4 de março de 2019

ESCOLHIDOS, ILUMINADOS E CLARIVIDENTES


Já em 1938, ano anterior ao início da II Grande Guerra, um artigo no AMERICAN HEBREW prevê o fim de Hitler e do regime nacional-socialista:

As forças da reação se mobilizam. A coalizão Inglaterra, França e Rússia soviética, vai enfrentar mais cedo ou mais tarde  o curso vitorioso do Führer, embriagado pelo sucesso. Seja por acaso ou por planejamento, em cada um desses países se encontra no posto importante um judeu. A vida de milhões está nas mãos de não-arianos. No momento Blum não é o primeiro-ministro da França, mas o presidente Lebrun é apenas um anteparo. Léon Blum é um judeu excepcional, é só ele que conta. Ele ainda pode se tornar o Moisés, que na hora certa conduzirá o povo francês à guerra. E Litvinov? Um grande judeu sentado à direita de Stalin, este pequeno soldadinho de chumbo do comunismo! Litvinov cresceu tanto, a ponto de superar qualquer dos camaradas da Internacional, com exceção do guardião do Kremlin o do rosto pálido (devem estar se referindo a Lasar Moissejewitsch Kaganowitsch, o poderoso rei judeu “Kagan”). Litvinov criou o pacto franco-soviético e o pôs em prática. Foi ele quem comprou Roosevelt! ... E Hore-Belisha! Agradável, suave e habilidoso, ambicioso e competente, fervilhante e autoritário. Sua estrela ainda está em ascensão. Ele vai seguir os passos de Disraeli  para a Downing Street no. 10, onde se decide o destino de todas as pessoas sob a coroa (Benjamin Disraeli foi primeiro-ministro do Reino Unido). Este jovem agressivo transformou o exército inglês. De uma desgrenhada (desordenada), rasgada, desbotada massa covarde, ele soube criar (para nós) uma máquina de guerra e lhe dar o poder de um exército guerra. Esses três filhos de Israel irão se unir, a fim de mandar o louco ditador nazista para o inferno. Não será de leve que ele será rebaixado à fossa. Então os judeus cantarão Aleluia. O Todo-Poderoso condenou os nazistas ordinários a tormentos eternos. Não há dúvida de que essas nações estarão lado a lado em uma ativa aliança contra Hitler. Quando depois da batalha a fumaça tiver se dissipado, quando a corneta parar de trombetear e o silvo das balas tiver silenciado, então o trio dos não-arianos vai cantar o Requiem, que soará incrivelmente semelhante à Marselhesa, ao hino nacional britânico, ao God Save the King e a Internacional, que será harmonizado em conjunto para um grand finale do militar, orgulhoso e exigente Eli Eli. 
(Erich Kern, "Verheimlichte Dokumente", FZ-Verlag, 1988, ISBN 3-924309-08-6; Páginas 154, 15
                                                   ******************
O jornal deixou de mencionar mais um filho de Israel, Franklin Delano Roosevelt, já então presidente dos Estados Unidos, judeu por parte de Delano. Mais tarde, em 1940, judeu também por parte de mãe, Winston Churchill veio a se juntar a eles como primeiro-ministro do Reino Unido.
      E a culpada de tudo acabou sendo a ALEMANHA...


21 comentários:

  1. O jargão chamado de “nazista”, foi inventado pelo judeu comunista Konrad Heiden(1901-1966), nascido em Munique, ele é o autor do jargão “Nazi” usado até hoje com a finalidade de ridicularizar os Nacional Socialistas de Hitler na Alemanha nos anos 1920-1933, mas serve até hoje para atacar em especial os alemães e os europeus e qualquer um que discorda dos judeus. Em 1933, esse marxista judeu anti-alemão tive que fugir da Alemanha de Hitler, fui para Suíça e depois pra New York, a maior cidade talmudista do mundo!

