25 de maio de 2018

O PETRÓLEO É NOSSO


Os mais vividos, como este blogueiro, devem se lembrar de um slogan que por um bom tempo animava nossas mentes e ilustrava páginas da nossa mídia.

Acompanhávamos o noticiário sobre a produção de barris, ansiando pelo dia em que o país se tornasse independente da importação. Pensávamos poder assistir a redenção do Brasil, a realização dos sonhos de Monteiro Lobato e Getúlio Vargas. Hoje esses dois estão se virando na tumba. “É nosso” coisa nenhuma. A greve dos caminhoneiros, que está sacudindo o país, põe a nu a verdade.

Estamos vendo isso agora, pois é o presidente da gloriosa Petrobrás quem afirma que nossos preços têm que acompanhar a flutuação do mercado internacional. Então continuamos na situação de um importador de petróleo, com uma agravante absurda, os preços estão sujeitos a alterações diárias, provocando verdadeiro tumulto na praça. Os derivados do petróleo têm seus custos integrando muitas previsões e cálculos de orçamento, obrigando a inclusão de uma margem de segurança.

Pressionada, a Petrobrás prometeu fazer por 15 dias um desconto no preço do Diesel. Consequência: despencaram suas ações na Bolsa e nos lembrando que a Petrobrás NÃO É NOSSA, é da oligarquia financeira internacional. A esta pouco interessa os perigos que um desabastecimento geral possa provocar.

É semelhante ao que acontece em outras áreas. Na agricultura, por exemplo, fomos obrigados a aceitar os TRANSGÊNICOS e com eles os agrotóxicos, por mais venenosos (glifosato) que sejam também para os humanos.

A ÁGUA É NOSSA?
Até poucos anos atrás havia aqui uma água de fonte, também chamada mineral, excelente. Lamento não me lembrar mais do nome, mas um belo dia mudou seu nome para CRYSTAL, é isto mesmo com “Y”. E mudou também de dono. É uma empresa com sede lá em Atlanta, Estado da Georgia, Estados Unidos. Quer dizer, capta aqui a nossa água, vende aqui e o lucro vai para Atlanta. E tem mais. Apesar de ser proibido, será que não se servem um pouco da “venda casada”? É que o nome da empresa é Coca Cola.
No início de governo Temer surgiu o boato de que Coca Cola e Nestle estariam querendo adquirir do governo brasileiro os direitos de exploração do aquífero Guarany. Ambas as empresas desmentiram. Fato é, entretanto, que Nestlé Waters alega ser a maior empresa de água engarrafada do mundo, vendida sob 51 marcas diferentes que vão de Pure Life a Perrier e Vittel (Google).

O site watergate.tv informa no dia 18.5.218 que a Nestlé Waters está comprando direitos de exploração em todo mundo e que seu dirigente teria dito “água não é um direito humano e sim um produto alimentício e deve ter um valor de mercado”.

ANGUSTIANTES PERSPECTIVAS
Assim se até a água pertence a esses “donos do planeta”, o que é que estamos fazendo aqui? Não demora e aparece alguém querendo cobrar pelo AR que respiramos. Teremos que concordar, para ajudar a pagar as impagáveis dívidas do país. Teremos que concordar da mesma forma como somos obrigados a concordar com “flutuações internacionais” de preços do petróleo, bem como concordar em pagar os impostos embutidos no preço final dos derivados, para satisfazer nossos credores. Consolemo-nos, não é só o Brasil que está assim...

8 comentários:

  1. Mundo kosher em polvorosas, leiamos:


    A sede da CNN em Atlanta, Geórgia, foi invadida por agentes da Comissão Federal de Comunicações (FCC) na terça-feira em uma operação relacionada à " violação das diretrizes da imprensa ", incluindo " publicação e promoção de informações descaradamente falsas destinadas a enganar o público americano ".

    A FCC chegou sem aviso prévio e apreendeu documentos e discos rígidos como parte de sua investigação, incluindo todos os “ dados de origem ” que a rede usou em suas reportagens.

    A MSNBC e a Associated Press também foram reportadas como tendo sido invadidas pela FCC por violar as diretrizes da imprensa, incluindo a “ impressão de mentiras descaradas”, a " publicação e promoção de matérias que exigem retratações imediatas sem promover as retratações ".

    De acordo com a FCC, “ as emissoras não podem intencionalmente distorcer as notícias ”.
    (...)
    https://yournewswire.com/cnn-raided-fcc-american-public/

    Devemos ser defensores de punições severas para jornalistas, donos e afins (incluindo iluminadores, editores, da manutenção ... esse pessoal também sabe dos podres e se calam), que manipulam, torcem fatos/imagens/conceitos, omitem informações, praticam a perseguição/bullying/terrorismo midiático, promovem e encenam o escandalosismos, subliminarmente ou não proíbem/impedem o direito de resposta e do contraditório, forjam notícias, etc etc, se queremos um mundo melhor, correto e justo.

