28 de junho de 2019

FOBIAS e outros MACETES

Exerci a maior parte da minha atividade profissional na área da propaganda. Participei do 1º Congresso Brasileiro de Propaganda, realizado em 1957 no Hotel Glória do Rio de Janeiro. Jovem que eu era, já me preocupava a VERDADE na comunicação pública, tanto que fui dos que apresentaram tese sobre o tema “Código de Ética da Propaganda”, base também para a Lei da Profissão, que teve origem naquele conclave. Quando completei 30 anos de profissão, o IIIº Seminário da Propaganda realizado em Gramado RS em 1981 ainda me conferiu o título de “Publicitário Pioneiro”. Eu nem participara do evento. Já me sentia desiludido da atividade, da qual aprendi a reconhecer a extraordinária força, mas também o mau uso que dela se faz. E hoje mais do que nunca.

Óbvio  que de lá para cá esse mau uso adquiriu status de ciência e são verdadeiros gênios que se dedicam a desenvolver ideias. Nem tanto para vender produtos, mas sim para dirigir a opinião pública, “vender opinião”. A ferramenta que mais eles usam são os bordões, ou palavras-chave, de preferência que sejam semelhantes em vários idiomas. Já falei aqui sobre o fantástico efeito que acabou desenvolvendo a palavra FEMINISMO criando mão de obra mais barata, desfazendo casamentos, criando discórdia, ambições, reduzindo a procriação de populações selecionadas; ou então a palavra
SEXISMO pretendendo significar hostilidade contra a mulher, que hoje, com mais a propaganda que se faz do
FEMINICÍDIO, deve começar a acreditar que homens são verdadeiros trogloditas; ou
DIVERSIDADE que festejando todas as diferenças étnicas e sexuais, busca erradicar as influências da cultura ocidental; ou
DISCRIMINAÇÃO complementa a anterior, porém seletivamente, pois não se aplica a divergências políticas; ou
TOLERÂNCIA igual à anterior, só vista por outro ângulo; ou
RACISMO é diferenciação entre origens raciais, ou
ANTI-SEMITISMO é hostilidade aos judeus, povo este estranhamente privilegiado diante outros povos, para os quais não existe este tipo de proteção; ou
HOMOFOBIA exerce quem é contra a homosexualidade, ou
SUPREMACISMO pratica quem se julga de etnia ou raça superior, ou
DIREITOS HUMANOS são muito usados para proteger quem não tem mais argumentos, ou
PALAVRAS DE ÓDIO alegadas para justificar censura.

Tudo isto, com a divulgação que recebe, naturalmente tem algum objetivo maior e que bom não é. Não creio que se possa dizer que seja construtivo, pelo contrário o propósito desagregador me parece sempre presente. Ainda ontem o noticiário da TV informou que desde 2016 a estatística do FEMINICÍDIO em S.Paulo vem apresentando números crescentes de ano para ano. O que esperavam? Em vez de promover a união e a compreensão entre homem e mulher, o que fazem é incentivar a dissensão.

Com a propaganda desses bordões, graças ao apoio irrestrito que recebem dos meios de comunicação, até a nossa Constituição, a nossa Lei maior é esquecida. Onde ficam “a livre manifestação de pensamento” , a “inviolável liberdade de consciência e de crença”, a “livre expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”?


Como eu disse, a propaganda é uma atividade poderosa e seu mau uso pode nos levar a um futuro angustiante.


67 comentários:

  1. Propaganda e propaganda, deixemo-nos de eufemismos, eu gosto mais de publicidade, nao soa ou esta associada a ideologias.😂😂😂

    ResponderExcluir
  2. Tem um pessoal (pagãos e paga-micos kosher ou não em geral) que não gosta nada, mas Deus dos cristãos avisou sobre essas coisas quando proferiu que:
    “Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna.”
    - Mateus 5:37

    E:
    “Não removas os marcos antigos que puseram teus pais.”
    - Provérbios 22:28

    Esses textos bíblicos, entre centenas de outros, nos ensinam/admoestam a observar a prática da integridade, respeito e justiça tanto no campo material (físico) como no campo abstrato (mental e espiritual) pelo que é verdadeiro. Porque quanto mais se relativizam ou “modernizam” os valores, narrativas e fatos, mais vulneráveis ficamos aos vícios da Propaganda. Na verdade, aos produtores e patrocinadores de Propaganda.

    Uma das maiores propagandas é a falácia sobre a “liberdade” disso e daquilo. O próprio autor do artigo prova-o sem perceber quando diz que “Em vez de promover a união e a compreensão entre homem e mulher, o que fazem é incentivar a dissensão.” Essa afirmação encerra em si, comprova por si a necessidade da existência da não-liberdade para não “incentivar a dissensão” social ou pessoal. Só com limitações conseguimos uma sociedade onde pode-se conseguir uma forma de bom convívio grupal, de harmonia e paz entre pessoas e povos. Não existe liberdade, se existisse, seria impossível sua prática. Aos que acreditam que ela existe, a ironia é que para a liberdade existir, requer limitações.

    Enfim, como as pessoas acham que são melhores e maiores que o Deus cristão, dá-se essa balbúrdia, e aprofundando célere, que vivenciamos em todas as áreas, em pensamentos, ações, palavras, interpretações, legislação ... . Ou seja, sem as referências sólidas e imutáveis de Deus e Jesus temos o caos. A Maçonaria e seus bwanas agradecem.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "...mas Deus dos cristãos avisou sobre essas coisas..."

      O que e isso de deus dos cristaos?? Qual o cristao que o " descobriu inventou criou??"ou a que cristao ele se revelou como deus dos cristaos? deus para ser deus nao tem que ser da humanidade o mocinho?. Que e isso de deus dos cristaos, ainda nao reparaste que estas no sindrome do deus do povo escolhido. Cresce moco.

      Excluir
    2. A "ajuda humanitária":
      https://www.youtube.com/watch?v=tJl_iLWSmtA

      Cobalto

      Excluir
    3. Sim a ajuda humanitaria

      Como e natural quando nao tens respostas ao deus dos cristos simulas e vais ao lado. Mas eu bem tinha a ideia de que o deus dos cristaos deve ser este. Que nao destoa do povo escolhido

      https://www.metrojornal.com.br/social/2019/06/27/historia-pai-e-filha-imigrantes-que-morreram-afogados.html

      Excluir
    4. Quando em 11 de Setembro de 1918 se firmou o Armistício em Copenhague, foi com a condição explicitamente aceita pelos países Aliados de que, no subseqüente tratado de paz se aplicariam os quatorze pontos de Wilson, solenemente proclamados como fim da guerra dos Estados da Entente.

      As circunstâncias sob as quais o Armistício foi firmado devem ser tidas muito em conta. O Alto Mando alemão não solicitou o Armistício porque seus exércitos haviam sido derrotados. No transcurso dos quatro anos que durou a guerra, as tropas alemãs e austro-húngaras lutaram sempre em território estrangeiro; (...) O governo alemão solicitou o Armistício porque os grupos "espartaquistas" e comunistas de Rosa Luxemburgo e Liebknecht estavam convertendo a retaguarda alemã em um campo de batalha e ameaçavam com desatar uma revolução generalizada do mesmo tipo que a sobrevinda em Rússia um ano antes... Berlim pediu o Armistício sobre a base do programa de Wilson, isto é, de uma "paz sem vencedores nem vencidos", para poder dedicar todo o peso de seu esforço contra o bolchevismo interior e o que se insinuava, ameaçador, nas fronteiras orientais do Reich. (...)
      Estas sábias e generosas fórmulas, que fizeram que o ingênuo Estado Maior alemão depusesse as armas, crendo na palavra de honra e nas promessas dos estadistas aliados, promessas ratificadas sob assinatura no Armistício de Copenhague, constituíram, sem dúvida alguma, o maior crime político da História da Europa e prepararam com certeza matemática a seguinte conflagração mundial.

      Bem conhecido é que o vencedor se arroga todos os direitos e dita a paz. Apesar de todas as fórmulas de alta sonoridade, slogans mais ou menos triviais para narcotizar incautos e recrutar bucha de canhão, os "tratados" de paz não são mais do que a continuação da guerra por meios diplomáticos, e sua finalidade não é determinada por uma espécie de "justiça imanente", mas pelo objetivo perseguido pelos poderes vitoriosos.

      Não obstante, convém recordar que, em 1871, ao final da guerra franco-prussiana, que terminou com a mais completa derrota francesa, o chanceler Bismarck não exigiu mais que a devolução de Alsácia-Lorena e uma módica reparação de guerra. Alemanha não roubou nenhum território da França nem criou, ao seu redor, um "cordão sanitário" de estados artificiais e hostis, nem a forçou a "reconhecer", sob a chantagem do bloqueio por fome, sua "exclusiva culpabilidade" no desencadeamento da guerra. Alemanha não atentou contra o rico e indefeso império colonial francês; antes, bem, ainda facilitou à França a possibilidade de uma expansão colonial a fim de que se recuperasse de suas perdas em Europa e recompusesse seu prestígio de grande potência... Sessenta anos atrás, quando o primeiro Napoleão foi derrotado por uma coalizão, da qual as germânicas Prússia e Áustria formavam parte preponderante, Metternich foi o melhor advogado de Talleyrand frente as exigências inglesas, e França, desarmada e à mercê de uma poderosa coalizão de vencedores, foi respeitada na integridade de seu território metropolitano. Porém, a xenófoba atitude dos políticos de Paris, rancorosos até o ridículo, contribuiu poderosamente, em 1918 - com a apoio de uma Inglaterra anti-europeia e uma América do Norte desconhecedora dos problema de nosso continente - para a eclosão do chamado "Tratado de Versalhes, um dos documentos mais perversos que jamais foram assinados por representantes de nações civilizadas."

      ~ Joaquin Bochaca, "La Historia De Los Vencidos", CAPITULO 1 - VERSALLES.

      NOTA AOS PAGÃOS: quando das conversações aliadas (vencedores da 1ª Guerra) que formariam as punitivas e injustas cláusulas do famigerado T. de Versalhes, o Papa, além de não ser convidado, foi proibido de participar dessas reuniões. Vão estudar, pagãos!!

      https://www.youtube.com/watch?v=IEhkuicKHwE

      Cobalto

      Excluir
    5. Governo alemão faz pagamentos quádruplos a sobreviventes do "Holocausto"

      A falsa narrativa do “Holocausto” e a ultrajante barulheira judaica que promoveu nunca acabam - só piora, mesmo depois de 70 anos após o evento supostamente acontecer.

      https://russia-insider.com/en/german-government-quadruple-payments-holocaust-survivors/ri27330?amp

      NOTA AOS PAGÃOS: os políticos que governam a Alemanha e estão a fazer esses pagamentos do Holoencosto, são todos de esquerda que possuem ideologias anticristãs como promoção da agenda arco-íris, liberação das drogas, apoio à imigração, hibridação populacional, promiscuidade em geral, aborto, pedofilia, etc.