    E o ódio judeu contra o povo alemão continua até hoje, aqui um exemplo;Foi publicado em Março de 2015 em Israel, no jornal dos racistas atômicos judeus a seguinte ameaça a Alemanha; O jornal extremista(Racista!) de Israel “Israel National News” publicou artigo na terça-feira(deve ser 10 de março?), onde é exigido um ataque nuclear contra a Alemanha. Segundo o texto, a destruição de Israel pode ser evitada apenas com a destruição da Alemanha e do Irã, com 20 ou 30 bombas atômicas. “Se Israel não seguir o caminho da Torá”, escreve em hebraico o criminoso autor racista judeu do artigo, Chen Ben-Eliyahu, “o país será punido com a quase completa destruição e somente alguns sobreviverão.” E para evitá-lo, Israel deve reagir analogamente. “Contra uma ameaça existencial, nós devemos responder com uma ameaça existencial”, escreve o autor, “não com discursos no congresso norte-americano. Esse judeu racista incita ao ódio e extermínio atômico! Ele lembrou aos israelitas e exige vingança contra a Alemanha, embora o governo republicano “alemão” seja o maior apoiador de Israel, juntamente com os EUA. O racista talmúdico Ben Eliyahu exige a “Solução Final” e escreve: “Vinte, trinta bombas atômicas sobre Berlim, Munique, Nuremberg, Colônia, Frankfurt, Dresden, Dortmund e assim por diante, devem assegurar o extermínio”. Em analogia ao “Reich de mil anos”, ele disse: “E depois disso o país estará sossegado por mil anos”. Criminosos racistas judeus querem exterminar o povo alemão com bombas atômicas! Esse é o “povo eleito” carregando milhões de crimes nas costas e ainda está com sede de sangue! Imagine se um alemão ou outro cidadão falasse para jogar uma bomba atômica em Jerusalém, outra em Tel Aviv e uma no meio do minúsculo estado Israel para ele ficar sossegado por 3000 mil anos, em analogia da existência do “povo eleito”!






    ResponderExcluir
  2. Se a Alemanha não possui o tal tratado de paz, significa que tecnicamente o Reich Alemão de Hitler ainda vigora?

    http://www.michaelgrandt.de/deutschland-hat-noch-immer-keinen-friedensvertrag/

    http://www.michaelgrandt.de/deutschland-versteckt-amerikanische-besatzung/

    http://www.michaelgrandt.de/deutschland-ist-kein-vollstaendig-souveraener-staat/

    http://www.michaelgrandt.de/bvg-das-deutsche-reich-existiert-fort/

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma multidão de manifestantes do Coletes Amarelos invadiu e destruiu uma loja maçônica na aldeia francesa de Tarbes. O saque foi condenado pelo governo francês, que acusou os manifestantes de "estupidez" e "intolerância".
      https://www.rt.com/news/453477-yellow-vests-masonic-lodge/ ... pode ter sido causado por maçons infiltrados no movimento dos Coletes.

      A conscientização dos franceses é maior que aqui:
      https://www.youtube.com/watch?v=T5iCWanNqdk

      Lembrando as garotas ativistas do Le Brigandes:
      https://www.youtube.com/watch?v=TUKqywtkG5U ... essas moças conhecem mais sobre geopolítica que a maioria dos políticos brasileiros.

      https://www.youtube.com/results?search_query=Les+Brigandes

      FDR, além de judeu e maçom (várias fontes confirmam isso), é descendente de piratas "holandeses". FDR não era "controlado" por Henry Morgenthau, eles formavam uma dupla, uma quadrilha.

      E parabéns pelos seus 90 anos, seu Norberto. Sabia não. Sobrou bolo? rs

      Cobalto

      Excluir
    2. O sacripanta nunca te desvalorizes mas tu es uma obra "prima" do grande arquitecto.lololol

      Excluir
    3. Sim, Cobalto, a RFA é uma construção artificial, como atestam pareceres de peso.
      Mas quero aqui me referir à sua participação mais adiante. Fico grato pelos bons votos de um velho companheiro das ondas virtuais e bolo pra você vai ter sempre!

      Excluir
    4. É no meu jeito, mas lhe tenho no coração. Creia. Obrigado e abraço.

