito teria a ver com as realizações do governo, tomo a liberdade de perguntar o que o faz acreditar que o aludido evento efetivamente tenha acontecido. Sim, sei que faz parte da história contemporânea, escrita por quem se assenhorou do domínio dos meios de comunicação. Já dizia também Napoleão Bonaparte que “A Historia é um conjunto de mentiras sobre as quais se chegou a um acordo.” E George Orwell completou: “A História é escrita pelos vencedores.”

Imagino que o senhor, como os recursos de que dispõe, seja bem informado sobre o que acontece aqui e no mundo. Certamente não se impressionou com as adulações de que foi alvo durante a sua recente visita ao estado de Israel.

Louvando-me em que dissera Napoleão e outros pensadores, tomo a liberdade de afirmar que o senhor não tem o que perdoar. Não houve holocausto, nem nos anos 20 do século passado, como então afirmaram várias edições do “New York Times”, nem durante a Segunda Guerra Mundial. Não houve tal matança, tal genocídio. Não pode ter havido.
Sinto-me em condições de fazer tal afirmação, porque eu estava lá, senhor Presidente. Tenho hoje noventa anos, era portanto jovem, mas consciente do que acontecia ao meu redor. Convivi com aquele povo, hoje acusado de então ter assassinado seis milhões de seres humanos. É um povo culturalmente evoluído. Não é dado à violência. Grande parte da população brasileira é constituída por descendentes daquela etnia, mas seus nomes são raros, para não dizer inexistentes, nas nossas crônicas policiais. Não é, como dizem, um povo beligerante, como provou famoso estudo do Prof. Quincy Wright, segundo o qual nas 278 guerras entre 1480 e 1940, envolvendo países europeus, a Alemanha  (incluindo Prússia) marcou presença com 8%, ficando em penúltimo lugar a frente da Dinamarca.
Tenho me preocupado com o assunto durante os últimos vinte anos e venho colocando minhas conclusões em público. A criação do conceito de um holocausto obedeceu a objetivos, que o passar do tempo e a realidade da geopolítica dia a dia mostram com maior nitidez. 

Estou com o senhor e com o que veio dizendo durante sua campanha eleitoral:
“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará!” (João 8:23)

21 comentários:

  1. Sim senhor, quase adormeci com as pinceladas cor de rosa, eu estive la, isso quer dizer o que? Que foi a polonia a auschwitz a birkenau a treblinka a dachau, e no fim da guerra os americanos levaram la alemaes para verem in loco, foi la? Naaaaa naáa me parece, entao como sabe? pois eu vivi na alemanha, argumento de autoridade geografico, podia ser, mas esses campos nao estavam na alemanha, nao havia censura na alemanha? Os cidadaos sabiam o que queriam? Podiam comprar jornais estrangeiros? Ouvir radio estrangeira? Como era essa vida de viver la quotidianamente, "comer" o que o governo queria,os alemaes das ss iriam dizer que estavam matando sistematicamente judeus nos outros estados aos seus concidadaos? quando soube da derrota de estalinegrado? Pois e,tambem havia uma frase o " trabalho liberta " escrita em ferro num portao principal, onde seria?😁😁😁😁😁😁 nao era na biblia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que não tenha adormecido. Aproveito suas perguntas para esclarecer: Não estive em Auschwitz, mas, como eu soube anos depois, a cerca de 50 km dali em Cracóvia. Só ouvi falar deste lugar,onde estariam sendo assassinadas milhares de pessoas por dia, depois de voltar ao Brasil. Não havia jornais estrangeiros, mas rádios, clandestinamente,eram ouvidas, sim. O serviço noticioso alemão, entretanto, era bastante sóbrio e confiável. Não esqueça que os soldados tinham suas licenças periódicas, quando voltavam para suas famílias, onde com certeza não podia haver censura sobre o que contavam. E me consta,não as li,Churchill,em suas memórias, não se lembrou de mencionar um holocausto.

      Excluir
    2. " trabalho liberta "
      a usura escraviza.

      A 2ªGM foi uma guerra da Usura Imperialista contra o Trabalho Nacionalista.

      Cobalto

      Excluir
    3. "A 2ªGM foi uma guerra da Usura Imperialista contra o Trabalho Nacionalista. "

      Tem vergonha o sacripanta olha que ha empresas e empresarios alemaes que tem. Este sacripanta nunca ouviu falar em oscar schindler.mas tem mais.

