30 de junho de 2017

NACIONALISMO

GLOBALIZAÇÃO é submissão e despotismo.
NACIONALISMO é responsabilidade e desenvolvimento humano.

Enquanto nos países do leste europeu a população ainda mantém um sentimento de amor à pátria, nas nações do centro, Alemanha e França, a doutrinação esquerdista, ou globalista, já fez com que “nacionalista” passasse a ser um epíteto de baixo calão. Ser nacionalista é ser da extrema direita. É só numa república artificial, como o é a Alemanha, que se tolera que uma deputada federal diga de público “Alemanha, quero que morras!”.

Aqui ainda não chegamos a isto. Mas lembro-me de poucos anos atrás ter visto a entrada de um quartel encimada pelos dizeres BRASIL ACIMA DE TUDO. Não mais lá estão. A bandeira nacional não tem mais o respeito devido. Cerimônias e festejos que enaltecem a nação rarearam. É óbvio que isso faz parte do programa dos globalizadores, hoje presentes em todas as áreas de decisão. Um governo mundial, como eles pretendem, não pode ter súditos que coloquem o seu pedaço de chão “acima de tudo”. Estes estariam interessados em poder se orgulhar do seu país. Almejariam o seu progresso e, muito importante, se rebelariam, quando oprimidos, explorados, enganados.

Os estados em que hoje ainda impera o mais forte nacionalismo podem ser encontrados na Ásia. As consequências de não mais possuírem uma clara identidade nacional podem ser vistas no Oriente Médio, onde uma série de estados sofreram uma desintegração nacional e enfrentam sectarismos rivais, étnicos e religiosos.

Amar o seu país não é só uma virtude, como também contribui de maneira indispensável para a saúde ética de uma sociedade. Valessem ainda os valores, que hoje deixam de ser ensinados, o Brasil não estaria sofrendo a vergonhosa situação, que vem sendo revelada em suas hostes políticas. Não lembro de ter a História – ao menos a contemporânea - registrado caso semelhante.

O amor ao país também não existe onde se dirime o valor que se dá à célula mater da sociedade, à família. E aqui de forma mais evidente se demonstra que estamos sendo vítimas de maldoso planejamento. A drasticidade com que conceitos éticos, morais e religiosos foram deturpados, escamoteados, até mesmo convertidos, isto em pouco espaço de tempo, revela que não estamos diante de uma evolução natural, mas que tudo é fruto de cuidadosa programação. Se é uma revolução o que está em curso, ela tem muitos pais. Um deles é a ESCOLA DE FRANKFURT, famosa pelos nomes que a integraram. Um deles foi Max Horkheimer, que em 1929 assumiu sua direção. Seriam dele as palavras:

A revolução não acontecerá com armas, sucederá de forma mais progressiva, ano após ano, geração após geração. Infiltraremos gradualmente suas instituições de ensino e suas instalações políticas, transformando-as lentamente em entidades Marxistas enquanto nos movermos em direção ao igualitarismo universal.”

O IGUALITARISMO, a que se refere, só pode ser o da “plebe ignara”, sem abranger o “patriciado”, que, naturalmente, será área reservada aos comandantes da revolução. As INFILTRAÇÕES, de fato, já foram realizadas com sucesso.

Ficar inoperante, cruzar os braços, fingir que nada tem com isso, é assumir grave responsabilidade pelo futuro dos seus descendentes. Ajudar a revigorar o NACIONALISMO é certamente uma boa atitude.



98 comentários:


  1. bom francamente a globalizaçao e uma palavrao para alguns mas sempre existiu e no passado, quando os portugueses, iam buscar especiarias a india por via maritima e com isso alteraram a rota da seda modificando as maneiras de comerciar por via maritima. produzindo e criando plantaçoes de cana do acucar no brasil, outros paises faziam o mesmo tambem como a inglaterra holanda espanha, isso faz parte do progresso, evoluçao, com isso veio conhecimentos culturais novos. novos produtos de comercio, mercantilismo e sociedades por quotas etc etc, religião, língua, as artes espalharam-se e misturaram-se nas nacoes, nos séculos XV e XVI, os europeus fizeram descobertas importantes em sua exploração dos oceanos, incluindo o início das viagens transatlânticas, o movimento global de pessoas, bens e ideias expandiu-se significativamente nos séculos seguintes. no início do século XIX, o desenvolvimento de novas formas de transporte, como o navio a vapor e ferrovias, e as telecomunicações permitiram um intercambio global mais rapido, portanto o que o passado tem a ver com o presente em globalizaçao? so mais rapidez, conhecimento e comunicaçoes instantaneas, produtos lancados ao mesmo tempo em qualquer parte do mundo, e nao como ha anos atras tinha que se estar a espera por um filme estreado nos paises mais evoluidos, livros igualmente material informatico quando chegava, nos paises mais avançados ja era obsoleto, isso e globalizaçao, o planeta culturalmente tornou-se numa aldeia, se me dizem que isso causa miseria e desemprego em alguns sectores por causa de empresas que se deslocam para paises onde produzem os bens por uma tigela de arroz, concedo, mas nao elimina as vantagens, isso e um criterio de polticas e como tal so funciona se forem globais ca esta, novamente a globalizaçao, pagar salarios nao inferirores aos do local donde se saiu e deixou de produzir e todas as outras regalias sociais, ferias subsidio de ferias licenças maternidade inerentes,etc. so assim se poderia combater, um pais so a fazer isto e suicido puro e simples.a globalização criou uma lógica de funcionamento coletivo dos mercados e so nao ha mais miseria e pobreza devido a isso. e a liberdade de comercio, pessoas, produtos e bens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. blá blá blá

      Vá aprender a escrever, panão.

      Excluir

  2. o nacionalismo pois podemos falar a nivel economico nacionalismo e e um reflexo normal em tempos de crise. assim como a tendencia para o argumentario protecionista, para o estímulo a consumir preferencialmente o que e nosso nacional tudo isso faz parte de uma reacao natural num tempo de medos e de incertezas. o trump esta com a ideia de renascer o nacionalismo economico a ver vamos o que a america consegue, e se conseguir e bom levar em conta que e a america, ainda recentemente na visita a arabia saudita fez negocios de bilioes em armamento, nem todos tem esse poder.a outra vertente do nacionalismo aqui defendido no blog e o politico, que se baseia no velho conceito dos seculos XVIII e XIX dos estados naçoes e que tem por base o nacionalismo economico proteccionista mas com as velhas fronteiras fiscalizadas por guardas,sem liberdade de movimentos de pessoas bens e serviços, ha varias ideologias que se apropriam do nacionalismo como forma de propaganda, nos finais do século XIX, em portugal era contra o iberismo e o medo da espanha. depois durante o século XX, o nacionalismo deu origem a movimentos radicais como o fascismo, o nacional-socialismo na alemanha, o saudosismo e o integralismo no brasil e em portugal, especialmente durante o estado novo no brasil e estado novo em portugal. que saudades de uma moral universal, pois e mas o individuo so e obrigado a obedecer a lei, e a lei incorpora a moral conforme as epocas, concerteza que os proprios fascistas nao defendem a moral vigente na idade media. cada geraçao tem a sua moral o que os individuos sao obrigados e a obedecer a lei. o igualitarismo e em relaçao e lei, a lei e igual para todos e nao ha privilegios infundados entre cidadaos se ha ja temos outro problema. estes sao problemas que nenhum fascista entende. limitaçoes.

    ResponderExcluir
  3. "Não haveria nem socialismo nem comunismo, se os que governam os povos não tivessem desprezado os ensinamentos e as maternais advertências da Igreja; eles, porém, quiseram, sobre as bases do liberalismo e do laicismo, levantar outros edifícios sociais que à primeira vista pareciam poderosas e magníficas construções, mas bem depressa se viu que careciam de sólidos fundamentos, e se vão miseravelmente desmoronando, um após outro, como tem que desmoronar-se tudo quanto não se apoia sobre a única pedra angular, que é Jesus Cristo." - Papa Pio XI

    Exemplo de pensamento para o modo como nossa economia vem sendo tratado nos últimos séculos, aliás.Poucos ousaram como esse homem, fazendo com que não mais o capital financeiro especulativo se tornasse a ruína do ser humano comum.

    Gottfried Feder nasceu em 27 de janeiro de 1883, em Würzburg, então Império Alemão.Filho de funcionário público Hanse Feder e de Mathilde Feder.Depois de frequentar escolas humanistas em Ansbach e Munique, estudou engenharia em Berlim e Zurique (Suíça);depois de se formar, ele fundou uma empresa de construção em 1908, que foi particularmente ativa na Bulgária, onde construiu uma série de edifícios oficiais.

    De 1917 em diante, Feder estudou política financeira e economia por conta própria;ele desenvolveu uma hostilidade aos ricos banqueiros durante a Primeira Guerra Mundial e em 1919 escreveu o manifesto Como quebrar os grilhões dos banqueiros ("Brechung der Zinsknechtschaft").Isso foi logo seguido com a criação de uma "força-tarefa" dedicada a conseguir esses objetivos, que exigiam a nacionalização de todos os bancos e a abolição de interesses financeiros.

    No mesmo ano, Feder, juntamente com Anton Drexler, Dietrich Eckart e Karl Harrer, se envolveram na fundação do Deutsche Arbeiterpartei (Partido dos Trabalhadores Alemães - DAP) No verão de 1919, Adolf Hitler conheceu Feder e torno este seu mentor em finanças e economia.Ele foi o inspirador da oposição de Hitler ao "capitalismo financeiro internacional.

    Em fevereiro de 1920, juntamente com Adolf Hitler e Anton Drexler, Feder elaborou o chamado "Programa dos 25 pontos", que resumia as opiniões do partido, e apresentou suas próprias ideias anti-capitalistas no programa.Este foi apresentado em um comício, no dia 24 de fevereiro de 1920, na presença de 2.000 pessoas.Em uma tentativa de fazer a partido mais atraente para grandes segmentos da população, o DAP foi rebatizado em fevereiro do mesmo ano, como o nome de Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei (Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães NSDAP)

    Em novembro de 1923, Feder participou do Putsch da Cervejaria e depois da prisão de Hitler, ele permaneceu um dos líderes do partido sendo eleito para o Reichstag em 1924, onde permaneceu até 1936. No congresso ele exigiu o congelamento das taxas de juro e a desapropriação dos bens de cidadãos judaicos.Ele permaneceu um dos líderes da ala anti-capitalista do NSDAP, e publicou vários artigos, incluindo "Bases Sociais do Estado Nacional Alemão" em 1920, "Das Programm der NSDAP und seine weltanschaulichen Grundlagen" ("O programa do NSDAP"), em1927 e "Was will Adolf Hitler? "("O que Adolf Hitler quer?") em 1931.

    Feder deixou sua marca na política financeira oficial do NSDAP, mas depois que ele se tornou presidente do conselho econômico do partido em 1931, vindo a faleceu em 24 de Setembro 1941 sem ver o final da guerra ou a queda da terra natal.

    https://lh3.googleusercontent.com/-QFIiO8cIR3o/WVfk7LEUVgI/AAAAAAAAmV8/9_TKLlkhcpYhUuvkFcbGuKgwJhF1IcKAgCL0BGAYYCw/h283/7257962040218178524%253Faccount_id%253D1

    ResponderExcluir
  4. Atendendo a vários pedidos, esclareço que a expressão "Deutschland verrecke" (Alemanha, quero que morras) é atribuída à Dep. Claudia Roth e provocou muita celeuma. Isto pode ser comprovado por pesquisa no Google.

    ResponderExcluir
  5. Essa Claudia Roth merecia ser enforcada num carvalho em tributo a Wotan, se bem que tenho minhas dúvidas d'Ele aceitá-la, talvez encaminhar a oferenda a Loki ou Hel...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sacrifique a Moloch, é o d'us dela.

      Excluir
  6. Sobre o movimento Antideutsche na Alemanha:

    http://de.metapedia.org/wiki/Antideutsche

    http://de.metapedia.org/wiki/Bundesrepublik_Deutschland

    http://de.metapedia.org/wiki/B%C3%BCndnis_90/Die_Gr%C3%BCnen

    http://de.metapedia.org/wiki/Roth,_Claudia

    ResponderExcluir
  7. A propósito a "Deutsche Welle" deveria chamar-se "Antideutsche Welle", eis que só postam propaganda anti-alemã por lá.
    Diversos amigos já estão bloqueados naquela página, pois ousaram contestar, cientificamente, as postagens germanófobas de lá!
    Se eles não conseguem mais replicar, eles bloqueiam, impedem da pessoa comentar na página... muito "democrático"...
    Como sempre diz nosso amigo Norberto Toedter... "a Guerra continua..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a deutsche welle, nao patrocina racismo, xenofobia, nacionalismos, fascismo, nazi fascismos,supremacias brancas ou outras ideologias, quaisquer que elas sejam, pois sao conteudos em tudo conteudos contrarios aos ideias europeus e da democracia, como julgo que se sente discriminado pela deutsche welle so se pode pressupor que professa semelhantes ideologias, por isso nao tem lugar numa democracia enquanto inimigo (e nao adversario) da democracia, foi posto de lado, se foi o caso e so de aplaudir, o seu mundo e outro, viva nele idealmente ninguem precisa de si para nada. continue a sua guerra

      temos muita pena.

      Excluir
    2. O pior fascismo que existe é essa ideologia marxista cultural, criada por judeus da Escola de Frankfurt!
      É a ditadura do pensamento, de como agir, de como vestir, de como pensar, do que falar, etc...
      É encima disso que a Antideutsche Welle se baseia.
      Todo mundo já sabe que as "fobias" ou rótulos que vocês colocam nas pessoas não convence mais ninguém!
      Por anos tratou-se de uma forma de agredir o adversário e fazer valer a ideologia mais nefasta antieuropeia!
      As pessoas estão a despertar!

      Excluir
  8. "Ajudar a revigorar o NACIONALISMO é certamente uma boa atitude."

    so mais uma achega.

    porque nao se deve entrar e ajudar a propaganda nacionalista

    o nacionalismo morreu, so os nacionalistas ainda nao foram avisados que estao mortos.

    o nacionalismo é chamada para a guerra, no nacionalismo entende-se um grupo de indivíduos que partilham a mesma lealdade a um grupo etnico, sendo ele tanto mais poderoso quanto menos espaço houver para outras lealdades, como a política, a social, a religiosa, ja para nao falar da lealdade a família ou aos amigos, um nacionalista poe o amor a sua nação acima de todos os outros, esta disposto a morrer e, sobretudo, a matar por ela. por isso um nacionalista e um assassino em potencia, o nacionalismo e mais um equívoco. porque se deixou apropriar pelo estado, esta ao serviço do estado-nacao, nos nossos modernos países, o nacionalismo é um equívoco porque a lealdade a nacao nao e a mesma coisa que a lealdade ao estado. quando pomos a lealdade aos nossos estados-nacao a frente das restantes , à família, ideologias, Igreja, ao que seja , estamos a trair a nação. porque os estados nacao modernos sao amalgamas de nacoes apanhadas no abraço de urso do poder soberano organizado constituído pelo estado, que detem o monopolio dos meios de violencia ou segurança, em determinado territorio, subordinando a sua populacao, os alemães que se uniram em 1870, numa amálgama de 40 diferentes estados, foi dito serem há séculos o mesmo povo, a mesma nação, e que se tratava de juntar todos numa grande alemanha. o nacionalismo, e conhecido e o resultado do sucesso do convencimento germânico e nada mais nada menos que o celebre e infame deutschland über alles, o nacionalismo e por extensao, xenofobia e racismo. A ideia da prevalencia da minha nacao sobre a tua nacao implica necessariamente uma exclusao, o nacionalismo e um disparate que nao se confunde com patriotismo, nao ser contra ninguem nem superior ao contrario do nacionalismo, o nacionalismo e uma prisao. porque os nacionalistas sao sempre contrarios a liberdade de circulacao dos produtos e das pessoas e dos serviços e dos capitais entre países diferentes, ou melhor dizendo, gostariam que essa liberdade servisse as suas exportações sem terem em troca de conceder nada e acesso livre aos seus mercados. os direitos sao deles as obrigaçoes dos outros, como isso e impossível, impoem o poder das fronteiras, ainda hoje tao disseminado por todo o mundo. mas há uma excepcao que, como a aldeia gaulesa tao conhecida na europa, resiste, ainda e sempre, a europa, com a sua zona de livre circulação dos factores da economia bens, serviços, trabalhadores e capitais e das pessoas, uma zona de liberdade, como deviam ser todas e que por isso faz inveja com o seu progresso e bem estar social para onde todos querem vir, por algum motivo pela sua economia pujante.

    por isso os nacionalismo esta morto e enterrado. kaput.

    chorem muito, temos muita pena.

    um nao nacionalista, que despreza nacionalistas,

    sem direito a resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é... quando você diz "livre circulação de mercadorias" na verdade você diz "que as grandes companhias de comércio internacional não devem ser incomodadas por ninguém"...
      O nacionalismo sempre é perigoso para aqueles que costumam espoliar os povos, seja através de bancos ou atravessadores comerciais...
      Não foi o nacionalismo que provocou conflitos e guerras, mas o capitalismo apátrida e seus barões, aliás, os mesmos que ainda estão a provocar conflitos.
      Não leves ainda a tua peleia como ganha...

      Excluir
    2. Não lhe escrevei que logo logo nacionalismo seria considerado (me referia em lei, porque politicamente correto já é) como crime de racismo, xenofobia? Deveria ter publicado. E calaria, se o asco acima tivesse juízo. Difícil, vemos que já é totalmente lobotomizado pela ditadura do politicamente correto. Alguma dúvida? É só ler o que o asco "luso" escreve.

      É a novolíngua. Como não vencem honestamente, fazem guerra até com o dicionário.

      "O nacionalismo está morto", que pérola! Então por que tanta preocupação com o "morto"?!! ...

      Excluir
    3. Nacionalismo está morto?! Não diga! Então por que tanta preocupação com o "morto"?!

      http://pamelageller.com/2017/07/german-court-sharia.html/?utm_source=dlvr.it&utm_medium=gplus --- "Tribunal alemão CAPITULA, afirma que polícia da SHARIA pode patrulhar ruas, só não pode usar camisas marrons."

      Morto?! ... he he he ... só se for no sentido de "vocês estão MORTOS DE MEDO"

      Nacionalismo é como massa de pão, quanto mais bate, mais cresce. E porque também alimenta. Alimenta a identidade, a história, a alma, a coragem. "Livre circulação de mercadorias" não faz nada disso, pelo contrário, por isso o contínuo aumento dos índices de suicídio, crimes, drogadição, depressão, vazio existencial ... carência de atenção como você, luso mohel.

      Sem nacionalismo não há povos, não há identidade, por isso a importância de combate-lo pra implantar a nova ordem mundial kosher.

      Excluir
  9. Os grandes financiadores do terrorismo não param nunca... O câncer do Oriente Médio não vai deixar a Síria em paz.
    https://panoramalivre.wordpress.com/2017/07/03/armas-e-kits-medicos-de-israel-sao-confiscados-com-terroristas-da-al-qaeda-nas-colinas-de-gola/

    Um líder da oposição política da Síria disse que a maioria dos sírios vê o Irã como o verdadeiro inimigo e não Israel, acrescentando que Israel poderia fazer mais para ajudar o povo sírio.
    https://www.breakingisraelnews.com/90434/syrian-rebels-want-peace-israel-real-enemy-iran/

    Breaking Israel News oferece notícias de Israel de uma perspectiva judaica ortodoxa para leitores judeus e cristãos. Encorajamos o diálogo aberto e acolhemos perguntas respeitosas. No entanto, como somos um site judeu ortodoxo, nosso conteúdo deve permanecer focado em nossa herança compartilhada da Bíblia hebraica e não na Escritura cristã. Pedimos aos nossos leitores que seguam estas orientações ao comentar no nosso site:
    • Os comentários devem ser respeitosos e não ofensivos.
    • Os comentários não devem proselitismo de qualquer forma.
    • Os comentários devem permanecer focados na Bíblia hebraica e não se referem à Escritura cristã.
    Qualquer comentário que não cumpra essas diretrizes pode ser removido do site. Violações repetidas das diretrizes podem resultar em usuários que estão sendo proibidos de comentar.

    "Minha opinião dos cristãos sionistas? Eles são ESCÓRIA, mas não diga isso a eles. Precisamos de todos os IDIOTAS ÚTEIS que podemos obter no momento."
    Benjamin "Bibi" Netanyahu

    ResponderExcluir
  10. sua opiniao de cristaos sionistas, e que sao o unico povo democratico com liberdade de expressao, semelhante aos paises ocidentais a funcionar no medio oriente, partiu os dentes aos caes arabes e la continua de pe, tendo transformado um pedaço de deserto e terra arida sem riquezas naturais num oasis, se a inveja matasse estavas morto ha muito tempo. assim so estas morto para a realidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguém lhe perguntou sua "opinião", hasbará mohel? E por falar nisso, como vai o curso de mohel?

