23 de fevereiro de 2019

FORÇAS OCULTAS

Com certeza foi surpreendente a coordenação e presteza com que governos dos mais diversos países (50?), incluindo o do Brasil, reconheceram em prazo de poucos dias o tal autonomeado governo “Guaidó” para a Venezuela. Isto, apesar de ser discutível sua legitimidade. Mas o que não deixa de chamar a atenção é o fato de que entre os adversários do governo Maduro vamos encontrar não só globalistas, o que era de se esperar, porém também nacionalistas. É verdade que o governo Maduro, sucessor de Chaves, nasceu como socialista, portanto de esquerda, e são justo os comunistas os que mais o criticam.

Diante do desenrolar do “affaire” justifica-se perguntar: Quem, ou o quê, fez um Donald Trump reconhecer um Guaidó como presidente interino? Justamente Trump, o do Muro, o da “America first”. E os nossos aqui, não deixaram bem claro que são nacionalistas? Não temos problemas próprios em número suficiente? Aí veio o termo-chave já eternizado pela Merkel na Europa: HUMANITÁRIO. Este vai encaminhar muita coisa...

Fica muito claro, mesmo para quem é apenas medianamente informado, que são outros os que estão determinando a direção. São FO – Forças Ocultas! Desde o tempo em que Getúlio e depois Janio Quadros as mencionaram elas cresceram, ganharam muita força, tudo com o intuito de exercer o domínio global.

É provável que as FO  de hoje sejam a continuidade de uma ação iniciada em 1774, quando ADAM WEISHAUPT (1748 – 1830) , em Ingolstadt (perto de Munique) na Baviera, fundou a Ordem dos ILLUMINATI. Fora educado num colégio de jesuitas, do qual acabou sendo diretor. Foi aluno do filósofo judeu Mendelsohn e consta que em 1770 foi procurado por sócios da casa bancária ROTHSCHILD. Teria sido este encontro a origem do propósito de se criar a citada ordem.

Os objetivos dos ILLUMINATI desde sempre foram ambiciosos e revolucionários. Teriam eles alguma ligação com a antiga ORDEM DE SION (Prieuré de Sion), que acolhera o que sobrou dos Templários, depois da inclemente perseguição que estes sofreram pelo Rei Felipe IV da França e pelo Papa Clemente V. Os Illuminati são contra a Igreja e definiram a tática da INFILTRAÇÃO nos órgãos diretivos dos países, que já deixa claro a existência de um plano de domínio amplo e abrangente. Weishaupt acabou expulso da Baviera, o que só acelerou a expansão de sua ação. Em 1778 começou a infiltração nas lojas maçônicas e apenas quatro anos depois viu o Congresso norte-americano aprovar o brasão nacional de concepção nitidamente por eles influenciada. Em 1787 já existiam nos EUA dezesseis Lojas da Ordem. Da primeira era membro Clinton Roosevelt, ancestral direto de Franklin Delano Roosevelt. Os Illuminati foram apoiados pelo Duque Ernst von Sachsen-Gotha, ancestral da Rainha Elisabeth II da Inglaterra.
“No acredito en brujas, mas que las hay, las hay.”
E são estas bruxas, quem está preparando as poções e trama os pauzinhos em mais este caso, agora envolvendo o país vizinho a Venezuela.
QUE NÃO VENHA A SER UMA PRIMAVERA SULAMERICANA

25 comentários:

  1. Se me permite Sr. Norberto, vou desviar do assunto acima só para dizer que se o Maduro fosse um "ditador" árabe, já seria fuzilado, enforcado e Venezuela invadida pelos covardes "democratas" americanos! Esses traidores criminosos "democratas" ianques nunca derrubaram um ditador comunista, porque foram (e são ainda!) aliados com o comunismo desde a Segunda Guerra! Os americanos só derrubam "ditadores" árabes que são perigosos para Israhel, como fizeram com Saddam Hussein no Iraque, com o Kaddafi na Líbia, nas "primaveras árabes", Afeganistão, Síria e ect. Segue um pequeno exemplo que a tal mídia esconde, como foi a vida na Líbia do "ditador" Kaddafi; ASSIM FOI A “CRUELDADE do “DITADOR”” KADAFI