      Cobalto

      Excluir
  3. "A "ajuda humanitária"

    Pois eu tinha a ideia que o deus dos cristaos sao politicas com a capa do cristianismo, obrigado por confirmares, mas nao era preciso toda a gente culta conhece as cruzadas a inquisicao etcetc . nada de novo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Pois eu tinha a ideia que o deus dos cristaos sao politicas com a capa do cristianismo, obrigado por confirmares, mas nao era preciso toda a gente culta conhece as cruzadas a inquisicao etcetc . nada de novo"

      No que toca os neologismos e eufemismos abaixo, fora a distorção semântica, é constatável que membros do judaísmo internacional são os mais proeminentes na onda de formação de opinião nos séculos XX e XXI. Só para deixar registrado...


      "SEXISMO pretendendo significar hostilidade contra a mulher, que hoje, com mais a propaganda que se faz do
      FEMINICÍDIO, deve começar a acreditar que homens são verdadeiros trogloditas; ou
      DIVERSIDADE que festejando todas as diferenças étnicas e sexuais, busca erradicar as influências da cultura ocidental; ou
      DISCRIMINAÇÃO complementa a anterior, porém seletivamente, pois não se aplica a divergências políticas; ou
      TOLERÂNCIA igual à anterior, só vista por outro ângulo; ou
      RACISMO é diferenciação entre origens raciais, ou
      ANTI-SEMITISMO é hostilidade aos judeus, povo este estranhamente privilegiado diante outros povos, para os quais não existe este tipo de proteção; ou
      HOMOFOBIA exerce quem é contra a homosexualidade, ou
      SUPREMACISMO pratica quem se julga de etnia ou raça superior, ou
      DIREITOS HUMANOS são muito usados para proteger quem não tem mais argumentos, ou
      PALAVRAS DE ÓDIO alegadas para justificar censura."

      Excluir
    2. Pensei se havia de responder a uma interpelacao sem sentido, mas ate faz sentido vinda desse emissor.

      Xiiii patron entao e tudo isso ai? Eu bem tinha a impressao que me escapava qualquer coisa😂😂😂

      Pois tudo isso de facto tem a ver com o que eu digo do deus cristao e das politicas com a capa do cristianismo, moco dedica-te a tua fobia predilecta o internacionalismo judaico e a sua mania de querer dominar o mundo, percebes😂😂😂😂

      Excluir
    3. A interpelação é inevitável quando se tem o interlocutor que olha o cisco no olho alheio e ignora a trave no próprio olho.

      A conexão do judaísmo internacional e difusão da subversão que fez é óbvia, basta expor os fatos inapeláveis, por isso o último expediente da ADL (Liga anti Difamação Judaica), além de apelar à censura, é alegar que tudo sempre é coincidência. Com a palavra o próprio ex-frontman da ADL:

      '"That's a very dangerous phrase, 'Jews control Hollywood.' What is true is that there are a lot of Jews in Hollywood," he said. Instead of "control," Foxman would prefer people say that many executives in the industry "happen to be Jewish," as in "all eight major film studios are run by men who happen to be Jewish."'

      https://www.latimes.com/archives/la-xpm-2008-dec-19-oe-stein19-story.html

      Mais do mesmo da sua parte aqui como hasbará, insistentemente tentando deixar a última palavra, mesmo que todas vezes refutada, mas fazes isso porque sabes que a preguiça das massas em ler o conteúdo integral insta aos hasbará recorrerem a estratégia de marcar como última palavra cada postagem. Mas se fazes 2, faço 3, se marcas 9, marco 10, se insistes 100, insisto 101...

      Só pergunto ao Toedter, para me explicar o que ele viu de contribuidor nessa sua última postagem hasbará... Eu não vi nada!

      Excluir
    4. Infelizmente são os mais ativos. Não posso excluir todos.

      Excluir
    5. "Só pergunto ao Toedter, para me explicar o que ele viu de contribuidor nessa sua última postagem hasbará... Eu não vi nada"

      O mesmo que na tua, por isso esta ai a confirmar. Ja perguntaste a um racista se e racista? Mas olha que o cisco no teu olho tem seculos de crescimento, ja nem trave e.😂😂😂😂😂

      Excluir
    6. Se queres conversar entao vamos la. Tenho uma pergunta para ti que fica sempre em stand by.

      O que e o internacionalismo judaico? 😂😂😂

      Excluir
    7. “Ja perguntaste a um racista se e racista?”

      Essa é fácil responder! Está até elencada no presente artigo do Toedter.

      Racista? A palavra significa admitir a existência, óbvia por sinal, das raças. Mas foi o judaísmo internacional com as mais esdrúxulas pseudoteorias (Franz Boaz, Jared Diamond, Ashley Montagu/Israel Ehrenberg) que deturpou o teor científico da palavra e inseriu teor depreciativo, como se toda pessoa que admite a existência da raça fosse implicar gratuitamente com outra pessoa ou povo de outra raça.

      Mas pode-se perguntar, se existem os que implicam ou exploram povos tidos de raças inferiores (não há problema em si em ser inferior), estagnadas (há problemas em estar estagnado) ou degeneradas (obviamente há problemas em estar degenerado). Sim! Existe os que implicam, os que exploram! Mas justamente a ciência é uma das vias de combate ao obscurantismo e fanatismo!

      Eu admito a existência das raças, a possibilidade delas melhorarem ou degenerarem seu potencial latente, e isso não me faz concordar com exploração ou crueldade. No entanto, aos que se incomodam com a existência do superior e do inferior, mesmo que isso não implique em conflito, recomendo parar de se enganar, pois a diferença e a qualidade é parte do que faz a ordem atuar no caos construtivamente. Quem não entender isso, procure entender examinando o universo, a natureza e o homem de todas as formas, e quem entendeu mas não aceitou, é melhor tratar das próprias afetações e ressentimentos, pois o problema é na consciência e não na natureza, e irá acompanhar o ressentido no céu ou no inferno, mas eis o problema, a vida do ressentido é sempre um inferno, e o diabo nesse inferno é quem alimenta tal ressentimento, normalmente jogando um povo contra outra... pior ainda se tal diabo ainda se disfarça de ‘povo eleito’, negando valor a raça alheia, mas jogando confete na própria raça, se for o caso...

      Excluir
    8. “O que e o internacionalismo judaico? ������”

      Vou lhe responder várias questões duma vez. Didaticamente, para seus olhos...

      Mas essa é clássica!!! A Questão Judaica!!! A própria a qual foi simplesmente a premissa e base fundamental para Theodor Herzl fundamentar seu manifesto para encontrar uma solução para a própria Questão Judaica!

      Primeiro vou deixar esse conteúdo do Mark Weber, por ser didático. Dois parágrafos simples de entender, com citação do próprio Herzl:

      “Em seu livro Herzl explicou que indiferente de onde eles vivem, ou da cidadania deles, os judeus constituem não meramente uma comunidade religiosa, mas uma nacionalidade, um povo. Ele utilizou a palavra alemã volk. Onde quer que um grande número de judeus viva entre os não judeus, ele disse, o conflito não é apenas provável, é inevitável. Ele escreveu: ‘A questão judaica existe onde quer que os judeus vivam em números perceptíveis. Quando não existir, ela é trazida pelos judeus que estão chegando... Eu acredito e entendo o antissemitismo, o qual é um fenômeno muito complexo. Eu como judeu considero este desenvolvimento sem ódio ou medo.’”

      “Em seus escritos públicos e privados, Herzl explicou que o antissemitismo não é uma aberração, mas uma natural resposta dos não-judeus ao comportamento e atitudes alienígenas judaicos. O sentimento antijudaico, ele disse, não é devido a ignorância ou ao fanatismo, conforme muitos têm reclamado. Ao invés, ele concluiu, o antigo e aparentemente intratável conflito entre judeus e não judeus é totalmente compreensível, porquê os judeus são um povo distinto e separado, com interesses que são diferentes do, e que muitas vezes entram em conflito com o povo entre os quais eles vivem”.

      Excluir
    9. Li o livro inteiro dele, “O Estado Judeu”, e entendi como justa praticamente todas ou quase todas reivindicações dele, em essência, nessa síntese minha:

      Um Estado em que se acolheria TODOS JUDEUS DA DIÁSPORA retirando fisicamente a causa dos atritos de judeus e não-judeus, e em tal Estado os judeus iriam desenvolver sua cultura, política, arte, ciência, atividades desportivas e de aprimoramento físico e de saúde. Perfeito. Isso colocava fim no Judaísmo Internacional e alinhava os judeus num novo Estado/Nação junto a fraternidade dos povos! Estou de acordo completamente! Hitler estava de acordo completamente e assinou com os judeus o Tratado de Haavara para ajudar a realizar o projeto de Herzl, que havia tido ensaios com os ingleses no leste da África antes da maldita Declaração de Balfour que foi decisiva para a fixação dos judeus na Palestina.

      Mas eis o problema! A Questão Judaica se arrasta pontualmente desde a junção de judeus com os israelitas (possivelmente contra a vontade deles!) na antiguidade pré-“Cativeiro” da Babilônia. Nem sabem as massas que judeus eram um povo, israelitas outro, e o atual Estado judaico devia ser chamado de JUDEIA, como era na época da República e Império Romano, uma vez que Israel teria sido dissolvida no Império Neoassírio antes do tal “Cativeiro” Babilônico, e o judeu, e não mais o extinto israelita era quem seguia a marcha da história.

      E nessa marcha da história se via o judaísmo internacional em sua clássica postura: choramingar uma terra que DEUS lhes prometeu, mas sempre que possível buscar as facilidades e delícias da dispersão na rica Babilônia, mesmo livres, grande parte preferiu ficar na terra do “Cativeiro”, mas nos períodos posteriores na Pérsia mantiveram essa postura, a maior parte engordando no Império Persa e não indo construir a TERRA PROMETIDA, depois fizeram o mesmo engordando no Egito ptolomaico. Sempre uma preferência pela maioria judaica em enriquecer fora da TERRA PROMETIDA mesmo estando essa vaga para ser trabalhada, adulando os hospedeiros e criando atritos, os quais o velho Herzl usou em seus argumentos para recolher da diáspora os judeus num Estado. E tal leitura histórica procede dos três maiores historiadores judeus contemporâneos: Heinrich Graetz, Simon Dubnow e Salo Baron!