      "• Os comentários não devem proselitismo de qualquer forma." mas proselitismo hasbará pode ... hehe ... gente hipócrita. Não suportam a verdade. Por isso o pavor que tem de Jesus e Adolf Hitler. Será que por conta desses dois, entre outros, que tem tanto psicólogo e psicanalistas nessa tribo?!!

      Excluir
  11. como se pode ensinar a ignorantes que capitalismo nao e uma ideologia? como ensinar a ignorantes que capitalismo e criatividade nao tem a ver com ideologia e estado. como ensinar a ignorantes que capitalismo convive com qualquer ideologia se nao for perseguido, como ensinar a ignorantes que capitalismo provem de ralacionamentos humanos necessarios nas sociedades, capitalismo não é uma ideologia, mas um modo de viver. ninguem o inventou, nao tem pai nem mae, nao adianta atirar a culpa no velhinho smith no reagan etcetc. capitalismo nasceu, por geração expontânea, como uma necessidade humana surgida la atras, quando os homens pre historicos comecaram a conviver entre si e sentiram as primeiras necessidades, um coletor que sentiu na epoca frio demais naquele inverno e teve a ideia de trocar um cacho de uva pela pele de urso do vizinho cacador. estava criado o notorio e tao vilipendiado mercado e nascia o capitalismo, lugar de encontro onde qualquer um de nos troca coisas e satisfaz necessidades.mas como produtos nao cabiam na carteira surgiu o dinheiro facilmente transportavel e surgiu a sua ligacao a produçao dos bens, sim porque produzir bens implica trocas e portanto dinheiro e ideias. o capitalismo criou figuras tao antagonicas como o criativo steve jobs ou o especulador warren buffets, so autenticos nabos confundem capitalismo com ideologia e nao conseguem ver regimes comunistas com economias capitalistas, ate nabos tem direito a ver a luz e so abrir os olhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filo-judeu globalista acima só esquece que capitalismo é doença, doença do materialismo. O materialista confunde capital, “bem econômico aplicável à produção” (Dicionário Houaiss) que serve ao homem com homens que servem ao capital, e esta situação é a que a globalização fez ao transformar papel dinheiro em produção oriunda do juros e especulação, uma especialidade e quase exclusividade judaica. Imprimir dinheiro é fácil (até porque não foram judeus que inventaram a imprensa) difícil é criar e produzir, e criação e produção é uma herança das civilizações não abraâmicas, arianas e extremo orientais, e nessa equação raça + cultura o nacionalismo é o primeiro passo, e o imperialismo, da melhor das nações, o segundo passo para finalmente ordem e hierarquia e dignidade imperarem.

      O judaísmo internacional que só aceita seu nacionalismo e seu imperialismo corrompe o sentido de nacionalismo e imperialismo para dissuadir os povos a abandarem a própria identidade e, consequentemente, abandonarem o nacionalismo. Claro que muitos ajustes e retificações precisam ser feitos, mas o caminho é sempre nacionalismo e o imperialismo da melhor nação. Saúdo os impérios do Egito, Índia, Assíria, China, Macedônia, Roma, Napoleônico e III Reich, pois deles vieram o esplendor e plenitude humana, e neles não havia lugar para globalização nem do nacionalismo judaico (quando era o caso dos judeus serem contemporâneos e vizinhos), este o único nacionalismo parasita. Aliás na judéia os judeus tinham sua terra, sua religião, mas não tinham Jeová por cima, e sim ardendo nas sinagogas apenas. E quando alguém diz que tais impérios caíram e os judeus estão por cima, respondo que o judaísmo sempre pediu misericórdia e prometeu se comportar após ser colocado no lugar dele, o de povo rebelde e estéril, e só com traição e mentira se arrastou através da história, como a cobra traiçoeira através da mata. Esta cobra sempre implorou para lhe pararem de bater-lhe na cabeça após seu bote ser revidado, e a misericórdia dos povos foi o que salvou-lhe e não brio ou heroísmo próprio algum.

      O mais óbvio que fica sobre a importância do nacionalismo para os povos, conforme o artigo do senhor Toedter afirma, é que nestes impérios a identidade dos povos era suficiente para rechaçar as ideologias judaicas, e somente através da proposta de comércio, como algo inofensivo e agregador, é que o judeu voltou a entrar... basta citar os quase QUATROCENTOS anos de expulsão que sofreram na Inglaterra, e voltaram através de favores bancários na Rebelião Ingloriosa.

      Cem anos atrás o judaísmo internacional bajulava a Alemanha, dizendo a esta que era bom os alemães apoiarem a proposta de pátria judaica na Palestina porque seria com a ajuda dos judeus um posto avançado do germanismo no Oriente Médio, e hoje falam que os EUA têm de apoiar Israel pois esta é um posto avançado do estilo de vida americano e ocidental no Oriente Médio.

      Memória também incomoda o judaísmo internacional e a globalização pois como ambos precisam de dez mentiras para cobrir cada mentira que defendem, quem tem memória é inconveniente certamente...

      Excluir
    2. blá blá blá

      Vá aprender a escrever, panão!
      .
      .
      .
      .
      .
      .


      Porque raciocinar, podemos esquecer.

      Excluir
    3. rezemos muito meu filho rezemos muito, que nao temos salvaçao. mas tentemos ne.... pois ja dizia o meu vovo

      Excluir
    4. "capitalismo é doença, doença do materialismo"

      mas bela definiçao, temos ca um novo adam smith em potencia, o sujeito e que ainda nao se viu ao espelho, olha repara capitalismo nao tem a ver com judaismo, essa e um defeito na tua estrutura mental.o capitalismo "estruturado" surgiu no seculo XV, na passagem da idade media para a idade moderna, a partir da decadencia do sistema feudal e do nascimento de uma nova classe social, a burguesia. ainda nao te tornaste burgues? entao nao sabes o que perdes, ou estaras perdido digo eu. kkkk. diversas modificacoes nos ambitos economico e social foram essenciais para o advento do sistema capitalista como o progresso, a urbanizacao e novas tecnicas de producao

      continua

      Excluir
    5. continuaçao

      ve la que o capitalismo esta dividido em varias fases. e uma coisa esquisitoide que foi evoluindo, capitalismo comercial ou mercantil baseado na exploracao de terras e comercializacao de bens, uma especie de pre capitalismo, capitalismo industrial surgiu com a revolucao industrial no seculo XVIII, a partir da transformacao do sistema de producao. neste caso, houve a mudanca dos produtos manufaturados para grandes escalas de producao, ou seja, os trabalhos artesanais sao neste momento realizados pelas maquinas, o capitalismo industrial enfoca no desenvolvimento do sistema fabril de producao. e depois o temivel capitalismo financeiro ou da banca, medonho medonho mesmo, a custa do qual muitos tem casas carros electrodomesticos, coisas que os nossos avos tinham que pagar a pronto e passar a vida a juntar para tal so disfrutando deles quando estavam a cair na cova mas ja podiam paga-los a pronto. iniciado no século XX, mais precisamente apos a segunda guerra mundial, vigora ate os dias atuais. e nenhuma economia desenvolvida e nao atrasada funciona sem ele. baseado no fenomeno da globalizacao, ui que medo, o capitalismo financeiro esta fundamentado nas leis dos bancos, das empresas e das grandes corporacoes e foi isso que permitiu um maior progresso e muita gente acesso a bens e saida da pobreza. repara e aprende que eu nao duro sempre, capitalismo e um sistema economico e social baseado na acumulacao de capital nao tenhas medo e complexos da palavra nao tem a ver com judeus, tu podes fazer isso basta ter algum merito que a sociedade aprecie e queira,torna-te criativo aposta produz alguma coisa e vende, claro que os fracassados dirao que a culpa e dos judeus mas isso nos ja sabemos ne? por isso nao tem nada para oferecer a sociedade, para esses nas democracias existe o chamado estado social, nao se pode deixar abandonados os nossos concidadaos que por diferentes razoes fracassaram.mas estes devem-se proteger nao servir de exemplo. mas continuemos entao no capitalismo os meios de producao sao de propriedade privada. ao contrario do comunismo, que nao consiste propriamente num sistema economico mas numa ideologia, que pensa a sociedade sem a existencia de classes sociais, numa luta conflituosa e continua com a burguesia e que apregoa no fim a nao necessidades de existencia do estado, havendo outras ideologias de esquerda que apregoam o mesmo mas mais rapido queimando etapas, os anarquistas.

      capitalismo e comumente definido como um sistema de organizacao de sociedade baseado na propriedade privada dos meios de producao e propriedade intelectual, e na liberdade de contrato sobre estes bens livre-mercado. repara capitalismo e o nome que se da as atitudes economicas decorrentes naturalmente numa sociedade que respeita a propriedade privada e a liberdade de contrato. as pessoas quando sujeitas a estas condicoes, com o intuito de satisfazer seus desejos e/ou necessidades, tendem espontaneamente a dirigir seus esforcos no sentido de acumular capital, ninguem trabalha ou se esforça para aquecer, o qual e entao usado como moeda de troca a fim de adquirir os serviços e produtos desejados é o meio mais eficiente e eficaz de prosperidade, desenvolvimento e eliminacao de pobreza nas sociedades, devido acada individuo, por depender basicamente do seu proprio esforço, por ter direito a acumular e desfrutar dos produtos gerados por este esforco, por ter de assumir e colocar em risco seu proprio patrimonio ja alguma vez na mira de obteres mais arriscaste alguma vez alguma coisa tua? nao me parece, isso so os judeus eheheh por isso sao ricos. e altamente motivado a utilizar seus recursos materiais e intelectuais da melhor forma e o mais eficiente possivel, e a melhor possível e a que gera maior riqueza para a sociedade, já que os indivíduos dependem de transacoes voluntarias. malditos judeus e maldita doenca do capitalismo. kkkkkkkkkk

      Excluir
    6. Ora ora... mas o que o filo-judeu globalista coloca é muito semelhante ao material que os professores da faculdade me passaram... principalmente baseado em Eric Hobsbawm e Edward Palmer Thompson... oriundas de porcarias como interpretação social e psicológica do homem baseado em parafernália judaica como Marx e Freud. É isso que estás trazendo aqui, historietas judaicas para encobrir corrupção judaica:

      1ª falácia: “(...) capitalismo "estruturado" surgiu no seculo XV, na passagem da idade media para a idade moderna, a partir da decadencia do sistema feudal e do nascimento de uma nova classe social, a burguesia (...)”

      Resposta: esqueces de explicar que a decadência do sistema feudal vem da corrupção judaica sobre a aristocracia aristocrática guerreira, sendo esta a única que se impôs ao selvagem mundo que sucedeu a queda de Roma que também advém da corrupção judaica (basta ver a segunda guerra romano-judaica onde o judaísmo internacional ficou exposto como na Segunda Guerra Mundial também). Foi e espírito guerreiro e não o de comerciante ou agiotagem que deu segurança e permitiu a estruturação, o uso do capital (bem econômico aplicável à produção), que sucedeu ao caos pós-Roma... comerciantes, os leva-e-traz, são irrelevantes na construção do mundo, mas decisivos na decadência.

      2ª Depois me perguntaste: “(...) ainda nao te tornaste burgues?”

      Resposta: Que sentido de burguês? O cidadão que constrói a comunidade, o mundo civil: que o germanismo tem no vocábulo bürgerlich? Sim! Se for nesse sentido sou burguês!

      Ou bürgerlich com o sentido que Marx espalhou ao mundo, que é o de homem parasita da cidade, típico membro do judaísmo internacional, o corruptor, que sem ser guerreiro comprou títulos feudais da fração da nobreza que decaiu, a corrompida, e a palavra bürgerlich, burguês, então tornou-se sinônimo de comerciante, de leva-e-traz...

      Senhor Feudal, cuja premissa tradicional era a de guerreiro aristocrático exigia a incorruptibilidade e valentia, e falácias comerciais, o tal progresso, permitiram aos poucos que parte da Europa, sempre a judaizada, a concederem, voluntariamente ou como consequência de guerras, tolerasse e aceitasse depois líderes comerciantes, leva-e-traz, ao invés de aristocratas guerreiros. Essa é a real transição do Feudalismo ao Capitalismo...

      Repare que após a Segunda Guerra Mundial a distorção histórica foi levada aos níveis bíblicos... para oficializar versões marxistas e freudianas da história e apagar o que acima coloquei... que fazia parte da literatura erudita européia até a Segunda Guerra Mundial.

      Excluir
    7. 3ª Falácia: “(...) os trabalhos artesanais sao neste momento realizados pelas maquinas, o capitalismo industrial enfoca no desenvolvimento do sistema fabril de producao. e depois o temivel capitalismo financeiro ou da banca, medonho medonho mesmo, a custa do qual muitos tem casas carros electrodomesticos, coisas que os nossos avos tinham que pagar a pronto e passar a vida a juntar para tal so disfrutando deles quando estavam a cair na cova mas ja podiam paga-los a pronto (...)”

      Resposta: Em primeiro lugar nem é auto-sustentável tal “progresso” que afirmas, os produtos de hoje são feitos para quebrar com propaganda de que são feitos para durar... lucro e mentira de mãos dadas parece ser a marca do progresso...

      A falta de sustentabilidade do sistema usurário é tão grande que os bancos quebrados são resgatados com dinheiro do contribuinte... NESSA HORA A REGRA DO CAPITALISMO DOS MENOS QUALIFICADOS SEREM EXTINTOS PELA FALÊNCIA É IGNORADA...
      USURÁRIOS ADORAM LUCRO PRIVADO E SOCIALIZAÇÃO DO PREJUÍZO... ISSO É A MARCA DA GLOBALIZAÇÃO EHEHEHHE

      A linha de pobreza nos países é proporcionalmente maior a de tempos atrás, mesmo com a tecnologia superior atual... São muitos os motivos para isso, o acúmulo de riqueza como meta e não como consequência da prosperidade é um deles, outro é o crescimento de sub-humanos que são rebaixados a massa sobrante que sustenta a produção globalizada... essa globalização precisa de escravos para funcionar... onde tem classe média ela não entra.. reparou isso?

      O equilíbrio é a marca da tradição, a deformidade é a marca do progresso eheheheh

      É bom lembrar uma esquecida passagem em que mineiros ingleses tinham piores condições que detentos dos campos de Hitler, uma desvantagem enorme do que a Inglaterra judaizada oferecia aos seus homens “livres” em relação ao que a Alemanha nazificada oferecia aos seus detentos... pior foi quando russos entraram para o Exército Alemão e viram no quartel condições melhores que tudo na URSS... mas isto, das melhores condições no Reich (céu) que na URSS (ante-sala reino do mal, Sião) é óbvio demais ...


      4ª Falácia: “(...)capitalismo e um sistema economico e social baseado na acumulacao de capital nao tenhas medo e complexos da palavra nao tem a ver com judeus,(...)”

      Resposta: Qualquer pessoa que investigou tal assunto minimamente de modo sério sabe bem isso tem quase que exclusivamente que ver com judeus.

      São eles criam o sistema usurário, sustentam, e suas falsas oposições não os combatem (Marx tolera o juros, e em nenhum momento até agora ninguém mostrou-me nada dele que chegasse perto de um trabalho contra o juros e muito menos ainda de um combate sistemático contra o juros). Como é um domínio judaico não perderei tempo em dar nomes a amplas dinastias judaicas e o vínculo delas com a instauração do sistema financeiro, mas basta citar os judeus da City e de Amsterdã em apoio a criação do banco central inglês na Rebelião INgloriosa, na Federal Reserve (Warburgs na fundação e nos últimos 30 anos a trinca Greenspan, Bernanke e Jalen), no FMI e Banco Mundial (Harry Dexter White e Henry Morgenthau)...

      Mas é importante lembrar que os Rothschild no Século XVIII e XIX atuavam financiando os dois lados de uma guerra, uma verdadeira orgia de insídia e falsidade. E até em obras célebres judaicas, como a Jewish Encyclopedia, os Rothschild trazem para si, com orgulho o “mérito” de serem os primeiros a combinarem empréstimos para nações junto com promoção do uso de crédito através dos jornais e propaganda, e em seguida colocam a tabela com mais de 40 dívidas das nações para com eles...

      Posso encher páginas de exemplos assim, totalmente fundamentados e referenciados... mas a relação entre judaísmo e finança é sabida de modo claro pelos leitores do Blog e nem preciso levar a cabo tal exposição...

      Nem sei como alguém que pretende ser sério negue a conexão do sistema financeiro com os judeus...

      Excluir
    8. "capitalismo não é uma ideologia, mas um modo de viver. ninguem o inventou, nao tem pai nem mae, nao adianta atirar a culpa no velhinho smith no reagan etc etc. capitalismo nasceu, por geração expontânea, como uma necessidade humana surgida la atras, quando os homens pre historicos comecaram a conviver entre si e sentiram as primeiras necessidades"


      "o capitalismo "estruturado" surgiu no seculo XV, na passagem da idade media para a idade moderna, a partir da decadencia do sistema feudal e do nascimento de uma nova classe social, a burguesia."


      sim, foi o mesmo lemming que disse ambas as coisas. eu bem digo, que a direitálha é uma doença mental contraditória que afirma coisas diferentes e opostas entre si, num espaço de dias ou mesmo horas.
      primeiro o capitalixo nasceu de geração espontânea, começou lá atrás e ninguém o inventou. depois já nasceu no séc.XV.
      mas alguém ainda leva a sério uma palavra que seja destes doentes mentais?
      o lemming não sabe nem escrever (ex: escreve expontânea em vez de espontânea), não mete sequer acentos nas palavras nem cedilhas, tem um riso alarve e apaneleirado, contradiz-se num espaço de poucas horas, nem sabe o que é o capitalixo, não percebe nada de coisa nenhuma, mas vocês ainda discutem com ele, levam-no a sério e dão-lhe trela.
      lemming, ainda bem que não te diriges a mim, porque sabes que comigo não tens a menor hipótese. é que eu arrumo gajos como tu ao pequeno almoço e com uma perna às costas.

      os judeus não arriscam nada de coisa nenhuma. são ricos, através da usura e através da fraude de privatizar os ganhos e socializar as perdas. não arriscam nada, não há risco.
      quando perdem, vão buscar aos contribuintes. além de esquemas ponzi criados por eles. aliás, o próprio inventor do sistema ponzi, era um judeu italiano.
      pá, capitalixo é crime organizado judeu. nada mais que isso.
      e o capitalixo não respeita a propriedade privada coisa nenhuma, excepto se for judaica.

      para defenderes e elogiares tanto os judeus, é porque és um deles. ou então, pior que isso, és um masoquista idiota útil que gosta de ser roubado por eles ou nem se importa.

      Excluir
    9. 5º “(...) e depois o temivel capitalismo financeiro ou da banca, medonho medonho mesmo, a custa do qual muitos tem casas carros electrodomesticos, coisas que os nossos avos tinham que pagar a pronto e passar a vida a juntar para tal so disfrutando deles quando estavam a cair na cova mas ja podiam paga-los a pronto”

      Veja só aqui... o filo-judeu conta com a amnésia de povos que perderam a herança tradição que lhes edificou... Mas vamos refrescar a memória, a sua e a de todos os demais.

      A tônica que a globalização usa para bajular os povos é a mesma que os sofistas usavam para implementar a democracia e enganar os gregos: a bajulação (conforme Sócrates e Platão denunciaram)... e tal bajulação se resume em dizer aos povos que a meta da vida é ser feliz... QUE MENTIRA ABSURDA!

      Tu falas de nossos avós... que tiveram que trabalhar muito para ter carros e eltrodométicos nos tempos deles... e lhe pergunto sobre o esforço dos avós destes avós que tu mencionaste... o esforço foi na Europa pós revolução francesa, quando se afirmava a igualdade dos homens, mesmo com centro da África sendo talvez o mais estéril reduto civilizatório do mundo, e ainda nem a desculpa de escravidão dos brancos pode-se usar pois foram regiões desbravadas em suas entranhas apenas durante o século XIX. Aí os negros estavam só entre eles, sem ninguém para lhes impedir desenvolver cultura... ao mesmo tempo os judeus tinham conseguido sua igualdade civil em quase todos centros europeus, mas o que se viu foi um assalto nas atividades liberais, midiáticas (início das agências de notícias) e usurárias... é verdade que a Rússia, mesmo sem ainda chegar a igualdade civil dos judeus, ensinava civilização aos judeus, no processo de destalmudização da sinagoga e fazendo todo esforço para os judeus ingressarem no trabalho produtivo e agrícola... mas pasmem ... até chegaram a dizer que não possuíam corpo apto para a lavoura (mas suponho eu que tinham dedos aptos para contar dinheiro), e insistiam nas atividades ilícitas, principalmente a produção de bebida alcoólica que debilitava o povo russo...