    Os “sofrimentos” que o “tirano” provocou durante quatro décadas:
    1. Não havia conta de luz na Líbia, porque a eletricidade era gratuita para todos.
    2. Créditos bancários, nos bancos estatais, eram sem juros (para todos – por lei expressa).
    3. Casa própria era considerada como direito humano, universal.
    4. Recém-casados recebiam US$ 50 mil para comprar casa e iniciar a vida familiar.
    5. Educação e saúde eram gratuitas.
    6. Quem não encontrou formação universitária ou tratamento de saúde desejados recebia financiamento para ir no exterior, adicionalmente US$ 2.300,00 mensais para moradia e carro.
    7. Agricultores iniciantes recebiam terra, casa, equipamentos, sementes e gado gratuitamente.
    8. Na compra de automóvel, o estado contribui com subvenção de 50%
    9. Preço do litro de gasolina: 0,10 Euro = R$ 0,23
    10. Faltando emprego após a formação profissional, o estado pagava salário médio da classe até achar vaga.
    11. A Líbia não tinha dívida externa – as reservas de U$ 150 bilhões, agora, estão retidas.
    12. Parte de toda venda de petróleo era diretamente creditada na conta de cada cidadão.
    13. Mãe que deu à luz, recebia US$ 5.000,00.
    14. Na Líbia, 25 % da população têm curso superior.
    15. Kadafi iniciou o projeto GMMR (“Grande Rio feito por Homem”): Água para as pessoas e para a agricultura.
    Mas, graças a Deus, à OTAN e aos rebeldes, o povo líbio agora está livre de tudo isso.
    Hoje a Líbia é uma miséria só e os líbios estão fugindo para Europa! Prefiro mil vezes a "ditadura" de Kaddafi, do que essa miserável "democracia" americana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde.Se o que o Sr. Descreve no texto acima for a verdade,entao já vivemos na mais negra das trevas da ditadura da ignorância midiática no mundo..!!!

      Excluir

  2. Forcas ocultas.

    Pois e as forcas ocultas sao moralmente superiores a todas as outras forcas nao ocultas porque sao a favor do acolhimento de refugiado na europa e sao a favor de que temos o dever cívico e moral de ajudar outros seres humanos que fogem da fome e da guerra e de perseguicoes provocadas em grande parte pelo mundo ocidental, sao a favor e acham tao fundamental como natural que a homens e mulheres lhes seja reconhecida a igualdade de direitos e capacidades. onde os heterossexuais advogam publica e veementemente a liberdade sexual individual, e defendem que a normalidade da heterossexualidade é tão normal como da homo, bi, trans, pan ou de outra qualquer sexualidade, e que a normalidade definida por costumes religiosos obsoletos, ainda seja tão vincada no mundo e cause infelicidade, rejeição e sofrimento físico e psicológico a tanta gente, ter o desplante de achar que a cor da pele é completamente irrelevante, que ser muçulmano não é ser todos terroristas, ser católico não é ser todos pedófilos, e que o nacionalismo é a mais bacoca expressão de egoísmo e pequenez, achar que toda a gente no mundo merece à nascença os mesmos direitos humanos fundamentais, e lamentar todos aqueles que não vêem a existência da mesma maneira porque esses jamais compreenderao o ser humano e o futuro que almeja. E como recomendacao, em vez de virem aqui destilar odio e insultos recomendo a leitura "os caes ladram facas" e cuidado que "caes que nao ladram nao cortam" kkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vários disparates aqui em tão pouco espaço!