      Mas me deixe deixar (rs) um comentário retirado do blog do Fabiano:

      " unknow12 de março de 2019 16:11
      No tempo da Monarquia alemã até 1918, o povo alemão viveu melhor do que os outros europeu! No tempo de Hitler, os alemães viveram melhor do que os outros europeus! No tempo do comunismo, a Alemanha comunista viveu melhor do que a União Soviética e os outros países na merda comunista! Hoje no capitalismo globalizado, a Alemanha é a maior economia da Europa e os alemães vivem melhor do que os outros europeus e os americanos! Na Europa os alemães vivem melhor do que os outros europeus, e também no Brasil os descendentes de alemães vivem melhor do que a maioria dos brasileiros e também no Brasil, não tem favelas de alemães! Para a inveja dos Panacas com as suas teorias de blá, blá, blá lendo Marx, “capitalismo, ricos, pobres, socialismo” e outras babaquices de incapazes, corruptos e ladrões "democratas" e parasitas comunistas miseráveis e incapazes de sair da merda!!! E isso que sobra para os alemães ocupados desde 1945, mostrar para o mundo o que eles são e não como os apresentam os seus criminosos ocupadores comunistas, capitalistas e judeus! "

      Faz tempo que não leio um comentário tão inspirador, tão clarividente. É mesmo um resumo sensacional e irrefutável. E repare que não citou a roubalheira ímpar, a pilhagem inimitável, pirataria escancarada feita pelos Aliados dos inventos, patentes, esboços, ideias, cientistas, equipamentos, produtos, ouro, museus, colônias, indenizações, estupros, assassinatos em massa, lavagem cerebral, imposições mais imposições, injustiças mais injustiças etc etc principalmente após as DUAS GUERRAS ! Se citasse, a glória se eleva onde os olhos não alcançam. O Paraguai, por exemplo, levou uma fumada na guerra de 1864 – 1870, e nunca mais se levantou. Então, sem medo de errar, sem receio de nada, afirmo que a nobreza e a superioridade germânicas são muuuito maiores que qualquer acusação ou achincalhamento que façam contra os mesmos.

      De certo forma, quero lhe deixar esse comentário como um singelo presente pelo seu aniversário, sua existência, trabalho e origem.

      Abraços, Cobalto

      Excluir
  3. Prezado Norberto,

    A imagem que acompanha a sua interessante postagem é da edição de 31 de outubro de 1919, com artigo escrito por Martin H. Glynn (Ex-Governador do Estado de New York).

    O pai da mãe de FDR, o Sr. Delano, fez sua fortuna duas vezes como traficante de ópio na China, a segunda vez durante a Guerra da Secessão, ocasião em que se ausentou de seu país para cuidar... de seus próprios interesses. Eis a origem da fortuna da família Delano: tráfico de ópio.

    Nada indica que FDR tivesse ascendência judaica, mas isso é irrelevante porque o pai de FDR era homem de confiança de Bernard Baruch, que por sua vez era o homem de confiança do Rothschild-Syndicate nos EUA, e, demais disso, FDR era controlado por Henry Morgenthau, Sr., pai de um dos ministros de FDR (e avô da historiadora Barbara Tuchman e do chefão do Ministério Público da "Comarca" de Manhattan).

    O que mais me chamou a atenção no artigo referido é que ele errou feio. No Reino Unido o ungido era o "errand boy" da City of London, o sempre endividado (e alcoolizado) Winston Churchill. Na França, Léon Blum foi parar no Campo de Concentração de Dachau, de onde saiu vivo (graças a DEUS, e digo isso de coração). Litvinov foi despachado para os EUA, tendo sido substituído por Molotov a fim de abrir caminho para o infame pacto entre Hitler e Stalin, mas ele deve realmente ter sido mais útil em Washington do que em Moscou.

    Mas... É verdade!, a arapuca estava sendo preparada, e bem antes de 1938; e Hitler caiu nela.