      Nessa época os avós dos avós que mencionastes tinham que trabalhar, como sempre, em atividades produtivas, e tinham suas propriedades, umas maiores outras menores, exceto nos centros do “progresso” onde a especulação moderna já andava de mãos dadas com a Revolução Industrial, aberração moderna, pois cresceu desenfreada sem olhar a sociedade como algo orgânico... e criou-se a mentalidade de mercado de lucro... aberração entumecida de falácias, onde se fabricam necessidades artificiais enquanto os bolsões feudais ainda tinham mercado de necessidade... a combinação ideal seria a industrialização combinar com o mercado de necessidade e não o de lucro...
      Mas com a transformação do dinheiro em mercadoria... através da venda dele, USURA, o trabalho produtivo da Revolução Industrial teve que se desdobrar em produzir para cobrir as mais fraudulentas ou ilógicas operações usurárias... então os tais tataravós já sabiam que as coisas iam errado, e lutaram... eram os nacionalismos... onde o símbolo da nação ou reino que compunha os impérios repudiaram a modernidade... as pessoas atendiam... e o dever vinha antes da felicidade... com isso o mundo respirava e a globalização emperrava...

      Excluir
    10. Como inserir no seio cultural/ideológico/moral/espiritual/histórico/folclórico (como queiram) de um povo crenças e valores alógenos quando eles já têm um?! Por isso o Nacionalismo é um sério entrave que tem de ser combatido 'mossadamente' por aqueles que se locupletam e locupletarão com toda essa desgraça e caos. Tudo isso trata-se apenas de uma reedição do truque "conquistando mentes e corações" criado e aplicado pelos capitalistas/democratas/comunistas/maçons/judeus/trolls/laicos/relativistas/hasbarás/mohel/ateus/... .

      Abandonar/negar/repudiar/combater o Nacionalismo é abandonar/negar/repudiar/combater seus próprios pais, avós, sua própria identidade, seus antepassados, seus pilares. O próximo passo será cuspir (literalmente) no próprio sobrenome, porque desavenças entre gerações, entre pais e filhos já existem às caçambadas.

      E não vá se atrasar para suas aulas de mohel, hasbará.

      Excluir
    11. Voltando ao século XVIII, XVII até chegar ao feudalismo da idade média (processo que é em certa proporção uma repetição da idade média grega séculos XII aC – IX aC) nas maiores dificuldades o dever vinha a frente da felicidade! Só por isso e nada mais, entre o caos e a violência cega preparou-se o terreno para que a cultura se desenvolve-se... e os valores de dever, honra, lealdade, disciplina, levantaram os helenos da sua idade média, como fizeram com os europeus na idade média deles... porém assim como seguiu-se o parasita sofista e judeu entre os greco-romanos... seguiu parasita judeu entre os europeus... tal parasita não construiu nada nesses períodos... enquanto os gentis sim... com o dever acima da felicidade... e a sucessão de gerações deu o acúmulo de heróis das nações, símbolo da unificação dos seus respectivos povos... e o nacionalismo é que reúne isso novamente...

      A globalização... ou em outras palavras o Império (do avesso) de Sião... sabe que não consegue nada sem bajular os povos e usando da insídia para jogar um contra outro... e para tanto precisa desfazer o nacionalismo, receptáculo e tesouro da criação civilizatória, dizendo que é antiquado e que colocar o dever acima de tudo é ruim, que é “(...) É a ditadura do pensamento, de como agir, de como vestir, de como pensar, do que falar, etc... (...)” e que deve-se ser feliz e buscar a PRÓPRIA felicidade... isso leva a não um povo forte e sim milhões de vontades desordenadas, uma atrapalhando a outra, lutando contra outra, MILHÕES DE PESSOAS QUE NÃO PODEM CONTAR SOMENTE NEM COM UMA AO SEU LADO, que é o resultado da falta de nacionalismo... aí fica fácil para a malta globalista encontrar meios de colocar o que quer, através de uma empresa, de um conluio qualquer, mesmo não sendo grande, mas já é um grupo... e um grupo, pode fazer cartel contra pessoas isoladas... E o que une os povos? O nacionalismo de cada povo! E o que une as nações? O imperialismo do mais qualificado povo!

      Império Hindu? Sim!

      Império Egípcio? Sim!

      Império Chinês? Sim!

      Império Assírio? Sim!

      Império Romano? Sim!

      Império Napoleônico? Sim!

      Terceiro Reich? Sim!

      Império de Sião (Globalização)? NÃO!!

      O que tu colocas como progresso foi fim das maiores civilizações da humanidade (todas foram erguidas passando necessariamente pela etapa do nacionalismo e depois, finalmente, consumarem-se como Império) ... e tal progresso, que nada mais é que decadência e dissolução foi injetado nas civilizações por um certo fungo... que exala mentira e insídia...

      Excluir
  12. sr.Toedter, porque razão continua a publicar os comentários desse lemming/troll da direita neo-liberal capitalista?

    a única coisa em que o lemming acerta é quando diz que o comunismo também é capitalista. o resto é tudo lixo inútil.

    eu detesto todo o sistema democrático e marxista, mas dentro deste, estes cães sarnentos da direitrálha capitalista neo-liberal e neo-conservadora, são os piores dos piores. o lixo do lixo.
    isso mesmo, ainda piores que os comunistas. são a escória da humanidade.

    alguém já teve alguma experiência com estes cães, em que eles dissessem algo que fizesse o mínimo sentido, com principio, meio e fim???

    a direitrálha democrática, seja em versão neo-con, alt-right, identitarian, libertarian, ou mero capitalixo puro é nada mais, nada menos do que uma doença mental. uma perturbação e divisão da personalidade. ninguém pode ser de "direita" e mentalmente são em simultâneo.

    olham para o céu (azul), dizem que é vermelho com bolinhas côr de rosa e ai de quem os contestar.
    e depois, dizem uma coisa num dia, outra no dia seguinte e assim sucessivamente. ou pior: uma coisa de manhã, outra à tarde e outra à noite, com a maior desfaçatez e desplante do Mundo.

    direitálha democrática é inversão do tempo, do espaço, da realidade e da própria verdade.
    quem quiser saber a verdade, só tem que inverter tudo o que sai das bocas, canetas ou teclas destes vermes.
    se eles dizem que fulano X é vilão e que fulano Y é bom, podem ter a certeza de que é o contrário, o oposto.

    capitalixo é uma ideologia sim, embora seja mais uma doença mental que ideologia.
    usura, consumismo e materialismo exacerbado, homossexualismo, sionismo, mentira crónica e aversão à verdade, honestidade, princípios e escrúpulos, invertebralidade e camaleonismo, corrupção, egoísmo, narcisismo e individualismo, traição, exploração, etc...

    ResponderExcluir
  13. respondendo em conjunto a duas interpelacoes que divagam por varios temas. parecem borboletas encadeadas pela luz, andam as voltas cegas como tontas, a falar sobre capitalismo.civilizaçoes, usura, criaçao judaica kkkkk nomes como marx freud irra pa, a que eu gostei mais foi a corrente abraamica kkkkkkk (ca esta a deformaçao mental,) doença, eheheh, vejamos entao em definitivo.

    o capitalismo criaturas, nasceu na europa. quer liguemos o seu nascimento com origem na revolucao industrial, na revolucao comercial da Idade media, o capitalismo e antes de mais um sistema de producao ou uma estrutura mental, sendo certo que e na europa, e nao em territorio do islao ou na china, que a ascensao de uma classe mercantil leva a formacao de uma ordem mercantil e um sistema social estruturado pelas leis da troca mercantil. por isso eu falei se estas alminhas ja se aburguesaram, nao entenderam patavina, porque o capiatalismo nasceu na europa nao noutra parte do mundo? como asia africa america etc, nenhum destes continentes ou civilizaçoes passou por um sistema economico social e politico como o feudalismo, esta uma evidencia historica, mercadores em busca de lucro sempre os houve a europa nao inventou o comércio ou a paixao pelo lucro, mesmo antes de veneza, genova, hamburgo, roma atenas nao ignoravam as tecnicas do comercio externo e da financa Internacional, provindas dos antigos fenicios que por sua vez as haviam herdado das cidades sumerias. mas esse surto das trocas arrastou ao desenvolvimento de um sistema economico estruturado e orientado para a acumulacao ilimitada do capital, reparai o criaturas que as civilizaçoes por vos citadas como a chinesa e por mais que a china ate ao século xvi, estivesse adiantada em relaçao a europa no plano tecnologico, a sua economia permanecia pre-capitalista, ou os comerciantes arabes usufruíssem em outros aspectos de uma posicao social muito mais favoravel que a dos seus colegas da europa crista, no islao florescente do segundo milénio eles continuavam a ser simples comerciantes e jamais se tornaram capitalistas. e na europa que comeca a surgir uma nova teoria economica que se transforma mais tarde numa disciplina de estudo das actividades economicas e influencia as opçoes dos governos em relaçao as comunidades que govénam. capitalismo e judaismo so burros ainda caem nessa.

    continua

    ResponderExcluir
  14. continuaçao

    explicando aos comentadores falaciosos, o que tinha de particular a europa medieval apesar do seu atraso relativamente as civilizacoess rivais que os falaciosos se fartam de dizer que eram muito produtivas, para se tornar a terra de eleiçao do capital, e a propria historia da europa que o demonstra a extrema dispersao do poder político constitui o traco mais significativo da civilizacao europeia que saiu das ruinss do Imperio romano.a europa dessa epoca era uma cidadela cercada que faz frente como pode as invasoes dos hunos a leste, dos arabes a sul e dos vikings a norte. o seu enorme espaco interior da origém a uma infinidade de minusculos senhorios isolados uns dos outros, cada um constituindo uma unidade economica e política autonoma, neste espaço as actividades mercantis desenvolvem-se nas orlas marítimas do mediterraneo e do mar do norte, a vida mercantil vai renascendo gracas ao comercio, com bizancio depois com os imperios muculmanos e escapando ao controlo de um poder central enfraquecido, as cidades costeiras fornecem a actividade economica a oportunidade para se desenvolver em perfeita liberdade, esta libertacao do economico face ao politico e ao religioso constitui a mutacao fundamental que torna possivel a emergencia do capitalismo, numa primeira fase mercantilsita, ainda sem ligaçao ao poder politico, mas depois esta acumulacao de riqueza e a concentracao de riquezas nas maos da classe dos mercadores, de uma nova burguesia, ( ainda nao te tornaste burgues, eheheh e poruqe nao tens capital ora essa kkkkk) nao podia,deixar indiferentes os estados nacoes os reis e principes passam a apoiar-se nos recursos logisticos e financeiros dos mercadores, que colocam ao seu dispor os seus conhecimentos da economia, engrenagens e redes internacionais, ca esta a globalizaçao, eu tenho um termo que os falaciosos vao gostar, mundializaçao kkkkkkkk, criaturas a globalizaçao sempre existiu e se nao fosse ela a miseria era muito maior. mas por este apoio os mercadores exigem um mercado concorrencial e acabar com os privilegios das corporaçoes que vinham da idade media, nascia assim o odiado mercado e mais um mercado o de trabalho, tudo isto criacao do estado. esta alianca entre a classe dos mercadores e os estados levou rapidamente a expansao mundial da economia (xiiiiiii a globalizaçao da epoca) no mundo, das economias europeias , internacionalmente os círculos dos negocios passaram a usufruir de uma proteccao regia que confere as actividades comerciais a forma de uma expansao colonial e a procura de novas materias primas e novos mercados decorrentes da revoluçao industrial. malditos judeus estao em todas.

    ResponderExcluir

  15. continuaçao

    criaturas voces misturam tudo e mais alguma coisa, ja foram feitos estudos que demonstram que nos paises mais religiosos o desenvolvimento economico e mais atrasado,porque? porque a influencia dos meios religiosos com a sua educacao sobre preceitos eticos e morais ligados ao dinheiro condiciona a vida economica, preceitos como condenaçao dos juros lucros sao um nao incentivo, essa diferença verificou-se na europa pos cisma luterano entre europa central norte e sul e ainda se reflete, e no entanto nem na biblia existe tal condenaçao pelo contrario, quanto ao sistema bancario ter progredido e nos nao precisarmos de estar a espera para poder disfrutar dos bens, a pronto pagamento sao puramente factos,um jovem hoje dia com emprego tem credito para comprar casa carro bens de consumo , e nao precisa passar a vida a poupar para adquirir isso, aliena parte do ordenado por x anos a uma instituiça bancaria, hoje em dia o acesso ao credito e muito mais facil e nao so isso mas a mentalidade das pessoas, e isso e que conta. ha outra questao, os contribuintes segurarem a banca em caso de falencia, e uma boa questao que se pode tambem por de outra maneira os depositantes que vao a falencia com a banca. ora bem a banca e um agente economico. tem que ter responsabilidades, mas nao e uma empresa qualquer, por causa de receber depositos, tem que ter uma garantia para os depositantes (que nao arriscam os seus depositos em aplicaçoes arriscadas,) nao so da banca mas tambem do estado, ao contrario do passado, a banca passa a ser recapitalizada pelos accionistas e so mais tarde se houver insuficiencia surge o estado para acautelar os depositantes ate certo montante que eu acho razoavel. ate 100 mil euros por deposito.

    ResponderExcluir
  16. ah e ja agora posso explicar,a estas criaturas, o porque dos judeus por bens mobiliarios e nao imobiliarios como terrenos casas mas sim dinheiro.ou actividades mercantis, os judeus sempre foram um povo perseguido expulso cativo, se tivessem bens imoveis nao os podiam levar com eles vender ou trocar facilmente por isso sempre optaram por riquezas e actividades que pudessem deslocar facilmente e estabelecer-se de imediato noutro local sem problemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas voltaste com as historietas!!! Me trouxeste como disse antes, Marx e Freud... e ainda negas isso? Marx para justificar (e não contradizer o materialismo britânico) o ser humano que existe SÓ PARA SATISFAÇÃO MATERIAL e Freud para reforçar isso...

      E se tu reconheces as expulsões dos judeus, que "sempre foram um povo perseguido expulso cativo", no entanto ainda repetes o discurso do Abe Foxman... de que não se justifica a expulsão dos judeus, e que em suma, seria implicância de todos os povos em todos os tempos, os quais estariam errados, e só os judeus, sempre certos...

      Traz aqui toda a globalização em doutrina, materialismo que enfraquece e degenera os povos e justificativa dos judeus como exemplo são de cultura que atravessou o mar do primitivismo através dos séculos...

      Na verdade o judaísmo ainda não construiu uma civilização, só corrompeu...

      Obviamente isso é absurdo se tomado a sério, e necessitam, ó judeus, da tábua rasa da história sempre! Para safarem-se das mentiras e traições que acompanham-vos como a roda do carro ao boi que o puxa!!!

      Dei até o exemplo da bajulação de vocês com a Alemanha de Guilherme II e agora com a América judaizada, para defenderem Israel como posto avançado das respectivas nações no Oriente Médio...

      Do que dissestes até aqui só aproveito isso em relação aos juros:

      "(...) nem na biblia existe tal condenaçao (...)"

      Por isso falo de abraâmicos uma ajudando o outro, cristãos, apóstolos, homens da patrística, trouxeram o judaísmo para a Europa através da Bíblia... pudera ... Paulo e Pedro eram judeus...

      Reconheço semitas, ou cristãos, ou islâmicos que combateram a usura, inclusive, a Sharia tem seus pontos positivos, como o combate contra o juros... e percebe-se a globalização atacando países com islamismo que combatem ou atenuam juros (Líbia, Irã, Iraque e Síria) ao mesmo tempo que apoiam degenerações islâmicas que apoiam Israel como é o caso da Arábia e o ISIS...

      Estás devendo aqui no crédito e no débito seu impostor!

      Sr Norberto, fique atento as postagens desse mentiroso, pois ele deixa passar muitas explicações e volta a postar como se não houvesse recebido as respostas e como se não estivesse devendo as réplicas devidas...e essa tática de sujar e desvirtuar o forum aqui é a mais comum tática hasbará (propaganda e contra-propaganda judaica).

      Excluir

    2. "Na verdade o judaísmo ainda não construiu uma civilização, só corrompeu..."

      pensei se devia responder a alguem que mistura tudo e mete religiao em assuntos que nao sao religiosos e vice versa depois de ponderar decidi responder por falar em que nao existe cultura judaica nem influencia dessa cultura na nosssa civilizacao ocidental. parece-me que estou a discutir com um evangelista radical ou um sedevacantista mas terminamos aqui. kkkkkkk

      kkkkkkkk, esta de mais se queres saber e so procurares nas civilizaçoes antigas a hebraica, e a primeira civilizaçao monoteista do mundo que deu origem a mais duas religioes monoteistas, o cristianismo e islamismo, as religioes do livro, dizer que nao foi uma civilizaçao para alem de querer demonstrar um desconheciemento da biblia demonstra um desconhecimento da historia e das pesquisas arquelogicas que vem confirmar muitas das descriçoes na biblia e serve para novas investigaçoes a partir dos seus relatos, como falacia e ignorancia nao esta mal.

      continua

      Excluir
    3. continuaçao

      o judaísmo e um modo de vida crniatura, que envolve cultura, historia, religiao, língua, o hebraico, um caracter etnico e um aspecto nacionalista sionismo. a influencia na civilizaçao ocidental foi feita sobretudo atraves do cristianismo fundado sobre o judaismo tal como o islamismo fundado tambem no judaismo, sao recopias mais elaboradas do judaismo, a civilizacao ocidental nao pode ser definida apenas em termos geograficos, sendo necessario ir para o campo das ideias, muita da evolucao dos direitos no ocidente da etica e da moral ocidental foi incorporada do velho testamento, herança judaica que o cristianismo e o ocidente nao renegou e baseia-se numa coisa simplicissima que ja estava definida desde a epoca do bronze no decalogo, nao matar, nao roubar, nao levantar falsos testemunhos, nao cobicar as coisas alheias, honrar pai e mae etc. etc. Sao coisas simples e que toda a gente entende sem grandes tratados ou estudos filosoficos ou aprofundamento e meditacao interior para conviver em paz e harmonia. Ainda as pessoas andavam e continuaram a esfolar e degolar-se e ja esses principios existiam na religiao judaica desde moises, claro que ao lado dos egipcios, dos assirios, dos persas, os hebreus eram um pequeno povo, a grande importancia da civilizacao hebraica na historia, se deve a sua grande forca religiosa, a sua cultura. mais tarde as filosofias humanistas seguiram precisamente estes principios e muitos passaram-nas para as legislaçoes civis, e com as revoluções dos seculos XVIII converteram-se em declaraçoes em cujos artigos se podem ver muitas destes ideais a moral e etica judaico crista e assim um dos elementos caracterizadores da civilizaçao do ocidente, a par da filosofia e logica grega e o direito e propriedade privada romano, e nao o islamismo por puro e singelo exemplo, esta civilizacao ocidental e marcada por tres características elementares: império da lei , separacao entre estado e religião, valores liberais e direitos individuais, a cultura ocidental, e produto milenar das civilizacoes grega romana e judaico-crista. nao e possível analisar, discutir a cultura ocidental, a civilizacao judaico-crista sem falar dos povos da bacia o mediterranica. ja agora criatura, a usura e condenada na biblia antigo testamento. os codigos eticos mais antigos da humanidade ja falavam e condenavam a usura, como o codigo de hamurabi que era daquela regiao mas era um codigo civil e ja tinha essa preocupaçao, aristoteles foi categorico ao condenar a usura em qualquer forma, a tese dele era que a moeda, ao contrario dos seres vivos, nao se reproduz, portanto, nao poderia produzir filhotes, a usura existe porque faz parte da natureza humana ser egoista e ganancioso mas sao essas caracteristicas no fundo e nao as altruistas que levam ao progresso e avanço da humanidade, nunca uma utopia altruista levou a lado nenhum, nem os seus proponentes nem quem os seguiu, como tal a natureza humana nao e bondosa tem que ser controlada e regulamentada para nao abusar, mas a usura nao e tipica de ninguem nem judeus nem arabes chineses europeus etc, mas sim produto da ganancia e do egoismo, um interesse, um lucro, um juro, excessivo. uma das caracteristicas da natureza humana.