      Essa normalidade sexual que alegas é justamente a eclosão do anormal! Noutro sítio lhe mostrei às claras inclusive no exemplo da antiguidade greco-romana que a heterossexualidade era a regra, e somente vertentes mal intencionadas colocaram a exceção como regra com as mais diversas invenções e distorções. É óbvio que as grandes culturas e civilizações não tiveram tais distorções, fossem elas patriarcais ou matriarcais.

      "temos o dever cívico e moral de ajudar outros seres humanos que fogem da fome e da guerra e de perseguicoes provocadas em grande parte pelo mundo ocidental,"

      Desde os anos 70 a política neocon, encabeçada FORMALMENTE por judeus como Leo Strauss (na verdade ele elaborou isso antes), H. Kissinger, Eliot Abrams, David Horowitz, Paul Wolfowitz e Robert Kagan entre outros é a força pública (PARA NÃO FALAR AS OCULTAS!) que articulam e desencadeiam estas guerras usando-se de pretextos infames até.

      Além do mais os atritos do Oriente Médio iniciaram-se nessa escala violentíssima com a chegada do sionismo.

      Raízes do Conflito Mundial Atual – Estratégias sionistas e a duplicidade Ocidental durante a Primeira Guerra Mundial – por Kerry Bolton
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/12/raizes-do-conflito-mundial-atual.html

      São esses pontos de partida que devem ser alçados aos disparates que emitiste aqui, para que o leitor tenha parâmetros de estudar!

      Excluir
    2. Fica uma pergunta!

      Não é a diversidade o alegado tesouro que Israel promove noutros países? Por que manifestação anti-negros em Israel?

      E agora?

      https://atlantablackstar.com/2012/05/26/violent-anti-african-race-riot-rocks-israel-black-men-and-women-beaten/?fbclid=IwAR0JPUoo5vTKmAy7eYY10lwxP1Jy4LI7xZmLyiL6lcMNDKAUOHuggUkSVvY

      Excluir
  3. Todos os democratas estao com guaido, logo maduro esta derrotado. 65 paises ja reconhecem guaido

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante esses países 'democratas'... parece que são países com altas dívidas para com o Sistema Financeiro Internacional, bem como os que em suas reservas de Petróleo cedidas ás chamadas Sete Irmãs, os monopolizadores de petróleo do mundo.

      Mas vejamos algumas coisas que o "anônimo" não nos trouxe, mas eu sim:

      Política externa dos EUA, dirigida por neocons sionistas quer saquear petróleo venezuelano.

      É o que de modo mais simples pode se somar à outras notícias com a declaração de ex diretor do FBI.

      https://m.oglobo.globo.com/mundo/ex-diretor-do-fbi-afirma-que-trump-quer-guerra-na-venezuela-por-causa-do-petroleo-23470485?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_campaign=compartilhar

      Excluir
    2. Aqui abaixo o exemplo de ajuda humanitária:

      Líbia: trata-se do petróleo ou do Banco Central? - Por Ellen Brown

      http://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/01/libia-trata-se-do-petroleo-ou-do-banco.html?m=1

      Resultado: Com Gaddafi o IDH da líbia estava geralmente na 53ª posição. E os 'democratas' pediam intervenção humanitária!
      http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/11/brasil-ocupa-73-posicao-entre-169-paises-no-idh-2010.html

      Após a intervenção humanitária o IDH da Líbia foi para 108ª posição!
      Ninguém fala em intervenção humanitária agora!?
      https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2018/09/14/idh-2018-brasil-ocupa-a-79-posicao-veja-a-lista-completa.htm

      Onde estão os democratas agora?

      Excluir
    3. Abaixo um dos motivos do desejo dos EUA invadir a Venezuela: dívida dos EUA chega a 21 trilhões de dólares.

      https://www.marketwatch.com/story/heres-who-owns-a-record-2121-trillion-of-us-debt-2018-08-21

      John Bolton, homem da estratégia de segurança dos EUA, e que visitou Bolsonaro, admite que a intervenção na Venezuela é sobre petróleo...

