29 de novembro de 2016

HÁ JUDEU QUE PENSA DIFERENTE

Já comentei aqui que o fato de TRUMP ter relações, até familiares, com judeus, não significa necessariamente que reze pela cartilha sionista. Aqui mesmo neste blog, em maio de 2015, pode ser encontrada sob o título NAZISMO/SIONISMO uma postagem sobre o portal TRUETORAHJEWS que de forma alguma comunga com o posicionamento, que, de forma geral, é atribuído ao judaísmo. Bem oportuno a respeito é também um vídeo que acabo de receber

e no qual o Rabino Yosef Tzvi ben Porat conclama os seus fiéis a se libertar da MENTIRA. O áudio é vem em idioma que não consigo identificar. Tem legenda em inglês e espanhol, mas achei que o segundo dificulta um pouco a compreensão. Como a imagem é só a do rabino (endereço youtube pode ser encontrado no final) e o que importa é o que diz, fiz uma tradução que segue:

Histórias importantes, fatos importantes, coisas que não aprendemos na escola. Que não estão no currículo. Não ensinam nem mesmo na escola superior. Eu fiz preleções perante professores de história.
Por que Hitler na verdade odiava os judeus? O que queria deles? O que neles o aborrecia?
Tudo isto está escrito aqui no seu livro "Mein Kampf". Este livro só foi publicado recentemente. Acabaram de aprovar que seja traduzido para o hebreu. Era proibido todo esse tempo. Mas existe uma tradução anterior feita por "Yad Vashem". A eles foi permitido.
Hitler afirma neste livro que os Judeus são comunistas. "Eles fizeram a Revolução na Rússia. Eles mataram ali 30 milhões de russos, toda a Inteligência, de modo cruel e horrível. E isto pretendem fazer no mundo inteiro. O próximo país alvo é a Alemanha. Eles fundaram os partidos comunistas e socialistas, e é verdade. Se não os derrotamos agora, eles vão nos exterminar e matar outros 20 milhões, todas as pessoas inteligentes. E é assim que eles irão de país a país. De maneira que eventualmente os únicos inteligentes que sobram seriam os Judeus.” E ele repete isto muitas vezes: não se enganem...Ele estava certo. A revolução russa foi feita pelos judeus. O exército russo foi criado por Trotzky que foi um gênio incrível. Um antissemita como nenhum outro. Ele criou a divisão judaica do partido comunista, cujos membros informaram seus pais, mães, irmãos e filhos...quem quer que possuísse um Siddur ou memso um livro de estudo hebreu, eu não estou nem falando sobre Tefilin e Mikveh..ele destruíu tudo também com Judeus mas, com certeza, com os russos. No primeiro quadro do governo russo de 13 membros 6 eram judeus. Quem fundou a KGB? Judeus.
Assim tudo está claramente escrito. Ele não odiava os judeus porque eles tinham "Peos". Ele não os odiava por observarem o Mitzvoth. Porque eram comunistas. E ele escreve claramente: “Os Judeus destruíram religião e a fé. Eles espalharam na Alemanha a heresia em D-us”. É isso que ele escreve. "Eu me sinto como um mensageiro de D-us para acabar com os Judeus. Porque eles não acreditam nele." Ele escreve bem aqui. Agora vocês entendem por que eles não ensinam isto nas escolas? Porque quem escreve o curriculum são os mesmos esquerdistas. É claro que não vão escrever que Hitler quer matar os Judeus, porque eles foram os criadores da esquerda e os criadores do marxismo, comunismo e helenismo. Mas é o que ele escreve. “Eles destruíram todos os valores. Envenenaram a literatura e o teatro. Quem fez isto? Judeus que obedecem a Torá envenenaram o teatro alemão? De nove grandes jornais alemães sete são de propriedade de judeus.”