      Excluir
    4. "ora bem a banca e um agente economico. tem que ter responsabilidades, mas nao e uma empresa qualquer, por causa de receber depositos, tem que ter uma garantia para os depositantes (que nao arriscam os seus depositos em aplicaçoes arriscadas,) nao so da banca mas tambem do estado, ao contrario do passado, a banca passa a ser recapitalizada pelos accionistas e so mais tarde se houver insuficiencia surge o estado para acautelar os depositantes ate certo montante que eu acho razoavel. ate 100 mil euros por deposito. "

      Esqueces que a função de gerenciar o banco é o Estado e não entes privados... caso contrário as coisas continuam como estão: as nações do mundo, salvo as anti globalização (Rússia, Irã, Síria, Coréia do Norte, Islândia e antes Líbano, Iraque e Líbia) estando devendo para a finança internacional, e deriva disto todos os problemas econômicos e financeiros, e não as soluções.

      Também nem sem que tipo de gente é essa que pensa que poupança é lugar de ganhar dinheiro, ora, é lugar de guardar, POUPAR... muito menos lugar de acionistas...

      Esse tipo de gente, que acha que finança e economia é vida, prospera com a endogamia judaica e com a disgenia entre os gentis...

      Que eu saiba os estados devem mais em tempos de globalização do que anterior a primeira guerra mundial, mesmo já havendo um monte de débitos para os Rothschild...

      As aberrações da produção de lucro ao invés da produção que mira necessidades chegam ao fato de se queimar comida ou jogá-la no mar para aumentar o valor num local da ALDEIA GLOBAL enquanto noutro local da ALDEIA GLOBAL pessoas sobrevivem com 500 calorias diárias...

      Se é tão sapiente não sei porque não ponderou sobre tudo que os foristas aqui colocaram... só me resta entender que é má fé e dissimulação hasbará!

      Excluir
    5. "a usura existe porque faz parte da natureza humana ser egoista e ganancioso mas sao essas caracteristicas no fundo e nao as altruistas que levam ao progresso e avanço da humanidade"

      Deves estar com febre!

      Primeiro que as civilizações não abraamicas foram as criadoras. .. e nisso o combate à usura era marca delas ao passo que a prática era a marca judaica é ainda é.

      Blankfein que o diga. .. e ele segue esse mandamento :

      Deuteronômio 23:19

      :Não emprestes ao teu irmão israelita cobrando juros, quer se trate de empréstimo de dinheiro, quer de alimentos, ou de qualquer outra coisa que possa render lucro financeiro."

      E esse também :
      Deuteronômio 15:6
      "Quando o SENHOR, o teu Deus, te houver abençoado, conforme prometeu, tu emprestarás a muitas nações, mas nada pedirás emprestado, dominarás muitas nações, mas jamais serás dominado."

      Dominar pode se entender como trair...

      E o empréstimo de Israel é o mesmo que as casas judaicas da Diáspora usando a FED e FMI como meio de intermediação do empréstimo de Israel. ..

      Ehehehe. .. Já mordeste a própria língua?

      Excluir
    6. "o judaísmo e um modo de vida crniatura, que envolve cultura, historia, religiao, língua, o hebraico, um caracter etnico e um aspecto nacionalista sionismo. a influencia na civilizaçao ocidental foi feita sobretudo atraves do cristianismo fundado sobre o judaismo tal como o islamismo fundado tambem no judaismo,(...)"

      Nisto tens razão. .. Não à toa as três "culturas " corroem as civilizações. ..

      Tirando a eletricidadé e eletrônicos .. todo o demais do tal mundo moderno tem base no mundo antigo. .. até máquinas a vapor tinha em Alexandria. .. antes dos abraamicos destruirem. .. É fácil ver as bases da ciência renascentistas. ..

      A controlos judaísmo é usura. . marxismo. .. psicanálise. .. fenomenologia da mais fajuta. .. politicamente correto. .. "música" atônica. ..

      E alastram a dizer que tal doutrina gentil não era de transcendência... era mera fantasia. .. que tal genialidade tinha relações com epilepsia (essa do judeu Lombroso é de doer ) colocam determinismo materialista de evolução através de busca pelo dinheiro (Marx). .. que tal arte era válvula de escape da fase anal (Freud ) e mil te umas aberrações do arco da velha na mídia. .. "academia "...

      Não há um povo que tenha tantas aberrações concentradas como o judeu!!!

      Excluir
    7. "(...) nem na biblia existe tal condenaçao (...)" existe condenação sim. A Igreja Católica fez combate feroz à usura. Pesquisem e parem de falar besteiras.

      Paulo e Pedro não trouxeram o judaísmo à Europa, já era espalhado por todo o mundo Mediterrâneo séculos antes. Por favor.

      "Na verdade o judaísmo ainda não construiu uma civilização, só corrompeu..." CORRETO! E nem construirá. Parasitas corroem, não constroem.

      "civilizações antigas a hebraica" ... patético esses escravos dos egípcios falando tal asneira. Que aliás são o primeiro povo monoteísta. Até nisso o habiru é ladrão e parasitário.

      "o judaísmo e um modo de vida" , parasitagem não é vida.

      O resto não li, é total perda de tempo, são demonstração de carência ou trauma de infância, somadas a demonstrações ad infinitum de má fé. Ou incapacidade de entendimento básico mesmo.

      Excluir

    8. "Primeiro que as civilizações não abraamicas foram as criadoras. .. e nisso o combate à usura era marca delas ao passo que a prática era a marca judaica é ainda é. "

      tens muito que aprender

      podes por ai as outras partes do deuteronomio todas, que o efeito era o mesmo a usura era proibida e os juros nao, mas tu nao sabes do que falas e acho que compreendes na usura tudo, incluindo os juros que por costume era aceites na epoca ja nao digo legais pois as leis como agora nao existiam, eram consetuedinarias.mas adiante

      falar com evangelistas maniqueistas da nisto interpretam como querem e retiram as frases do contexto a medida dos seus interesse, a usura e proprIa dos judeus kkkkkk. isto desmonta-se em meia duzia de ideias e preceitos das escrituras, mas a deformaçao intelectual e que e mais complicada. e claro que desde que existe dinheiro ou nasceu o costume de emprestar o que quer que fosse nasceu a ideia de que quem ficava privado da coisa ou dinheiro porque satisfaz a necessidade de outrem, teria direito para alem do retorno do emprestimo a uma percentagem ou frutos desse emprestimo ou coisa, nao foi inventado por judeus, percebes. kkkkkkk

      repara que esta a falar duma epoca remotisssima do bronze, formas tribais e clas, que se protegiam dos estranhos de varias maneiras. vejamos os juros, nao eram proibidos em lado nenhum, nao ha na biblia proibiçao nenhuma, podes procurar onde quiseres deuteronomio moises, e nao te esqueças de cristo e da parabola dos talentos que e bem elucidativa. o que diziam os judeus sobre os juros, proibia o emprestimo a juros entre eles, protegiam-se a eles mas nao dizia que era obrigatorio praticar juros em relaçao aos estrangeiros, ". poderas fazer emprestimo com juros ao estrangeiro que nao e teu irmao" ainda hoje existe uma coisa chamada direito de cidadania nacional onde os nacionais de um estado nesse seu territorio beneficiam de tratamento diferente dos estrangeiros, mas qual a novidade. kkkkkk

      emprestar dinheiro a juros somente era proibido quando fosse para um pobre, mas em deuteronomio 23:19 a proibição referia-se a quando o empréstimo era feito para qualquer outro judeu, a alteracao feita em deuteronomio em relacao ao que o exodo estabelecia foi necessaria porque as circunstancias mudaram. talvez tenha sido porque veio a se mostrar difícil determinar quem deveria ser considerado pobre. assim, considerou-se necessário estender a proibicao a todos os hebreus, pois os empréstimos acabariam sendo feitos somente àqueles que pagassem juros. mas nao foi so isso quando do cativeiro da babilonia os judeus perderam as suas terras e quando regressaram tiveram que as comprar de novo e isso levou os usurarios a praticar juros alem do permitido usualmente e isso levou a varias reclamaçoes que ficaram em lei impedindo esses juros.
      "Nao emprestes a teu irmao com juros, quer se trate de emprestimo de dinheiro de viveres ou qualquer outra coisa sobre a qual e costume exigir juros. poderasfazer emprestimo com juros aoestrangeiroque nao e teu irmao"

      mas terminando que esta conversa ja vai longa, a usura era condenada e nem vale a pena perder mais tempo, termino com o livro dos proverbios

      "quem multiplica seus bens com usura e interesse multiplica-os para o que tem pena dos fracos proverbios 28,8,"

      ou seja os bens multiplicados injustamente nao trarao proveito ao ganancioso e no final deverao voltar aos pobres.

      os juros eram permitidos a ususra nao, a invençao da usura pelos judeus e um disparate.

      continua

      Excluir
    9. continuaçao

      a usura, ja que parece achar que e uma coisa que os judeus "compram" no supermercado porque gostam, preste atençao e produto da natureza humana, e uma coisa muito complicada, e como eu venho dizendo tu tens uma falha mental nos teus raciocinios, a natureza humana existe desde que o homem existe, e imutavel, os sentimentos o odio a ganancia o altruismo a paixao o amor, os ditadores as madres teresas de calcuta sempre existirao. faz parte do ser humano, nao de hindus africanos arabes europeus americanos etc. os pais nao amam mais ou odeiam os filhos que no passado, podem ter mais dinheiro e bens materais para demonstrar esse afecto, mas os sentimentos, nao mudaram por causa do progresso ou por ter mais dinheiro ou bens materiais. o ser humano continua a matar odiar amar ser egoista altruista como sempre foi, as condiçoes materiais de pogresso nao mudam a natureza humana, que e biologica e transmissivel geneticamente, por isso o homem so evoluiu tecnologicamente, a nivel de natureza humana tendencialmente somos maus, temos que ser controlados, por leis policias etc. mas nao interessa discutir isto com um maniqueista que acha que sabe e ve logo onde estao os maus. nao e kkkkkk

      Excluir
    10. "Paulo e Pedro não trouxeram o judaísmo à Europa, já era espalhado por todo o mundo Mediterrâneo séculos antes. Por favor. "

      nao precisavam ja ca estava tens razao, o que tu nao sabes e que sem paulo nao teria havido religiao catolica crista, isso tu nao sabes. e que depois da morte de cristo, e como cristo era judeu e os apostolos eram judeus, levantou-se um problema aos apostolos, cristo nao disse nada acerca de quem ou quais as caracteristicas que devia ter para se ser admitido na nova religiao, ter que obedecer aos costumes judaicos nomeadamente a circuncisao ou nao, e deu celeuma e discussao este problema teologico, no primeiro concilio em jerusalem foi debatido e parte dos apostolos incluindo pedro achavam que deviam haver submissao aos preceitos judaicos a circuncisao. ai interveio paulo o apostolo dos gentios que por conhecer no terreno a conversao independentemente dos costumes judeus de muita dessa gente advogou e com sucesso recorrendo ate a cristo que para pertencer a religiao de cristo bastava ter fe e acreditar nao era necessario aderir aos costumes judaicos, com isto transformou uma religiao que poderia nao sair nunca do conceito de seita numa religiao universal.

      Excluir
    11. Usura e juros é a mesma coisa... e isso para todos os povos tradicionais...

      Vou usar um pouco de aristotelismo para lhe explicar:

      JUROS é em POTÊNCIA o que a USURA é em ATO...

      Esse é o desdobramento inevitável de permitir o ganho a partir da posse de dinheiro e não da produção real... discutir o limite, a linha de fronteira de juros e usura, é mera convenção que pode mudar conforme o povo e a lei formal... mas tudo dentro da operação única que vale tanto para o que se convenciona como ainda juros e o que se convenciona como usura: dinheiro criado do dinheiro e não da produção.

      É essa repulsa que Tácito viu entre os germanos que rechaçavam tal operação com tanto força nos próprios costumes que nem as leis formalizadas mais fortes de Roma contra o juros seriam melhores...

      Se fingir de desentendido para justificar juros e condenar usura é estratagema financeiro para conseguir que se permita a operação de criar dinheiro a partir do dinheiro e não do trabalho!

      Excluir
    12. "Paulo e Pedro não trouxeram o judaísmo à Europa, já era espalhado por todo o mundo Mediterrâneo séculos antes. Por favor. "

      Sim o judaísmo estava espalhado na Europa, na diáspora, mas sua tradição era restrita a eles, sem oficialização no Império, utilizando-se das escrituras de organizadas inicialmente por Paulo e Pedro é que Constantino (ou outros homens mais importantes de bastidores) formalizou a tradição abraâmica no Império, por onde a epopéia judaica passou a TER QUE SER ACEITA como passado contendo a verdade da ancestralidade humana... isso é inegável com deletério feito da Igreja...

      Por favor citar as palavras que condenam o juros NA BÍBLIA!

      Sei que tinham condenações aos juros nas bulas papais... mas quero fontes da Bíblia! Novo Testamento inclusive.

      Não falo com desdém e sim querendo conhecer...

      Excluir

    13. "Usura e juros é a mesma coisa... e isso para todos os povos tradicionais"

      "Vou usar um pouco de aristotelismo para lhe explicar"

      "Por favor citar as palavras que condenam o juros NA BÍBLIA!"

      valha-me nossa senhora do amparo para nao perder a paciencia, com que entao juros e usura e a mesma coisa, olhe que nao, olhe que nao. voce tem que saber os conceitos para falar do que quer que seja e o basico., o abc. veja, Juro é a remuneracao cobrada pelo emprestimo de dinheiro. É expresso como uma percentagem sobre o valor emprestado, o juro pode ser entendido para quem nao sabe mais como uma especie de "aluguer sobre o dinheiro" nos juros sao proibidas cobrancas de remuneracao abusiva pelo uso do capital Juro superior ao estabelecido por lei ou pelo uso, na "usura", são cobrados juros excessivamente altos, para alem do estabelecido em lei ou costumes, o que lesa o devedor e repudiada socialmente e criminalmente. e na religiao e pecado. a criatura mete as duas coisas no mesmo saco como aristoteles partindo de base que nao se deve cobrar nada pelo aluguel do dinheiro, vejamos a criatura nao lhe repugna que se pague uma renda de uma casa, acho eu, ja nem sei.que e dinheiro convertido em bem imobiliario mas repugna-lhe que se remunere o "aluguel" de dinheiro kkkkkkk

      o primeiro a citar aristoteles aqui fui eu, com uma citaçao dele em que o dinheiro nao se pode reproduzir pois nao da filhotes, procure leia e nao leia na diagonal, e vem voce com essa kkkkkkk, voce le o que se escreve. kkkkk

      pode usar pode, so que aristoteles neste campo nao sabia nada de justiça, ou seja, nos temos uma necessidade, pedimos emprestado satisfazemos a nossa necessidade e devolvemos o que recebemos sem mais, no entanto a pessoa que emprestou ficou privada do uso da coisa, isso nao deve ser compensado nem possiveis deterioraçoes perda de valor depreciaçao etc. e claro que ninguem levou a serio aristoteles neste campo. mas e uma perda de tempo discutir com quem nao sabe as coisas e pergunte as mesmas coisas explicadas anteriormente sem ler o que se escreveu, eu tinha dito no comentario anterior

      os juros sao eram permitidos, a usura nao, a invençao da usura pelos judeus e um disparate. os juros sao de varios tipos legais,ordinarios,moratorios, compensatorios, em todos eles ha uma entrega extra ao credor por ter emprestado dinheiro ou coisa compensando pelo tempo que esteve privado do uso da sua coisa ou bem em beneficio do devedor. tal como disse nunca foi proibido ou invençao de judeus, os juros sao permitidos na biblia eu falei em inumeras passagens da biblia incluindo o novo testamento em que esta a parabola de cristo dos talentos sobre a justeza dos juros, mas a criatura pergunta,

      "POR FAVOR CITAR AS PALAVRAS QUE CONDENAM OS JUROSas NA BÍBLIA!". kkkkkkkk

      os juros nao sao proibidos na biblia nem na igreja, a usura sim a usura e condenada na biblia varias passagens e no livro dos proverbios ja citei e na igreja catolica a usura foi condenada no canône 13 do segundo concílio de latrao, nos seguintes termos

      "[...] condenamos além disso, aquela detestável e ignominiosa rapacidade insaciável dos prestamistas, rechaçada pelas leis humanas e divinas por meio da Escritura do Antigo de Novo Testamento (...) nenhum arcebispo, nenhum bispo ou abade de qualquer ordem, qualquer que seja a ordem ou clero, se atreva a receber os usurários."

      os juros nos judeus so eram proibidos entre eles, tambem ja citei isso mas que criatura, a usura e que era proibida. presta atençao de uma vez por todas a usura e proibida os juros nao, a usura e uma falha moral. essas falhas, para a igreja isso e pecado para o estado e crime, de caracter relacionada com a ganancia egoismo extremo avareza, pus ai um comentario somente sobre este tema onde te expliquei que a usura esta relacionada a natureza humana, nao e propriedade de ninguem, repito relacionar a usura ou os juros com judeus e pura burrice, a usura e propria dos humanos.

      Excluir
    14. Diferença entre juros e usura:

      JUROS: remuneração cobrada pelo empréstimo de capital.
      USURA: remuneração cobrada pelo empréstimo de dinheiro.

      Entendeu?

      Na Idade Média, usura era utilizada como sinônimo de juro, e era uma prática proibida, pois acreditava-se que dinheiro não poderia gerar dinheiro. Naquela época, cobrança de juros era considerada uma forma de se explorar uma pessoa que estava passando por uma situação difícil, portanto todos os empréstimos financeiros deveriam ser realizados sem cobrança de nenhuma taxa.

      Com o advento do Iluminismo (sic) com sua dialética maçônico-judaico-marxista tentar driblar a proibição da Igreja inventando novo conceito pra essas práticas. O seu resultado prático é o mesmo.

      Diferença entre juros e usura é mera trollagem de gente desonesta ou com problemas cognitivos.

      Excluir
    15. "JUROS é em POTÊNCIA o que a USURA é em ATO" .... oras, ele mesmo se contradiz achando que está contra-agumentando?!?!?! Que psicopatologia é essa?!?!

      Oras, um precisa do outro. O ATO pra ser ato/ação, precisa da POTÊNCIA. E a POTÊNCIA só se materializa no ATO, senão é mero pensamento, algo abstrato que não existe no mundo real.
      .
      .
      .
      .
      Isso virou um hospício.

      Excluir

  17. "Esqueces que a função de gerenciar o banco é o Estado e não entes privados."

    que confusao para ai vai poupanças, accionistas, mas com este argumento caramba nem sei que te diga, eu como nao sou comunista, acredito na iniciativa privada na banca privada, e no controlo do estado sobre a banca quer por meio dse supervisores como o banco central. os comunistas sim acham que tudo tem que ser gerido pelo estado, e a banca nacionalizada, coitados.

    ResponderExcluir
  18. "(...) usura existe porque faz parte da natureza humana ser egoista e ganancioso mas sao essas caracteristicas no fundo e nao as altruistas que levam ao progresso e avanço da humanidade, nunca uma utopia altruista levou a lado nenhum, nem os seus proponentes nem quem os seguiu, (...)"

    Seguem se as historietas judaicas. ..

    Então o altruísmo dos hindus era mera alegoria. .. o dos egípcios estrategema do farao... a fides dos germânicos e romanos chauvinismos hitleristas e cesaristas. ..

    É a leitura de determinismo financeiro o que conduz os povos reza o judeu... repete o globalista!

    Todos os povos, das mais variadas culturas e regiões e épocas, que expulsaram os judeus eram errados e os judeus os certos... geme o judeu!

    Todas as tradições não materialistas que edificaram e criaram as mais grandiosas civilizações eram na verdade egoístas adverte o judeu! !

    A tábua rasa da globalização necessita que o homem renuncie a todas as tradições e abrace o que prega Marx. .. David Ricardo. .. Freud. .. Horkheimer. ... Bergson. .. Lombroso. .. Adler. .. Firestone. .. Greenspan. .. Hobsbawm...

    Ou seja dizer que toda arte. .. metafísica. .. ciência... filosofia. .. política. .. que cria a civilização é egoísmo e utilitarismo. .. mesmo todos os povos dizendo e provando o contrário. ..