      E não democracia como pensam os histéricos democratas que acreditam em governos fantoches!

      https://www.globalresearch.ca/john-bolton-admits-us-backed-coup-venezuela-oil-not-democracy/5667083?fbclid=IwAR1E9ZOOUGewEBAeARxKMskOtHlgqgoM9uN9owv9m_sh_SvnCFpr0_Ez12o

      Excluir
    4. O palerma tu sabes ler sao 65 paises democratas que reconhecem guaido. Helo esta ai alguem???

      Excluir
    5. São países fantoches!

      Maduro é o cara que manda, as claras, com erros e acertos, e seria um bom governador se caso as nações o ajudassem e ele entregasse melhorias aos venezuelanos, por outro lado, seria realmente um mal governador se nessa situação de suposta ajuda dos países ele ainda sim não entregasse melhorias, mas o que se vê, hasbará, é assédio globalista para pilhar a Venezuela antes.

      Quem precisa de ajuda antes da Venezuela é a Líbia, e quem precisa ter o governo derrubado é a família saudita, há mais tempo no poder que Chavez/Maduro juntos, se formos nos deter à critérios 'humanitários' e 'democráticos'.

      Democracia é originalmente governo das massas, mas massas não governam, e a política de conchavas e acordos, às claras e de forma subterrânea é o que manda! Caso não fosse assim, a alardeada panaceia do mundo, EUA (e olha que gosto do americano!) não deveria aí cerca de 22 TRILHÕES DE DÓLARES.

      O povo americano, em geral, como qualquer massa representativa, não governa nada, nem sabe o que ocorre no Irã, ou na Venezuela, não por incapacidade, mas por não se deter nos assuntos de geopolítica. Vale o mesmo como regra para as demais nações. Caso contrário o povo não sustentaria um governo que cria dívida para suas próprias futuras gerações.

      Portanto falar de 65 mil governos 'democráticos' contra o maduro, não representa a população, mas somente pilhadores que pilham suas próprias nações e as dos outros.

      Cai por baixo sua falácia aqui!

      Excluir
    6. "65 paises democratas" mas tão democratas, tão democratas, mas tão democratas , que reconhecem um sujeito que NEM ELEIÇÃO para presidente concorreu!!
      https://www.youtube.com/watch?v=69nXotxW4N4

      Cobalto

      Excluir
  4. O maduro, e como aqueles frutos que ninguem quer mas so caem de maduros, o maior saqueador dos recursos da Venezuela há mais de 20 anos é a Rússia do capuchinho vermelho putin , China e Cuba.este maduro ja ultrapassou em corrupção e desvio de dinheiro tudo,Maduro e sua gente não se entregam porque sabem que vão diretos para cadeia pois o tipo de crimes que ainda cometem não prescrevem em lado nenhum, os militares estao do lado dele para ja pois estao em lugares colocados por ele cheios de mordomias do regime, e quem sabe o futuro deles???? Pode ser a cadeia, pelo sim pelo nao.….nao mordamos a mao que nos da o pao, a venezuela antes da peste deste comunismo nunca teve movimentos migratórios mas recebia-os nomeadamente era um destino de migrantes portugueses em busca de melhor vida agora fugiram e fogem, pois viram as suas empresas assaltadas e nacionalizadas, e pelas circunstancias de Maduro ter feito o que fez recentemente tem mais efeito negativo sobre ele do que se ele tivesse deixado passar a ajuda humanitaria, o ceseauscu da america tem o povo com fome e o povo não quer saber de politica e será esse mesmo povo esfomeado que vai fazer justiça, hoje, amanhã ou depois de amanhã a justiça será feita.o povo não esquece, os promotores do bolivarismo da revolucao bolivariana, kkkkkk Simon Bolivar nunca faria tal coisa deixar o seu povo morrer à fome, assim como também nunca foi comunista.vale mais mandar queimar comida e medicamentos na fronteira, neeeee quem sabe como funcionam os cerebros destas mentes das teorias da conspiracao, quem sabe se nao bem la dentro armas de destruicao macica Kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "[... quem sabe como funcionam os cerebros destas mentes das teorias da conspiracao [...]"