    Parabéns pelos seus 90 anos, Norberto. Não me esqueci da data, não. Fico muito feliz de vir a este sítio da web e reencontrá-lo em plena forma. Queira DEUS que você possa nos enriquecer com seus artigos por muitos anos mais.

    De seu velho leitor aqui mesmo de Curitiba (sem o nome, para evitar ter de dar esclarecimentos que, sabemos, só são exigidos a título de intimidação e cerceamento da liberdade de se inteirar sobre o que aconteceu, como e talvez até o porquê).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em seu livro "Tell the Truth and shame the Devil" Gerard Menuhin afirma que Roosevelt tem ascendência judaica por parte dos Delano e dos Rosenvelts e Churchill por parte de mãe, Jerome.

      Excluir
    2. "O que mais me chamou a atenção no artigo referido é que ele errou feio. No Reino Unido o ungido era o "errand boy" da City of London, o sempre endividado (e alcoolizado) Winston Churchill. Na França, Léon Blum foi parar no Campo de Concentração de Dachau, de onde saiu vivo (graças a DEUS, e digo isso de coração). Litvinov foi despachado para os EUA, tendo sido substituído por Molotov a fim de abrir caminho para o infame pacto entre Hitler e Stalin, mas ele deve realmente ter sido mais útil em Washington do que em Moscou."

      Errou feio por que?

      Blum estava na articulação do judaísmo internacional em 1938 na França! Ministro em 1937/1937 e depois brevemente em 1938, e no interlúdio sempre aos arredores da alta política!

      Litivnov de 1930 à 1939 no Ministério exterior soviético.

      Leslie Hore-Belisha no Ministério de Defesa entre 1937 e 1940.

      Todos sempre nos círculos de influÊncia, com cargo em exercício ou nos arredores.


      Artigo correto! E crítico anônimo nada acrescentou com a crítica, apenas tentou desviar o assunto principal: ARTICULAÇÃO DO JUDAÍSMO INTERNACIONAL CONTRA HITLER.

      Digressão patética indeferida aqui!

      Segue a luta!

      Excluir
  4. "No tempo da Monarquia alemã até 1918, o povo alemão viveu melhor do que os outros europeu! No tempo de Hitler, os alemães viveram melhor do que os outros europeus! "

    O sacripanta nao digas asneiras

    A alemanha e um estado recente na historia europeia, a reunificacao com varios estados so aconteceu no seculo XIX , a prosperidade da economia alema e um milagre do pós-guerra, a economia social de mercado alemã que parece ser inabalável,superou as explosões nos preços do petróleo nos anos 1970 e 1980, o impacto da reunificação nos 1990, a recessão mundial de 2008-2009 e está passando firme pela atual crise que atinge a zona do euro. os segredos de seu êxito? Sao um sistema baseado na cooperação e no consenso mais do que na competência, e que cobre toda a teia socioeconômica, desde o setor financeiro ao industrial e ao Estado

    Cooperação e capitalismo,

    A chamada economia social de mercado teve a sua origem na Alemanha Ocidental do pós-guerra, que estava sob o governo democrata-cristão do chanceler Konrad Adenauer, e se manteve, desde então, como uma espécie de política de Estado.o consenso e cooperação estão presentes em todos as camadas da economia, no centro estão os sindicatos e os patrões, que coordenam salário e produtividade com o objetivo obter um aumento real dos rendimentos dos funcionários, além de manter os postos de trabalho. A integração é tal que, por lei, os sindicatos estão representados no conselho de administração, participam das decisões estratégicas nas empresas. Essa filosofia permite superar uma das limitações do sistema anglo-saxão, no qual as pequenas e médias empresas, diferentemente das multinacionais, não têm acesso ao mercado de capitais e muitas vezes enfrentam dificuldades para se financiar.os bancos públicos têm regras claras. Por exemplo, para favorecer o desenvolvimento local, podem emprestar para empresas de sua área, mas não para as de outras regiõe, o governo tem representantes nestes bancos, e eles são fundamentais na tomada de decisões'