    Isso é excreção talmudista e nada mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. qual altruismo dos hindus qual carapuça, tu ainda nao pervebeste que por esse altruismo estavamos no inicio, ainda nao percebeste porque o islao nao deixa e estagnou a cultura arabe desde que maome implantou essa religiao, impede qualquer progresso individual de pensamneto cientifico que va contra os seus preceitos e o ocidente so se libertou dessas amarrras quando se separou da religiao. quanto a usura repito nao e invençao de ninguem mas pode ser uma deformaçao intelectual

      a usura, ja que parece achar que e uma coisa que os judeus "compram" no supermercado porque gostam, preste atençao e produto da natureza humana, e uma coisa muito complicada, e como eu venho dizendo tu tens uma falha mental nos teus raciocinios, a natureza humana existe desde que o homem existe, e imutavel, os sentimentos o odio a ganancia o altruismo a paixao o amor, os ditadores as madres teresas de calcuta sempre existirao. faz parte do ser humano, nao de hindus africanos arabes europeus americanos etc. os pais nao amam mais ou odeiam os filhos que no passado, podem ter mais dinheiro e bens materais para demonstrar esse afecto, mas os sentimentos, nao mudaram por causa do progresso ou por ter mais dinheiro ou bens materiais. o ser humano continua a matar odiar amar ser egoista altruista como sempre foi, as condiçoes materiais de pogresso nao mudam a natureza humana, que e biologica e transmissivel geneticamente, por isso o homem so evoluiu tecnologicamente, a nivel de natureza humana tendencialmente somos maus, temos que ser controlados, por leis policias etc. mas nao interessa discutir isto com um maniqueista que acha que sabe e ve logo onde estao os maus. nao e kkkkkk

      Excluir

    2. "Todos os povos, das mais variadas culturas e regiões e épocas, que expulsaram os judeus eram errados e os judeus os certos... geme o judeu! "

      tu nao entendes mesmo.

      O judaísmo exerceu uma marcada influência nas mais variadas culturas nao sabias? vou te mostrar porque o ocidente progrediu e depois pensa porque o islamismo com o mesma influencia de base judaica onde bebeu tambem a formaçao da sua religiao, nao foi capaz. a nossa cultura ocidental encarna não só valores hebreus, mas sim também valores hebreus que viraram universais. O verdadeiro efeito que tiveram os judeus na cultura ocidental consiste na medida em que esta adoptou seus pontos de vista sobre as questões mais profundas que a vida apresenta. A diáspora (dispersão) do povo judeu delineou com traços precisos os perfis do universalismo judeu, e a sua influência foi experimentada por todos os sectores no mundo ocidental. A idéia do progresso a crença de que as condições de vida podem ser melhoradas surgiu do povo judeu. Já desde seus começos, quando apenas eram uma tribo nomada, eram constantemente submetidos por nações mais poderosas. Os oprimidos que não perderam o espírito, têm sempre a esperança de um futuro melhor, e podem somente olhar para frente. O povo hebreu esperava livrar-se das garras do opressor ou cruzar a terra prometida, e a figura do Messias foi a expressão máxima desta esperança. Foi assim como a elevação da imaginação judia com o passar do tempo levou o Ocidente a concluir que as condições de vida, como um todo, poderiam melhorar.

      O conceito de humanidade, tão familiar em nossos dias, foi promulgado pelos profetas hebreus e difundido pelos mestres que seguiram seu legado espiritual. Todo ser humano é, antes que nada, filho de Deus, e tem direitos que até os reis devem respeitar. Outro aspecto que sobressai na análise do judaismo ao patrimônio universal, é a importância que foi concedida à educação. Contrariamente ao que aconteceu noutras civilizações, a educação, no conceito hebraico, não estava destinada a indivíduos eleitos ou classes privilegiadas, e sim que as massas também deviam beneficiar-se dela, dado que era a base indispensável de todo progresso espiritual e material. Em relação às ciências, o judaísmo trouxe uma visão do papel do homem para com a natureza que, a diferença das religiões mais contemplativas de Oriente, deu-lhe o ímpeto para descobrir suas leis e dominá-las A apreciação pela natureza, combinada com uma confiança nos poderes humanos de trabalhá-la para o bem, era excepcional para uma época em que as civilizações com exceção da antiga Pérsia que era mazdeísta se dobravam diante de seus temíveis poderes. Ante este panorama, não é acidental que a ciência moderna tenha surgido primeiro no Ocidente. A cultura judaica, além de deixar profundas pegadas, deu ao homem ocidental suas idéias religiosas e suas normas éticas que constituem a base moral da maior parte de Ocidente. se e um povo cheio de tantos defeitos concentrados, nao esta mal.

      Excluir
    3. Estás com o progressismo até a medula e o progresso é sua religião...

      Para aí ... porquê o que tens aí é iluminismo e o progressismo amparado e criado pelo judaísmo... evolução linear e outras justificativas materialistas que colocam o estágio atual como auge e não decadência de estágios anteriores superiores... isso nada mais é que o messianismo judaico transferido para o positivismo e as aberrações acadêmicas iluministas e do pós segunda guerra, as quais esperam o um governo judaico como o cume... repara que quanto menos o judeu tem poder numa época mais esta é tida como ruim na concepção judaica disfarçada de iluminismo e progressismo.

      Tentas atropelar as premissas gerais de todos os povos com as premissas materialistas... isto é, dizer que progresso material é a medida de evolução, sendo indiferente a degeneração ou não da moral, da arte, da política... Essa mentalidade progressista acha que só aprimoramento tecnológico basta para ter melhora civilizatória...

      Errado! Temos degeneração, mesmo com aprimoramento tecnológico, pois decai a arte, a espiritualidade, a ciência (sim a episteme decai na maior parte das pessoas, resta só a tekne, repetida mecanicamente sem que os povos melhorem a própria inteligência), decai a política.... DECAI A GENÉTICA, DECAI A RAÇA, DECAI A ESPÉCIE... é decadência que o progressismo e sua evolução linear precisa negar para evitar que esse mesmo progressismo seja negado e jogado ao porão da história!!

      A evolução é cíclica... todas as civilizações afirmaram e viveram isso, começo, desenvolvimento, plenitude, decadência e dissolução... e dissolução civilizatória e o mesmo que progresso iluminista e globalista...

      Esse progresso iluminista e globalista acha que as civilizações precedentes foram etapas para formar uma escada... loucura... são povos desconectados os modernos e todos os demais...

      Os valores tradicionais sempre levantaram das areias e terras a civilização... a anti-tradição, ou seja, a globalização, nada faz, pois tira sua energia do que resta da tradição, do nacionalismo da criação real e não ficção financeira que nada produz e só tem suporte para auto afirmar importância quando a civilização já está pronta... igual ao judeu, se arrasta de um lugar ao outro, ignorando o oásis e o campo fértil, pois nada consegue tirar dele, e vê isso como deserto... Preferiram a Babilônia à própria terra quando ganharam liberdade, preferiram Roma à judeia quando esta era deles... pois é mais fácil se apoiar em quem cria do que criar...

      Excluir
    4. "qual altruismo dos hindus qual carapuça,"

      Já estás atuando como o cão de Pavlov (uma evolução sua?)

      A tradição Hindu harmonizava religião, metafísica, ciência (avançadíssima), tecnologia, matemática, filosofia... e nelas a reta ação.. para o bem geral... coisa que de modo bem mais limitado, mas com reminiscências, Kant trouxe como imperativo categórico... essa reta ação era eixo da civilização Hindu!

      "A cultura judaica, além de deixar profundas pegadas, deu ao homem ocidental suas idéias religiosas e suas normas éticas que constituem a base moral da maior parte de Ocidente. se e um povo cheio de tantos defeitos concentrados, nao esta mal."

      Agora concordo ahahahha ... Repare que as escrituras judaicas são barganhas com Deus... uma troca de favores de "Deus" único com "povo eleito"... e depois criou-se um inferno que ensina cravou, lamentavelmente, na mente das pessoas a ação por recompensa e não por dever, e principalmente por MEDO e não por consciência...

      "Faça isso se não vai para o inferno"

      "Faça aquilo ... se não vai para o inferno"

      Se não tiver inferno vale tudo? É isso? Só com ameaça? A consciência por si não basta?

      É essa a herança abraâmica..

      Antes o povo fazia de acordo com a consciência... tudo bem que até existem as punições de más ações no budismo, no Egito e demais tradições, mas sempre como crime de consciência e de erro reconhecido e teimado em não corrigir... mas a consciência e o auto melhoramento era a correção sempre junto do dever altruísta geral...

      A retificação das coisas não era devido a um favor que a fidelidade a Deus A ou Deus B premiava... era a consciência do certo que definia as coisas e não Diabo, Shaitan, ou o que for ameaçando!

      Na sociedade o reflexo disso é: roubar e fazer o errado vale, desde que pastor ou rabino que seja justifique e que a lei laica não veja... esse é a tal "contribuição" abraâmica!

      Excluir
    5. " A diáspora (dispersão) do povo judeu delineou com traços precisos os perfis do universalismo judeu, e a sua influência foi experimentada por todos os sectores no mundo ocidental"

      Isso é historieta judaica...

      Theodor Herzl queria um estado que concentrasse todos os judeus... e eu digo: "De acordo"

      Mas a sinagoga e supremacismo (parasitismo) judaico se horrorizou... e sob a liderança de Achad Ha'an sabotaram Herzl e propuseram uma base exclusiva judaica (Israel) e manutenção da diáspora, que era admitidamente imprescindível para a sobrevivência judaica as custas do poder criador dos não judeus...

      Causou pavor aos judeus vislumbrar um Estado só com judeus sem os recursos não judeus da diáspora para sustentar.

      E a diáspora não sobrevive com o nacionalismo das nações que impede posse do judeu internacional e o livre trânsito de tais posses das nações para o patrimônio judaico, seja também na diáspora, espalhados pelo mundo, ou para Israel.

      ESSE É MAIS UM DOS MOTIVOS PORQUE O NACIONALISMO É TEMIDO PELO JUDEU INTERNACIONAL!

      Excluir
    6. "O conceito de humanidade, tão familiar em nossos dias, foi promulgado pelos profetas hebreus e difundido pelos mestres que seguiram seu legado espiritual. Todo ser humano é, antes que nada, filho de Deus, e tem direitos que até os reis devem respeitar."

      Que piada!! Duplamente piada!

      Primeiro porque o judaísmo coloca a si mesmo como povo eleito eheheheh

      Segundo porque os seres humanos não são iguais mesmo.

      EXISTEM OS SUPERIORES E OS INFERIORES isso é claro!

      Igualdade é o choramingo não dos fracos... é o choramingo dos fracos que não querem melhorar e para isso rebaixam os superiores!

      QUE TENHA DIGNIDADE TODOS OS SERES, NÃO SÓ OS HUMANOS, É CERTO, CERTÍSSIMO.

      TAMBÉM É CERTO QUE DEVEM DESDE O NASCIMENTO TEREM OS DIREITOS E DEVERES... MAS OS DIREITOS E DEVERES BÁSICOS... OS ACRÉSCIMOS OU DECRÉSCIMOS DESENVOLVEM-SE CONFORME MÉRITOS E CAPACIDADE DO INDIVÍDUO APORTADO AO SEU POVO.

      A contribuição do judaísmo aos povos foi a falácia da igualdade... jamais os povos nem os humanos são iguais... uns são superiores outros inferiores e daí tem de haver uma justa relação, sem malefício para ninguém e sim crescimento de todos.

      Por outro lado, na antiguidade, o conceito era o de EQUIDADE, isto é, a cada um de acordo com sua natureza e seus méritos... o que é diferente de IGUALDADE, falácia das mais perniciosas consequências... uma delas o relativismo... que pretende igualar um povo como o ariano a um pigmeu...

      Nisto está a marcha da evolução... uns povos evoluem, outros involuem, outros transcendem, outros estagnam... OUTROS PARASITAM!

      E ao contrário do judaísmo, entendo que todos estão sujeitos a evolução e decadência... o judeu não... entende que é o povo eleito, mesmo deformado de tanta endogamia familiar e disgenia resultante de seleção do mais apto ... apto a parasitar e se evadir... ehehehehehe mesmo assim dizem-se eleitos, os melhores!

      Dê ao judaísmo internacional uma nação como a Rússia, só para os judeus, e fugirão para a Malta se na ilhota existirem arianos para que possam se refugiar na produção deste!

      E se falhar o argumento de refugiados para entrarem em Malta ou qualquer país que seja, irão querer entrar como pregadores da Salvação da Humanidade, como heráldicos da palavra divina eheheheheheh

      Grato, mas passo a oferta...

      Excluir



    7. do resto do seu arrazoada, e uma balburdia, ate mete malta e refugiados, os saltos sao mortais a frente a rectaguarda fala de tudo e nada mas so me vou reter em mais uma coisinha.

      "Estás com o progressismo até a medula e o progresso é sua religião... "

      nao e somente, mas tambem, alias ja tinha falado nisto num tema ai atras onde disse ,(criaturas voces misturam tudo e mais alguma coisa, ja foram feitos estudos que demonstram que nos paises mais religiosos o desenvolvimento economico e mais atrasado,porque? porque a influencia dos meios religiosos com a sua educacao sobre preceitos eticos e morais ligados ao dinheiro condiciona a vida economica, preceitos como condenaçao dos juros lucros sao um nao incentivo, essa diferença verificou-se na europa pos cisma luterano entre europa central norte e sul e ainda se reflete) mas tu nao les, e porque, porque nos temos na nossa natureza humana qualidades boas e mas,nao ha ca maniquiesmos, nao somos so bons e maus somos mais que isso mais complicados. e mesmo as mas nao sao tao mas assim, depende do grau, precisam e de ser controladas, por exemplo, nos somos egoistas a maior parte, orgulhosos, invejosos, arrogantes, cobiçosos etc, o que acontece e que a religiao procura catalogar determinadas qualidades e atitudes como pecado desde a tenra infancia nao deixando desenvolve-las, e controla-as inibindo as pessoas, vou PARA O INFERNO NE. kkkkkkk, isso e mais catolicismo, tornando as pessoas avessas a certas actividades e pessoas que as praticam, quando eu digo que tens um defeito mental intelectual nao e ofensa, e que a tua religiao primaria basica sem outros conhecimentos tolda-te os raciocinios. e o que eu noto e e o que esses estudos economicos demonstram.

      por isso deixa la os hindus, nunca uma utopia altruista fez nada de consistente para a humanidade, qual a influencia criatura de um hinduismo na nossa civilizaçao que nao seja meros excentricos e esotericos que a seguem por modas ou vaidades, ja descobriste o teu yin e yon, ou la o que quiseres, fazes-me lembrar os movimentos hippies dos anos sessenta, alguns ate musicos de nomeada que iam para paragens indianas porque la sim existia o paraiso. tem calma aprofunda ideias que o mundo sao dois dias como dizia o meu avo. e olha ja estou cheio das tuas diatribes nao tens nada para me ensinar nem queres aprender nada, por isso faz o teu yin e yon e se produtivo para a sociedade em vez de lenga lengas. se tens um caozinho aproveita passeia-o e da-lhe banho kkkkkkkk

      Excluir
    8. Estás cansado porque nem sabes por onde começar a inventar desculpas para tantas mentiras tuas que ficaram expostas aqui. ..

      Tanto seja hindu. .. quanto chinês. .. ou greco romano. .. estão nestes o poder de criar civilização. . Sem nada judaico pois este nada cria e vive Desculpas para se abrigar em civilização se verdade. ... e nada de abramismo veio acrescentar a civilização ocidental... até concordo em parte contigo quando diz que o ocidente teve bases gregas, romanas. .. mas jamais em sua edificação o terceiro elemento da criação ocidental foi o abramismo (judaísmo. .. cristianismo e islamismo ) .. e sim o terceiro elemento foi a moral pagã européia, isto é o espírito de comunidade do germânico. .. nórdico ... o certo é dizer :

      A Europa e ocidente cresceram não por causa do abraamismo (judaísmo, cristianismo e islamismo ) mas sim cresceu apesar do abraamismo!

      Excluir
    9. Moral pagã européia nórdica e o escambau:

      https://www.youtube.com/watch?v=eAyJm-U_M00

      "Os Celtas sendo guerreiros tinham um hábito de molhar-se por completo com o sangue de seu inimigo após as batalhas a fim de absolver a vitalidade daquele guerreiro que proporcionou uma luta honesta e inesquecível. Como vemos, eles acreditavam [e agora deixaram de acreditar?!!] que somente com o sacrifício humano poderiam agradecer aos Deuses pela fartura de seus campos, pelas chuvas, pelas vitorias e pelo futuro, a vida em si de cada um. No entanto, hoje o sacrifício humano é considerado pela lei dos homens como assassinato."
      Fonte: http://nibelungsalliance.blogspot.com.br/2012/04/sacrificio-no-paganismo.html

      Vejamos a sutileza: "hoje o sacrifício humano é considerado pela lei dos homens como assassinato", é homicídio "pela lei dos homens", parece que os neopagãos não entendem da mesma forma. Interessante.

      Excluir
    10. Que tenha sacrifícios de sangue eu não nego. .. mas do mesmo jeito reformadores tiveram no paganismo contra isso. . De leste a oeste. .. sempre a revitalizarem os bons valores. . Seja lao Tsé e confuncio na China. .. krshna e gautama na Índia como Pitágoras e Platão na Grécia e Otávio em Roma. .. Além de muitas tribos germânicas. .. que bom que sempre venham reformadores. ..

      Tudo desgasta. .. e se renova. .. Foram vários salvadores ou reformadores. .. Os nomes acima são provas disso. ..

      Agora ordas de cristãos a quebrar tudo no império romano incitados por pastores e bispos é um grande contributo para Roma ehehehe

      Depois uma imunda miscigenação promovida pelo universalismo cristão. .. porta de entrada para o levante e para semitas na Europa. .. que foi impedido agravar com a chegada dos "bárbaros " do centro e norte. ..

      Excluir
    11. Ao “Anônimo7 de julho de 2017 11:25”

      Endereços bíblicos de condenação da usura:
      http://www.napec.org/vida-crista/a-usura-a-luz-da-biblia/

      Não citam, mas o versículo em Mateus 7:12 em que lemos “Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam; pois esta é a Lei e os Profetas” pode ser subentendido que se você não gosta que lhe cobrem juros, você também não deveria cobrar. O entendimento dele é bem abrangente.

      A frase “Não faça aos outros o que você não quer que seja feito a você” (também chamada de “regra do ouro”), muito conhecida no mundo todo, é utilizada desde a antiguidade, por diferentes povos. Sua origem é discutível (alguns atribuem ao sábio chinês Confúcio), mas o fato é que praticamente todas as religiões baseiam-se nessa idéia, inclusive o Judaísmo e o Cristianismo, e o Germanismo como li de alguém.

      Para muitos, o que Jesus fez foi apenas uma reprodução de um pensamento já conhecido por todos, mas se analisarmos a fundo veremos que Jesus mudou totalmente o foco. Enquanto o provérbio “original” ensina a não realizar algo ruim (“não faça”), Jesus ensina algo mais profundo, pois em vez de colocar uma proibição e de ensinar a deixar de fazer o mal, ele mostra que devemos fazer o bem ao nosso semelhante! Com um olhar superficial pode não transparecer a diferença, mas é como aquela história atribuída a Albert Einsten: “O mal não existe; é, na verdade, a ausência do bem”. Portanto, se não quero o mal para mim, não tenho que deixar de fazer o mal, e sim, fazer o bem!

      É possível perceber também que Jesus foi muito mais exigente do que os sábios antigos. Quando Ele troca a forma negativa pela positiva, passa a exigir de nós uma atitude e não mais um simples “cruzar de braços”. Não quer que deixemos de fazer isso ou aquilo, mas que assumamos responsabilidades e façamos algo, segundo a Sua vontade. Dessa forma, o foco que era o indivíduo (que não deveria fazer alguma coisa) passa a ser a ação praticada por ele.

      Espero que sua dúvida tenha sido sanada.

      -----------------------------------------------

      Ao “Anônimo8 de julho de 2017 19:19”

      Cristianismo NUNCA PREGOU MISCIGENAÇÃO! Pregou "crescei e multiplicai", ou seja, façam filhos. Mas os europeus resolveram virar as costas para Deus e não querem mais fazer filhos. A culpa da baixa natalidade é da Igreja?!... que desonestidade.

      Sobre o tal "universalismo cristão" quer significar que todos pecadoram, não importa se grego, romano, judeu, pagão, ateu, inca, asteca, apache ou tupinambá. Significa também que todos são criaturas de Deus, que Deus criou todos os povos, então, foi Deus que criou a diversidade de povos, foi Deus que criou no evento de Babel os diversos idiomas, foi Deus que espalhou os povos pela Terra e com isso outras divesidades surgiram. Significa também que ordenou que todos os povos ficassem sabendo do Evangelho e do Salvador e Senhor Jesus e O reconhecem como Deus único e verdadeiro que é. Não tem nada a ver com miscigenação (sexo) mundial.

      O resto do seu comentário é sem noção, confuso, trocando a cronologia dos eventos.