    “Perdeis o tempo a tagarelar. Enquanto não se achar em nossas mãos a imprensa do mundo inteiro, tudo o que fizerdes será infrutífero. É preciso que dominemos a imprensa universal, ou ao menos influamos nela, se quisermos iludir e escravizar os povos”.
    Escreveu em 1840, Sir Moses Haim Montefiore (24/10/1784 - 28/07/1885), conhecido como Barão de Montefiore, filantropo judeu que dedicou grande parte de sua vida e de sua fortuna à melhora da vida dos judeus, especialmente na Grã-Bretanha.
    (Do livro "O Judeu Internacional" de Henry Ford, pág. 78)

    "O outro grande poder é a Imprensa. Ao repetir sem cessar certas ideias (mentirosas), a Imprensa consegue o fim em tê-los aceito como realidades. O Teatro (hoje substituído pelo cinema, jornais e tv) nos presta serviços análogos. Em todos os lugares a Imprensa e o Teatro obedecem nossas ordens."
    Do discurso "Oração Fúnebre" feito em 1869 pelo rabino Reichhorn e publicado pela La Vieille France em sua edição de 21 de outubro de 1920, n º 195.

    Isso ele falou no séculos 19, imagine como deve estar hoje!

    “Qualquer pessoa que ainda possua algum resíduo de honra deve ter muito cuidado em não se tornar um jornalista”.
    Paul Joseph Goebbels (29/10/1897 - 01/05/1945), Ministro da Propaganda e do Esclarecimento Popular do III Reich.
    (Die Tagebücher, I/II, Diktate VIII, Fröhlich (ed.), citado em Richard J. Evans, "The Third Reich in Power", Penguin)

    Cobalto

    ResponderExcluir
  2. "O maior dos comunistas" - Plínio Salgado

    O maior dos comunistas não pertence ao Comintern ou ao Cominform, ao Consomol ou a outras organizações do partido de Lênin.O maior dos comunistas não pertence sequer às linhas auxiliares que abrem carta de crédito à propaganda mar­xista e cobrem com sua aparente ingenuidade as manobras do imperialismo vermelho.O maior dos comunistas nunca foi a um Congresso de Viena, nunca assinou o apelo de Estocolmo, nunca tomou parte nas manifestações coletivas pró "petróleo é nosso" ou contra o acordo militar Brasil-Estados Unidos.O maior dos comunistas nunca editou, nem assinou, nem comprou nas bancas um desses vinte e tantos diários que a Rússia mantém em nosso País. O maior dos comunistas nunca fez agitações de rua, nunca interveio nas greves, nunca se preocupou em atacar pela palavraou pela escrita os governos ou as chamadas classes conservadoras.Mas, apesar de todas essas ne­gativas, é hoje, como foi sempre e como continuará a ser, o maior, o mais eficiente de quantos comunistas andam pelo mun­do pregando a doutrina de Marx e a técnica de Lênin.

    Porque o maior dos comunistas do mundo é o Espírito Capitalista.Não direi o Capitalismo, que é um sistema eco­nômico, uma tese a ser discutida em capítulo separado.Refiro-me aqui aos fatores psicológicos, que desabrocham do sistema e constituem um estado de alma, uma forma de mentalidade, traduzindo-se em atitudes e ações deletérias cujos efeitos são a dissolvência, a decomposição disso que nos habituamos a denominar Civilização Ocidental ou —por suprema ironia — Civilização Cristã.

    O Espírito Capitalista é o espírito do lucro.Do lucro pelo lucro.Do lucro que se hipertrofiou enriquecendo-se com o adjetivo "extraordinário" que encobre o adjetivo "ilícito".Do lucro que manobra a grande engrenagem chamada "especula­ção".Do lucro que intervém nos costumes da sociedade e in­terfere no próprio seio das famílias, atacando na raiz a estabi­lidade econômica dos lares.

    Texto completo em:
    http://www.integralismo.org.br/?cont=-5015

    Cobalto

    ResponderExcluir
  3. Já que a patetada pediu intervenção militar (verdadeira alcova de maçons), conseguiram. O maçom e espião da CIA, o golpista Temer deu ordens aos militares de tomar a força se necessário os caminhões que se recusarem em desobstruir rodovias ... rsrs quiseram intervenção, veio.