    O modelo Mittelstand

    Esse modelo está enraizado na história germânica, a unificação nacional de 1871, sob Bismark, reuniu 27 territórios governados em sua maioria pela realeza e que haviam crescido rapidamente e de forma autônoma durante a Revolução Industrial. Dessa semente histórica surgem as Mittelstand (pequenas e médias empresas), que, segundo os especialistas, formam 95% da economia alemã.Diferentemente do modelo anglo-saxão, centrado na maximização da rentabilidade para os acionistas (objetivo de curto prazo), as Mittelstand são estruturas familiares com planos a longo prazo, forte investimento na capacitação do pessoal, alto sentimento de responsabilidade social e forte regionalismo.A Alemanha é especialmente forte em empresas que têm umas 100 ou 200 pessoas. Com uma característica adicional: apesar de seu tamanho, muitas dessas firmas competem no mercado internacional e são exportadoras. Sob o peso da reunificação, a Alemanha ganhou nos anos 1990 o apelido nada simpático de "doente da Europa". Era consenso que um sistema com altos salários e forte participação sindical não poderia sobreviver em um mundo governado por um conceito novo, a "deslocalização". Aproveitando-se de um mundo mais liberal e do fato de que as novas tecnologias das grandes empresas poderiam mudar de um país para outro em busca de maior rentabilidade, obtida com custos salariais menores, as empresas alemãs começaram a migrar pra outros pontos do mundo. No entanto, no início deste século um governo social-democrata implementou uma série de reformas, classificadas por seus concorrentes de "neoliberais", para reativar a economia nacional. O remédio funcionou – a economia voltou a crescer. Mas teve um preço: aumento da pobreza, do subemprego e do "miniemprego". Que e preciso agora combater com outras medidas, mas claro nao com as ideias neonazis e fascistas que se tentam locomover nesta fraqueza, nao tem chances. A melhor ja passou foi os refugiados kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao anônimo saído das profundezas dos pântanos

      Com a queda do Império Romano, os Alemães sempre foram imperadores na Europa. Primeiro por não terem sido vencidos pelos romanos, imperadores da época, depois até o herdaram (Sacro Império Romano-Germânico) e foi assim, e é até hoje, não Império, mas potência.

      https://www.youtube.com/watch?v=aJ0HPXkkN1I

      Mais uma pequenina observação: 10 milhões de refugiados não acabam com a Alemanhas, mas acabam com Israhell. E bem acabado. Ainda, refugiados escolhem sempre os melhores países, países onde emana leite e mel. Não é o caso de Israhell que não consegue sobreviver sozinha, precisa mamar dos alemães e dos impostos dos americanos. Povo mamador, povo mohel do piu-piu alemão.

      Excluir
    2. Sobre o suposto massacre na Nova Zelândia:

      Nós sabemos disso, estamos lidando com um assassino profissional, experiente, um sociopata e uma "pessoa falsa" sem mídia social, sem vizinhos, sem colegas de trabalho, sem amigos de escola, sem registros de obter armas, um carro fora de ar rarefeito, um segundo atirador que se dissolveu e alguns problemas muito sérios de continuidade em seu vídeo com algumas vítimas “pré-mortas” pelo Coelhinho da Páscoa?

      Temos um jovem solteiro, de 28 anos, um “preparador físico” com toneladas de dinheiro herdado, que viaja pelo mundo, fotografa tudo, é amado por todos e, misteriosamente, passa por um tumulto pessoal.

      O que realmente temos é um assassino treinado, de 42 anos, de uma família judia, que treinou contra os palestinos e serviu no sul da Síria e em Idlib com a Al Qaeda, entrando e saindo da Turquia.
      (...)
      O que não é dito é que suas visitas turcas coincidiram com seus 6 meses em Israel a partir de 2018 e o envolveram da província de Idlib, onde ele estava sendo “sangrado” por grupos apoiados por Israel da al Qaeda / al Nusra.
      (...)
      Tarrant está em uma lista de observação desde 2012 como um assassino treinado em Israel representando uma ameaça ao presidente Assad.
      (...)
      Então, onde estamos? Temos um segundo atirador e armas lá, um vídeo estranho com vítimas “pré-mortas”. Nós silenciamos testemunhas e proibimos vídeos.