      Temos duas opções e não três! Conspiração como a única explicação via causa e efeito, ou acaso/aleatoriedade. Obviamente é conspiração!

      É curioso o fato que o judaísmo apoiou um comunismo-marxista por determinado período, a saber os movimentos do século XIX e XX até Stalin. E por outro lado é contra agora não exatamente ao comunismo, mas sim às estatais que o judaísmo internacional denomina de comunismo. Explicar-lhes ei:

      A Rússia czarista era uma nação no século XIX com pontos benéficos quase inigualáveis: rejeição ao iluminismo da chamada Revolução Francesa, e principalmente não admitiu a emancipação dos judeus, que na Rússia lhes era geralmente concedida a liberdade religiosa e terras para cultivo, ademais os judeus foram colocados no lugar deles, o de minoria, como todas demais, às custas de implacável patrulha czarista haja visto as ações sabotadoras do judaísmo da Rússia. A imprensa ocidental falava de maus tratos aos judeus, e o povo russo foi acusado de fazer holocaustos aos judeus. Cada vez que a mídia colocava tais mentiras e isso não resultava em publicidade benéfica aos judeus da Rússia ou mesmo ao judaísmo internacional, a estratégia de imputar aos russos, e até aos poloneses uma ação de extermínio ou extrema privação aos judeus era repetida. Impressionante não haver cobrança das nações às fake news judaicas da época (Ver exemplo aqui: A crucificação dos judeus deve parar! - Por Mark Weber - https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/01/a-crucificacao-dos-judeus-deve-parar.html )

      Quando todo o comunismo-marxista assolou a Rússia, a liderança era plenamente judaica (https://www.ihr.org/jhr/v14/v14n1p-4_Weber.html )

      Não houve na época publicidade judaica contra o desastre russo!!! E se houve foi tão discreta que é difícil recuperar.

      Nessa época era para o judaísmo russo uma delícia o comunismo-marxista estar tomando a propriedade privada russa e estatizando num governo que os judeus mandavam: Lenin, Trotsky, Kaganovich, Kamenev, Zioviev, Radek/Sobehlson etc.

      Ah, nessa época não vimos o judaísmo ocidental se estraçalhar em banhos e banhos de sangue contra os judeus bolcheviques! Coincidência? Claro que não! Houve relação entre o judaísmo bolchevique e o judaísmo liberal ocidental, foi a concessão de estatais de Lenin ao judeu Armand Hammer magnata de minerais e petróleo. Mas não parou nisso, Wall Street saudou a 'Boa Nova' do comunismo na Rússia, Jacob Schiff, um luminar judeu do sistema financeiro americano! Coincidência? Não! Conspiração! Obviamente!

      Wall Street & a Revolução Russa de março de 1917 – por Kerry Bolton
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/09/wall-street-revolucao-russa-de-marco-de.html

      Wall Street e a Revolução Bolchevique de Novembro de 1917 – por Kerry Bolton
      https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/10/wall-street-e-revolucao-bolchevique-de.html

      Judeus usando o comunismo para tirar terras dos não judeus era normal e sem alarde na Mídia!

      Hasbará, no artigo tem até o autografo de Lenin para Armand Hammer!

      É esta a leitura histórica que temos que difundir, e sempre aberto a aprofundamento investigativo, este é um trabalho fundamental de dissolução das conquistas hasbará!

      Excluir
    2. Continuação!

      Mas quando o povo russo começa a retomar as estatais que eram de posse judaica, aí não pode haver estatais, e Putin passa a ser chamado pelo hasbará aqui de comunista. Pura falácia. Vejamos:

      O Bolchevismo-marxismo-comunismo-judaico declarou guerra a todas religiões russas, menos ao judaísmo. Putin favorece a Igreja Ortodoxa, e há relativa tolerância às demais tradições. Salvo o fanatismo, que é combatido, como os Testemunhas de Jeová.