      Depois da devida queda da Judeia, os judeus foram acumulando mais atritos e expulsões. E na Idade Média isso ficou mais registrado, e a frente hasbará alegava que a adesão prestamista era pelo fato dos judeus não poderem ter posse de terras. Disparate! Até o regime Czar que era coercivo na época moderna e contemporânea deu liberdade religiosa aos judeus e terras, mas os judeus, segundo o grande historiador sionista Simon Dubnow, não tinham uma estrutura física para trabalhar a terra e evitavam isso. O Czar chegou a ser invasivo na liberdade religiosa judaica, após polêmicas talmúdicas (especialmente a denúncia feita pelo próprio judeu Jacob Braffman, literalmente atas legítimas precursoras dos polêmicos Protocolos) mas sempre apoiou a posse de terra judaica desde que o judeu trabalhasse nela como própria terra. Mas eis a Questão Judaica!!! Na Idade Média os judeus, em geral, não foram forçados ao prestamismo, mas escolheram por ser mais lucrativo (Z. Eckstein / M. Botticini, The Chosen Few: How Education Shaped Jewish History, 2012), claro que se computa expulsões e restrições, mas devido a tal postura, a qual é antiga, ANCESTRAL! Em Roma o grande Cícero denunciou o tráfico de ouro judaico no Império... veja bem, no Império! Cícero, o campeão da ‘humanitatis’ era anti-judeu, logo, segundo a lógica hasbará, preconceituoso, ao constatar fatos? Parece que trabalhar na terra é algo fora do anseio de domínio sobre os outros povos! É perder tempo! A estratégia usurária é melhor para enfraquecer os povos!

      Excluir
    10. Mas da Questão judaica chegamos ao Judaísmo Internacional e ao Sionismo. A solução justa do Estado Judaico de Herzl foi rejeitada pelas lideranças judaicas, capitaneadas por judeus como os Rothschilds bem como das demais casas bancárias judaicas dos EUA e Inglaterra entrelaçadas com o rabinato, e sob articulação intelectual do arquirrival de Herzl, Achad Há’an! Achad Há’an

      VIA COMO MORTE DO JUDAÍSMO A FIXAÇÃO DE SEU POVO EM UM ESTADO, E QUE O IDEAL ERA POSSUIR UM ESTADO SÓ PARA OS JUDEUS, MAS CONSERVANDO OS POSTOS E ESPAÇOS OCUPADOS NA DIÁSPORA.

      Excluir
    11. Vamos ver isso melhor com Salomón Resnick, um dos maiores homens de letras judeu da língua espanhola coloca:

      {Por cima de toda aspiração, venha de fora ou do próprio meio, situa Ahad Ha’am, em primeiro termo, a consciência do próprio ‘eu’ nacional, que só pode ser devidamente cultivada mediante o livre desenvolvimento das forças genuínas no solar histórico. E já que Palestina não há de abarcar materialmente todos os judeus do mundo, exerça tão sequer sobre eles um domínio moral, inculcando-lhes o sentimento de sua própria dignidade e o amor aos seus genuínos valores culturais. Deste modo, mediante a concentração espiritual na Palestina, todos os judeus, quaisquer que sejam os pontos de sua residência física, participarão da vida judia expressada pela soma total de seus valores espirituais. Palestina, ainda que reduzida por seu tamanho material, será o centro do judaísmo dispersado pelo mundo e iluminará a todos os judeus, por distantes que se achem dali, do mesmo modo como o centro de uma circunferência irradia sobre todos os pontos desta área por variados que sejam seus raios. Em idêntica terminologia define Ahad Ha’am graficamente este centro : ‘Um centro de nossa nação’ implica a existência de uma circunferência nacional que, como toda circunferência, é mais ampla que seu centro. Isto é, quem fala vê a maior parte de seu povo, no futuro, como no passado, disperso pelo mundo, mas não já dividido em muitas partes desconexas, posto que uma parte – a da Palestina – será um centro para todas as demais e as unirá a todas em uma circunferência única e completa. Deste modo, todos os membros dispersos do corpo nacional sentirão palpitações do coração nacional, reintegrando à pátria se sua vitalidade, e se acercarão uma vez mais um ao outro e saudarão a irrupção daquele sangue vivente que fluirá de seu coração.” “A ação do centro tornará robusterá a consciência nacional da diáspora, apagará a mancha espiritual do ‘galuth ’ e preencherá nossa vida espiritual de um conteúdo nacional que será natural e verdadeiro, não como o conteúdo artificial com que agora chegamos ao vazio.

      O conteúdo artificial a que alude Ahad Ha’am, ou seja, o conjunto de atividades, instituições e anseios que representa a diáspora, deve ser substituído pelo ideal da restauração nacional, e para fomentar a ideia no “Galuth” urge reformar fundamentalmente a educação judia. A literatura hebreia deve combater rudemente os defeitos morais engendrados pela diáspora e fomentar o ressurgimento de uma geração de judeus íntegros e conscientes de sua missão de impulsionar a vida judia até o livre desenvolvimento de sua capacidade em harmonia com seu espírito nacional.

      A influência moral que, segundo Ahad Ha’am, exercerá o centro espiritual da Palestina sobre os judeus do mundo, será o vínculo mais poderoso para a conservação da nacionalidade hebreia. De que maneira se fará sentir esta influência? Para dar um aspecto concreto a sua ideia, imaginou Ahad Ha’am, faz quase meio século [ou seja, no início do século XX], em forma de sonho, o que hoje está em vias de converter-se em uma realidade graças a implementação do Lar Nacional e a criação da Universidade Hebreia de Jerusalém. Em termos calorosos descreve Ahad Ha’am como na Palestina se iria formando uma geração de judeus educados em uma atmosfera pura, uma geração de espíritos livres e empreendedores, animados pelo ideal de seus maiores. Postos em contato com seus irmãos de Europa, estes comprovariam que os judeus palestinos, apesar de sua vasta cultura geral, têm conseguido resguardar sua personalidade nacional, e ante este espetáculo impotente, os judeus da diáspora, primeiro com estupor e depois com entusiasmo, imitaram a seus irmãos de Palestina e se livrariam das armadilhas perigosas que lhes ocorrem em seus países de origem a assimilação e outros males. E deste modo, a Palestina, que não pode ser o refúgio dos judeus, mas do judaísmo, será o foco espiritual que anunciara o profeta em suas palavras imortais: “De Sião, sairá a sabedoria, e a palavra do Deus de Jerusalém.”}

      Excluir
    12. ISSO É JUDAÍSMO INTERNACIONAL – ‘POVO ELEITO’, O JUDEU, GOVERNANDO TODOS POVOS DO MUNDO!

      ISSO É O QUE O JUDAÍSMO ESCOLHEU PARA ENTERRA E SUBSTITUIR O ESTADO JUDEU DE HERZL, SOB OS AUSPÍCIOS DE SEU ARQUIRRIVAL ACHAD HÁ’AN.


      Isto está presente na obra de Resnick denominada Cinco ensayos sobre temas judios. Interessante como a publicidade não aborda isso, dado Israel ser o centro da geopolítica ocidental!!

      Excluir
    13. Então vem a trave no próprio olho, mas a crítica ao cisco no olho alheio! Hasbará, afirmas fanatismo cristão? Eu não nego, e desaprovo também! Nem sou cristão! Mas a raiz do fanatismo cristão é sua fração judaica do Antigo Testamento, mais toda horda messiânica proeminentemente judaica que afluiu nos séculos I a.C. e I d.C.

      O judeu reclamava que a Europa estava obscurecida com o FANATISMO que vinha dos cristãos, de Pio IX especialmente! Então as instituições que tinham algum ou mais de um fundamento no FANATISMO cristão foram atacadas, justamente e injustamente! Estou de acordo em combater o fanatismo cristão, e o europeu com tal parecer foi levado a considerar o estudo comparado em que as ciências, a metafísica, a filosofia se juntavam à religião para ver visão total do universo, homem e mundo. No século XIX a Europa finalmente se libera do fanatismo cristão, e isso sem profanar o cristão ou a Igreja, e passa a voltar a ter a mentalidade indo-europeia conciliando as ciências, a metafísica, a filosofia, arte, a política e a religião sem fanatismo. A Europa com o Kaiser e o Czar chega no auge da força e consciência, daí se poderia ir a um mundo mais justo, porém o judaísmo teria no máximo seu Estado judaico, justo, mas sem os gozos e postos de poder na diáspora, então entra o Sistema Financeiro Internacional e o Marxismo-Comunismo judaico para tentar colocar o Judaísmo Internacional. Como o judaísmo internacional não tinha como apelar ao fanatismo religioso, apelou ao fanatismo político-social através do liberalismo e marxismo, mas isso já foi colocado aqui! Talvez seja melhor reler.
      https://www.toedter.com.br/2019/05/guerra-de-exterminio.html#comment-form

      Eis o cisco no olho: ERA ERRADO O FANATISMO GERIDO PELA IGREJA CATÓLICA QUANDO O ESCALÃO PAPAL MANDAVA E O JUDEU NÃO MANDAVA COMO QUERIA. O CRISTIANISMO PAPAL NÃO ERA ACEITÁVEL.

      Eis a trave no olho: AGORA O JUDAÍSMO INTERNACIONAL APELA AO FANATISMO RELIGIOSO ARREGIMENTANDO APOIO DOS CRISTIANISMO SIONISTA, QUE É ACEITÁVEL, E É COMPOSTO POR HORDAS DE IGNORANTES QUE ACEITAM FANATICAMENTE OS DELINEAMENTOS E LOUVORES AO JUDEU COMO POVO ELEITO, IGNORANDO A POLÍTICA, CIÊNCIA, METAFÍSICA, HISTÓRIA DO MUNDO, OS QUAIS IMPEDEM PELO DIREITO INTERNACIONAL E TRADIÇÃO DIPLOMÁTICA AVANÇAR O ANSEIO JUDAICO DA GRANDE ISRAEL E IMPEDEM DE MANTER AS FALÁCIAS E TRAPAÇAS DA FUNDAÇÃO DA MODERNA ISRAEL, POR ISSO O JUDAÍSMO INTERNACIONAL ABANDONA O ARGUMENTO CENTRAL POLÍTICO E LAICISMO E APELA AO FANATISMO QUE ELE TANTO CONDENOU QUANDO NÃO TINHA UM SÉQUITO DE CRISTÃOS QUE O APOIASSE. AGORA QUE POSSUI TAL SÉQUITO ESSE FANATISMO CRISTÃO É VÁLIDO. EIS A TRAVE QUE O JUDAÍSMO INTERNACIONAL NÃO VÊ NO PRÓPRIO OLHO, MAS ENXERGA O CISCO NO OLHO DO CRISTÃO QUE NÃO LHE APÓIA!

      Excluir
    14. Dois adendos:

      1º Disparate de Achad Ha'am de declarar que na diáspora o judeu se contamina com o não-judeu! Contradiz ele próprio por saber que sem a vitalidade dos povos e tendo de bastar a si mesmo, o judeu como ele conheceu iria morrer, pois teria que ter força própria a qual não tinha. A única medida seria a de Herzl mesmo, para o judeu bastar a si mesmo, Estado fechado e cultivando todas a áreas do saber e viver, e não apenas uma estratégia evolutiva de infiltração e controle dos outros povos, onde apenas tal postura é especializada e as demais atrofiam.

      2º Me referi ao Império Romano no período de Cícero em termos de expansão da República romana, marcadamente imperial, e não pela direção política interna romana que então ainda transitava da República para a regência do Imperador.

