11 de janeiro de 2017

SOCIALISMO e a CABALA

É comum chamarem o trabalho que realizamos aqui de “Teoria da Conspiração”. Com isto procuram depreciá-lo, ou, simplesmente, querem justificar sua preguiça mental, não querem se incomodar. Mas é isso mesmo, o que apresentamos nestas páginas, nestes blogs, nestes portais é o “conhecimento descritivo racional” (teoria) de “maquinações e planos que prejudicam alguém” (conspiração).

Por exemplo afirmo aqui agora que o atentado que houve em Berlim no mês passado e, como este, todos os outros que aconteceram ultimamente na Europa são MAQUINAÇÕES articuladas por alguém com dois objetivos:
1°- Desviar a atenção do verdadeiro propósito da invasão da Europa por populações alienígenas.
2°- Preparam o terreno para que possam ser provocados choques e violências entre a população nativa e a imigrante. Sua progressão exigirá interferência do Estado com leis de exceção e medidas de segurança. Segurança principalmente para a curiola governante. Aliás, os políticos na Alemanha não falam de outra coisa.

E o tal Estado Islâmico, que eles criaram (seria bom se lembrarem da estória do Aprendiz de Feiticeiro), está sempre à disposição para essas coisas. Interessante notar que até agora se limitaram à região central da Europa, mas também temos que reconhecer que em termos de vítimas eles têm sido comedidos. Nossa população carcerária aqui consegue ser muito mais eficiente, com muito menos recursos. De que serve ao Estado Islâmico fazer 12 vítimas lá na longínqua Berlim?

Na verdade o mundo está diante de PLANOS CONSPIRATÓRIOS, planos estes que abrangem longos períodos. Especialista nisto é a INTERNACIONAL SOCIALISTA. Já descrevi neste blog o plano que aprovaram no seu congresso comemorativo do centenário da Revolução Francesa, que aconteceu no ano de 1889 em Paris. Decidiram acabar com três casas imperiais europeias e trinta anos depois o negócio estava feito. Infelizmente não lembro o nome da publicação da época que trouxe esta notícia. Ela reproduzia também um mapa no qual a Rússia aparecia como uma região em branco, acompanhada da observação: “Área para experiências sociais”. Teria sido a UNIÃO SOVIÉTICA uma simples experiência social? Isso explicaria sua curta existência?

Por falar em União Soviética… Tenho repetido que em revolução hoje o povo é figurante. A queda do MURO DE BERLIM em 9/11/1989 não ocorreu porque a população da República Democrática da Alemanha (ex Zona de Ocupação Soviética pós Segunda Guerra) teria se rebelado contra o governo de Erich Honecker. Segundo o seu secretário de então, Friedhelm Nuschke, Honecker já planejara isto seis anos antes, comentando os prejuízos financeiros que a abertura da fronteira causaria à Alemanha Ocidental, à RFA. Depois de se livrar de alguns processos na RFA unificada - fora dele a ordem de atirar para matar quem tentasse a fuga para o Ocidente - Honecker se transferiu para o Chile. Além dos familiares levou consigo o seu motorista Günther Herrmann e é este que declara que, antes de sua morte em 1994, Honecker o enviou ao aeroporto para buscar uma mulher e que os dois conferenciaram o dia inteiro. Na volta ao aeroporto a mulher estava de posse de volumosa pasta que na capa trazia os dizeres “Plano Vintenário” e a insígnia da já extinta República Democrática.

A mulher que recebeu as últimas instruções do maioral comunista Erich Honecker, fora antes já da sua equipe e era ninguém menos que Angela Merkel, hoje a onipotente chanceler povicida da RFA República Federal da Alemanha. Dirigente que é do partido Cristão Democrático, teoricamente o mais conservador, esta Merkel persegue claramente uma política da Internacional Socialista. Postos importantes do seu governo são ocupados por políticos oriundos da não mais presente Alemanha Oriental comunista.