Houve um dos grandes compositores do mundo. Wagner. Cujas peças continuam proibidas até e em quanto for proscrito. Porque ele foi um antissemita muito antes da era nazista. E eu estaria muito interessado em saber o que ele na verdade dissera. Assim a Universidade Hebraica publicou seu livro, traduzido para o hebreu. Então eu lhes contarei o que ele ali escreveu: "Eu não gosto dos Judeus, dos religiosos, eu não gosto deles. Mas e daí?Os judeus que deixaram a Torá e a Mitzwoth e parecem iguais aos gentios que conheço. Porque eles se misturaram na nossa sociedade e destruíram nossa cultura e poesia e a forma de ser alemã. Aquele que se converteram ao cristianismo eu os vejo como quinta colunas (traidores). Traidores que vão destruir a nação alemã. Se não nos defendemos deles agora eles acabam conosco, porque eles são disfarçados de alemães, mas eles não são alemães, eles são Judeus.” Assim vocês entendem por que aqui é proibido ensinar sobre ele e sobre o que ele diz. Por igual motivo aqui todos odeiam as Leis de Nuremberg, sem mesmo conhecê-las. Nuremberg diz que judeus não podem casar com gentis, porisso as escolas aqui chamam isto de racismo. Então, dizer que um judeu é diferente de um gentio, aqui neste estado infelizmente é racismo. Nuremberg apenas copiou o que está escrito na Torá. Wagner apenas disse o que está escrito na Torá, que um judeu é um judeu, mesmo que se disfarce, mesmo que converta ao cristianismo. Um judeu que comete um pecado continua sendo um judeu. "Vocês" ele escreve, "são um povo misericordioso, nós somos um povo cruel. Vocês destroem nossa cultura." Sim é isto que Wagner escreve. É por isso que todo o seu livro é endereçado ao compositor judeu Mendelsohn, cujo pai converteu ao cristianismo e o batizou quando tinha cinco anos de idade. Escreveu a ele: "Escuta, você acha que, porque fala alemão e converteu aos cristianismo, você é alemão? Não, sua poesia é igual à de um bebê chorão, sua música não é autêntica, e você envenena nossa cultura, porque o povo pensa que isso é música alemã. A música alemã é plena de orgulho e você não pode fazê-lo. Porisso você é chamado de inimigo da cultura alemã." Então ele não está certo? Claro que está certo! "Você nos escolhe entre todas as nações, na verdade somos humildes, caridosos, tímidos, de fato esta é a fonte do nosso orgulho." Assim entendam que as coisas não simplesmente acontecem, não por coincidência, não aconteceu sem aviso. Nossos pecados nos mandaram para o exílio, para fora das nossas terras e graças a D-us retornamos. Temos que nos cuidar para não repetir os mesmo erros e de nos reassimilar aqui mesmo e de darmos legitimidade a essa baixa autoestima diante dos gentios e à vontade de sermos iguais a eles. Viemos a esse mundo para ser diferente, fomos criados neste mundo para sermos Judeus, e o nosso total propósito é o de estar com D-eus. E quem quer que realmente quer estar com D-us, D-us está com ele nas boas e más horas, aqui e também nã aqui, e que seja a vontade de D-us que D-us diga "Chega" aos nossos problemas em todas as formas e em todas as situações e em qualquer lugar e que mereçamos a eterna redenção e eterna felicidade.”
Até aqui a reprodução escrita do áudio, portanto, das palavras do rabino Yosef Tzvi ben Porat. Peço desculpas pelas imperfeições que possam ser encontradas na tradução. Abaixo segue o endereço.
Toedter

https://www.youtube.com/watch?v=qTYSv_YQOVo

6 comentários:

  1. senhor Toedter, respeito a sua opinião, mas então explique isto:
    http://antizionismo.blogspot.pt/2016/11/a-verdade-sobre-trump-drumpf.html
    http://antizionismo.blogspot.pt/2016/11/mafioso-adelson-da-25-trump.html
    https://2.bp.blogspot.com/-QaVKyquhufY/WCMfJnIIOrI/AAAAAAAAK84/99aDBQwr7UEvUEes_juWj5AvFG-gz35XwCLcB/s320/psy-op.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se a séculos atras a raça humana já era influenciada pelos judeus, como movimentos comunistas que mataram milhões, o ópio na china, entre outros, é inviavel acreditar em eleições, é tudo uma mentira e um teatro, marionétes de um sistema já controlado e financiado