      Ademais Hasbará, seria menos patético o silêncio ou colocar um saco de mercado na cabeça e para disfarçar a chutzpa latejante, do que mais acrobacias sofísticas erísticas rocambolescas por nossos telhados daqui!

      Excluir
    15. Israel: refúgio para fraudadores e fraudes internacionais:
      https://russia-insider.com/en/israel-haven-international-scammers-and-fraud/ri27398

      Nem Judeia, nem Israel. Quem criou aquilo foi o movimento sionista, portanto devia chamar-se Sião. Ou Leechland, Gansterland, Corruptedlan, Holoencosto ...

      NOTA AOS PAGÃOS: que tal combater o fanatismo pagão? Vejamos:

      https://www.express.co.uk/news/weird/922666/Druid-Damh-the-Bard-pagan-ritual-slit-throats-Occult-Conference-Glastonbury

      https://www.youtube.com/watch?v=jBEcJBuveTA

      Os povos ao deixarem (mesmo forçados foi um grande favor) a idiotice do Paganismo com seu ritual cruel e ignorante de derramar sangue de animais inocentes para terem boas colheitas, continuaram tendo boas colheitas até hoje. Primeiro os cristãos os salvaram da barbárie, depois a ciência lhes ensinou o milagroso adubo, que cocô de vaca "abençoa" muito mais as colheitas que sangue de animais ou humano. Depois vem falar de "trevas do Cristianismo".

      Se combater coisas como os lixos acima é ser "cristão fanático", então, e sem sombras de dúvida, é atitude sã ser cristão fanático. Toda pessoa saudável é um cristão fanático.

      Porém, quem realmente é o verdadeiro fanático?! Aquele que adora árvores, lua, cachoeiras, derrama e bebe sangue, ou aquele que adora um Deus real e vivo?!

      Na falta do que criticar os cristãos citam qualquer abobrinha. Olhem primeiro pra vosso telhado de vidro, servos dos Protocolos.

      Cobalto

      Excluir
    16. Xiii patron e pior que a floresta negra, tudo isso e nada na mouche. Como eu pensava e so confirmaste tu nao sabes nada do internacionalismo judaico nem da evolucao cultural e geopolitica do mundo judaico e israel, misturas internacionalismo com antisemitismo etcetc como qualquer bom antisemita racista nao passas disso, quando te via escrever ai internacionalismo judaico a todo o momento sem qualquer nexo com a situacao percebi o slogan, mas podes copiar e por ai o que te apetecer sobre antisionismo e antisionistas,

      vejamos entao no passado governantes expulsam os judeus de um lado para outro, foram espalhados por todas as nacoes e depois queixam-se do "internacionalismo judaico". 😂😂😂😂😂 entao os judeus reunem-se formam um movimento e resolvem voltar a sua patria de origem e os mesmos patetoides que criticavam o seu internacionalismo passam a falar mal do "nacionalismo judaico". 😂😂😂😂😂 assim, durante quase 1500 anos, a historia judia passou a refletir os humores da historia política do local onde residiam, e claro que as comunidades judias "faziam política", estabeleciam lacos de lealdade com os governantes locais com os quais negociavam as condicoes em que estes protegiam "seus" judeus, mas nao podiam mobilizar forcas militares para defender seus bens e vidas, quando eram expulsos perdiam tudo e alguem ficava com isso, poi isso nao investiam muito no imobiliario, terras casas nao da para meter na sacola e vamos que se faz tarde. Mas com os iluminismos da revolucao francesa puseram fim a relativa estabilidade interna do judaismo, tendo-os afetado em cheio e dividido as comunidades judaicas, os novos estados nacionais traziam a promessa universalista da igualdade de cidadania e a exigência particularista de lealdade a nacao, o mundo secularizado era estranho ao judaismo e trazia tanto promessas como temores, trazia as promessas de liberdade, mas vinha associado a mudancas, como a aceitacao dos codigos legais e a lealdade ao estado nacional onde estavam e se pretendiam integrados com a consequente enfraquecimento da autonomia comunitaria e do poder rabinico. Poi isso a revolucao francesa foi vista de forma ambigua pelo mundo judaico, de estranhar que a revolucao tenha sido vista pelos líderes mais tradicionalistas como um perigo a integridade do judaísmo, enquanto outros a saudaram como prenuncio da chegada dos tempos messianicos.

      A partir dai cada país europeu apresentou variacoes sobre como encaminhar a "emancipacao dos judeus"o seculo XIX, em particular na europa ocidental e central, trouxe uma profunda transformcao social dos judeus, apesar de limitacoes em certos países (explícitas e implícitas) para ascender a certas posicoes, em particular, em postos publicos, os judeus sao pessoas activas ambiciosas estudiosas comerciantes e passam a ocupar, de forma crescente, lugares de prominencia na sociedade. Mas como o mundo judaico foi abalado surgem novas correntes religiosas, entre estas novas correntes religiosas esta o judaismo reformista, que procura integrar os valores liberais e se integrar plenamente na sociedade nacional de cada pais afastando-se da visão tradicional da diaspora como castigo divino e fonte de sofrimento, o judaismo reformista, originado na alemanha do seculo XIX, onde quando surgiu a unificacao alema bismarkiana o problema estava praticamente extinto, ressurgiu com os nacionalistas extremistas alemaes e teve o seu auge pouco depois no nazismo, mas este judaismo reformista encontrou nos estados unidos um contexto ideal e e hoje a principal corrente religiosa,

      Continua

      Excluir

    17. Continuacao
      o sionismo manteve relacoes menos transparentes e ambivalentes com a tradicao religiosa, a maioria de suas lideranças e grande parte dos que emigraram para Israel, por motivos ideologicos ate os anos 60, romperam drasticamente com todas as normas religiosas e, sobretudo, com a nocao de que o destino do povo judeu se encontrava nas maos de deus, assumindo os valores da modernidade, acreditavam na capacidade humana de construir o futuro, por isso so patetas nao veem, sai a religiao e entra a política, o sionismo representou um rompimento com varias tradicoes rabinicas e posteriormente levou a que rabinos rompessem com suas proprias tradicoes de distanciamento de aventuras messianicas, ele nao modificou, nem poderia, as realidades geopoliticas nas quais deve agir o movimento sionista, como. seja a dispersao territorial dos judeus e a inexistencia de forças armadas, exigiam, como em outros momentos da historia, que o movimento sionista procurasse o apoio de poderes imperiais. theodor hertzl, no início do movimento sionista, tentou o apoio do sultao da turquia, que controlava toda a regiao, e do kaiser da alemanha, principal aliado da turquia a derrota do imperio otomano levou ao seu retalhamento entre as potencias vencedoras, em particular, a inglaterra, ainda antes que o conflito tenha finalizado, o ministro de relacoes externas, balfour, elaborou uma declaracao em carta encaminhada ao baron rothschild indicando que o governo de sua majestade via favoravelmente a criacao de um lar nacional para o povo judeu na palestina, mas que isto nao deveria afetar os direitos civis e religiosos da populacao nao judia. a declaracao de balfour foi posteriormente ratificada na conferencia de san remo, de 1920, pelos outros paises aliados, incluindo o brasil. a criacao do estado de israel aprovado pela onu em 1947, da-se no contexto da decadencia do imperio ingles, e do interesse sovietico e americano de o enfraquecer, a estes dados geopoliticos globais a que incluir o papel das comunidades judias da diaspora, o movimento sionista sempre mobilizou as comunidades judias para obter apoio, seja na forma de recursos economicos e emigrantes, seja no esforço de promover a política exterior do Estado de Israel na imprensa e frente as autoridades locais.a isto chama-se diplomacia, chamar para o seu lado todo o apoio possivel quer de cidadaos nacionais no estrangeiro quer dos proprios estrangeiros, todos os paises a praticam desde tempos imemoriaveis. Quem odeia alguem chama-lhe outra coisa como internacionalismo judaico e defende isso em fraudes e livros celebres como protocolos dos sabios de siao ou mein kampf. mas que a principal concentracao de judeus no mundo fora de israel esteja nos estados unidos certamente foi e continua sendo um apoio importante a política externa de Israel, portugal quando de caso de timor leste fez funcionar o "internacionalismo portugues" nao e o rapaz, em todas as instancias e a todos os niveis internacionais, onde houvesse um portugues havia um internacionalista portugues "timorense" e com sucesso, a indonesia abriu mao da presa☺☺ o internacionalismo e isso diplomacia e funciona com todos os estados e etnias na defesa dos seus interesses. O sionismo foi criado e tinha por objectivo a criacao de um estado judaico. Objectivo conseguido questao judaica de um estado arrumada. Agora existem partidos derivados desse movimento inicial.

      Quem pensa no internacionalismo judaico num bicho papao dominador esta a fazer de todos os outros retardados mentais. E melhor estudares qualquer coisita a serio e nao propaganda IHR. 😂😂😂😂😂

      Lamento minha opiniao. (Escreves tanto, quer dizer passas de autores mas nao dizes nada concreto)

      Excluir
    18. "Lamento minha opiniao."

      Nós lamentamos rsss

      Agora um judeu ou filo-judeu (o hasbará) contradizendo outros judeus! Vale tudo entre vocês!

      Herzl defendendo um Estado judaico fechado e sem diáspora!

      Achad Ha'an defendendo o internacionalismo judaico (nacionalismo judaico com centro na Palestina, conservando a diáspora INTERNACIONALMENTE! Por isso o uso ambíguo nesse caso de nacionalismo e internacionalismo judaico que o Hasbará se fez de desentendido!).

      Vou recolocar aqui como o nacionalismo judaico de sempre, com exceção do projeto de Herzl e equivalentes, é o judaísmo internacional de outras nações. Segue uma autoridade, Resnick, citando a maior autoridade rival de Herzl, Achad Ha'am:

      "Deste modo, mediante a concentração espiritual na Palestina, todos os judeus, quaisquer que sejam os pontos de sua residência física, participarão da vida judia expressada pela soma total de seus valores espirituais. Palestina, ainda que reduzida por seu tamanho material, será o centro do judaísmo dispersado pelo mundo e iluminará a todos os judeus, por distantes que se achem dali, do mesmo modo como o centro de uma circunferência irradia sobre todos os pontos desta área por variados que sejam seus raios."

      E agora?

      Os fatos comprovam isso: Agências de Notícias judaicas (Reuters, Havas, Bloomberg) canais globais BBC, CBN e CNN, editoras e demais sucursais que difundem estas matrizes. Todas em posse judaica literal e nominalmente. Coincidência?

      Bancos, Hollywood, subversão acadêmica! Concatenação de Wall Street e Bolchevismo.

      100% o judaísmo internacional de Achad Ha'an levado a frente na Declaração de Balfour e os neocons de agora!

      É isso fontes judaicas e fatos contra sua simulação de desentendido.

      Para o deleite de seus olhos e dos leitores daqui!

      Excluir
    19. Ao Cobalto:

      "NOTA AOS PAGÃOS: que tal combater o fanatismo pagão? "

      Concordo totalmente em combater qualquer fanatismo, seja pagão, chinês, cristão, bolchevique ou liberal.