O Socialismo não desapareceu com a União Soviética. Uma pretensão pertinente seria querer saber como se entenderá com aqueles que Henry Makov chama de CABALA, ou seja Masonic Jewish Banking Cartel - Illuminati , que também ambicionaria assumir o domínio mundial. Makov distingue claramente os Judeus Maçônicos do judeu comum, que não estaria envolvido com proposições de ordem global.

Desde que começou este século as coisas SEM NEXO não acabam de acontecer. Pense no Onze de Setembro. Foi um acontecimento sem sentido. O que lucrariam os seus agentes, ou com que objetivo os alegados personagens teriam pretendido desafiar os poderosos Estados Unidos? E tudo o que veio depois? Era mesmo necessário destruir um país atrás do outro?

Ao que me lembro “destruir para construir” é um lema do socialismo, será que o da Cabala é o mesmo? Em todo caso convém lembrar o que disse, ou revelou, Franklin Delano Roosevelt:
EM POLÍTICA NADA ACONTECE POR ACASO,
TUDO É CUIDADOSAMENTE PLANEJADO.

Toedter

11 comentários:

  1. "Por exemplo afirmo aqui agora que o atentado que houve em Berlim no mês passado e, como este, todos os outros que aconteceram ultimamente na Europa são MAQUINAÇÕES articuladas por alguém com dois objetivos:
    1°- Desviar a atenção do verdadeiro propósito da invasão da Europa por populações alienígenas.
    2°- Preparam o terreno para que possam ser provocados choques e violências entre a população nativa e a imigrante. Sua progressão exigirá interferência do Estado com leis de exceção e medidas de segurança. Segurança principalmente para a curiola governante. Aliás, os políticos na Alemanha não falam de outra coisa."


    muito bem. é isto mesmo!
    bom post. só não concordo com a conotação negativa dada ao termo "socialismo" e com a aplicação dessa palavra para descrever a URSS e o marxismo. não podemos esquecer que o NS é socialista. não no sentido marxista da coisa, claro, até porque marxismo (seja pesado ou soft) não é socialismo.

    ResponderExcluir
  2. Exmo Sr.

    Parabéns por mais um excelente artigo.
    Aproveito a oportunidade para fazer futurologia .
    No próximo dia 23 de Janeiro vai ser discutida a "Paz na Síria"
    Aposto consigo que as negociações vão decorrer dento de uma Pirâmide, cuja dimensões obedecem à Sequência de Fibonacci, vulgo Nr de Ouro.
    Vamos esperar e ver se eu acerto :)

    Cumprimentos
    Fernando

    ResponderExcluir

  3. "O Socialismo não desapareceu com a União Soviética."

    Concordo... Mas já que estamos falando de URSS, o senhor não acha que estamos falando de "Comunismo"? "Socialismo" de fato, o mais próximo que se chegou, acho que foi na Alemanha (década de trita, século passado).

    Sobre o assunto aconselho a todos a leitura de "Derrota Mundial". Das 650 página do livro, boa parte do início em diante trata da ascensão do Bolchevismo com detalhes. Durante todo o livro o assunto é abordado em níveis diferentes, mas a partir da página 485 é retomado com mais profundidade, quando Salvador Borrego mostra um mundo pós segunda guerra marcado pelo avanço vermelho (guerra da Coreia, Vietnã, Cuba, revoltas na Europa, etc.)

    Certo é que a fórmula comunista criada por Marx é a fórmula social para escravização dos povos. Não "uma", mas "a" fórmula. Isso fica evidente pelo apoio material (armas e dinheiro) do ocidente (EUA, Inglaterra) à URSS desde a Segunda Guerra e depois, a despeito da pantomima chamada "Guerra Fria", a despeito do blá, blá, blá anticomunista dos presidentes americanos, sock puppets dos bastidores políticos que sabotavam as ações decisivas para liquidar o Comunismo. Alguns políticos e militares do alto escalão americano se indignavam e reclamavam; os mais incisivos e impetuosos eram removidos, vide Patton e Forrestal... Fica evidente também pelo fato de que comunização da produção rural na URSS nunca ter sido eficiente, sendo que o grosso da produção agrícola vinha justamente das poucas propriedades particulares que a hipocrisia do discurso comunista tinha que tolerar, situação que Hitler deixou clara quando disse num discurso: "Para os comunistas tudo é relativo. Por exemplo, calças são consideradas propriedades privada". Sem falar que a URSS sempre foi importadora de grãos essenciais como trigo, por exemplo.