      PASSADO NAZISTA

      Empresa automobilística alemã anuncia fundo para pagar pelo uso de mão-de-obra gratuita na Segunda Guerra

      VW vai indemenizar "escravos da guerra


      A empresa de veículos alemã Volkswagen anunciou ontem que irá criar um fundo para indenizar a mão-de-obra escrava que trabalhou para ela durante a Segunda Guerra Mundial (1939-45).No mês passado, a empresa havia se negado a pagar as indenizações, afirmando que o responsável pela mão-de-obra escrava era o governo alemão da época, então sob domínio nazista. Segundo a Volkswagen, as indenizações deveriam ser requeridas ao atual governo alemão. O governo afirmou que os pedidos de indenização por trabalho escravo durante o regime nazista não eram mais possíveis. Ontem, a indústria de veículos, fundada em 1938, sob o governo de Adolf Hitler, disse ter voltado atrás por "reconhecer as responsabilidades históricas e morais derivadas do uso de mão-de-obra escrava durante a Segunda Guerra Mundial". A Volkswagen usou trabalho escravo em sua principal indústria, à época instalada em Wolfsburg.

      O trabalho na unidade da Siemens era obrigatório para todas as prisioneiras, independentemente da classificação que tivessem, da idade ou do estado de saúde. Mediante acordo celebrado com o governo, a indústria pagaria ao comando do campo 30 centavos de marco por mulher-dia, sem que isso implicasse qualquer forma de remuneração às prisioneiras. As indústrias que, para preservar sua imagem internacional, preferissem não instalar fábricas dentro dos campos de concentração, não tinham por que se preocupar: a SS se encarregava de transportar os prisioneiros até a sede da empresa. Foi através de contratos como o da Siemens que a fábrica da Bayrischen Motorenwerke, que produzia os veículos BMW, utilizava 220 presos alugados do campo de concentração de Buchenwalt; a indústria de lentes Zeiss-Ikon alugava 900 homens do campo de Flossemburg; a siderúrgica Krupp, 500 presos de Buchenwalt; a indústria de veículos Daimler-Bens, fabricante dos luxuosos automóveis Mercedes-Bens, 110 presos de Sachsenhausen; a Volkswagen, 650 presos do campo de concentração de Neuengamme; havia até uma misteriosa indústria Silva GmbH Poltewerke, que chegou a alugar 2 mil mulheres de Ravensbrück. O campo onde esteve Olga, aliás, foi o que forneceu o maior volume de mão de obra escrava. Ao todo, 37.500 mulheres – judias, comunistas, socialistas, social-democratas, ciganas e Testemunhas de Jeová – saíram de Ravensbrück entre 1938 e 1945 para trabalhar de graça para grandes indústrias alemãs.(...) A maioria das prisioneiras de Ravensbrück, porém, era utilizada como mão de obra na fábrica de equipamentos bélicos montada no campo, que produzia desde relés para componentes de armas, disparadores especiais e dispositivos eletrônicos para submarinos, telefones da campanha e espoletas de disparo retardado para bombas, até componentes para os mortais foguetes V-2, concebidos pelo engenheiro Werner Von Braun

      So alguns exemplos do desprezivel nazismo.😂😂😂😂😂😂😂😂

      Excluir
    4. Não confunda escravagismo (sem remuneração) com trabalho (remunerado). Segundo, seu comeRDário (além de falso) em nada altera a verdade dos fatos. E preso tem que trabalhar sim. Portanto ...

      " trabalho liberta "
      a usura escraviza.

      A 2ªGM foi uma guerra da Usura Imperialista contra o Trabalho Nacionalista. São os fatos.

      Cobalto

      Excluir
  2. O senhor pode ter estado la, mas pela mesma argumentacao, nao houve o genocidio do povo armenio, do povo ucraniano holodomor, do povo cambojano dos khemers vermelhos, genocidio do ruanda hutis e tutis, etc etc, e so encontrar alguem que la tenha vivido tenha sido apoiante e diga eu estive la e nao vi nada disso, pronto😂😂😂😂😂😂😂.gostei.

    ResponderExcluir
  3. Realmente parece ser o cado da sincronicidade de Jung o senhor Toedter publicar esse artigo, e eu postar o artigo alguns dias atrás sobre temática semelhante, conforme extrações abaixo.


    "[...] Minha opinião a respeito do tema tratado: a Alemanha (assim como os demais países do Eixo) foram derrotados na 2ª Guerra; como se tratou de uma guerra movida, nesse país (superficialmente falando), por uma ideia de supremacia racial, entendo que essa ideia deva ser reprimida, ainda que à custa da verdade histórica, de todas as maneiras possíveis, [...]"