      Excluir
    20. Resposta mais demagoga, caro Mykel.

      Mas algumas coisas que gostaria de saber, talvez melhor, para sua reflexão:

      - o que é fanatismo e o que é fé? Onde está a linha que os separa com segurança?
      - quem lhe outorgou o direito de acusar outros com muita fé de fanáticas? Ou, quem poderia ser um seguro juiz dessa causa?
      - sua insistente posição sobre o tema não pode ser entendida como fanática também?
      - o que lhe é mais fanático: o vídeo postado acima ou os Sacramentos? Ou, os Sacramentos são fanatismo?

      Cobalto

      Excluir
  4. Mas voltando aos estudos e historia da I guerra, os alemaes tiveram um duplo azar. Para alem de querer acabar com a frente leste da guerra sovietica e concentrar forcas no oeste onde esperavam ganhar em pouco tempo, entra em jogo tambem um outro pais na frente oeste decisivo e devido ao telegrama zimmerman, que foi um telegrama codificado despachado pelo ministro do exterior do Imperio alemao, arthur zimmermann, em 16 de janeiro de 1917, para o embaixador alemao no mexico, heinrich von eckardt, no auge da I guerra mundial, nesse telegrama instruía o embaixador para se aproximar com o governo mexicano com a proposta de formar uma alianca militar contra os estados unido, prometia ao mexico suas antigas terras tomadas pelos estados unidos caso o país aceitasse o acordo, o telegrama foi interceptado e decodificado por britanicos e seu conteudo apressou a entrada dos estados unidos na primeira guerra mundia, a decifracao fou um dos triunfos de inteligencia mais significativos para gra-bretanha durante a I guerra mundial, e uma das primeiras ocasioes em que uma parte dos setores de inteligencia influenciou os eventos mundiais 😂😂😂😂

    http://almanaquemilitar.com/site/1917/01/16/16-de-janeiro-de-1917-telegrama-zimmermann/

    ResponderExcluir
  5. A população geral não sabe o que está acontecendo,
    e nem mesmo sabe que não sabe.
    (Noam Chomsky)
    ------------------------------------------
    A massa sustenta a marca.
    A marca sustenta a mídia.
    E a mídia controla a massa.
    (George Orwell)
    -----------------------------------------
    “Quando se descobriu que a informação era um negócio, a verdade deixou de ser importante”.
    (Ryszard Kapuscinski)
    -------------------------------------
    Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique.
    Todo o resto é publicidade.
    (George Orwell)

    ResponderExcluir
  6. "A interpelação é inevitável quando se tem o interlocutor que olha o cisco no olho alheio e ignora a trave no próprio olho."

    Xiii patron o cisco no olho, nao e cisco nem trave tu tens arvores com seculos que te tiraram a visao. So um nacionalista retrogrado, nao ve que o que eu disse da religiao crista serem politicas sob a capa da cristianismo e um facto, que a evolucao da humanidade pos em causa e acabou com elas.a mulher libertou-se do poder do homem da sociedade patriarcal, e temos a igualdade de direitos, de salarios, de promocoes, de oportunidade,de voto, ah e mais o homem ja nao pode bater na mulher e crime publico de violencia domestica, em que as autoridades intervem mesmo que o casal nao queira, acabou o entre homem e mulher nao metas a colher😂😂😂.
    os filhos nao sao propriedade dos pais mas sim seres humanos autonomos a serem educados sem violencia fisica e psicologica ao contrario do passado, quem da o pao ja nao da a educacao😂😂😂
    as pessoas sao livres e nao podem ser achincalhadas menosprezadas ou discriminadas nas suas opcoes de vida pessoal e intima. Os homosexuais sao casais com direitos como outros casais e o padrao de familia e estabelecido pelos sentimentos e nao ha um so padrao de familia.😂😂😂
    Somos todos iguais perante a lei ja nao ha castas classes ou filhos legitimos e ilegitimos a lei aplica-se a todos dai a igualdade que nao tem a ver com a desigualdade de cada um derivada pelo merito capacidades inteligencia e dons naturais😂😂😂

    O pensamento total, a verdade absoluta nossa desemboca em totalitarismo,a natureza humana, por necessidade de autodefesa e de sobrevivencia, sobretudo por causa da sua dimensao racional e da pretensao de universalidade, intrinseca a razao, a maior parte das violencias impostas por alguns contra outros apenas pretendiam, em teoria, faze-los "entrar na razão" ou "aceitar a verdade"." nas religioes, la esta o alegado encontro exclusivo com a verdade e a necessidade de impo-la, precisamente para defender a verdade e deus, foi isso que aconteceu tambem com as ditaduras, e a politica de comportamentos morais e sociais, por isso estas mentes ainda navegam no passado, em que os comportamentos e a felicidade sao impostos e nao uma escolha dos sujeitos porque uma escolha pressupoe uma opcao e liberdade para ser e escolher, coisa imcompativel com o deus das religoes ou ditaduras.

    Ha quem nao tenha cisco nem traves nos olhos mas uma floresta que os impede de enxergar a realidade, (a floresta para este sujeito e o internacionalismo judaico, mas que cegueira ideologica)que as pessoas almejam. A felicidade como uma escolha sua. A felicidade nao se decreta.conquista-se.😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui acima é apenas auto-engano e adulação vendida aos povos. Qualquer alta cultura ou civilização floresceu com hierarquia, castas sociais, espírito de equipe, integração com a divindade sem abdicar da realidade terrena, deveres e compromissos com a coletividade e costumes tradicionais, e a ruptura em quaisquer destes fatores engatilhou a derrocada de tais altas culturas e civilizações, tal como ocorre atualmente.

      Excluir
    2. Bom ter um soldado como o Mykel pra chutar o rabo dos habaras lambe rabos.

      Excluir
    3. "Qualquer alta cultura ou civilização floresceu com hierarquia, castas sociais, espírito de equipe, integração com a divindade "

      A gente sabe disso, guerras constantes, escravidao, prepotencia, discriminacao, cruzadas,inquisicao,gulags,campos de concentracao, por isso viu que em milenios continuava sempre a mesma lenga lenga decidiu enterrar o teu mundo de grandes civilizacoes reduzidas a ruinas agora, de onde so se aproveita o imaterial que cada civilizacao transmite, as ideias os conhecimentos. O resto sao os esqueletos e as ruinas de quem viveu nessa epoca,ha gente nesta epoca que ainda vive la 😂😂😂

      Excluir
    4. Conveniente não? No período que o judaísmo internacional se espraia no Ocidente é justamente o que alegas ser o que vale de humanidade... nem 1/100 da existência humana na terra, o resto quando o judeu não estava em tais condições ou nem existia era ruim...

      Mas nada muda o fato de que se a tecnologia tem algum controle na natureza, o homem teve controle sobre a tecnologia por ter tido a visão de logos greco-romana, do inteligível e não da fé cega!

      E tal visão tinha tido equivalências em geral na Índia e outros povos... bem hierárquico, as castas bem postadas! Chefes que faziam a cultura durar séculos e gênios que fizeram invenções ainda hoje sem serem reproduzíveis e nem sequer explicadas.

      Podes até alegar, junto com cristãos aí, que essas altas culturas e civilizações que menciono, a coroa da humanidade, se desgastaram, mas já disse que os ciclos é algo que tais culturas admitiam como parte do universo.

      Bem diferente de uma fé cega, na qual um pilantra ou autista que aceita a palavra de um povo ou comunidade 'escolhida' afirma ser suficiente para por a alma de tais exemplos citados como compatível com um domicilio celestial de alta espiritualidade... Esta sim é a grande armadilha para escravizar a consciência humana e sua chispa transcendental!

      Em tempo hasbará, nenhuma alta cultura cresceu e perdurou tendo como meta a felicidade individual, mas sim o dever da comunidade e a comunhão com a natureza e a divindade! Dever antes, felicidade, se sobrar tempo! Inverter isso é justamente o que fez a sofística para corromper o mundo greco-romano e o judaísmo internacional para corromper o Ocidente! Felicidade é uma contingência, salvo o conhecer a si próprio do lapidário oráculo de Delfos, já o dever é uma necessidade para consigo mesmo e para com a comunidade, natureza e divindade. Sair disso é ter um mundo desarmado na atenção e negligente nas ameaças, como ocorre atualmente enquanto o judaísmo internacional arregimenta fanáticos evangélicos no Brasil e EUA, fanáticos que quando eram católicos o judaísmo reprovou!

      Dois pesos duas medidas é que recorres, claro, sempre junto da eterna justificativa de coincidência:

      http://escolinharaimundo.blogspot.com/2015/05/samuel-blaustein-marcos-plonka.html

      Excluir
    5. A Igreja também é bem hierárquica. No Reino dos Céus onde estão assentados o Senhor Jesus e Deus também é bem hierárquico. Não é essa zorra democrática, criatura ateniense pagã.

      Acaso o Valhalla seria "um domicilio celestial de alta espiritualidade"?! Não é no Valhalla, com uma cabra no telhado (rs), que os mortos são recebidos por Valquírias como no Islã por virgens?!

      E depois todos se sentam e comem um "porco mágico" e bebem muito hidromel, uma vodka mais fraquinha a base de mel?! Esse é o "paraíso" pagão?! ... rs Esse é o lugar onde comem porco com hidromel é onde a "consciência humana não é escravizada"?!

      "Inverter isso é justamente o que fez a sofística para corromper o mundo greco-romano e o judaísmo internacional para corromper o Ocidente!" ... corromper qual Ocidente? O pré-Cristão (pagão bebedor de sangue e comedor de coração humano) ou durante os séculos da Era Cristã?!

      Leiam o livro "Como A Igreja Católica Construiu A Civilização Ocidental" e parem de escrever tanta besteira.

      Cobalto

      Excluir
    6. Ha quem nunca perceba o que lhe dizem e que foi esse mundo de imobilismo social de castas classes que levou a guerras constantes, escravidao, prepotencia, discriminacao, cruzadas,inquisicao,gulags,campos de concentracao,colonizacao e exploracao de rapina,e que cada geracao vive o mundo a sua maneira,e o dota de regras para isso, a civilizacao evoluiu teconologicamente humanizou-se e acabou com esse outro mundo.e pena para ti e mais alguns por aqui porque nao tem futuro no seu mundo acabado nem neste, sao os perdidos na vida😂😂😂

      Excluir
    7. 'Esse é o lugar onde comem porco com hidromel é onde a "consciência humana não é escravizada"?!'

      Só de aquecimento essa colocação abaixo:

      A resposta a sua pergunta pode começar sabendo o conceito de Arete grego, do super homem original, donde brotaram feitos inigualáveis na terra, com o panteão de, veja bem, não deuses, mas heróis HISTÓRICOS inigualáveis da tradição greco-romana. Ou a arete nas ciências, artes, metafísica, e pureza moral. Haja visto os usos e costumes micênicos e da roma ancestral (Veja o que Catão o velho fala) ou da pureza moral germânica pagã traçada por Tácito.