      O Bolchevismo-marxismo-comunismo-judaico fomentou a morte da 'burguesia' e a luta de classes. Putin favorece o crescimento de todas classes, inclusive a classe média.

      Dois elementos essenciais do comunismo: ateísmo e luta de classes são simplesmente combatidos na Rússia.

      Há ainda a falácia liberal de que estado forte é sinônimo de comunismo. Pois bem, China, Egito, Roma e Assíria eram estados fortes e não eram comunistas rsss Estado Forte é uma instituição da humanidade. E repare que o comunismo odeia todas estas tradições citadas que possuíam Estado Forte.

      Mas olha isso:

      "Trotsky, the Jewish savior?
      Although Trotsky had blood on his hands like the other revolutionaries, he also saved thousands of Jews from the pogroms during the Russian civil war when he was the leader of the Red Army, said Rubenstein.

      “We believe that 150,000 Jews were killed and it was the Red Army that stopped it,” Rubenstein said. “Trotsky was absolutely opposed to any physical attacks on Jews.”

      Trotsky faz banho de sangue nos russos e gentis, e salva judeus dos pogroms... conspiração? Coincidência? Não!

      https://www.timesofisrael.com/russian-tv-series-claims-jewish-trotsky-masterminded-the-bloody-1917-revolution/

      PENA DE MORTE PARA ANTISSEMTISMO NA URSS!!!

      January 12, 1931
      Reply to an Inquiry of the Jewish News Agency in the United States

      Source: Works, Vol. 13, 1930 - January 1934
      Publisher: Foreign Languages Publishing House, Moscow, 1954
      Transcription/HTML Markup: Salil Sen for MIA, 2008
      Public Domain: Marxists Internet Archive (2008). You may freely copy, distribute, display and perform this work; as well as make derivative and commercial works. Please credit "Marxists Internet Archive" as your source.

      In answer to your inquiry :

      National and racial chauvinism is a vestige of the misanthropic customs characteristic of the period of cannibalism. Anti-semitism, as an extreme form of racial chauvinism, is the most dangerous vestige of cannibalism.

      Anti-semitism is of advantage to the exploiters as a lightning conductor that deflects the blows aimed by the working people at capitalism. Anti-semitism is dangerous for the working people as being a false path that leads them off the right road and lands them in the jungle. Hence Communists, as consistent internationalists, cannot but be irreconcilable, sworn enemies of anti-semitism.

      In the U.S.S.R. anti-semitism is punishable with the utmost severity of the law as a phenomenon deeply hostile to the Soviet system. Under U.S.S.R. law active anti-semites are liable to the death penalty.

      J. Stalin
      January 12, 1931



      First published in the newspaper Pravda, No. 329, November 30, 1936

      https://www.marxists.org/reference/archive/stalin/works/1931/01/12.htm

      Procede hasbará?

      Esse comunismo era o bom, e só quando Stalin saiu do controle, e deu seus voos próprios desarticulando-se com o judaísmo internacional, aí estes passaram a levantar a questão no Ocidente! Antes com rios de sangue não-judeu correndo não havia mídia relevante, mas depois com os julgamentos de 1936-1938 que muitos judeus receberam a pena de morte, embora foram substituídos por outros, foi quando começou no Ocidente a se ver o lado ruim do comunismo, isto é, o quando o judeu na época passava a sofrer também do arbítrio da 'da ditadura do proletariado'

      Excluir
  5. Eis a china de mansinho futura potencia mundial. Por culpa de um burro de um trump que se alia aos inimigos e corre com os amigos de sempre. Pensando ganhar, vai demorar tempo os sucessores a compor o que ele descompos.