      Excluir
    12. Correção: pecaram em vez de "pecadoram"

      Excluir
  19. PALHAÇADA É ESSA QUE O CRISTIANISMO NÃO CRIOU CIVILIZAÇÃO?!?

    https://www.facebook.com/hcatolica/photos/a.532725093551423.1073741828.532423920248207/628850277272237/?type=3&theater
    "Hoje eu vim mostrar que os monges não somente eram bons em rezar, ou na agricultura. Mas, eles botavam a mão na massa para criar máquinas também! No livro "Como a Igreja católica construiu a civilização ocidental" o historiador Thomas Woods, cita esse trecho de Mc Donnell para nos mostrar que os monges tinham um grande aparato tecnológico e que difundiram todo esse aparato por toda a Europa. "Um dos pontos chaves foi que, os cistercienses tinham todos os anos encontros regulares de abades e isso permitia-lhes compartilhar os avanços tecnológicos que se alcançavam em qualquer parte da Europa. A dissolução dos mosteiros rompeu essa rede de transferência de tecnologia." Incrível que, todos os mosteiros possuíam uma fábrica, que eram tão grande quanto a Igreja e geralmente ficavam sitiadas próximas dela com diversas máquinas no subsolo movidas a hidráulica (1). No geral, os monges recebiam doação de minas de ferro, outras vezes eles mesmos compravam o material , embora necessitassem do ferro para uso próprio, muitas vezes o ferro era vendido (quando se tinha excedentes), com isso, do século XIII até o século XVII os monges foram líderes em produção de ferro na região francesa de Champagne. Os monges também tinham "Capacidade para fabricar altos-fornos que não produzissem nada além de ferro fundido. Estavam em condições de fazê-lo em larga escala, mas, ao suprimir os mosteiros da Inglaterra Henrique VIII quebrou esse potencial." (2) Por conta da ganância do rei, infelizmente esse avanço tecnológico teve de esperar pelo menos mais dois séculos e meio."

    VOCÊ USA ÓCULOS??! USA??!
    https://www.facebook.com/hcatolica/photos/a.532725093551423.1073741828.532423920248207/532724986884767/?type=3&theater

    PALHAÇADA É ESSA DE DEFENDER O PAGANISMO? HEIN?!!
    https://www.facebook.com/hcatolica/photos/a.532725093551423.1073741828.532423920248207/542680209222578/?type=3&theater

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Império Romano as ciências e artes estavam muito acima da idade média. .. e só foi retomado o avanço civilizatorio com o resgate do saber do mundo greco romano. .. Acho que isso é fora de dúvidas. ..

      Excluir
    2. iluministas maçons (cria judaica).

      http://semema.com/10-invencoes-medievais-que-mudaram-o-mundo/

      http://semema.com/os-11-maiores-mitos-sobre-a-idade-media-reveja-seus-conceitos/

      http://paleonerd.com.br/2015/06/05/5-inovacoes-tecnologicas-da-idade-media/

      Se não fosse pelo zelo, coragem e determinação dos cristãos, seus monges e mosteiros medievais, todo o saber greco-romano teria sumido, pois as hordas de bárbaros pagãos queimavam, destruíam tudo pela frente. Que tal falarmos do hábito de estuprar e escravizar mulheres que pagãos europeus tinham com outro europeus pagãos ou não? Dá dó desses maçons cabeçudos sem avental.

      Aah, ... maçons, judeus, globalistas e muçulmanos agradecem a você por atacar os cristãos. Faz algo de útil, e vá participar dessas marchas católicas.

      Mas acho que preferia algo pagão:
      https://www.youtube.com/watch?v=oWIi5s8Sblw

      https://www.youtube.com/watch?v=QP7-B8vVYKs

      Xô, satanistas!!

      Excluir
  20. https://www.youtube.com/watch?v=UPrfib2lcIM ... Novamente são os católicos que terão que derramar seu sangue pra salvar os europeus. Afinal, pra que servem os pagãos?!! ... servem pra ajudar os judeus e muçulmanos a atacarem os cristãos, oras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que piada. .. para cada polaco cristão anti globalização há 10 americanos cristãos escorregando para a globalização eheheh. .. por que a bíblia diz que o judeu, agente globalizante, é o povo eleito. .. e acreditam mesmo nisso! !!

      Excluir
    2. Os mais ferrenhos e odiados combatentes do isis são yazidis... mesmo em população reduzidissima... sabem que cristianismo. .. islamismo e judaismo são crias de Abraão. .. livre disso estão bem longes de filo judaísmo bíblico.. tem noção de sua nacionalidade e sabem bem que nem é Jerusalém nem roma. .. É por que escaparam do catolicismo ehehehehe

      Está arriscado a Europa cair com e eles continuarem. ..

      Excluir
    3. Piada é seu argumento sobre quantidade vs verdade. Tá de piada, né?!

      Segundo, a questão não foi sobre o "mais ferrenho adversário", e até porque na Polônia não há guerra de blindados e foguetes, portanto, não necessidade dum catolicismo yazidista, digamos assim.

      Judeu é povo eleito?! Onde?! A Bíblia diz o contrário:

      "Absolutamente não! Judeu é quem o é interiormente, e circuncisão é realizada na alma do crente, pelo Espírito [Santo], e não pela letra da Lei [refere-se às leis judaicas]. Para todos estes, o louvor não provém dos homens, mas de Deus!"
      Romanos 2: 29

      "Por isso, Eu [Senhor Jesus] vos declaro que o Reino de Deus será retirado de vós [judeus] para ser entregue a um povo [gentios] que produza frutos dignos do Reino."
      Mateus 21: 43

      "... não dando ouvidos a fábulas judaicas, nem a mandamentos de homens que se desviam da verdade."
      Tito 1: 14

      Filme "Marcha para Sião" revelando as farsantes fábulas judaicas:
      https://www.youtube.com/watch?v=iZBIZIFHEQw

      Antes de querer dar aula bíblica, vá ler Bíblia primeiro, ok?

      Cristianismo não é "cria abrãmica". Documentalmente, Judaísmo e Islã nasceram da Torá, Cristianismo nasceu das epístolas. Abraão, judeus, muçulmanos e pagãos fazem sacrifícios de animais, cristãos não. O Paganismo é parente próximo do Islã e do Judaísmo.

      Suponho que os defensores do Paganismo estariam dispostos a se ofertarem generosa e espontaneamente aos seus deuses:

      https://www.youtube.com/watch?v=y2PfmBOgrdY

      https://www.youtube.com/watch?v=YuhBDkIn_RM

      E o bobalhão vem defender crenças hindus:
      https://www.google.com.br/search?q=sacrificio+hindus+de+animais&rlz=1C1AVNG_enBR730BR730&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwi6vtylyPrUAhXHk5AKHatYB_0Q_AUIBigB&biw=1152&bih=758

      Cristianismo foi e é a ruptura salvadora, higienizadora e civilizadora de todas essas crenças bárbaras judaico-maçônico-mouro-pagãs.

      Excluir
    4. Desespero já aparece quando negas que a bíblia não coloca os judeus como povo eleito. .. até parece que a bíblia é só novo testamento. ..

      E o velho testamento fica fora da bíblia?

      Os cristãos americanos. .. salvo uma minoria Batista apóia Israel PORQUE ESTÁ NA BIBLIA. .. ainda há dúvidas?

      Sério. .. comparar produção cristã com a do resto do mundo pagão é já estar falando sem saber. ... até porque o que veio depois a ser resgatado pelo renascimento foi feito graças ao material clássico. ... terra quadrada e centro do sistema solar era algo que o saber greco romano havia superado em certos núcleos e o hindu ainda antes. .. mas de exemplos assim se lota páginas. ..

      Até admito e agradeço ordens monásticas e islâmicas que ajudaram conservar ou resgatar o saber pagão. .. mas não concerta coisas como o ataque cristão a bibliotecas pagas e outras aberrações abraamicas fomentadas por irineus da época. ..

      Excluir
    5. O Islamismo sempre foi destruidor de conhecimento e cultura, isso por causa de sua crença que antes de Maomé nada existia. Pode pesquisar. Diferente do Cristianismo que sempre acreditou na existência de civilizações e povos pré-Cristo. Se cristãos queimaram livros, foi na mesma crença de quando os nacional-socialistas queimaram obras pornográficas, marxistas e degradantes. E por que não fala sobre os pagãos que saqueavam e queimavam as vilas cristãs, seus mosteiros e livros ali guardados e sendo traduzidos pelos monges, ficando os invasores apenas com o ouro, prata e mulheres para estupro e comércio? Quanta cultura, quanto enriquecimento cultural, né?

      "Desespero (1) já aparece quando negas que a bíblia (2) não coloca os judeus como povo eleito. .. até parece que a bíblia é só novo testamento. "

      (1) Não estou desesperado coisa alguma. O desespero é dos pagãos:

      a) que não acham coisa melhor que fazer que ficar balbuciando sobre a Bíblia que nunca leram e se lerem, não a entenderão porque pra entende-la é necessário o agir do Espírito Santo. E pagãos, como judeus, muçulmanos e ateus, sendo anticristãos e sacrificadores de animais e pessoas, não tem esse agir divino. Deus lhes concede esse entendimento caso dobrem-se diante dEle.

      b) que não entendem que atacando o Cristianismo, cooperam com maçons, judeus e muçulmanos.

      c) e também porque se sentem impotentes diante dos desafios e inconfessadamente reconhecem que só a Igreja, como mostram as enormes marchas cristãs na França e Polônia que a imprensa infestada de funcionários judeus, ateus e pagãos (é mentira?), não dão devida informação.

      (2) O Velho Testamento é o Velho Testamento somente, Velho Testamento NÃO É A Bíblia, ESTÁ NA Bíblia; e Novo Testamento é somente o Novo Testamento, Novo Testamento NÃO É A Bíblia, ESTÁ NA Bíblia. Bíblia é a soma do Velho e Novo testamentos. Se não consegue nem entender isso, como quer discutir o resto?

      Velho Testamento é o VEEEELHO Testamento, já se auto-explica. Não consegue entender isso?

      É o Novo Testamento que está valendo. Por isso é chamado de NOOOVO Test. e o Velho Test. é chamado de VEEELHO. Entendeu?

      O Velho Test. está inserido na Bíblia pra advertir e historiografar/registrar a todos que como Deus, no Veeeelho Test., considerou os judeus povo eleito, no Nooovo Ele os expulsou e poderá fazer isso de novo caso não O obedeçam como desobedeceram os judeus. Mostrei os versículos disso no comentário acima.

      E o que é "testamento"? É um contrato, uma aliança. Você tem um velho contrato e um novo contrato, qual REALMENTE vale? O novo. Alguma dúvida? E por que se guardam velhos contratos? Pra demonstração de como e quando começou a tal aliança e sua evolução.

      Se muitos querem acreditar que COM DEUS está valendo o contrato (testamento) velho, problema deles. Por que PARA Deus, vale o Novo. Aqueles que invocam o Velho, estão em heresia. E o que mais temos hoje são heréticos. Agora, se você e outros pagãos querem pegar heresias e hereges como base pra criticar o contrato/testamento que está valendo, ... é desespero e ignorância.

      Essa conversa de que o Velho Testamento é o válido, os judeus tem tentado desde a Igreja Primitiva, podemos ler isso em Atos dos Apóstolos (principalmente cap. 15), carta aos Gálatas e outros. Esses ataques judeus ao Novo Testamento não são nenhuma novidade aos cristãos sérios e atentos. E os pagãos fazem-lhes coro.
      ~~ continua ~~

      Excluir
    6. ~~ continuação final ~~

      Recomendo as leituras de "Complô Contra a Igreja" de Maurice Pinay, "Fator Melquisedeque" de Don Richardsonem e "Como A Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental" de Thomas Woods, todos em pdf, e os vídeos:

      O anticristo segundo sua etnia:
      https://www.youtube.com/watch?v=Kv4RDBfnuJQ

      O sionismo e a farsa judaizante:
      https://www.youtube.com/watch?v=A5sc_RV9eiE

      O 666 e a marca judaica:
      https://www.youtube.com/watch?v=C5WWDuromDA

      Quem é a prostituta do Apocalipse?
      https://www.youtube.com/watch?v=LiFSdxRGjKA

      Como A Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental:
      http://igreja-civilizacao.blogspot.com.br/p/videos-igreja-catolica-construtora-da.html

      O mundo só descobriu o Talmud, graças a Igreja Católica:
      https://judaismoemaconaria.blogspot.com.br/2012/02/como-igreja-catolica-descobriu-o-talmud.html

      E tem muito, mas muito mais material elucidativo.

      Sei que perdi meu tempo com você em trazer-lhe essas fontes embasadas, porque sei que não verá a maior parte (talvez nada) e também porque todos os pagãos, todos os anticristãos em geral, tem um bloqueio psíquico e espiritual que não querem e/ou não conseguem vencer. Não me leve pro lado da ofensa, mas de advertência sem rodeios.

      E terminando, gostou da cerimônia de inauguração do túnel austríaco?
      https://www.google.com.br/search?q=ceremony+satanic+tunel+san+gotardo&rlz=1C1AVNG_enBR730BR730&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwijv5ncyP_UAhWHDJAKHZViB_gQ_AUICCgD&biw=1152&bih=758

      Quem governa a Europa, não é a Igreja, são vocês anticristãos (pagãos, ateus, satanistas, maçons, judeus ...).

      Excluir
    7. Muitas voltas para tentar escapar do inevitável.. a superioridade das tradições não abraâmicas sobre as abraâmicas... até parece que trazer o velho testamento como base de alguma coisa que não fosse o execrável (na maior parte) é justificável e prescindir do patrimônio greco-romano é admissível (como se os escritos do Novo Testamento fossem superiores ao que coloca Platão e Aristóteles)...

      Do Velho Testamento veio o capitalismo e da Bíblia veio o bolchevismo da antiguidade... a universalidade na igualdade dos filhos de Deus... atropela-se tudo aí... o que é igual em potência não é em ato e assim vai...

      Pode-se fazer uma analogia, o Cristianismo é uma locomotiva e os demais vagões o conteúdo do Velho Testamento, com povo eleito, terra Santa e execração dos outros povos... inclusive a execração do nacionalismo da antiguidade dos outros povos... o abraamismo dissolvendo o nacionalismo é coisa antiga...

      Ainda bem que sei bem a diferença de nacionalistas e católicos... tanto o nacionalismo (Imperialismo) romano como germânico entendiam bem a diversidade religiosa, e até toleraram judeus e cristãos... por um tempo... pois os dois últimos não toleram as demais culturas...

      Nacionalistas tem de ficar atentos... pois entre os movimentos nacionalistas sempre aparecem católicos ou direitistas colocando ou a cruz ou o liberalismo, respectivamente, acima da nação e das concepções religiosas e culturais que são compatíveis com o nacionalismo mas não com a "única religião da verdade" ehehehhehe

      Excluir
    8. "Muitas voltas"?! rsrs ... é o seu melhor?!

      Repito: Velho Testamento é o VEEEELHO Testamento, já se auto-explica. Não consegue entender isso? .. agora sim você respondeu: "Não consigo entender".

      Locomotiva, pegando seu gancho, é o paganismo que puxa os vagões do satanismo, do relativismo maçom e do judaísmo (*). O que todos eles tem em comum? O anti-cristianismo. E ainda não respondeu se gostou da inauguração pagã (que são os governantes da Europa) do túnel bem no centrão europeu. Foge dela como o diabo da cruz ... acha que as pessoas que aqui leem não percebem isso? ... rsrs ... me divirto com seu 'desempenho'.

      Não conseguindo refutar nada, tenta levemente mudar o foco de paganismo pra nacionalismo. Quem está dando voltas? ... rs .. Ou seria quem está fugindo? Cristianismo é questão de moral e não de biologia racial, racialista ou sei lá que nome tudo que vocês inventam. Ainda não conseguiu perceber isso?!

      Repito outro fato: Sei que perdi meu tempo com você em trazer-lhe essas fontes embasadas, porque sei que não verá a maior parte (talvez nada) e também porque todos os pagãos, todos os anticristãos em geral, tem um bloqueio psíquico e espiritual que não querem e/ou não conseguem vencer.

      Termino com essa provocação sobre as origens e influências pagãs no judaísmo e como era amigável a relação judaico-pagã: "Júlio César foi o grande protetor dos Judeus", "Seus ensinos atingiram os ouvidos de Nero através da sua esposa Poppaea, que parece tê-lo inclinado para a sua fé [judaica]...", "(citado conforme St. Agostinho) “os Judeus conquistados deram Leis aos conquistadores Romanos” " ... eitaa, isso vai longe.
      https://nopulpitodiantededeus.blogspot.com.br/2014/06/o-judaismo-tem-influencia-paga-de.html

      http://porquenaocreio.blogspot.com.br/2013/06/exemplos-biblico-influencia-paga-israel.html

      http://chamadourique.blogspot.com.br/2009/07/judaismo-e-paganismo-em-contacto-i.html

      http://chamadourique.blogspot.com.br/2009/07/judaismo-e-paganismo-em-contacto-ii.html

      etc etc etc etc etc etc

      Ao invés de ficar de vassalo pros judeus, vá marchar com os cristãos em França e Polônia. Só o fato d'eu dizer "em França e Polônia", já te desmente quando tenta (é um desesperado mesmo) dizer que cristianismo destrói nacionalidade. Sabe nada, inocente útil... rs

      Cristianismo foi e é a ruptura salvadora, higienizadora e civilizadora de todas essas crenças anticristãs e bárbaras judaico-maçônico-mouro-pagãs.

      (*) "O paganismo está de retorno, mas sob a tutela do judaísmo."
      Abade Meinville.

      O choro é livre. By by ... sem mais.


      Aah, a Igreja (que não sabes o que seja) sempre combateu o liberalismo. Não confunda desvio de conduta com doutrina eclesiástica.

      Excluir
    9. Nada judaico foi formalizado em Roma, na Grécia, na Germânia, na Índia, na China, na Mesopotâmia, no Egito... NADA.

      Já o cristianismo é o grande difundidor do abraamismo (criação judaica) no mundo junto com o islamismo. Nas instituições cristãs o Velho Testamento é base, e a epopeia judaica é a base do cristianismo e não a das civilizações de Roma, da Grécia, da Germânia, da Índia, da China, da Mesopotâmia, do Egito.

      Se houve judaísmo em Roma, foi pelas vias subterrâneas como denunciou Cícero e Apião, e como foi visto com a esposa de Nero, que afastou os três preceptores dele, que eram pagãos, incluindo Sêneca, que foi obrigado a se matar...

      Julio César deixou para os romanos, em amostra de nacionalismo, o combate a comercialização da dívida na própria herança dele em testamento quando deixou a população de Roma livre das dívidas... inclusive o assassinato dele, a facadas, lembra bem a ação dos zelotes...

      Só cristianismo trouxe os entulhos judaicos para dentro da tradição europeia... ninguém foi pedir isso.

      Agora eu estou impressionado com seu "conhecimento" do paganismo e da tradição das demais civilizações... falando de besteiras como "inauguração do túnel da Europa" como um grande emblema do paganismo...


      Pitágoras, Tales, Solon, Hesíodo, Hipócrates, Arquimedes, Arístarco, Sócrates, Parmênides, Platão, Licurgo, Aristóteles, Euclides, Numênio, Plotino, Otávio, César, Marco Aurélio, Demócrito, Crísipo... são pagãos eheheehhe e só um ignorante não se comove com o quanto eles deram aos europeus!

      Excluir
    10. Com toda a certeza do mundo e fora dele que a inauguração do túnel Gotardo é paganismo do mais sincero e puro. Não existe mínima possibilidade de negar isso.

      Quem governa a Europa são sim os anticristãos (judeus, maçons, pagãos):
      http://3.bp.blogspot.com/-IXXa64PY7vM/UZrWUquYJJI/AAAAAAAAMiY/3ahUUkHFtB8/s1600/illuminati.png ... não existe mínima possibilidade de negar isso.

      A degenerada Esquerda apoia o Paganismo e só critica o Cristianismo como os pagãos? Por que possuem tantas bandeiras semelhantes?
      https://www.google.com.br/search?q=Wicca+paganism+ritual+orgies&rlz=1C1AVNG_enBR730BR730&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwj9tfb9p4fVAhUDmJAKHb4vAjUQ_AUICygC&biw=1152&bih=758

      Ao invés de ficar de quatro pros judeus, faça algo útil e vá marchar com os cristãos em França e Polônia. Só o fato d'eu dizer "em França e Polônia", já te desmente quando tenta dizer que Cristianismo destrói nacionalidade. Cristianismo foi e é a ruptura salvadora, higienizadora e civilizadora de todas essas crenças anticristãs e bárbaras judaico-maçônico-mouro-pagãs como cortar prepúcio, esfolar vivo os desafetos, escravagismo, SACRIFICAR CRIANÇAS E MULHERES e animais, beber seu sangue, comer seu coração, adorar sol, lua, fogo, árvores, cachoeiras, objetos idiotas e obscenos, etc ... Se o Cristianismo tivesse feito SÓ ISSO, já seria muito louvável, mas fez muito muito mais que libertar os povos dessas crendices idiotas e bizarras. E muito está registrado nos comentários anteriores com fontes como livros, vídeos e sítios. O choro é livre.