      Temos dinheiro do céu, treinamento em Israel, tempo gasto na Síria e dentro e fora da Turquia, temos um assassino treinado fingindo ser um turista mundial sem fotos, sem vídeo, sem mídia social, sem amigos, sem colegas de escola, Nenhum vizinho e um fundo britânico / escocês alcançado quando sua família judaica imigrou para o Reino Unido da Palestina / Israel em 1948.
      https://www.veteranstoday.com/2019/03/17/new-zealand-the-unraveling-of-a-israeli-mass-murder/ ... sempre eles, sempre os mesmos, sempre obedientes ao lema do Mossad "pela fraude/mentira/engano farás a guerra". E não esquecendo que tudo isso tem as bênçãos da maçonaria que tem lema "ordo ab chao", semelhante ao do Mossad. Mera coincidência?!

      Cobalto

      Excluir
    3. Complementando o comentário acima. Na foto a baixo vemos todos os vestígios e indícios certinhos de um massacre, de tiros e mais tiros, paredes manchadas etc ...
      http://stateofthenation2012.com/?p=118917

      E aqui, um antigo exemplar da cabala judaica sendo folheado. Dê uma olhada nas imagens do diabo dentro do livro [especialmente 1:25] figuras semelhantes também são encontradas na Maçonaria:
      https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=819499425080093&id=100010601283114

      https://twitter.com/vivareturned/status/1075766411421577216

      Cobalto

      Excluir
    4. Surpresaaaa ... um dos suspeitos do tal ataque nas mesquitas da Nova Zelândia fugiu pra Israhell:

      http://northerntruthseeker.blogspot.com/2019/03/christchurch-mosque-shooting-false-flag.html

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Cobalto

      Excluir
  5. Seu Toedter, primeiramente, parabéns pelo seu riquíssimo aniversário de 90 anos. Confesso que é uma honra para todos nós, Curitibanos e Paranaenses ter uma pessoa de peso histórico como é o senhor.

    Quanto aos comentários, o sujeito acima dos trópicos é de uma chatice só. Enche lingüiça, tenta apresentar dados técnicos e não supera a magnitude do povo germânico que é supraeconomico, supranacional.

    Ao Cobalto e Mykel, são sempre complementares às postagens do seu Norberto. Já o anônimo, visivelmente infiltrado fazendo o jogo das hienas.

    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  6. O tal de anônimo de 13 de março, com o seu típico blá,blá,blá, quilométrico, falou e não diz nada vezes nada!

    Até Mosheh Feiglin, um judeu sionista de Israel, declarou em oito de dezembro de 1995 ao jornal sionista “Haaretz” que o “nazismo” permitiu à Alemanha sair de uma situação de miséria e a levou a uma situação fantástica, tanto do ponto de vista físico quanto do ponto de vista ideológico. E ainda uma juventude esfarrapada e pobre se tornou parte disciplinada da sociedade, e a Alemanha teve um regime exemplar, justiça e ordem pública de verdade. Além do quê, Hitler era um gênio militar incomparável que apreciava a boa música, era um pintor habilidoso e os nazistas não eram um bando de vadios. Temos aqui um exemplo que, até os judeus, com seus dentes embotados de ódio contra o povo alemão, têm que reconhecer as verdades sobre o “nazismo”.

    Por que tudo funciona bem em Israel? Resposta: Porque tudo que tem lá, vem da Alemanha!