    Isso prova a inviabilidade do sistema comunista e a sua dependência justamente daquilo que combate. O comunismo tergiversa com a condição humana básica de posse, seja atacando o conceito de propriedade privada, seja na atitude covarde de um bolchevique arrancando a bicicleta de uma mulher em Berlin. Em suma, loucura total.

    A verdade é que a configuração política e econômica do mundo das últimas décadas foi configurada em torno do sistema nascido na URSS, e o que sobrou de prosperidade e propriedade privada no mundo sua necessidade vital.

    Como as duas torres do Xadrez, estão EUA e Rússia nos hemisférios do mundo. Tudo se espreme entre elas; não se pode dar a volta ao globo sem esbarrar com uma delas.

    ResponderExcluir
  4. "A mulher que recebeu as últimas instruções do maioral comunista Erich Honecker, fora antes já da sua equipe e era ninguém menos que Angela Merkel, hoje a onipotente chanceler povicida da RFA República Federal da Alemanha. "

    fantastico ate parece o sermao da montanha, eheheh, parece que estamos a falar de um regime monarquico em que quem vai sair nomeia o sucessor,ou de uma ditadura em que tal tambem acontece, veja bem que ate pode ter toda a razao do mundo e isso so era valido se estivesse a falar de uma monarquia ou de uma ditadura, acontece que esta a falar de uma democracia adulta responsavel onde existem partidos politicos e politicos escrutinados pela opiniao publica, sem censura, ao contrario do que se faz aqui e noutros regimes, angela merkel para alem de ter que conquistar o lugar no seu partido perante e concorrendo com os seus pares, teve que se sujeitar ao voto dos seus concidadaos e por varias vezes isso aconteceu, ou seja ganhou,nao por designio do maioral hoenecker, nao por ter nascido num berço dourado destinado, mas porque os seus concidadaos assim quiseram, sabendo os seus concidadaos tanto quanto o que o senhor sabe. mesmo assim ganhou, mas que pena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só para não deixar dúvidas, a Alemanha Oriental não era nem "monarquia", nem "democracia adulta". Era, ao meu ver, a INTERNACIONAL SOCIALISTA, fundada em 1889, em ação.

      Excluir
    2. Ao sr. Anonimo

      O Criador foi muito criterioso em seus designios: limitou a inteligência humana, por razões óbvias, mas não a burrice que, por isso mesmo, ehehe,é infinita...

      Widerstand

      Excluir
    3. Vejam só que são os judeus que impedem que os países tenham a tal da "democracia adulta" e isso ainda dito pelo troll judeus disfarçado de luso. Pois cfe o "raciocício trolliano", partidos ns são e devem ser proibidééérrimos. Então, nunca existirá a "democracia adulta" pois só pode existir "onde existem partidos politicos e politicos escrutinados pela opiniao publica, sem censura" ... repitindo "sem censura" ... hehe

      Excluir
  5. Influencias magneticas de Nibiru, a africa esta se partindo, terremotos estão ocorrendo com mais frequencia, inversão do polo magnetico da terra que acarreta a outras diversas consequencias.
    Para os cientistas da nossa época a história geológica da Terra é um
    livro aberto. Lá está escrito que durante 4,5 milhões de anos a Terra passou pelo menos catorze vezes através de inversões de seus pólos magnéticos. Para chegar a essas conclusões, os cientistas investigam as camadas geológicas onde existem sedimentos correspondentes às diferentes idades do planeta. O que era antes de lava ainda existem minerais que conservam seu alinhamento magnético original que pode ser medido com a tecnologia de carbono de rádio. Assim, sabe-se que a última inversão dos pólos magnéticos ocorreu no ano 13.200 BC, e é suspeito que esta data coincide exatamente com o desaparecimento dos dinossauros.

