4 de agosto de 2017

QUE MUNDO É ESSE?

A cada dia que passa mais nos vemos instigados a repetir esta pergunta. As notícias diárias certamente não são as melhores, muito menos animadoras. A sensação de que algo está se preparando, algo que não vai contribuir para o bem da sociedade, está mais presente, ao menos entre aqueles que não fazem parte da grande legião dos alienados. Lembrei-me de um livro que li há muito tempo. Foi editado em 1972, um dos últimos da série de mais de quarenta escritos por TAYLOR CALDWELL. Muitos deles fazem parte do mais seleto da literatura mundial e foram editados nos mais diversos idiomas (veja Wikipedia).

Quero me referir aqui ao que tem o título OS CAPITÃES E OS REIS. No Brasil está esgotado, mas pode ser encontrado nos sebos a preços convidativos. Enquanto muitos dos livros desta autora (falecida em 1985) continuam sendo editados mundo afora, este parece fazer parte dos que são considerados politicamente incorretos. Talvez por que sugira respostas à pergunta: QUE MUNDO É ESSE? O prólogo da obra, reproduzido abaixo, oferece uma boa ideia do conteúdo.


PRÓLOGO DO LIVRO OS CAPITÃES E OS REIS DE TAYLOR CALDWELL
(Traduzido da edição alemã “Die Armaghs)

Este livro é dedicado aos jovens que se rebelam, porque sabem que no seu país algo vai mal, mas não sabem o que é esse algo. Espero que meu livro contribua para esclarecer as circunstâncias.
Todos os personagens do enredo, exceto os obviamente históricos, são de minha imaginação; que eu saiba não há na América família de nome Armagh, nem nunca houve. O fundo histórico e político, entretanto, é autêntico. O “Committee for Foreign Studies” e a “Scardo Society” existem, ou existiram, apesar de sob outro nome. Existe realmente uma “Conspiração contra o povo” e provavelmente sempre existirá, porque desde sempre os governos se colocam em posição hostil frente aos seus governados. Isto não é novidade, mesmo que conspiradores e conspirações tenham mudado conforme a situação política ou econômica do país correspondente.
Porém foi só a partir de Karl Marx e do tempo da “Liga dos Justos” que os Conspiradores e as Conspirações passaram a se entender sobre o seu objetivo, a meta e sua demarcação. Isso nada tinha a ver com “Ideologia”, com determinada forma de governo, com Ideais, com “Materialismo”, ou outros bordões com os quais as massas desjuizadas costumam ser alimentadas generosamente. Menos ainda isto esta relacionado com Religiões ou Raças, pois os conspiradores desde há muito ultrapassaram estas coisas secundárias. Eles estão além do Bem e do Mal. Os Césares que eles põem no poder, são – conscientemente ou não - suas criaturas e, não importa se na Europa, Rússia, China, África, ou América do Sul, subordinados. E eles permanecerão incapazes enquanto não tiverem reconhecido seu verdadeiro inimigo.

O Presidente John F.Kennedy sabia do que estava falando, quando mencionou os “Gnomos de Zurique”. Talvez sabia demais! Golpes de estado sempre houve, mas estão sendo mais frequentes. Possivelmente é esta a última hora do homem como espécie pensante, antes que seja escravizado numa “sociedade planejada”. Este livro termina com uma Bibliografia e gostaria que muitos dos meus leitores se servissem das indicações que ela contém.
Taylor Caldwell
Na certeza do interesse de muitos

a BIBLIOGRAFIA citada pela autora:

5 comentários:

  1. so me merece uma referencia os gnomos de zurique que sao mais antigos que o kennedy, porque nao deixa de ser curioso esta historia de "transumancia", comecou depois da segunda guerra mundial, os políticos do partido trabalhista britanico preocuparam-se com as especulacoes, em relacao ao enfraquecimento da libra no regime economico. o crescimento economico no reino unido tinha sido baixo, apenas a metade do crescimento da alemanha e da frança. a procura pela libra esterlina comecou a cair, embora os banqueiros suicos tivessem vindo a ser criticados na inglaterra desde os anos 1950, o termo "gnomo de zurique" originou em uma reunao de crise dos políticos trabalhistas em novembro de 1964, que os políticos culparam os banqueiros suícos pela especulacao de elevacao contra a libra, durante o encontro, o político george brown criticou os banqueiros suícos e disse, "os gnomos de Zurique estão trabalhando novamente." o slogan tornar-se-ia famoso, alguns banqueiros suicos comecaram respondendo ao telefone "alo, gnomo falando". Um banqueiro suíco audacioso mudou-se para londres para estabelecer seu negocio e chamou a ele de "gnomo de notting hill. em decadas recentes, os banqueiros de zurique perderam a posicao firme que possuíam na economia global devido a ascensao de londres, nova york, dubai e hong kong como principais centros financeiros, os banqueiros atualmente sediados em londres, que sao agitados por aumentos de taxas, regulacao austera e animosidade publica para investimentos bancarios estao considerando moverem-se em larga escala para zurique, again, e agora depois depois do brevexit entao... onde o comércio bancario e a "religiao do estado". ou seja esta "transumancia" tem a ver com atitudes e declaraçoes dos politicos, sao eles que mexem com as bolsas conforme dizem ou fazem, mexem com expectativas, e o capital como dizia um capitalista portugues nao tem sentimentos patriotas nem fronteiras, por sinal depois de morto beneficiou ele mais o povo portugues com as fundaçoes que deixou e institutos de investigaçao que todos os discursos dos marxistas e socialistas da sua epoca, so deixaram palavras.mas a politica para se realizar nao bastam palavras e preciso dinheiro, se o afuguentamos temos miseria. ou como me tentava convencer uma partidario comunista que na ex urss nao havia desemprego ate contratavam desempregados para limpar estacoes desativadas, o que bem confirmar a teoria de que os comunistas pagam a uns para abrir buracos e a outros para os tapar. so inutilidades.

    ResponderExcluir
  2. https://www.youtube.com/watch?v=_Jkhi-FZ3Lw

    as pessoas não estão vendo, não estão percebendo que a maior parte dos altos oficiais fazem parte do golpe, sempre foram golpistas. Se for fazer intervenção militar, ela deve começar é nos quarteis primeiríssimamente.

    ResponderExcluir
  3. Militar e maçonaria seguem a mesma hierarquia - a financeira.

    Livro supracitado - ainda disponível http://docs11.minhateca.com.br/649842094,BR,0,0,Os-Capit%C3%A3es-e-os-Reis-%E2%80%93-Taylor-Caldwell.PDF

    Der Krieg aber sei notwendig, weil sich der Bolschewismus unter Bedingungen des Friedens nicht nach Westen ausbreiten könne.“ (Die Welt, 16.7.1996, S. 6.) A GUERRA, CONTUDO, FORA NECESSÁRIA, PORQUE SEM ELA, SOB A ÉGIDE DA PAZ, O BOLCHEVISMO NÃO LOGRARIA EXPANDIR-SE PELO OCIDENTE https://plus.google.com/117780186646962901957/posts/CBMmvj66M14

    OUTRORA - SÍMBOLOS e AGORA - a REALIDADE > http://api.ning.com/files/1Jm1E76QmeWttRNzhzDhfwIXqdE4QBpVbG72JEddKtKaPYAxiiIkSiauofuoJoBO1XXz9wjfBCf1zPD8A2OUc9vRXbDOglDB/cruzxestrela.jpg

    DICOTOMIAS

    https://blogln.ning.com/profiles/blogs/leia-a-an-lise-veja-o-filme-o-cult-jonas-que-ter-25-anos-no-ano?xg_source=activity

    SIMILARIDADES
    https://blogln.ning.com/forum/topics/guerra-do-paraguai-genoc-dios-alem-o-japon-s-e-l-bio?xg_source=activity

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ééé, sr Norberto. Não faltaram avisos. Vieram em forma de livros, folhetos, filmes, vídeos curtíssimos para os preguiçosos e longos aos curiosos, palestras em todos os continentes e épocas, seminários, discursos acalorados ou não, fatos a olhos nus também não faltaram, etc, e parece que não adiantou quase nada. Por quê?! Porque “perdeis o tempo a tagarelar. Enquanto não se achar em nossas mãos a imprensa do mundo inteiro, tudo o que fizerdes será infrutífero. É preciso que dominemos a imprensa universal, ou ao menos influamos nela, se quisermos iludir e escravizar os povos”, escreveu em 1840, o milionário judeu Moses Haim Montefiore (1784 - 1885).

      "Militar e maçonaria seguem a mesma hierarquia - a financeira" ... e a financeira segue quem?!

      O Nassif é da turma da "estrela". Bom trabalho e abraço, Ulysses.

      Cobalto

      Excluir
    2. Rezemos muito meu filho rezemos muito. Este mundo esta perdido. Ja dizia o meu avo.

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.