    Nahum Goldmann: «Sem as indemnizações alemãs, que começaram a chegar durante os primeiros dez anos da existência como Estado, Israel não teria metade da sua infraestrutura atual»! Nahum Goldmann, líder racista, perdão, sionista, judeu,(o que dá no mesmo!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O governo do Japão permitirá que “Mein Kampf’, de Adolf Hitler, seja incluído na lista de material didático das escolas https://doctrinanacionalsocialista.blogspot.com/2017/05/japon-autoriza-mein-kampf-como-libro-de.html

      Excluir
    2. Tanto entusiasmo para que??? E pena nao leres locais onde os proprios membros do governo esclarecem. kkkkkkk

      O livro vai ser usado como referencia negativa, por exemplo nao descriminacao racial lollolol

      O governo do Japão acha adequada a citação de excertos do livro de Adolf Hitler "Mein Kampf" nos manuais escolares, declarou em entrevista coletiva o vice-secretário geral do governo japonês, Koichi Hagiuda.

      "Existem exemplos de utilização de materiais educativos com citações parciais de " Mein Kampf " para refletir sobre o ambiente histórico da época em que este livro foi escrito. São usadas não com sentido positivo, mas com sentido negativo ", diz Hagiuda, respondendo a pergunta sobre as referências ao livro nos manuais escolares.Ao mesmo tempo, o responsável japonês adicionou que "a justificação da discriminação racial contradiz o espírito da lei sobre as bases da educação e é inapropriada".

      Assim os meninos aprendem por comparacao que nos fascismos era defendida e havia leis sobre a descriminacao racial entre outras coisas explicando-lhes o contexto da epoca e a mentalidade, perfeitamente de acordo quantas mais pessoas lerem e souberem maior a desilusao, de pequenino se torce o pepino kkkkkkkk

      Estragou a festa kkkkkkkk

      Excluir
    3. Sempre sugeri que não se desse tanta importância a esse livro. Foi escrito por jovem revolucionário sem qualquer experiência diplomática administrativa. Reverteu depois muitas opiniões, o que é muito natural.

      Excluir
  7. E a culpada de tudo acabou sendo a ALEMANHA... mas, porém, contudo, entretanto ... pela lei da natureza A LEI DE DEUS se o pior vence, TUDO PIORA https://www.youtube.com/watch?v=hipprBJflN4&t=0s&bpctr=1553040239

    "Esse relatório foi dirigido ao Secretário de Relações Exteriores da Grã-Bretanha, Lord Balfour, e o governo britânico deu a ele uma importância tão séria que eles o incluíram no Livro Branco sobre o Bolchevismo, publicado em abril de 1919. Ele diz: a imediata supressão do bolchevismo é a questão mais importante que o mundo enfrenta agora, não excluindo até mesmo a guerra que tem sido travada até agora. E se o bolchevismo não for destruído no embrião, ele se espalhará pela Europa e pelo mundo, de uma forma ou de outra, já que é organizado por judeus que não têm seu próprio país e que tentam destruir o sistema existente nos países onde estão viver A única maneira de eliminar o perigo é que todos os países tomem medidas conjuntas ”.

    Fonte: sexto parágrafo do 3ª capítulo -. A leitura completa do livro é ainda mais profícua https://www.e-reading.club/book.php?book=1020095

    “Nós todos sabemos a história sobre a Segunda Guerra Mundial. Aquela sobre como “The Good Guys” se uniram para impedir que Adolf Hitler e os grandes alemães ruins (e japoneses) dominassem o mundo.
    .
    Há apenas um problema com esta versão oficial do evento de mudança de história conhecido como Segunda Guerra Mundial.
    .
    É PURA BALELA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    .
    Você consegue lidar com a verdade sobre o que realmente aconteceu? Veja AQUI então - O icônico "beijo da Times Square". Se os americanos soubessem o que estavam celebrando. ” http://tomatobubble.com/worldwarii.html

    Confira agora, como ocorreram a investigação e o julgamento dos alemães em Nuremberg? – Leia pelo menos o segundo parágrafo da Parte III > http://www.fpp.co.uk/Auschwitz/Dachau/VanRoden1948.html https://doctrinanacionalsocialista.blogspot.com/2017/03/los-juicios-de-nuremberg-y-el.html

    “Um engano não se torna verdade por meio de ampla divulgação, nem a verdade se torna um engano porque ninguém a enxerga.” M.K.Gandhi

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas, agressões e baixarias não serão publicadas.