      Certamente tais aretes não eram coisa de cegueira, de fé cega, mas sim de quem tinha logos para ler as leis divinas.

      Os fatos e a história estão aí, mesmo que difamados pelo abraâmismo e religiões de 'povo' e 'comunidade' eleita.

      Jamais o conceito de arete surgiria de tradições que se evadem da Terra por salvação sem nem saber transpor as leis da divindade e plasmar nas realizações da alta-cultura indo-europeia.

      A arete é 100% pagã! Como quase tudo rsss

      Excluir
    8. E agora que eu estava a pensar recrutar-te como assistente monitor convidado graduado em IHR e que me desiludes com os teus sonhos de adolescente da grande grecia e dos seus herois mitologicos e grandes construcoes como o panteao, sim senhor . pronto estragaste tudo continua a sonhar.e tende muito cuidado com aqueles rapazes que falam muito em aretes, ainda acabam a beber a taca da cicuta😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂😂acho que ja chega.

      Excluir
    9. @ Mykel,

      Bem ... notável como vc corre. Mas vamos lá.

      "pureza moral germânica pagã traçada por Tácito" .. pagão falando de pagãos?! Tá.

      Pelo visto o senador pagão Tácito pra citar isso, estava reclamando do baixo nível dos costumes dos pagãos romanos, seus conterrâneos. Isso contradiz o seu patrício pagão Unknown (logo abaixo) que não respondeu qual é o deus dele, se uma árvore, pedra ou Lua, que insinuou os pagãos romanos serem os bons, os morais e que os cristãos os corromperam.

      "A arete é 100% pagã!" , se tivesse lido "O Fator Melquisedeque" não escreveria essa besteira, saberia quem escreveu essas "leis divinas". As virtudes são criação e caráter de Deus, não foram criados por nenhum humano, "tradições que se evadem", heróis, semi-deus "arete" ou não.

      "transpor as leis da divindade" que leis, que divindade, qual delas vc já "transpôs"? Que divindade é essa que dá pra transpor suas leis? É transpor ou rebelar?

      E "abraâmismo e religiões de 'povo' e 'comunidade' eleita" não é comigo.

      Mas por que os pagãos não amarram uma cabra no seu telhado? Não seria inspirador? Isso já é com vocês ... rs

      Cobalto

      Excluir
    10. "As virtudes são criação e caráter de Deus,"

      Pois vale que cada um pode dizer o que acha se tivesse que provar ja era o diabo pois deve ter sido este que criou os defeitos na natureza humana. Deus criou-nos a sua imagem e semelhanca mas so em virtudes, que panoia.😂😂😂😂😂mas deus pode tudo neeeee.

      Excluir
    11. "me desiludes com os teus sonhos de adolescente da grande grecia e dos seus herois mitologicos e grandes construcoes como o panteao"

      Vou ter que ser irônico então. O estado sionista tem apoio maior em número de pessoas entre os que acreditam em alegorias bíblicas de modo literal, e, já seria crueldade pedir que tivessem discernimento, em todas interpolações e falsificações nela inserido.

      Diferentemente da Bíblia, donde se extrai fanatismo, dos tratados gregos em todas variações, se extrai o que a civilização histórica do Ocidente tem de melhor, e a simbologia riquíssima em conteúdo, inclui-se nisso. Não por acaso Aristóteles começou reticente aos escritos e tradições antigas, inclusive os mitos, mas ao fim da vida reconheceu a riqueza e profundidade dos mitos.

      Não que os gregos se limitassem a isso, mas admitiam que os mitos continha leis divinas, as quais com o logos / razão grega poderiam colocar em escritos, dos mais aos menos sistemáticos. Daí o resto é a produção grega que dispensa comentários ao minimamente instruído.

      Mas aproveitando o tema, deixo uma dica de aditamento ao artigo aqui sobre 'fobias e outros macetes' que tanto os abraâmicos contribuíram, incluindo os cristãos, que copiando os judeus inverteram o sentido da palavra daimon de pequeno deus tutelar ou auxiliar para ente maligno... vai ver as "DEFINIÇÕES" DE SÓCRATES que ajudaram PLATÃO sobre seu trinômio o bom, belo e justo, as quais Sócrates teve auxílio de seu DAIMON pessoal era um truque do mal ehehehehe um DAIMON que dá discernimento fazendo mal a humanidade!

      Pois é, distorceram tudo, destruíram na época o sentido original...

      Esse expediente vil de afastar a compreensão do conceito original tem uma definição...

      LOGOFOBIA

      Mais uma fobia na conta do judaísmo-internacional , feito pelos 72 ou 73 "sábios" judeus em Alexandria ao comporem suas escrituras em grego, violentando o conceito de daimon...

      Então a cristandade seguiu, em especial Santo Agostinho!

      Excluir
  7. Nota aos pagãos:

    CARDEAL SARAH: “MIGRAÇÃO EM MASSA NÃO FAZ PARTE DA FÉ CATÓLICA”
    http://centrodombosco.org/2019/04/04/cardeal-sarah-migracao-massa-nao-faz-parte-fe-catolica/

    Cardeal Sarah denuncia quem usa a Bíblia para justificar a imigração em massa
    https://salveroma.com/2019/04/02/cardeal-sarah-denuncia-quem-usa-a-biblia-para-justificar-a-imigracao-em-massa/

    Santo Tomás de Aquino se opunha a fronteiras abertas
    http://speminaliumnunquam.blogspot.com/2017/10/santo-tomas-de-aquino-se-opunha.html

    Já antevejo pagãos e talmudistas surtando ... hehe

    Cobalto

    ResponderExcluir
  8. E isto o que da anos e anos de informacao errada,😂😂
    as condicoes essenciais para a paz e progresso da humnidade sao a leitura historico-crítica dos textos sagrados e a laicidade do estado, com a separacao da(s) igreja(s) e do estado e o respeito pelos direitos humanos, enfim doses macicas de humanismo.😂😂😂😂

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os que estão pessimistas quanto ao futuro da Europa não perceberam o contexto muito bem. A europa passa por um dos seus melhores momentos, a invasão alienígena está forçando a todos os europeus do mundo a se unirem, os verdadeiros europeus só aqueles com a vontade de aço vão se unir contra escória que sempre alimentou, revoluções francesas, comunismos e cristianismo, esta escória que sempre serviu de peões para o inimigo vão desaparecer, outra coisa que os europeus estão se livrando é do cristianismo, os grupos nacionalistas que estão surgindo de leste a de norte a sul estão buscando sabedoria dos seus ancestrais. O futuro dos europeus é se livrar dos alienigenas e traidores e também reconstruir a sua alma.

      Excluir
    2. Depois então os pagãos voltarão a derramar sangue de animais pra terem boa colheira? ... rs
      Acaso os pagãos sabem que cocô de vaca é bem mais eficaz pra isso? ... rs
      Qual é seu deus? É uma árvore, pedra, cachoeira ou a Lua? ... rs
      Ora diz nacionalista, ora diz pagão. Parece que pro cabeçudo é a mesma coisa. Bem, todo pagão é um confuso. Mas como os "nacionalistas estão buscando sabedoria dos seus ancestrais"?! Perderam-na? Como sabem que aquilo que supostamente receberem dos "ancestrais" é sabedoria?! ... rs

      Milhares de cristãos marcham declarando a Polônia para o Senhor Jesus ... rs
      https://www.youtube.com/watch?v=qljtknCTORI

      Santo Tomás de Aquino se opunha a fronteiras abertas
      http://speminaliumnunquam.blogspot.com/2017/10/santo-tomas-de-aquino-se-opunha.html ... pagãos fogem da verdade como o diabo da Cruz.

      Já antevejo pagãos e talmudistas surtando ... hehe

      Cobalto

      Excluir
    3. Você é desmentido por aquele historiador romano (não me lembro o nome) que falou a moral germânica era superior a romana, a Roma cristã que teve sua elite infiltrada por judeus e estes implantaram o cristianismo lá, ali começou a decadência romana. Você acha que os cristãos mataram todos os sábios germânicos mas está enganado, sua mente algoritimica semitica não permite você entender simbologia. Polonia? Aquela que serviu de isca para guerras entre irmãos. Nacionalismo é a defesa do sangue, quem defende o sangue defende o que o sangue criou, um homem que professa a fé que não é de seus ancestrais é escravo.

      Excluir
    4. O sacripanta se um ser humano se sente bem fisica e psicologicamente a adorar uma pedra uma arvore um carneiro dizendo que e o seu deus e acha que as suas protecoes veem dali, e a mesma coisa para ele como os milhoes que vao a fatima lurdes ou meca e que julgam que as suas protecoes veem dessas adoracoes, no fundo nao passam todos de carneiros, mas se isso faz efeito....😂😂😂😂

      Excluir
    5. @ Unknown,

      Primeiro limpe sua mente dessa confusão toda de "moral germânica era superior a romana, a Roma cristã". Afinal, vc fala do quê?! Moral germânica, romana ou cristã?! Que confusão.

      Segundo, no que se compunha essa "moral germânica"?

      Terceiro, que se sabe foi que o pagão Constatino teve um SONHO que o fez converter-se a Cristo. Não foi "infiltração", "implantação" ...

      Não, querido. A decadência romana estava já bem elevada, e foi no período pagão porque cristãos não fazem nem promovem orgias, bacanais, cachaçadas, glutonaria, putaria etc. esses são hábitos pagãos. Veja que no Valhalla é só festa com Valquírias solteironas, comer "porco mágico", caninha de hidromel ... só farra.

      "quem defende o sangue defende o que o sangue criou" e se for um bando de paneleiros?

      "Polonia? Aquela que serviu de isca para guerras entre irmãos" .. é o seu melhor?! .. rsrs
      Xingando os euro-brancos da Polônia? ... rsrs
      Afinal o confuzinho defende o quê?! Os europeus, os brancos, os pagãos, o germânicos, os romanos pagãos, os nacionalistas ..?!

      A fé ancestral do homem é Deus. Vá estudar, querido pagão (e se converter). E não respondeu qual seu deus, se uma árvore, pedra, sabão, boi, cachoeira ...

      E não é que falei (*): Santo Tomás de Aquino se opunha a fronteiras abertas
      http://speminaliumnunquam.blogspot.com/2017/10/santo-tomas-de-aquino-se-opunha.html ... (*) pagãos fogem da verdade como o diabo da Cruz .... hehe

      Cobalto

      Excluir
    6. "Terceiro, que se sabe foi que o pagão Constatino teve um SONHO que o fez converter-se a Cristo. Não foi "infiltração", "implantação" ... "

      Foi a mae menjno foi a mae que o convenceu e convenceu-se de ter encontrado o santo lenho
      Santa sofia nos valha:-) :-) :-)

      Excluir
    7. Cobalto:

      “o que é fanatismo e o que é fé? Onde está a linha que os separa com segurança?”

      “Acaso o Valhalla seria ‘um domicilio celestial de alta espiritualidade’?”