    Eis o seguro de vida de maduro o comunismo de economia capitalista, maduro nao pode cair pois entao "cairiam" os creditos da china russia cuba irao , kkkkkkkkkkkk, mas que vai cair vai mas primeiro e preciso acutelar isso depois se vera

    BBC: China pode ter emprestado 67 mil milhões de dólares à Venezuela

    https://jornaleconomico.sapo.pt/noticias/bbc-china-pode-ter-emprestado-67-mil-milhoes-de-dolares-a-venezuela-415515

    ResponderExcluir
  6. 1º) "Isto, apesar de ser discutível sua (o maçom Guaidó) legitimidade." Tem nada de "discutível", o pateta é pura imbelicidade pega-bobo, ditador e ilegalidade da mais escancarada.

    2º) "Quem, ou o quê, fez um Donald Trump reconhecer um Guaidó como presidente interino?" Ele não o "reconheceu", mandou o maçom Guaidó fazer isso. O maçom Guaidó está obedecendo ordens de Trump.

    ResponderExcluir
  7. Será que o maçom Mourão levou uma mijada do Putin?
    https://www.youtube.com/watch?v=Cg_cGJ8xl8I ... além de que militar brasileiro só é macho pra bater em trabalhador, caminhoneiro, professores ... Na verdade, a fala do Mourão não tem muita credibilidade, porque o seu governo já ofereceu-se pra que americanos façam bases aqui, e pior! sem eles pedirem.

    O NIÓBIO BRASILEIRO E O INÍCIO DO CAOS:
    https://www.youtube.com/watch?v=DdImvQ0fK0g

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como Merkel está destruindo a Alemanha:
      https://www.youtube.com/watch?v=O_jNdqXFw-g

      Cobalto

      Excluir
    2. ✠ WIR SIND STOLZ ✠ - Bundeswehr Tribute
      https://www.youtube.com/watch?v=qTIli7iDvz4

      Pesquisa surpreendente mostra que os alemães são anti-governo dos EUA. Em 8 de fevereiro, o Atlantik-Bruecke, ou Atlantic Bridge, que patrocinava a OTAN, divulgou sua pesquisa, "Vertrauen in der Krise" ou "Trust During the Crisis", e descobriu, a partir de amostras científicas de 2.500 alemães, que há muito pouca confiança na liderança dos EUA, e que há menos desconfiança tanto da liderança russa quanto da chinesa do que da americana.
      http://noticia-final.blogspot.com/2019/02/pesquisa-surpreendente-mostra-que-os.html

      Cobalto

      Excluir
    3. Mit der Kamera nach Stalingrad: Filmtagebücher deutscher Soldaten 1941/42:
      https://www.youtube.com/watch?v=qAkuRkEWhtY

      Deutsche Soldaten der 29. Infanterie-Division (mot) marschierten im Juni 1941 in Rußland ein und erreichten im September 1942 Stalingrad. Einer von ihnen hat mit seiner privaten Filmkamera diesen Feldzug festgehalten -- unzensiert und ungeschnitten. Ehemalige Angehörige derselben Division kommentieren aus ihrer Erinnerung die Aufnahmen, die über Jahrzehnte unbeachtet in einem Keller lagen. Ergänzt wird das einzigartige Zeitdokument durch die Filmaufnahmen des Frontberichters Götz-Hirt-Reger, der ebenfalls in Russland drehte und seine Aufnahmen selbst beschreibt.

      „So etwas haben wir im Fernsehen noch nie gesehen; ja, so war der Krieg wirklich!", beurteilen die Veteranen die in dieser Dokumentation zusammengestellten authentischen Filmaufnahmen.

      Ein Film von Michael Kuball und AugenBlick -- Produktion Höffkes

      Laufzeit: 62 Minuten + 20 Minuten Bonusfilme

      Cobalto

      Excluir
  8. Como e que um comunista ao comando de um " petroleiro" transforma tudo em pobres,kkkkkk essa e que e, pela mesma razao que o comunismo nao singrou em lado nenhum, os pobres existem para a gente os transformar em classe média e depois subirem se possível, muitos passam a classe alta,conforme o merito competencias ambicoes, mas nao e com comunistas, olhem coreia do norte a pedir "batatinhas para os seus pobrezinhos" so aqueles paises comunistas que aplicam regras capitalistas se safam, china russia etc.