    "[...] Posto isso, não há dúvida de que é preciso, em nome desse objetivo maior que é a paz, sacrificar (uma modesta) fração da liberdade de expressão vigente nos regimes democráticos ocidentais [...]"

    Mais um pouco:


    "[...] se a hipocrisia vai manter o mundo em paz, e a verdade vai tornar grupos racistas mais fortes, prefiro ser hipócrita [...]"


    A mentira a serviço de “um bem maior” - Por Antônio Caleari

    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/04/a-mentira-servico-de-um-bem-maior-por.html


    Apenas um exemplo para mostrar o embate entre o revisionismo e o que este busca, a verdade x os postulados em que fomentam e se apoiam os hasbará!

    ResponderExcluir
  4. Também exatamente relacionado a tal temárica:



    Centenas de títulos apagados dentro de um dia - parte 1 - Por Germar Rudolf

    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/centenas-de-titulos-apagados-dentro-de_39.html


    Centenas de títulos apagados dentro de um dia - parte 2 - Por Germar Rudolf

    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/centenas-de-titulos-apagados-dentro-de_46.html


    A cultura ocidental tem morrido uma morte politicamente correta - Paul Craig Roberts

    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/a-cultura-ocidental-tem-morrido-uma.html

    ResponderExcluir
  5. Benditos os teus genes, Herr Toedter, que te conferem memória, sabedoria e coragem. Estamos cada vez mais sozinhos e distantes de justiça.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Sr.Toedter pela sua eterna coragem de falar a verdade!

    Os judeus mentiram o mundo inteiro até 1990, que em Auschwitz os “alemães mataram 4 milhões de judeus”, depois de 1990 os mesmos farsantes dizem que em Auschwitz morreram só um milhão e meio de judeus! Mentem, mentem e mentem! No dia 21 de Setembro de 1989, a Agência de Noticias Tass, da União Soviética, revelou que a Cruz Vermelha de Moscou apresentou a lista dos mortos em Auschwitz com 75 mil mortos por diversas causas. Por que os mesmos mentirosos insistem com seus “seis milhões” de judeus mortos já que eles próprios diminuíram o numero de mortos com um milhão e meio? Porque a mentira holocau$tica desvia a atenção do mundo de que foi a Alemanha a vítima do extermínio por parte dos criminosos aliados comunistas e capitalistas que mataram “só” 9 milhões de alemães queimados com bombas “democratas” de fósforo! O “holocau$to judeu” ocupa o lugar de fornecedor de dados mentirosos para o mundo, com o objetivo de suplantar o peso internacional e político negativo desse “holocausto judeu” buscando dissolver as barreiras internacionais, a expansão organizativa da ditadura holocau$tica global, que é a eterna demonização e extorsão do povo alemão.

    "Quem vive da mentira deve temer a verdade!"
    Friedrich Christian, Principe de Schaumburg Lippe. (1906-1983)


    ResponderExcluir
  7. Acrescentaria:

    "... não dando ouvidos a fábulas judaicas, nem a mandamentos de homens que se desviam da verdade."
    (Tito 1:14)

    "Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis.
    Porque quem o saúda tem parte nas suas más obras."
    (2 João 1:10,11)

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NOTRE DAME en LLAMAS ¿Accidental o intencionado?
      https://www.youtube.com/watch?v=tWBvSMVn_gs … muçulmanos e esquerdistas se alegram.

      http://www.alertadigital.com/2019/04/15/ataques-profanaciones-incendios-que-esta-ocurriendo-con-las-iglesias-en-europa/

      Judeus se alegram pelo incêndio na Catedral de Notre Dame por ser adornada com estátuas “antissemitas”:
      https://mobile.twitter.com/JewishWorker/status/1117854674479009792

      Estão esquecendo de mencionar a alegria dos pagãos.

      O que judeus, muçulmanos, esquerdistas (comunistas) e pagãos têm em comum?

      Cobalto

      Excluir
  8. Peço a gentileza de não transformarem esta seção em fórum de discussões, usado por patrulheiros para desviar do assunto. Também sou de opinião que emojis e certos cacoetes de escrita, deveriam ser reservados para WhatsApps e assuntos menos sérios. De antemão agradeço.

    ResponderExcluir
  9. Sim plenamente de acordo, agora que o jeremias parece que se reformou vem o amigo joao desviar para os assuntos biblicos.