      “Que divindade é essa que dá pra transpor suas leis?”

      Agora não chegas com bagagem para colocar o assunto nos conteúdos específicos, passa a lançar perguntas. Quer mesmo que eu encha o espaço do Toedter com textos enormes? Tenho alguns textos que lhe respondem mas não vou obviamente transpor meu blog para dentro do blog do Toedter?

      Não é definições que queres? Não fontes com propriedade que queres? Então se quiser levar a questão com mais profundidade tem o espaço com o artigo específico, ponto de partida com a caixa de postagens do blogger. Só me faça o favor de vir com conteúdo sério e referenciado, e não com improvisos feitos às pressas em consultas de última hora sem pé nem cabeça.

      “Qual é seu deus? É uma árvore, pedra, cachoeira ou a Lua? ... rs”

      Minha resposta, de minha autoria, está no conteúdo do link aqui: https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/07/politeismo-e-monoteismo-por-mykel.html


      “Moral germânica, romana ou cristã?!”

      Se tivesse lido Tácito (sobre a moral germânica da época) ou Catão o Velho (sobre a moral romana da época dele e dos ancestrais) saberia. Isso é premissa básica para ler antes de balbuciar! Quer o que os links das obras?

      Outro dia lhe pedi para discernir os símbolos de um deus, acho que era Pan, como era e como teria sido mal interpretado e tua resposta foi algo como “se não é de deus é do diabo...”. É isso? Uma hora quer definições, outra hora diz que nada valem?

      Excluir
    8. "porque cristãos não fazem nem promovem orgias, bacanais, cachaçadas, glutonaria, putaria etc. esses são hábitos pagãos"

      O sacripanta a serio??? Os cristaos nao fazem nada disso?? e por isso que e divertido discutir contigo estas cheio de furos, fazem fizeram ao mais alto nivel incluindo o papado de alexandre VI, mais conhecido por rodrigo borgia e familia, aquilo e que foi debochar😂😂😂
      durante o reinado de alexandre VI, aquilo e que foi crimes, incluindo nepotismo, adulterio, simonia, roubo, estupro, corrupçao, incesto e assassinato(especialmente homicídio por envenenamento por arsênico.atualmente, sao lembrados por seu governo corrupto e o nome se tornou sinonimo de traicao e envenenadores; passando para a historia como uma família cruel e desejosa de poder, avchegada de rodrigo borgia ao papado levou a família a participar de uma serie de intrigas e disputas entre os varios pequenos estados em que a Italia estava dividida na epoca,os sforza, orsini, farnese, e nao te esquecas da pedofilia actual e padres com filhos ui ui e so pedires o hipocritas.😂😂😂

      Excluir
    9. @ Mykel,

      Bem, quando comento com "bagagem", elas são solenemente ignoradas. Portanto não entendi do porque citar elas agora. E não percebes que te auto-condenas ao confessar que eu "chego com bagagem"?! E não respondeu as perguntas com a desculpa de que dariam longos e longos e longos comentários que "transporiam os blogues". Tá.

      Na verdade, as perguntas são para sua reflexão, para ver se consegues entender as incongruências que escreves. Mas não entendeu. Mas tbm nenhumazinha só respondeu ... rs

      Pan não foi comigo não. Ao menos não me lembro. Ou nem li, pois Paganismo é tanta baboseira que cansa. Deus Pan , fala sério. Achas que estou preocupado com isso?! Mas afinal, o teu Paganismo bebe sangue humano e come coração também?! E a cabra no telhado?

      Os teus deuses podem ter símbolos, o Deus verdadeiro não. Não precisa, Ele é ser vivente, Ele tem voz, ouvidos e olhos. E se move. Aquilo tudo que vcs adoram como sendo seus deuses, foi Deus que criou. Não entendo porque querem ressuscitar esses deuses fracassados, derrotados, boêmios, chegados numa 51. Na verdade, já estão ressuscitados, vide a inauguração do Túnel de São Gotardo, puro luxo pagão e satânico. Ruummmm! Ruummm! Como correm! Mas a culpa da desgraceira toda na Europa (*) é dos cristãos ... rs Adoro vosso desespero.

      Não li Tácito nem Catão, e provavelmente nem quererei. Queria um resumo, mas não conseguem. E a moral daqueles longínquos tempos não voltarão. Graças a Deus! Já pensou o retorno dos sacrifícios de animais, humanos, beber sangue, comer o coração deles, derramar sangue nas hortas pra boa colheita etc?! Ui.

      Mas fanatismo é crer no Deus verdadeiro, já derramar sangue de inocentes animais pra ter colheita ... aah, aí é razão, é logos, é arete, Sócrates, Platão, é virtudes, é cabra no telhado, é Pan, daimon, Jaspion, Pindorama, Macunaíma, é "religião do deserto" rs ...

      Você quer me encher de links e fontes?! ... rs Eu só lhe passei duas, e não consegues ler e vem me acusar do que fazes?! ... rs
      ts ts ts

      (*) Santo Tomás de Aquino se opunha a fronteiras abertas
      http://speminaliumnunquam.blogspot.com/2017/10/santo-tomas-de-aquino-se-opunha.html ... (*) pagãos fogem da verdade como o diabo da Cruz ... hehe

      Cobalto

      Excluir
    10. "Não li Tácito nem Catão, e provavelmente nem quererei. Queria um resumo, mas não conseguem."

      Tem resumo na introdução das obras!

      Mais uma vez mostra literalmente ignorância no que pretendes manejar de conhecimento. Mesmo não sendo cristão ou judeu, ao menos estudo as escrituras e a história destas vertentes. Mas pareces que tens um método de aprendizado que prescinde do estudar o tema que pretendes tratar. Em muitas ocasiões isso recebe vários nomes, fanático ou charlatão, por exemplo, se no primeiro caso não é algo totalmente consciente do erro, e no segundo quando há a consciência do erro. Há outros, mas nesse caso aposto no fanatismo aí, obviamente.

      _____

      "Mas fanatismo é crer no Deus verdadeiro, já derramar sangue de inocentes animais pra ter colheita ... aah, aí é razão, é logos, é arete, Sócrates, Platão, é virtudes, é cabra no telhado, é Pan, daimon, Jaspion, Pindorama, Macunaíma, é 'religião do deserto' rs ..."

      É justamente sobre essa questão esse texto abaixo:

      Monoteísmo x Politeísmo – por Tomislav Sunić
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2017/10/monoteismo-x-politeismo-por-tomislav.html

      Texto curto, breve, sucinto, para iniciantes! Aproveite os comentários.

      Excluir
    11. "pagãos fogem da verdade como o diabo da Cruz "

      Em tempo, a Filosofia, uma das excelências do paganismo (dentro de nosso contexto) grego, tem como meta a busca da sabedoria, a qual é incondicionalmente vinculada ao absoluto compromisso da busca pela VERDADE, contradizendo teu 'gadget' da vez aí acima...

      Excluir
    12. Entao esta malta ainda discute o que e fe e fanatismo, livra,😂😂😂 fe e acreditar por exemplo com certeza absoluta e se for preciso por analise cientifica😁😁que o ceu e inferno existe ponto, tipo sacripanta, fanatismo e acreditar com a mesma certeza absoluta que se formos martires teremos la a nossa espera sempre 72 virgens perpetuas tipo terroristas.👄👄👄👄👄👄👄👄👄 por isso os judeus nao tem ceu nem inferno, devido ao internacionalismo judaico👍👍👍👍


      Excluir
    13. "Entao esta malta ainda discute o que e fe e fanatismo, [...]"

      Goldman Sachs boss says banks do "God's work"

      https://www.reuters.com/article/us-goldmansachs-blankfein/goldman-sachs-boss-says-banks-do-gods-work-idUSTRE5A719520091108

      Essa é lapidária...

      Excluir
    14. "Goldman Sachs boss says banks do "God's work"

      Mais que lapidaria, ou seja e so para ti e mais que tudo uma questao de f(e)natismo. Nao prometem e o ceu nem virgens perpetuas,a nao ser na terra,o que perde todas as caracteristicas de fe. Mas quem sabe se nao sao consubstanciais ao pai😂😂😂😂.

      Excluir
    15. ~~ PARTE 1/2

      "Monoteísmo x Politeísmo – por Tomislav Sunić" ... vamos lá!

      A primeira pergunta "Podemos nós ainda conceber o renascimento da sensibilidade pagã em uma época tão profundamente saturada pelo monoteísmo judaico-cristão e tão ardentemente aderida aos princípios da democracia liberal?" Jesus! Raramente leio uma frase tão curta tão CHEIA de erros, e erros grosseiros. Talvez má fé.

      1) Paganismo está aí com força total. DE NOVO, OUTRA VEZ, NOVAMENTE, MAIS UMA VEZ ... vide a inauguração do Túnel São Gotardo. Puro Paganismo e Satanismo. FATO!

      2) "sensibilidade pagã"?!?! Mas que idiotice é essa?!?! Beber sangue humano, comer coração de pessoas é "sensibilidade pagã"?!?! Deus nos livre!! Reparem a pagãozada correndo feito F1 desses fatos. FATO! Graças a Deus que os primeiros cristãos na Europa não eram de ficar só na evangelização verbal.

      3) Monoteísmo é pré-judaico e muito mais ainda pré-cristão. Estudem Atón, Zoroastrismo e existiram outras religiões monoteístas de menor expressão. Em verdade, o monoteísmo é pré-humano. Foi a primeira religião do homem. Por que? Porque o Homem tinha contato direto com Deus (seu Criador), pois ele era reflexo dEle: santo, sem maldade, sem corrupção. O surgimentos dos "deuses" é obra de Satanás desviando o homem, então já pecador, do Deus verdadeiro e único. Então Satanás criou essa salada toda de paganismo etc. Deus não desistindo de sua criação, enviou Jesus pra restabelecer a Aliança.

      4) "Judaico-cristã" escritos juntos por quê?! Por ser monoteísta?! Então deveria o autor ser honesto e escrever judaico-cristã-zoroastro-atón-mamon ..." Judaísmo e Cristianismo tem nada a ver um com outro. E não vou perder meu tempo explicando essa obviedade.

      5) A Igreja sempre condenou a democracia (cria pagã ateniense) e o liberalismo (penso que se refira ao econômico). Mas caso se refira ao liberalismo social, tbm condena. REPITO, SEMPRE PRECISA POIS PAGÃO É TONTO, CABEÇA DURA, TEM ENORME DIFICULDADE DE VER A VERDADE: aborto, explorar os povos, escravatura, orgias, glutonaria, consumo de drogas, pedofilia, zoofilia, etc ... são atitudes pagãs e judaicas. O Cristianismo verdadeiro não as pratica, não as tem em seus cânones como virtude. FATO.

      Cobalto - continua

      Excluir
    16. ~~ PARTE 2/2

      Depois, logo no 2º parágrafo confessa o crime. Leiamos a pérola da auto-culpa: "Paganismo não é apenas bruxas e bebidas fermentadas por bruxas, paganismo também significa uma mistura de teorias altamente especulativas e filosóficas."