      E agora com os comentários abaixo, descobrimos que judaísmo e islamismo são filhotes pagãos ... agora dá pra entender porque os pagãos só atacam os cristãos, estão defendendo sua prole. Começamos a entender porque os cristãos estão no pódio do ódio pagão como se fossem os responsáveis pelo caos moral, a falta de vergonha e boiolice (até calcinha fio dental usam) dos super arianos europeus brancos superiores, é por causa que "O paganismo está de retorno, mas sob a tutela do judaísmo."
      Abade Meinville.

      Quando a Igreja manda na Europa:
      http://2.bp.blogspot.com/-CEVqTVXUHpE/UYwcoBbCdvI/AAAAAAAAAJk/SYnuJoAa_z4/s1600/kingdom-of-heaven-dc-bd-dts-1080p-2005_mkv-00004.jpg

      https://image.slidesharecdn.com/2-africaandislam-part3-crusades-141012192056-conversion-gate01/95/africa-and-islam-part-3-the-crusades-9-638.jpg?cb=1413141754

      https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/3/31/La_Rendici%C3%B3n_de_Granada_-_Pradilla.jpg/1200px-La_Rendici%C3%B3n_de_Granada_-_Pradilla.jpg

      Pesquise por exemplo, a Batalha de Lepanto em 1571, a Batalha de Viena em 1683. A lista do sangue derramado pelos cristão em defesa da Europa é gigantesca. Veja que os cemitérios da Segunda Guerra só vemos cruzes. Se fossem aquelas milhares de tribos pagãs, os mouros teriam conquistado tudo. Outro mérito incontesti da Igreja foi a união continental que assim pôde fazer frente a união dos vários povos unidos pelo Islamismo que é derivado do Paganismo.

      Quando os anticristãos conseguiram finalmente separa Estado e Igreja na Revolução (na verdade um golpe de Estado) Francesa (na verdade judaico-maçom anticristão), daí a Europa começou sua queda. Mas os neopagãos, na sua ânsia por sangue, frustrações pessoais e falta de vergonha na cara, só veem cristãos pela frente.

      Defenda a verdade, não as paixões pessoais. Paixões não libertam, escravizam. "Conhecereis a verdade, e ela vos libertará" (João 8:32)

      O choro é livre. By by ... esperneie-se a vontade.

      Excluir
  21. — PARTE 1/2

    Por essa os defensores do Paganismo não esperavam.

    No capítulo 7 todo de Atos dos Apóstolos, o cristão Estêvão, discursa demoradamente e, pelo fato de ter denunciado as heresias, o deicídio e Paganismo dos judeus, é por eles morto por apedrejamento. Cito o versículo específico:

    "Antes tomastes o tabernáculo de Moloque (deus pagão árabo-cananeu, terra onde nasceu o Islã [*]), e a estrela do vosso deus Renfã (deus egípcio que significa "estrela" e conhecido também como deus romano Saturno ou o grego Cronos), figuras que vós fizestes para as adorar. Transportar-vos-ei, pois, para além da Babilônia."
    Atos 7: 43

    [*] Pre-Islamic Arabia and Pagan Foundations of Islam - Arábia pré-islâmica e fundamentos pagãos do Islamismo
    https://windsorcoactforamerica.wordpress.com/tag/allah/ .... Paganismo fundamentou o Islã! .... Uaaau !!
    https://windsorcoactforamerica.files.wordpress.com/2013/12/islam_mason-51.jpg .... Uaaau !! Islã com ligação com a Maçonaria!

    Por essa os pagãos críticos do Islamismo não esperavam.

    O que conhecemos como "Estrela de Davi" que consta na bandeira de Israel (séculos XX e XXI) e foi usado como "crachá" pelos judeus na 2ª GM que também já era usado na Idade Média (séculos V a XV) que eles mesmos criaram para si próprios se auto-identificarem, na verdade é a estrela de Renfã, um deus pagão. Poderão fazer suas pesquisas. Vejamos o que Deus, O Único e Verdadeiro, diz sobre essa tal estrela e de quem a usa ou a adora:

    "Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
    Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Eu sou o Senhor vosso Deus.
    Não fareis segundo as obras da terra do Egito (povo pagão, alguma dúvida?), em que habitastes, nem fareis segundo as obras da terra de Canaã (também pagãos, alguma dúvida?), para a qual vos levo, nem andareis nos seus estatutos." (refere-se a estatutos pagãos, entendido isso?)
    Levítico 18: 1-3
    (...)
    "E da tua descendência não darás nenhum para fazer passar pelo fogo perante Moloque (deus pagão ou Lúcifer/diabo); e não profanarás o nome de teu Deus. Eu sou o Senhor."
    Levítico 18: 21 (Levítico foi escrito séc. XV a.C)

    — continua

    ResponderExcluir
  22. — PARTE 2/2

    Deus emitindo juízo sobre o povo judeu por conta de suas práticas pagãs:

    "Odeio, desprezo as vossas festas, e as vossas assembléias solenes não me exalarão bom cheiro.
    E ainda que me ofereçais holocaustos, ofertas de alimentos, não me agradarei delas; nem atentarei para as ofertas pacíficas de vossos animais gordos.
    Afasta de mim o estrépito dos teus cânticos; porque não ouvirei as melodias das tuas violas.
    Corra, porém, o juízo como as águas, e a justiça como o ribeiro impetuoso.
    Oferecestes-me vós sacrifícios e oblações no deserto por quarenta anos, ó casa de Israel?
    Antes levastes a tenda de vosso Moloque (deus pagão árabo-cananeu), e a estátua das vossas imagens, a estrela do vosso deus (o egípcio Renfã conhecido também como deus Saturno romano ou Cronos grego), que fizestes para vós mesmos.
    Portanto vos levarei cativos, para além de Damasco, diz o Senhor, cujo nome é o Deus dos Exércitos."
    Amós 5: 21-27 (Amós viveu séc. VIII a.C)

    Os judeus que são tão criticados e denunciados geralmente pelos "nazistas" e "antissemitas", na verdade são pagãos, são adoradores de Moloque ou Renfã. Vejamos o que diz Cristo Jesus por revelação do Espírito Santo ao Apóstolo Pedro no séc. I sobre o assunto:

    "Porque não é judeu o que o é exteriormente, nem é circuncisão a que o é exteriormente na carne. (refere-se a retirada cirúrgica do prepúcio)
    Mas é judeu o que o é no interior, e circuncisão a que é do coração, no Espírito (Santo de Deus), não na letra (ou Lei); cujo louvor não provém dos homens, mas de Deus."
    Romanos 2: 28 e 29 (versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel)

    [**] "Não é judeu quem o é apenas exteriormente, nem é circuncisão a que é meramente exterior e física. (refere-se a retirada cirúrgica do prepúcio)
    Não! Judeu é quem o é interiormente, e circuncisão é a operada no coração, pelo Espírito, e não pela lei escrita. Para estes o louvor não provém dos homens, mas de Deus."
    Romanos 2: 28 e 29 (versão NVI - Nova Versão Internacional)

    Séc. XV a.C, VIII a.C, séc. I d.C, séc. XV d.C, séculos XX/XXI d.C ... o Paganismo dos judeus parece ser um padrão, norma.

    Portanto, ou esqueçam tudo ou sejam mui prudentes com toda essa conversa de/sobre judeus ortodoxos, moderados, ashkenazis, sefarditas, kazhares e outros, pois são todos falsos judeus [**], são todos da Sinagoga de Satanás. (Apocalipse 2: 9)

    Judaísmo na verdade é e/ou deriva do Paganismo ! .... Uaaau !! Por essa os defensores do Paganismo não esperavam.

    O Cristianismo, que não sacrifica animais por exemplo, é a ruptura disso tudo.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o mundo esta perdido meu filho,ja dizia o meu avo, rezemos muito e facamos muitos sacrificios para agradar a deus.

      Excluir
  23. Só mesmo um ignorante usa a Bíblia como fonte única sem comparar com as demais fontes de todos os povos... repito:

    Pitágoras, Tales, Solon, Hesíodo, Hipócrates, Arquimedes, Arístarco, Sócrates, Parmênides, Platão, Licurgo, Aristóteles, Euclides, Numênio, Plotino, Otávio, César, Marco Aurélio, Demócrito, Crísipo... são pagãos eheheehhe e só um ignorante não se comove com o quanto eles deram aos europeus!

    Fora as miríades de sábios e inventores hindus, egípcios, chineses e mesopotamios...

    Não a toa as investigações do pré-segunda guerra mundial que revelavam a grandeza de tais povos são hoje combatidas com toda fúria pela globalização... do mesmo modo que foram combatidos pelos judeus e cristãos ehehehehee

    Judeus e cristãos adoram a tábua rasa... assim podem apagar tudo que a humanidade construiu sem eles...

    Além de tudo estás com amnésia... ficas repetindo isso:

    "O Cristianismo, que não sacrifica animais por exemplo, é a ruptura disso tudo. "

    Nooooossssaaaa ... como se Platão, Aristóteles, Pitágoras, Buda, Confúcio e outros reformadores ou políticos greco-romanos, chineses etc não soubessem que isso é uma expressão decadente e que surge com a decadência dos tempos... por isso mesmo ciclicamente se reforma a cultura, e estes nomes que citei (e outros tantos) ou combateram tais sacrifícios ou não deram apoio algum...

    Importante, os estados quando se tornam mais sob o domínio de uma religião abraamica (cristão, judeu, islâmico) partem partem para perseguição ou implicância com TODAS as outras religiões e, consequentemente, culturas dos povos... Ao contrário, Roma e o III Reich, por exemplo colocam a liberdade de culto em suas políticas...

    "Curioso" que o cristianismo trouxe para a Europa a visão de que todos os inimigos dos judeus na Bíblia eram os errados (assírios, egípcios cananeus, hititas etc) e os que seguiam a Lei eram os certos... assim o cristão entende que tais culturas eram erradas e a cultura progenitora que lhes é base do patrimônio histórico, o Velho Testamento, é a régua da verdade... isso mesmo, a base histórica do cristão é o Velho Testamento ehehehehe cheio de "verdades" de um povo, o judeu, que é bem "imparcial"...

    ResponderExcluir
  24. Continuação:


    E agora, vemos o fenômeno de justificativa crescendo no novo mundo (EUA e Brasil principalmente) de que os europeus perseguiam os judeus, e estes eram os certos e os europeus os intolerantes... repetindo a ladainha de que os inimigos dos judeus são os errados... antes para introduzir na Europa o judaísmo o cristianismo foi usado para colocar como história oficial que assírios, egípcios cananeus, hititas etc eram os vilões... agora para reforçar o judaísmo na globalização, além dos povos antigos serem os vilões, os europeus também são os vilões... basta algum líder NACIONAL criticar Israel, e hordas de cristãos acusam tal nação de servir ao diabo ehehehehehhe

    No Brasil acontece isso:

    "Assim que soube do posicionamento de Dilma Rousseff, o pastor Joel Engel decidiu publicar uma resposta à presidente da República, em vídeo cedido com exclusividade ao Portal Guiame. A declaração do líder cristão foi dada diante de mais de 1.500 pessoas, durante a Escola Profética 2015, em Santa Maria (RS).

    'Eu quero dizer para a Dilma: assim como você rejeitou o embaixador de Israel, o Senhor Deus está te rejeitando agora e tirando de ti o poder que te foi dado, porque benditos aqueles que abençoarem Israel e malditos aqueles que amaldiçoarem Israel', disse o pastor."

    https://guiame.com.br/gospel/noticias/dilma-expressa-incomodo-com-nomeacao-de-novo-embaixador-de-israel-no-brasil.html

    É que nos concílios, grande reduto da "verdade" o Velho Testamento era a verdade histórica.... e nada melhor para ajudar aos judeus que colocar esse Velho Testamento na Bíblia... e doutrinar a história do mundo baseado nele...

    Todas as NAÇÕES devem servir a NAÇÃO ELEITA...

    Em países que não tem a Bíblia, o Velho Testamento como base, esses apelos ridículos nem existem... e só são atendidos em países que tem a história dos povos como verdadeira se baseada no Velho Testamento... Presentão de "grego" para o Ocidente esse do Catolicismo... retirar a ancestralidade de todos os povos e substituir pela história judaica ehehehehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ref. seus parágrafos 1, 2 e 3: como já está respondido, vou só resumir: Cristianismo também produziu muita ciência e sábio, está lá acima nos comentários, inclusive Papas cientistas.

      Parágrafo 4: globalização não é Cristianismo, nem sei porque citou. Deve ser desespero. Na verdd, seu "comentário" é uma repetição dos parágrafos acima. Como já estão respondidos desde semana passada ... encerrado.

      Par. 5: eu disse e vc concordou que monges salvaram muita coisa em seus mosteiros das hordas pagãs que queimavam, destruíram tudo e pegavam as moças arianas pra prestar "serviços na horizontal" e esses monges também traduziram textos antigos em diversos idiomas, por isso temos conhecimento deles. Se não existissem esses monges CRISTÃOS, vc nem estaria escrevendo o que escreveu.

      6 e 7: amnésia é falta total ou parcial de memória e "fica repetindo"?!! Se "fica repetindo" não é justamente por que TEM MEMÓRIA?!! ... eu hein!

      8: combatiam tanto os sacrifícios que nunca foram cessados. A Igreja foi mais eficiente. O mérito disso é cristão, totalmente cristão.

      9: o Cristianismo nasce com Jesus, o islamismo e o judaísmo nascem do paganismo. São fatos, sinto muito. Não vou ficar repetindo aqui tudo que está devidamente provado e registrado. Elogia liberdade de culto, desde que não seja o cristão. Não podemos esperar pensamento diferente dum vassalo pagão (anticristão) do judaísmo (anticristão). Depois defende "Ein Volk, Ein Reich, Ein Führer", pois liberdade de religião é justo o contrário, divisão do povo. Antigamente só existia o Catolicismo, por conta dessa unidade, foi capaz do Papa unir as diferentes nações contra o inimigo comum. Tá tudo explicadinho lá, veja o Batalha de Lepanto, por exemplo. Um saco ficar repetindo tudo.

      10: Cristianismo segue a Graça e não a Lei. Errado não eram os povos, eram seus costumes pagãos. Nem vou perder mais meu tempo com isso. Vejo que ou é má fé ou um crônico analfabetismo funcional.

      "Continuação:" ... Jesus amado! Não acabou?!

      11: "de que os europeus perseguiam os judeus" isso quem diz é a Esquerda que é anticristã mas defende o paganismo. Não tem NADA NADA a ver com os Evangelhos. Pelo contrário, Jesus até é considerado antissemita pelos judeus e não faltam arautos advertindo o povo de Deus (a Igreja) da heresia da judaização do Cristiansimo. Tem vídeos e versículos nos comentários acima já deeesde semana passada.

      12, 13 4 14: esse pastor Joel Engel é daquela heresia do "cristianismo" judaizante, já postei vídeo sobre isso. Não vou repetir. E essa unção do cai cai que ele defente, é paganismo, é bruxaria, não tem respado bíblico. Sobre isso não explanarei mais porque não vai entender mesmo, e nem é pro teu bico.

      15: https://www.youtube.com/watch?v=Ow0X9iyHV7o

      Excluir
    2. Que tornado de papistas aqui ehehehehehhe são cristãos citando cristãos... enquanto as tradições não abraamicas concordam entre si nos mais básicos conceitos de civilização, filosofia e ciência... Da minha parte, entendo claramente e lei dos ciclos históricos de início, auge e fim das civilizações... só que algumas duraram séculos ou milênios em alto nível... longe de ocorrer com o cristianismo...

      E é bom lembrar que pessoa por pessoa Julio Cesar inaugurou em pessoa o Império e Otávio o consolidou... e Jesus nada venceu na civilização... tudo bem, foi assassinado como Cesar e teve a vida interrompida antes de consolidar sua missão, Cesar teve mais 23 anos gloriosos... e assassinado foi, "facas no senado" ao modo dos zelotes...

      Então, numa combinação de suborno e corrupção judaica no governo romano (denunciada por nada menos que Cícero) e uma pregação de paz e amor e de renúncia à virtude (igual evangélicos fazem hoje: não enfrente Satã... deixe que Jesus faça!).

      Até nas fontes do Novo Testamento se percebe o pagão como dono da própria consciência e não dependendo de redentor. Em Romanos II as críticas aos judeus, são bem observadas, são as de hipocrisia e corrupção... já sobre os pagãos ... eheheheh o problema não é fazer certo ... e sim não reconhecer Jesus ...

      "14.Os pagãos, que não têm a lei, fazendo naturalmente as coisas que são da lei, embora não tenham a lei, a si mesmos servem de lei;

      15.eles mostram que o objeto da lei está gravado nos seus corações, dando-lhes testemunho a sua consciência, bem como os seus raciocínios, com os quais se acusam ou se escusam mutuamente."

      Combina-se a isso o inferno como o professor (os evangélicos que o digam!!), e não a própria consciência, para não fazer errado...

      Que tenham católicos sinceros e virtuosos em alguma medida, até acredito... mas parece que a Igreja Católica não tinha corrupção, nunca teve eheheheheh, venda de indulgências... perdão para assassinos só por passarem a aceitar (pouco importa se da boca para fora ou de coração!) Jesus como Senhor enquanto um pagão virtuoso, as vezes vítima do assassino então convertido, ia para o inferno... eheheheheh! Grande contributo!

      Depois reclama-se que o povo não é nacionalista... claro! Já na religião lhe ensina a fazer as coisas por medo e não por recompensa... esse expediente foi tônica para converter massas de pessoas...

      Excluir
    3. Continuação:

      Depois o católico lamuria isso:

      "Cristianismo também produziu muita ciência"

      Me poupe, os nomes que citei são a matriz da ciência ocidental (SEJA NA ANTIGUIDADE OU NO RENASCIMENTO, FONTE DE ONDE O QUE A MODERNIDADE PRODUZIU DE BOM SE ALIMENTOU, salvo a eletrecidade, mérito praticamente exclusivo da modernidade), somado a outros tantos perseguidos pela própria igreja... que defendeu até geocentrismo... coisa que Hindus e inclusive até certos núcleos greco-romanos já sabiam... o que cristãos produziram é praticamente nada perto do que fez as civilizações não abraamicas...A verdade é que quando se precisou do saber real a fonte no Ocidente são os greco-romanos ou cientistas que beberam em fontes greco-romanas pós-renascimento... e se pegas cientistas do século XIX é óbvio que, mesmo sendo cristãos, nada utilizam do cristianismo para o saber deles, mas usaram muito do saber greco-romano.

      Ou seja, cristianismo na moralidade deu a grande "contribuição" de primar a recompensa pela boa ação sobre o dever, a reta-ação.

      E na ciência e na política não deu nada, ou nada melhor do que já tinha antes! O que tem na Bíblia de acréscimo à política? À ciência? À arte? NADA!

      O que veio depois pelo cristianismo de construção, veio sobre base pagã... e foi construção em cima de algo melhor que o próprio abraamismo corrompeu.....

      E se pergunta-me por que exijo mais do que religião do cristianismo ou da bíblia, lhe respondo: é porque o cristão coloca a bíblia, expressão religiosa, como superior a tudo que tem de religião, arte, ciência, política, filosofia não abraamica... coloca a Bíblia como palavra final... se da Bíblia se esperasse a autoridade nas questões religiosas apenas seria menos mau... mas quando ciência e filosofia contradizem a Bíblia o cristão fica sempre com esta... fanaticamente...

      Ao contrário, em outras tradições, ciência, filosofia e religião se complementam e então se tem civilização de verdade, construída sob sua próprias bases!

      Mas da Bíblia não se pode fazer isso, e ainda sim querem ter a razão sempre... e temos o cristianismo atacando filósofos (fecharam nada mais nada menos que quase milenar academia de Platão... como se o que na bíblia tem de filosofia fosse superior e pudesse substituir o que Platão e a Academia aportou ao Ocidente)... Perseguiram outros tantos filósofos-cientistas ou cientistas... como se o que tem na Bíblia pudesse substituir o aporte de tais cientistas...

      Essa é a marca abraâmica maior: cegueira!

      Excluir
    4. 16: Nação Eleita é a Igreja, o contrário podem repetir milhares de vezes que nunca será verdade.

      17: A Bíblia, vou repetir pela última vez, É A SOMA DO VELHO E DO NOVO TESTAMENTO. Primeiro você precisa entender isso, sem entender isso, não adianta tentar explicar o resto. Isso é básico demais demais, e não consegue entender, e quer discutir doutrina ... rs ... isso já virou um hospício.