    Coitados dos aprendizes

    ResponderExcluir
  9. Godlman Saches compra divida da Venezuela pra ajudar governo Maduro...
    https://observador.pt/2017/05/29/goldman-sachs-compra-divida-a-venezuela-e-ajuda-governo-de-maduro/

    Alguém poderia traçar os paralelos ?

    Não consigo entender mais nada...

    ResponderExcluir
  10. A fome

    Isto esta bonito, agora contam-se as desercoes sempre a subir sera da fome???kkkkkkk a fome é decidida por um homem que prefere ver queimada a comida a saciar a fome. ha quem quer que haja fome e a fome pode ser arma política, e ou nao e??? e,e uma velha tradição revolucionária usaram-na os revolucionarios russos, massacrando milhões de soviéticos, um caso como holodomor que ate rima com dor o mais conhecido,só aceitando uma pequena ajuda internacional, e foi usada por mao na china, mas a fome da venezuela e uma arma cega? a fome? mas nao, o maduro tem meios e podia ter mais a nao ser que faca como os sovieticos e maoistas, mas usa-os como cenouras a distribuir aos que, caninos, o sigam. Kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, o judeu-comunista Grigori Zinoviev, discursando num comício dos Comunistas em setembro de 1918, efetivamente proununciou a sentença de morte para dez milhões de seres humanos:

      “Nós devemos nos importar com 90 milhões dos 100 milhões de habitantes da Rússia soviética. Enquanto para o resto, nós não temos nada a dizer para eles, Eles devem ser aniquilados" ( Richard Pipes, The Russian Revolution, p. 820.)

      "O inteiro relato do bolchevismo na Rússia é indelevelmente marcado com a estampa de uma invasão “alienígena”. O assassinato do Czar, deliberadamente planejado pelo judeu Sverdlov (que veio para a Rússia como um agente pago pela Alemanha) e desempenhado pelos judeus Goloshchekin, Syromolotov, Safarov, Voikov e Yurovsky, é uma ato não do povo russo, mas de seus invasores hostis." (Robert Wilton, The Last Days of the Romanovs, p. 148.)

      “A Revolução Bolchevique foi largamente o produto do pensamento judaico, do descontentamento judaico, e do esforço judaico de reconstrução”. American Hebrew (New York), Set. 1920. Citado em Nathan Glazer e Daniel Patrick Moynihan, Beyond the Melting Pot, 1963, p. 268.

      Lembrando que Rússia e China já não pertencem há anos do padrão de sovietismo, e das artificiais lutas de classes fomentada pelo judaico-marxismo-bolchevismo (Marx, Lassale, Lenin, Sobelsohn/Radek, Rosa Luxenburgo, Zinoviev/Apfelbaum, Béla Kun/Kohn, Litvinov/Filkestein, Olga Gutmann Benário, Ana Pauker/Hannah Rabinsohn etc...), saíram do controle do judaísmo internacional, aí este, através de um instrumento que ainda têm controle, os NEOCONS, tenta retomar o que foi perdido, com judeus liderando os NEOCONS na direita agora que a esquerda não mais é um instrumento adequado e sob controle. Nomes?

      O falecido Leo Strauss preparou a ideia central.
      David Horowitz.
      Paul Wolfowitz.
      Elliott Abrams.
      Robert Kagan.
      E o goyim sionista John Bolton.

      Estranho como isso tudo é fato, mas tive eu que expor já que alega defender a verdade mas omite o mais importante! Os nomes centrais nos postos decisivos no contexto bolchevique antigo e no NEOCON atual!

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto abordado pela postagem. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas, agressões e baixarias NÃO SERÃO PUBLICADAS