    Nosso planeta alterna sua polaridade cada vez que completa um ciclo, às vezes os pólos magnéticos da Terra estão alinhados como os conhecemos hoje e outras vezes, eles são invertidos. Isso tem a ver com a direção em que a Terra gira em torno de seu eixo. Por outro lado, a velocidade de rotação é variável, e como isso muda, os campos magnéticos podem se manifestar com mais ou menos intensidade. A uma velocidade de rotação mais alta corresponde um campo magnético mais forte e a uma velocidade de rotação menor, um campo magnético mais fraco.

    No presente ciclo o ponto de intensidade máxima do campo magnético foi atingido há 2000 anos, enquanto em nossos dias a Terra gira mais lentamente, assim o campo magnético tem se enfraquecido e faz isso em progressão geométrica (à medida que cai rápido, com maior velocidade continua caindo). O paradoxo é: agora nossos dias são mais longos, porém sentimos que o tempo se encurta, porque a maneira como percebemos isso depende de outro fator, ou seja, a sintonização de nossas células com o pulsar da Terra (ou Freqüência de Schumann), que Tem vindo a acelerar.

    Na escala de 1 a 10, sendo 10 a medida do magnetismo mais forte, em 1996 estávamos em 1,5 e agora estamos abaixo de 1. Este indicador nos mostra que estamos à beira de uma inversão dos pólos magnéticos que, de acordo com Para o bem informado, vai acontecer antes do final do ano de 2012. Assim, por enquanto, a Terra continuará a girar em torno de si cada vez mais lento, até que o momento vem quando ele estará em paralisação Vamos permanecer em um estado nulo de magnetismo para Aproximadamente três dias e então nosso planeta começará girar na maneira oposta. Como gira em um movimento inverso, onde antes era o pólo norte magnético agora será o pólo sul, e onde antes era o pólo sul magnético temos agora o pólo norte. Perceba que essa mudança é dada apenas nos níveis eletromagnéticos e não está dizendo que a Terra está indo para saltar fisicamente de cabeça para baixo 180 graus.

    Durante os três dias em que a Terra permanece parada, metade do planeta estará de frente para o sol e terá um dia muito longo ea outra metade observará uma noite prolongada. Há narrações antigas que contam uma experiência semelhante, e que nos fazem suspeitar que esta inversão polar foi vivida na Terra em um tempo mais recente do que o gravado anteriormente. A Bíblia diz que Josué "ordenou que o sol parasse". Também papiros do antigo Egito contam que uma vez houve um dia muito longo em que o sol saiu primeiro pelo Ocidente e se escondeu pelo Oriente, e depois, sem passar a noite, saiu pelo Oriente e se escondeu pelo Ocidente . Das antípodas do Peru temos o testemunho dos antigos Incas que, ao mesmo tempo, vivenciaram uma longa noite em que "não havia amanhecer por mais de vinte horas".

    ResponderExcluir
  6. Sr.Anonimo disse


    "..............Este indicador nos mostra que estamos à beira de uma inversão dos pólos m0agnéticos que, de acordo com Para o bem informado, vai acontecer antes do final do ano de 2012........."

    Data venia e "qui mar me pregunte" estamos em 2017 e até aqui muita coisa de fato parou...mas a Terra ainda não !.

    Será que esse post nao estava endereçado a outro site em algum ano do século passado, tendo ficado retido na caixa de saída até 17.01.2017 quando foi, inopinadamente, endereçado a este blog por força
    de radiações cósmicas do acaso?

    Widerstand

    ResponderExcluir
  7. e entao isto morreu ou que?o trump ja tomou posse as pussy hats ja se manifestaram por todo o mundo contra o homeme, os ong estrangeiras que se dediquem ao aborto nos states vao deixar de ter subsidios do estado. esta tudoma fervilhar

    ResponderExcluir
  8. Plenamente de acordo quando afirma que na URSS vigorava um regime Socialista, socialismo proletário. Já um neo-marxista, certamente diria "Capitalismo Bolchevique".

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.