      Excluir
    2. não é que Trump tenha simplesmente "ligações" com judeus, familiares e etc
      Trump é simplesmente mais um candidato do sistema como qualquer outro, como Bush, Obama, Clinton (Hillary ou Bill), etc, etc

      a diferença está na vossa cabeça, em mais lado nenhum!
      e se eu vos disser que ele sempre foi o candidato preferido da judiaria? são capazes de se rirem ou de ficarem a pensar que sou maluco...
      "mas ele foi demonizado pelos média." "os média sionistas queriam a Hillary".
      falso, falso, falso. basta ligar Fox News para ver como isso é falso. ou a Fox News não é "média sionista"????

      vocês foram manipulados, foram levados a achar que a "judiaria" está contra ele, só porque a CNN e a BBC preferem a Clinton!

      ele foi alguma vez boicotado em algum lado? censurado?
      até na CNN teve tempo de antena, participou em "n" debates.

      vocês estão a ser "engolidos" pela narrativa da direita kosher "nacionalista" que pinta esse porco do Trump como "outsider" e "marginal".
      eu nem devia estar a gastar o meu latim convosco, porque já vi que são muito básicos e acreditam no Pai Natal.

      http://www.barenakedislam.com/wp-content/uploads/2016/06/trump-can-save-israel.png
      http://www.veteranstoday.com/wp-content/uploads/2016/11/Trump-Israel.jpg
      http://zionists4trump.com/wp-content/uploads/ZionistsForTrumpWebsiteBanner0003c.png

      epá, o Trump adora, ama israel. ele próprio tem um avô judeu. logo tem sangue judeu, não é só "genro" ou "netos".
      além disso, é um mafioso da droga e dos casinos da cia/mossad.
      acordem para a realidade, quem avisa amigo é.

      Excluir
  2. Vejo a coisa da seguinte maneira; qualquer que seja o Presidente americano que venha à baila, ele necessariamente terá de ter ligações com o Sionismo. A América é profundamente sionista desde as suas fundações. Este país tem uma inclinação natural para isso, e assim Trump não escapa a essa regra.

    A pergunta que se põe e se deve pôr, é se ele estará disponível para fazer todas as vontades do Sionismo. De uma forma ou de outra, ele terá convergências como divergências.

    Digamos que os cosmopolitas, não têm muito a exigir, pois os USA já estão num avançado estado de decomposição.

    Trump não vai conseguir em apenas alguns anos reverter esta situação. Não é um génio, apenas um milionário que sempre viveu no luxo e nas grandezas e não é por ser Presidente que vai deixar de continuar a viver na luxúria.

    Os yankees com Trump ou sem Trump, vão ter de pagar o preço, e é bem feita para eles, pois nada mais fizeram desde 1945 que espalhar o terror e a miséria por esse mundo fora. Mais tarde ou mais cedo, vão ter o retorno de todo o mal que fizeram. E não me venham cá com desculpas que sofrem por causa dos judeus; as moscas só vão lá onde existe merda.

    Nunca se viu neste mundo povo mais favorável à judiaria mundialista que o povo americano! É porque no fundo de eles mesmos, estão impregnados desde a nascença, de que tais são o "povo eleito" e que sendo assim, pensam ser muito conveniente curvarem-se perante tais "eleitos". E não só na terra deles! Exigiram ao mundo, através da chantagem, que se curvem todos perante os "eleitos! Derramaram sangue por tudo o que é canto neste mundo para obrigar todos os povos a rastejar perante os ditos "eleitos". É tão abjecto aquele que faz como aquele que consente fazer.

    Duvido que Trump possa empreender verdadeiras e duráveis mudanças no país. Mas deixo-lhe o favor da dúvida, é inútil criticá-lo antes da hora. Vamos ver se os tem de chumbo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os americanos também se acham "povo eleito". Acaso não se guiam por aquela doutrina do "Destino Manifesto"? Ela expressa a crença que o povo dos Estados Unidos é eleito por Deus para civilizar (sic) a América, e por isso o expansionismo americano é apenas o cumprimento da vontade Divina. Não é isso um tipo de Torá para goyim?

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.