      1) "NÃO É APENAS bruxaria", claro que não. Vai além, vai até o Inferno. O Cristianismo eleva o homem, leva e eleva até Deus. Bem o oposto da bruxaria.

      2) "NÃO É APENAS bebidas fermentadas", não digo que drogadição, bebedeira e glutonaria é pagã! O Cristianismo condena essas coisas, pede sobriedade, lucidez, compreensão etc, sem alucinógenos, sem berseker, sem cogumelos, chazinhos, hidromel .... Deus quer o homem sóbrio, em pé, avivado, e não dopado.

      3) "mistura (sem identidade) ALTAMENTE ES-PE-CU-LA-TI-VAS e filosófica". Aqui temos a comprovação (a confissão voluntária e o tonto nem percebe) que o Paganismo é uma religião humano-satânica sem fundamentação sólida. O Cristianismo NÃO é especulativo, nem filosófico (no sentido humano-satânico). Cristianismo é fé e certeza. É fundamentada em Deus. Cristianismo não é "especulação", é realidade, é FATO.

      Terminei de ler o "filosófico" e "profundo" artigo na frase acima. Meus esclarecimentos provam a desnecessidade de continuar o breve artigo. Fato.

      Quando leio essas estrepolias travestidas de filosofia, teorias, especulações, ensaios etc , lembro daquela parte dos Protocolos que fala sobre "o êxito das doutrinas destruidoras" (*) dando grande publicidade a todo tipo de teorias e filosofias tresloucadas para confundir e ocupar os povos gentílicos.

      (*) "... reparai no êxito que soubemos criar para o Darwinismo, o Marxismo, o Nietzchismo. Pelo menos para nós, a influência
      deletéria dessas tendências deve ser evidente". Vocês são servos deles sem darem-se conta. Fato.

      Enfim, lendo nem 2 parágrafos desse Tomislav Sunić conclui-se que estudou tanto pra ser tão burro. Fato.

      Aah, sobre meu "gagdet":

      1) a filosofia grega com seus quase 3 mil anos não conseguiu descobrir que cocô de vaca é melhor que sangue pra obter boas colheitas?! Nem conseguiu descobrir Deus ainda?! Uau! Ademais, a "busca da sabedoria, da verdade" vem bem antes. Esqueces que a Humanidade é pré-diluviana.
      2) ou seja, parece que não obtiveram muito sucesso nesses 3 mil anos.
      3) e foges mesmo. Coloca a frase fora de contexto e não a respondeu.

      Cobalto

      Excluir
    17. "a filosofia grega com seus quase 3 mil anos não conseguiu descobrir que cocô de vaca é melhor que sangue pra obter boas colheitas?!"

      socrates (469-399 a.C), em sua obra ccrito, elaborando um de seus princípios, que se pode associar ao sermao da montanha, proclama que “voce nao deve revidar o mal com o mal, qualquer que seja o mal que alguém lhe tenha feito. - nao pense primeiro na vida e nos filhos e na justica depois, mas na justiça em primeiro lugar, pois voce pode ser justificado diante dos príncipes do mundo inferior. – voce pode viver, agora, na inocencia, sofrendo, mas nao praticando o mal, porque voce e uma vítima, nao das leis, mas dos homens, mas se voce segue adiante, retribuindo o mal com o mal, o dano com dano, quebrando alianças e acordos que ja fez, e prejudicando aqueles a quem voce deve por um erro anterior, seus amigos, seu país e nos poderemos despreza-lo enquanto voce viver sob as leis do mundo inferior e evitá-lo como a um inimigo; pois todos saberao que voce faz o seu melhor para nos destruir.”

      Mas que pateta sacripanta😂😂😂😂

      Excluir
    18. 'PARTE 1/2

      "Monoteísmo x Politeísmo – por Tomislav Sunić" ... vamos lá!'

      Putz, era o que eu não queria! Trazer o conteúdo do artigo para a Arena do Toedter, e sim conservar na minha Arena, com minha moderação, preocupado em não ser a última palavra se isso significasse eu escrever erros ou afirmações desconectadas com os estudos mais fundamentados e as fontes primárias.

      Mas vamos seguir, o Toedter liberou aqui. Mas vou para cima do que escreveste cobalto e do que deixou de escrever sendo pertinente ao tema.

      Em relação ao teu item 1) Apenas posso concordar que se tal exemplo é paganismo, gostaria que me explicasse que tradição é. Estou pedindo pouco. Quanto a isso ser mal e significar que no paganismo existe mal, eu concordo, e se queres dizer que no que é não-cristão ser algo cria do mal sem bem, e sem bem prevalecendo, então aí discordo absolutamente, pois altas culturas não são erigidas a partir do mal, mas do poder criador que basta a si mesmo, e as altas culturas que existiram e decaíram, foram altas culturas. A tradicional lei dos ciclos é mais e mais comprovada conforme a história e arquelogia aprimora seus descobrimentos... inclusive o catolicismo acabou, salvo em redutos bem estritos. São os ciclos. Mas ignorância também é mal, e o combate a ignorância em termos ocidentais que os gregos fizeram é insuperável.

      Excluir
    19. Quanto a filosofia não ter combatido a ignorância totalmente a frase abaixo até dá esse revés a filosofia, já que o autor dela está ainda produtivo:

      "a filosofia grega com seus quase 3 mil anos não conseguiu descobrir que cocô de vaca é melhor que sangue pra obter boas colheitas?!"

      Pitágoras, século VI a.C. desenvolveu a mais difundida concepção de valor a vida animal e exortação ao vegetarianismo, chegando isso inclusive ao século XVIII...


      "Nem conseguiu descobrir Deus ainda?!"

      Vixe... o radical grego Φέο é a base dos vocábulos 'deus' (Φέος/theos), (Φέοϕανία, teofania = manifestação de Deus), teologia (Φέολογία = compreensão de Deus através da inteligência, sem fé cega)... E há bem mais que isso.

      Dessas concepções vieram a alta moral, TRANSCENDÊNCIA, matemática, política, harmonia, geometria, do que chamo de corrente pitagórica-socrática-platônica que alimentou o que de melhor teve o Ocidente.

      “Os teus deuses podem ter símbolos, o Deus verdadeiro não. Não precisa, Ele é ser vivente, Ele tem voz, ouvidos e olhos. E se move.”

      Inclusive há em Platão, especificamente Fedro, ha típica conjugação de monoteísmo e politeísmo indo-europeia em que a divindade máxima é sem forma e sem descrição, mas suas expressões politeístas significam a forças e atributos da divindade manifestados no universo, tema que Plotino 6 séculos depois aprimorou ainda mais, mas o Deus absoluto os sábios gregos sabiam que por preencher tudo era imóvel, sabiam já desde os pré-socráticos! E se o politeísmo se hipertrofiou em Homero, embora se admita uma lei que submete até os deuses, Xenófanes, Eurípides e Platão foram aos poucos tornando via escritos a correção que conjuga o politeísmo e o monoteísmo mais acessível ao público, embora para as massas ocidentais isso sempre é algo que exige uma postura mais dedicada, no entanto, durante muito tempo na Idade Média as massas sequer entendiam as palavras das missas...

      Mas falar sem ler, sem estudar o objeto que pretende desqualificar é nada mais que ignorar o objeto em questão... é IGNORÂNCIA no sentido mais legítimo e original, e IGNORÂNCIA é um dos principais substratos do FANATISMO.

      Daí esse show de ignorância no que pretendes abordar sobre o paganismo!

      Excluir
    20. "aborto, explorar os povos, escravatura, orgias, glutonaria, consumo de drogas, pedofilia, zoofilia, etc ... são atitudes pagãs"

      São atitudes pagãs?

      São atitudes e aberrações que podem estar presentes na corrupção e degeneração que qualquer civilização está sujeita. É só olhar Esparta em suas diferentes fases, se teve promiscuidade no fim ou em sua equivalente Idade Média, teve austeridade em outra fazes que ecoam até hoje.

      Mas olhe as altas culturas como se formaram. Sempre banindo estes costumes que denuncias, pese infanticídio em Esparta, que poderia ter sido feito nos defeituosos de modo mais brando, mas na coletividade melhorava a saúde e genética geral do povo.

      Quanto a palavra 'escravo' o sentido é completamente diferente da transformação do homem em objeto típico dos períodos materialistas modernos... e muitos escravos eram inclusive educadores de filhos de aristocratas...

      Em todas essas críticas aí que fazes aos 'pagãos', isto é, as grandes culturas e civilizações não-cristãs, nada mais é que a fase final dum ciclo civilizatório, mas nelas houveram os picos de plenitude humana.

      Poderia recomendar um Oswald Spengler ou Mircea Eliade, mas já que não queres saber nada do objeto que pretendes afirmar, mas ainda assim pretender que isso não é ignorância...

      Eu mesmo sendo anti-abraamismo (judaísmo, cristianismo e islamismo_, ao mesmo admito que para ser a favor ou contra algo, preciso primeiro admitir que é necessário conhecer o objeto de estudo ou reprovação, e estudo na medida do possível as três tradições abraâmicas.

      Mas tem quem ache que a Bíblia suplanta todos os outros estudos somados...

      Excluir
  9. Eu gostei do sergio moro😂😂e mesmo juiz ou funcionario publico, e que foi convidado pata vir a uma palestra a lisboa, e nao se coibiu de meter a foice na justica portuguesa e seus ritmos processuais,que esta a julgar o ex primeiro ministro portugues por varios crimes, anda esta em investigacao mas ja chamou criminosos a alguem que nao foi julgado. Para etica moral que deve formar um juiz vir dizer isso a casa alheia,parece mais de funcionario burocrata.

    ResponderExcluir
  10. "Dieser Krieg ist nicht auf eine Laune von Hitler oder Mussolini zurückzuführen. Dieser Krieg ist Teil des jahrtausendalten Krieges zwischen Wucherer und Bauern, zwischen der Usurokratie und demjenigen, der eine ehrliche Arbeit mit Hand oder Verstand leisten will." - Ezra-Pound

    Das neue Testament Satans http://www.archive.org/details/DasNeueTestamentSatans

    1921 - Friedrich Wichtl - Weltfreimaurerei, Weltrevolution, Weltrepublik (2009, 12h48m) .mp3
    https://archive.org/details/1921-FriedrichWichtl-WeltfreimaurereiWeltrevolutionWeltrepublik2009&reCache=1

    Die Geheimnisse der Weisen von Zion ( Hoerbuch, 2008, 4h 58m) https://archive.org/details/DieGeheimnisseDerWeisenVonZionHrbuch20084h58m/01-01VorwortDesVerlages.mp3


    Wenn alle im Dreck leben sind alle gleich

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o acordo ortografico nao serviu para nada, eu bem tinha essa ideia desde inicio😂😂😂😂😂😂😂😂😂

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto abordado pela postagem. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas, agressões e baixarias NÃO SERÃO PUBLICADAS