    E se o caldo entornar, tudo indica a possibilidade de uma intervenção militar maior e mais enérgica, e é bom que entendamos qual é o interesse das Forças Armadas dos EUA controlando a base de Alcântara em nosso território. Texto do ex-embaixador Samuel Pinheiro:
    https://www.cartacapital.com.br/politica/o-real-interesse-dos-eua-na-base-militar-de-alcantara

    Uma das sempre boas entrevistas com esse simpático, consciente e bem informado ex-Secretário Geral .. no governo Lula:
    https://www.youtube.com/watch?v=Rx3EvbU8Wdc

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Samuel_Pinheiro_Guimar%C3%A3es_Neto

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.cartamaior.com.br/?/Editoria/Soberania-Nacional/Parente-representa-interesses-do-mercado-e-dos-EUA-diz-Samuel-Pinheiro/46/40396 ... "Para Guimarães, a destruição promovida pelo governo golpista está presente em vários aspectos: na desorganização no mercado de trabalho, na privatização desenfreada, na redução dos bancos públicos, no enxugamento do Estado. " Denunciou sem querer a receita de forma bem resumida para a NOM, para o governo do Anticristo que terá sua sede mundial em Jerusalém. Um governo de Estado mínimo sem força pra reagir, se defender, fazer valer sua auto-determinação. Um governo não-nacionalista, que aceita imigração de forma irresponsável pra destruir a identidade do povo. Uniformização das leis trabalhistas e tributárias em nível mundial, bancos privados pra que não haja possibilidade dos públicos concorrerem com a usura etc.

      "O golpe em curso efetuou um ataque às grandes empresas brasileiras e nenhum ataque a empresa estrangeira", falou o lúcido embaixador.

      “Vamos supor que o Brasil tivesse sido invadido por uma potência estrangeira. O que as forças de ocupação fariam? Iriam reduzir o Estado, destruir as empresas daquele país que está ocupado. Com fizeram na Alemanha, no Japão. Iriam dar todo o favorecimento aos vencedores. É o caso que estamos vivendo. Estamos vivendo um governo estrangeiro no Brasil. O que é um governo estrangeiro no Brasil? É o que favorece o estrangeiro”.

      Na análise do embaixador, “o que os EUA querem é que o Brasil fique na sua posição de país subdesenvolvido, exportador de produto primário, soja, minérios, nióbio, algum processamento, como suínos e frangos, mas não produto manufaturado”.

      Lembremo-nos daquela da frase do maçom judeu Henry Kissinger sobre "não querer outro Japão abaixo da linha do Equador". É isso aí, é a NOM do capeta predita em Apocalipse. E não é que os evangélicos (sionistas ou não) estão trabalhando para Satanás sem perceber?

      Bolsonaro, o "nacionalista" e "evangélico" sionista, além de querer entregar a Base de Alcântara para Israel e EUA, também quer entregar a Amazônia aos âmis:
      https://www.youtube.com/watch?v=Ee7lmgS9Aac

      Bolsonaro e sua ligação com a Maçonaria assim como toda a alta cúpula militar (Mourão, Heleno ...):
      https://www.youtube.com/watch?v=IIVYk2MmBNE

      Lembrando que Gilmar Mendes, FHC, Moro também são. Sem falar que o que mais tem hoje são maçons sem avental.

      https://www.youtube.com/results?search_query=militares+ma%C3%A7om

      Cobalto

      Excluir
  4. Então... Sobre o petróleo, sobre esse (demônio) deus que rege a mobilidade do sistema. Essa substância que a Ciência afirma ser fruto da decomposição de matéria orgânica ao longo dos milênios, mas que já foi sugerido por algum excêntrico ser "abiótico"; Terra suando óleo negro em suas entranhas ad eternum.

    Esse líquido é rodeado de especulações e mitos, e pelas características citadas pode servir de ícone ao retrocesso tecnológico imposto à civilização planetária. É uma arma estratégica na imposição da miséria.

    A sociedade industrial, altamente avançada do século XXI, é um castelo de cartas. Um mito. Um engodo. Uma lisonja.

    O problema no caso brazuca é a infraestrutura deficiente de refino. Deficiente de transportes: não há via alternativa de abastecimento.
    Levou metade de um milênio para formar uma parca infraestrutura. Se o castelo de cartas brazuca desabar, quantos séculos serão necessários para se ensaiar alguma reação?
    Provavelmente permaneça na idade pré-industrial indefinidamente.

    ResponderExcluir
  5. A "única democracia do Oriente Médio" em ação ...
    https://www.facebook.com/AnnurTV/videos/2004178376290576/ ... "Aleluia! Vamos orar por Israel," gritam e clamam os pastores. É o mesmo que orar pelo demônio.

    ResponderExcluir
  6. Para entender a greve e os problemas de preços e o que acontece com a Petrobras:
    https://www.youtube.com/watch?v=EKMuAYtRMEM

    ResponderExcluir
  7. "Die Gestaltung der Feste im Jahres und Lebenslauf in der SS-Familie" von Fritz Weitzel SS-Obergruppenführer und General der Polizei, 1939
    http://nseuropa.org/English/Celebrations%20in%20the%20Life%20of%20the%20SS%20Family.pdf

    "Pagan Imperialism and Metaphysics of War", Julio Evola:
    https://mega.nz/#!1G402LwL!q40REx7j8tV-S0NiI9jiE4GSoEPeJpJTfCuRYA6IFv4

    Cobalto

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.