      "retirar a ancestralidade de todos os povos"?!! A selvageria covarde das touradas na Espanha são costume pagão que a Igreja não "retirou a ancestralidade". Infelizmente.

      Cos-tu-me pa-gão pa-gão:
      https://www.youtube.com/watch?v=IF-R_P_Dq9Q
      https://www.youtube.com/watch?v=JDYfZAFd6fw

      Cos-tu-me pa-gão pa-gão:
      https://noticias.bol.uol.com.br/internacional/2010/03/29/historiadores-buscam-verdade-sobre-prostituicao-nos-templos-da-antiguidade.jhtm

      https://www.google.com.br/search?q=sacrificios+humanos+fenicios&rlz=1C1AVNG_enBR730BR730&source=lnms&tbm=isch&sa=X&ved=0ahUKEwjs66nPionVAhXCk5AKHepvDHEQ_AUICigB&biw=1152&bih=758 ... mas graças a Deus que a Igreja conseguiu "retirar a ancestralidade de muitos povos".

      Judaísmo na verdade é e/ou deriva do Paganismo ! .... Uaaau !! Por essa os defensores do Paganismo não esperavam. O Cristianismo, que não sacrifica animais por exemplo, é a ruptura disso tudo.

      Ao invés de ficar de vassalo pros judeus, vá marchar com os cristãos em França e Polônia. Só o fato d'eu dizer "em França e Polônia", já te desmente quando tenta dizer que Cristianismo destrói nacionalidade. Sabe nada, inocente útil.

      Defenda a verdade, não as paixões pessoais. Paixões não libertam, escravizam. "Conhecereis a verdade, e ela vos libertará" (João 8:32)

      O choro é livre. By by ... esperneie-se a vontade.

      Excluir
    5. Já estás golpeando o vento as cegas! !! Sobrou lhe o argumento dos sacrifícios animais. .. que nunca neguei ser mácula pagã (e judaica também ) ... lhe disse que os reformadores que citei combateram isso. .. e tu dissestes que o cristianismo foi mais eficiente. .. Então concordo. ... sem problemas. Não neguei a necessidade de retirar isso e nem os principais nomes citados também. Mas é bom lembrar que em Roma a denúncia de sacrifício humano (comum em muitas civilizações decadentes) talvez tenha sido denunciado pelo pagão Apiao como prática da sinagoga. .. enfim. .. É mais uma amostra do conflito entre bem e mal. .. evolução e involução nas civilizações. Mas em Roma nada judaico foi instituído pelo paganismo . .. nada! Nem velho nem novo testamento. .. a bíblia através da igreja trouxe isso. ..

      Isso que nem entrei ainda ns copia da bíblia (de forma descabelada ) dos ritos e até histórias pagãs. .. da Mesopotâmia à escandinava eheheh

      Excluir
    6. Lei dos ciclos nada mais é que releitura satânica da reencarnação e divulgado por Nietsche, mui amigo dos judeus por sinal. Bem, noto que como não consegue desfazer os fatos, apela pra outros temas, depois outros e depois outros, e tudo propaganda judaico-maçônica-moura. Está tudo devidamente respondido por mim e devidamente não refutado por vc. E já sabe, o choro é livre.

      Jesus não foi "interrompido", Ele cumpriu com todo louvor e glória sua missão proposta. Se o pagão não entende a necessidade do Redentor, isso não faz de sua cegueira uma verdade .... Cada um que aparece.

      "Essa é a marca abraâmica maior: cegueira! " ... esqueceu de dizer que foi o paganismo que criou o judaísmo. Judaísmo na verdade é e/ou deriva do Paganismo ! .... Uaaau !! Por essa os defensores do Paganismo não esperavam. O Cristianismo, que não sacrifica animais por exemplo, é a ruptura disso tudo.

      Vejamos o desespero do pagão judeu que agora fala de "corrupção na igreja nunca teve ... hehe" E assim vai mudando de assunto, mudando, mudando ... é um ébrio.

      Ao invés de servir de pedra de tropeço, vá marchar junto com os cristãos em Polônia e França contra a NOM. Só o fato d'eu escrever "em Polônia e França" já desmonta seu replay de que Cristianismo é anti-nacional.

      https://www.facebook.com/hcatolica/photos/a.532725093551423.1073741828.532423920248207/628850277272237/?type=3&theater

      https://www.facebook.com/hcatolica/photos/a.532725093551423.1073741828.532423920248207/532724986884767/?type=3&theater

      Suas perguntas estão todas respondidas aqui: "Como A Igreja Católica Construiu a Civilização Ocidental"
      http://igreja-civilizacao.blogspot.com.br/p/videos-igreja-catolica-construtora-da.html

      Se o Cristianismo APENAS tivesse feio cessar a barbárie dos sacrifícios de animais e pessoas (crianças, mulheres e indefesos) já seria o suficiente, mas fez muito mais, fez uma grande obra civilizadora na Humanidade. De resto , é só repetição em cima de repetição. E as respostas estão contidas nos comentários acima.

      Cristianismo foi e é a ruptura salvadora, higienizadora e civilizadora de todas essas crenças bárbaras judaico-maçônico-mouro-pagãs.

      E vá lá apreciar o túnel que vcs inauguraram, quem sabe sacrificar algum boi, um javali. Quem governa a Europa, não é a Igreja, são vocês anticristãos (pagãos, ateus, satanistas, maçons, judeus ...). "O paganismo está de retorno, mas sob a tutela do judaísmo." Abade Meinville.
      .
      .
      .
      .

      Isso virou um hospício.

      Excluir
  25. Que lindo! O judeu e o pagão unidos a descascar no Catolicismo! Essa então das bibliotecas destruídas é mesmo para rir. César limpou, ele só, a biblioteca dos gauleses que continha mais de 60 mil manuscritos! Já para não lembrar da destruição total da cultura dos Trácios e Dácios -descendentes directos da Hyperbórea- completamente aniquilada pelas legiões romanas. Homero evoca-os incitando os helenos do seu tempo, beber do conhecimento dos Dácios.

    Resumindo e concluindo, paganaria e judiaria, irmãs gêmeas do Panteísmo arrasam tudo por onde passam e estão destinadas a auto-destruirem-se. E caso não se aniquilem, haverá sempre um Charlemagne em cada Católico de Cruz ao peito, para vos dar uma boa lição á moda da religião dos escravos! Não tenham medo judio-pagões viris! Sempre terão hipótese de fazer penitência para safar o couro do pelourinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ehehehehhehe o católico aqui esquece que o cristianismo se escorou no populacho com o discurso de apoio aos oprimidos... igualzinho o discurso marxista... e olhe que não sou o único que vejo o cristianismo como o proto-bolchevismo ehehehehhe

      O paganismo pereceu... somente depois de amolecido pela corrupção judaica e pelo discurso de paz e amor cristão... para transformar em cordeiros...

      Falando em virilidade, abaixo segue o discurso de "virilidade" cristã:

      "Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.

      Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.

      Mateus 11:28,29"

      Que há muitas coisas no Novo Testamento boas, eu concordo, que Jesus foi um reformador no melhor sentido, eu concordo também, no entanto o ambiente totalmente judaico, e a sequência do cristianismo com os judeus Paulo e Pedro (com forte influência farisaica até, afinal a infiltração zelote jamais deixaria de estar dentro do cavalo de Tróia cristão adentrando o Império Romano) resultaram num mar de contradições e falácias e principalmente manipulações...

      Manipulações tais como a do Evangelho de Mateus acima citada, que talvez tivesse até mesmo sido composta bem depois de Jesus, mas foi apenas a formalização em letra da doutrina em oralidade de fazer do viril romano o manso... com expedientes aplicados no sentimentalismo, um ponto frágil do ocidente como um todo... e sentimentalismo é uma das armas principais do judaísmo hoje em dia, aplicada publicamente, enquanto a corrupção e terrorismo nos bastidores...

      Realmente tens razão ao afirmar em religião dos escravos... pois estes trabalham pela recompensa e não pelo dever moral, esta a postura legítima dos senhores...

      E se perguntas como a virilidade pagã acabou... lhe respondo: a lei dos povos é cíclica, e mesmo impérios milenares acabaram... mas duraram milênios e EM ALTO NÍVEL... o cristianismo não pode falar disso, pois no pós subversão cristã no Império Romano teve-se como "contributo" cristão 4 séculos de produção civilizatória nula, só decadência... e nisso gestava os pequenos redutos e feudos, cristãos e pagãos... depois veio a Idade Média plena, de 1100 à 1350... Universidades Floresceram, contato com a cultura greco-romana novamente, seja através dos árabes ou dos bizantinos, e começou a dissolver-se o cristianismo como regra para tudo... chega-se no Renascimento... em suas três frentes: greco-romana (de onde veio a maior parte do saber) a humanista (de influência cética e judaica, na qual veio parte do saber, mas causa da derrocada renascentista) e a protestante (totalmente influenciada pelo judaísmo e causa gêmea da derrocada renascentista)... e culpa do protestantismo é o cristianismo... é como o exemplo do caramujo (aqui o cristianismo) e sua casa (o Velho Testamento)... onde cristianismo vai sua casa lhe vai atrás... arrastada consigo... daí trouxe o velho testamento para a Idade Média a e o resgatou no Renascimento para época moderna... algo que poderia bem ter ficado para trás ... e no velho testamento é onde todos os inimigos dos judeus são feito também inimigos dos cristãos ehehehhehe ... É onde ensina que a Bíblia tem toda a verdade e todos os povos juntos não se comparam eheheheheh ... então os judeus mataram Jesus e não eram, segundo os cristãos o povo eleito mais, então herdaram tal posto os cristãos... quem não aceitasse Jesus estava no inferno ehehehehhe... é o vírus do povo eleito atravessando a história ehehehhehe

      Excluir
    2. "César limpou, ele só, a biblioteca dos gauleses "

      eheheh grande cesar mas que bibliofilo com que entao acambarcar assim uma biblioteca so para si, entao isso faz-se a a gente a pensar que ele na perseguiçao a pompeu ate ao egipto tinha incendiado o porto de alexandria e o fogo alastrou a biblioteca de alexandria e queimou-a. mas que livros ele teria tirado da biblioteca dos gauleses? ha pois e, deviam ser obras dos druidas e da sua poçao magica que dava força sobre humana aos habitantes da aldeia de (ast)vercingetorix, bem de pouco lhe valeu acabou prisioneiro e morto em roma.

      Excluir
    3. Quanto a César ter atacado e atropelado povos indevidamente é uma questão procedente sim. Não nego. .. Não tenho medo da verdade. ... mas também César após vencer os povos permitia o resgate ou até completa reabilitação cultural do povo vencido. .. Muitos cultos arcaicos voltaram a vida assim.

      Ao meu ver o único polêmico seria o de Mithra. .. culto viril que tinha sacrifício do touro. .. Talvez com origem comum ao que virou as odiosas touradas. ..

      Obviamente que os que participavam do culto sabiam matar e morrer valorosamente em combate. .. o que deveria ser depurado é a morte do touro. ..

      Não tenho nenhum problema em ver acertos e erros. .. até porque os gregos e romanos revitalizaram o mediterrâneo... reduzido os cultos pelasgos. .. totalmente alheio a natureza solar greco romana. .. um é o paganismo degenerado. .. outro o paganismo revigorado depurado e reformado. .. algo compreendido por todas tradições que não as abraamicas. ..

      Mas acham os abraamicos que não degeneram eles mesmos. .. isso quando já no início a coisa começa errada. . Com judeus pedros e paulos contando que a versão mais certa da ancestralidade humana é a da bíblia eheehw

      Excluir
    4. a biblia para quevestas criaturas inabeis saibam, e um relato ou uma tentativa de explicar o mundo desde o seu inicio, sem outros conhecimentos que nao os empiricos,a biblia fala em terra redonda mas concebe como um circulo plano, um deus universal criador de tudo e castigador tambem, e e tambem um livro sobre a historia de um povo, que adoptou esse deus como seu e a quem eles acham que deus protege,aparecendo como vingativo sobre os outros povos, viu-se a proteccao ao longo da historia, e uma historia universal e e uma historia patriotica, mas isto nao e para pategos evangelistas.e muita exegese para usar tamancos

      Excluir
  26. meus filhos deixem-se de parvoices e rezemos muito muito para agradar a deus nosso senhor como dizia o meu vovo, façamos sacrificos para agradar a deus. amen.

    ResponderExcluir
  27. Paganismo, religião da viadagem

    http://1.bp.blogspot.com/-QqDKV16KNaI/VqNndjR88ZI/AAAAAAAAPgc/1szbFxhh6ys/s400/Parque%2BHaesindang%2B-%2BShinnam%2B-%2BCor%25C3%25A9ia%2Bdo%2BSul%2Bl.jpg

    O obelisco foi criado pelo povo da antiga Suméria, prova disso, o historiador grego Diodoro da Sicília 90 a.C. a 30 a.C. falou de um obelisco de 40 metros de altura que foi erigido pela Rainha Semiramis da Suméria. A Bíblia menciona uma imagem tipo obelisco de aproximadamente três metros de largura e 30 metros de altura. "...se prostraram todos os povos, nações e línguas, e adoraram a estátua de ouro que o rei Nabucodonosor tinha levantado na Babilônia" (Daniel 3:1-7).

    Mas foi no Egito, que o uso do obelisco foi melhor conhecido. O objetivo desses monumentos é honrar o grande panteão de deuses e significa o pênis ou falo de; Rá, Baphometh (cabra de mendes) G.A.D.U.(o arquiteto universal), Jabulom, Abadon, Baal, etc.

    http://4.bp.blogspot.com/-MZ3q3_h-eDI/VqNnX-3K0XI/AAAAAAAAPgM/CT0U2cYXueU/s320/download%2B%25283%2529.jpg

    Como os Egípcios deram grande importância para esta estátua, eles logo foram grandes mestres nesse tipo de escultura, eles criaram até uma lenda.

    "Osíris foi um rei do Egito que se casou com a sua irmã Isis. Set, seu irmão, pretendia roubar o trono e assim planejou a morte de Osíris. Ele enganou Osíris e o fez entrar numa caixa dourada. Assim que ele entrou, Set pregou a tampa da caixa e a atirou no rio Nilo. A caixa foi levada para Byblos (antiga Fenícia, hoje é a Síria), de onde veio parar no tronco de uma árvore de Tamarisco ou árvore de Acácia, com Osíris morto ainda dentro. Isis descobriu o que Set tinha feito a Osíris, então ela partiu para encontrar o seu marido.

    Uma visão a levou a Byblos, onde ela recuperou o seu corpo e o levou de volta para o Egito. Mas Set roubou o corpo de Osíris e o partiu em quatorze pedaços, os quais ele espalhou por todo o Egito para impedir que Osíris voltasse à vida novamente. Isis recuperou todos os pedaços com a exceção de um – o pênis – e deu a Osíris um enterro adequado. Seu filho, Hórus, vingou a morte de seu pai matando Set. Seu outro filho, Anúbis, ressuscitou-o com o “aperto de leão”. Havendo triunfado sobre a sepultura, Osíris agora reina como rei e juiz dos mortos. O pedaço de Osíris que Isis nunca recuperou foi seu pênis, o qual Set havia jogado no Nilo onde foi comido pelos peixes. Sempre muito engenhosa Isis inventou um órgão artificial o obelisco, em torno do qual os egípcios estabeleceram um culto, ou festival da Pedra Bem Ben, Falo, Pênis ou Obelisco era em si um símbolo fálico (peniano) de Osíris, Ra ou fertilidade em geral, era um símbolo de paternidade, a pedra que gerou”.

    http://4.bp.blogspot.com/-zhHjau88v6U/VqNlzP0QUsI/AAAAAAAAPfc/RaqJLVAEDyg/s320/Pr%25C3%25ADapo%252C%2Bdeus%2Bda%2Bfertilidade.jpg ... Príapo deus da Fertilidade

    ** continua

    ResponderExcluir
  28. ** continuação

    Para os Antigos Egípcios às Pedras Bem Ben, Falo ou Obeliscos, foram erigidos para agradecer o deus Sol Rá por sua proteção e pelas vitórias concedidas aos soberanos egípcios, bem como para pedir favores. O formato dos Obeliscos deram origens às primeiras Pirâmides, pois os sumerianos já o faziam séculos antes da primeira pirâmide ser construída. Eles representam os raios de sol que aquecem e iluminam a terra. Além disso, os obeliscos eram usados para glorificar os faraós. Suas inscrições descrevem vários governantes egípcios como "amado de Rá" ou "belo... como Atum", que era o deus do sol do fim do dia. Uma dessas inscrições fala a respeito da perícia militar de um faraó: "Seu poder é como o de Montu (deus da guerra), o touro que esmaga terras estrangeiras e mata os rebeldes". Os primeiros obeliscos do Antigo Egito foram erigidos na cidade egípcia de Junu (a Om bíblica), que se significa "Cidade da Coluna", se referindo aos próprios obeliscos.

    Os gregos chamavam Jonu de Heliópolis, que quer dizer "Cidade Sol", visto que era o principal centro egípcio para a adoração do Sol. O nome grego Heliópolis corresponde ao nome hebraico Bete - Semes que significa "Casa do Sol". O livro bíblico profético de Jeremias fala sobre a destruição das colunas de Bete Semes que está na terra do Egito. Isso pode referir-se aos obeliscos de Heliópolis. “E quebrará as estátuas de Bete Semes, que está na terra do Egito;
    Jeremias 43:13”.

    Para os maçons illuminatis que em 1800 estavam buscando no escuro alguma iluminação mística, o obelisco era o único símbolo arquitetônico de Osíris ainda em existência. Como alguns historiadores maçônicos afirmam, Hiram Abiff é realmente Osíris renascido, não poderia haver maior prova de ascendência maçônica no mundo moderno do que obeliscos egípcios impostos pelos maçons no coração das grandes cidades do ocidente. Estes também simbolizariam Boaz e Jachim, os dois pilares que os maçons dizem que foram construídos em frente do templo de Salomão, imitando os dois obeliscos na entrada dos templos egípcios.

    Sociedades secretas como a Maçonaria, Rosas Cruzes, Illumnatis (que na verdade são todos um só), Golden Dawn, Esoterismo, Wicca e outras organizações ocultas continuam a usar essas imagens para marcar pontos de governo como estruturas religiosas em praças ao redor do mundo. Obeliscos também são comumente utilizados para marcar os túmulos de maçons proeminentes.

    O Obelisco que aparece na Bíblia, é conhecido como Postes Ídolos ou Imagem.

    Originalmente, o obelisco estava associado com a adoração do sol, um símbolo de Baal (que era um dos títulos de Ninrode). Os antigos Sumerianos vendo que o sol dava vida às plantas e ao homem olhavam para o sol como um deus, o grande doador da vida. Para eles, o obelisco também tinha um significado sexual. Sabendo que através da união sexual era produzida à vida, o falo (o órgão masculino da reprodução) era considerado (junto com o sol) um símbolo de vida. Estas eram as crenças representadas pelo obelisco sumeriano.

    A palavra "Imagem ou Imagens" na Bíblia é a tradução de várias palavras hebraicas diferentes. Uma destas palavras Matzebah, significa imagens de pé ou obeliscos (I Reis 14:23; Il Reis 18:4; 23:14; Jer. 43:13; Miquéias 5:13). Outra palavra é Harnmanim que significa imagens do sol, imagens dedicadas ao sol ou obeliscos (Isaias 17:8; 27:9).

    http://3.bp.blogspot.com/-Gf5T3wr3YwQ/VqNm-U7nkvI/AAAAAAAAPf4/tuJx-hSpGIE/s1600/Phallus%2BAlado.jpg ... Phallus ou Pênis Alado

    ** continua

    ResponderExcluir
  29. ** continuação

    Quando os israelitas misturaram adoração pagã com sua religião nos dias de Ezequiel, eles erigiram uma "imagem de ciúmes na entrada" do templo (Ezequiel 8:5). Esta imagem era um obelisco, o símbolo do falo, pois (como afirma Scofield) eles eram "dados aos cultos fálicos." Colocar um obelisco na entrada de um templo pagão era uma prática mais que normal naquele tempo. Uma permanecia à entrada do templo de Rum e outra na frente do templo de Hathor, a "habitação de Horus" (Tamuz).

    Há alguns obeliscos originais do Egito Antigo que estão em lugares como Istambul, Londres, Paris, Roma e Nova York.

    http://3.bp.blogspot.com/-YHmEyJj5zHw/VqNnXbZuMQI/AAAAAAAAPgI/aWewDKVCfMI/s400/Statue-of-Legba-by-Jeremy-Burgin.jpg

    paganismo é pra panão.

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.