    ResponderExcluir
  10. Um simbolo da europa e depois da humanidade que testemunhou o crescimento e diversas fases da europa sofreu um dano "irreparavel", nao tem ja por ai uma historinha da conspiracao?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tal dano irreparável seria a criação e implementação do comunismo judaico-maçônico. Falastes bem.

      Cobalto

      Excluir
  11. Após a colocação de J. Bolsonaro, conforme presente artigo, articulação do judaísmo internacional foi feita imediatamente.

    Ahhhh quanto medo possuem da liberdade de expressão e da transparência investigativa:

    Toda polêmica de censura de Tofoli mostra-se aos poucos a conexão com a censura que o judaísmo-internacional, as custas de mudanças graduais, vai forçando no Ocidente:

    Toffoli diz que há ‘uso abusivo’ da liberdade de expressão

    https://www.oantagonista.com/brasil/toffoli-diz-que-ha-uso-abusivo-da-liberdade-de-expressao/

    ‘Em palestra hoje na Congregação Israelita Paulista, Dias Toffoli disse que os limites da liberdade de expressão estão estabelecidos na própria Constituição e que não se pode deixar que o “ódio” entre na sociedade.

    Segundo a Folha, sem falar especificamente da censura à Crusoé, determinada na semana passada, o presidente do STF afirmou que existe um uso abusivo do direito, que é preciso ser praticado “em harmonia com os demais direitos”.

    Toffoli citou como exemplo decisão do próprio Supremo contra a publicação de um livro de teor antissemita, em 2004.

    Sim, ele ousou fazer essa comparação.’

    Também aqui:

    http://cbn.globoradio.globo.com/default.htm?url=%2Fmedia%2Faudio%2F256648%2Ftoffoli-diz-que-defende-imprensa-livre-mas-respeit.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O "doc" meia duzia explica-me, o que e o antisemitismo? E um racismo? Tu es anti semita? 😂😂😂😂😂

      Excluir
    2. Pois é! 'racismo' e 'antissemitismo' duas palavras completamente distorcidas, junto das palavras 'ódio' e 'preconceito'.

      São usadas essas palavras nos meios midiáticos através de estímulos infrarracionais, sendo tais estímulos feitos por:

      Condicionamento através de sentimentalismo em filmes e tv dirigidas direta ou indiretamente pelo judaísmo internacional.

      Teorias obtusas, pseudo ciência e charlatanismo difundido na academia. Vejamos:

      Pseudo história desmascarada:

      Êxodo recorrente: Identidade judaica e Formação da História - Por Andrew Joyce
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/11/exodo-recorrente-identidade-judaica-e.html

      Pseudo ciência em que o judaísmo internacional cria e difunde a esquerda, manejando o racismo que é certo e o que é errado:

      Judeus, comunistas e o ódio genocida nos "Estudos sobre a branquitude”
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/02/judeus-comunistas-e-o-odio-genocida-nos.html

      Depois recorrem a censura quando são desmascarados:

      Amazon bane Culture of Critique e Separation and Its Discontents - Por Kevin MacDonald

      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/04/amazon-bane-culture-of-critique-e.html


      Fica a máxima aqui:

      Refutar o conteúdo exato dos artigos é que é o desafio!!!

      Excluir
  12. A foto abaixo é interessante …

    https://estaticos.globoradio.globo.com/fotos/2019/04/fcdb744d-1b10-4b83-839f-5be48358f508.JPG.640x360_q75_box-0%2C185%2C3543%2C2177_crop_detail.jpg

    ResponderExcluir
  13. Lembrando a correta passagem bíblica João 08;32 A VERDADE VOS LIBERTARÁ - vale registrar ainda hoje em HOMENAGEM AO SEU 130 ANIVERSÁRIO DE NASCIMENTO, VISTO QUE, FORA UM VEEMENTE DEFENSOR DA VERDADE, PORTANTO, DA LIBERDADE:
    A D O L F H I T L E R
    https://blogln.ning.com/forum/topics/20-de-abril-deste-ano-2019-o-130-anivers-rio-do-nascimento-do

    E Jesus disse-lhes: Adverti, e acautelai-vos do fermento dos fariseus e saduceus. Mateus 16:6

    Então compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina dos fariseus:(O COMUNISMO/MARXISMO CULTURAL) Mateus 16:12

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto abordado pela postagem. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas, agressões e baixarias NÃO SERÃO PUBLICADAS