20 de setembro de 2016

TEMER FAZ PARTE

A Organização das Nações Unidas tem agora como preocupação máxima tratar do acolhimento de refugiados. Em sua 71° Assembleia Geral aberta ontem, dia 19, com o discurso do novo presidente brasileiro, Michel Temer, os líderes mundiais adotaram uma declaração para a defesa dos direitos de migrantes e refugiados.

Ao adotar a Declaração de Nova York, os Estados-membros se comprometem a iniciar negociações que levem a uma conferência internacional e à adoção de um pacto global para uma migração segura, ordenada e regular em 2018".

Mas que boa notícia! Quer dizer que estes acordos de cessar fogo, estas cúpulas aqui e acolá, é tudo “p’ra inglês ver”? Essa história de refugiados vai CONTINUAR ad eternum! Não vai parar, como não parou depois do Afeganistão. Não vai parar, como não parou depois do Iraque. Não vai parar, como não parou depois da Líbia e como não vai parar depois da Síria.

Isto revela de forma contundente que o objetivo do Poder Oculto, que é quem na verdade impõe estas decisões, NÃO é a paz mundial, não é acabar com as bombas que alguns dos seus associados jogam nos outros, não é ACABAR COM AS GUERRAS. Isto automaticamente acabaria com o problema dos refugiados. Mas REFUGIADOS o ESTADO ISLÂMICO foram criados de propósito e vêm sendo sustentados e promovidos.

O objetivo mesmo é estabelecer e intensificar a GUERRA DAS CULTURAS. Intencionalmente vem se criando, ou no conceito, ou na prática aquilo que chamam de DIVERSIDADE. Promove-se a discórdia entre sexos, entre gerações, entre doutrinas, entre orientações, entre culturas, entre nações e entre religiões. O que se pretende mesmo é criar o CAOS. E lá vem a ONU para nos dizer que os países têm que aprender a lidar com diversidade e garantir direitos de refugiados e migrantes.

O Multiculturalismo não é aquela maravilha, como vem sendo cantado em prosa e verso. Mesmo que tenha tido uma evolução natural como, por exemplo, no continente americano. O Brasil é um país lindo e sublime. Eu não queria ter nascido, nem viver em outro. Brasil é a nossa Terra Prometida, mas na sua formação de estado e nação dependeu da imigração. É multicultural por excelência. Paga, porém, elevado preço. Enquanto no Japão, que tem uma homogeneidade étnica de 99,5 por cento, em 2012 houve 0,3 crimes de assassinato por 100.000 habitantes, no mesmo ano o índice no Brasil chegou a 28,5 homicídios por 100.000. Aqui apenas 8% destes crimes são esclarecidos. No Japão o crime decididamente não compensa, porque lá 97,7% dos delitos são elucidados.

Em seu discurso TEMER aprovou a declaração: “temos que ser humanitários”. Peço desculpas senhor Presidente, mas ser HUMANITÁRIO não é destruir a humanidade.

Toedter

33 comentários:

  1. Ursula Haverbeck - August 2016 - The Hooton Plan and the Migrant Crisis:

    https://archive.org/details/UrsulaHaverbeckAugust2016TheHootonPlanAndTheMigrantCrisis

    Cobalto

    ResponderExcluir
  2. Quando afirmam, nobre Norberto, que "a força do Brasil está no seu multiculturalismo" e outras falácias do tipo, vemos que as futuras gerações estão fadadas a ser uma coisa só.

    Adeus, identidade, tradições, culturas, religiosidade, ancestralidade e tudo o mais que forem próprias de um povo. O único "alento" é que ambos não estaremos mais aqui para nos deprimir completamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os pensadores gregos estavam certo, o regime politico dos brancos é inseparavél de seu temperamento, sendo impossível tranferir a outros povos, como africanos ou orientais. O próprio oriente-médio é tribalista, não consegue formar unidades.
      Isso é a praga de Roma o cosmopolitismo. Pobre Grécia e Japão.

      Luan

      Excluir
  3. de facto tem razao, ser humanitario nao e meter as pessoas em guetos, mas viver todos em sociedade livremente e com as suas diferenças, imagine-se um pais como os eua fundados a partir da emigraçao multiplas culturas um meeting pool e vivem todos criando um sentimento de pertença nacional. pois e, mentes atrasadas nao percebem que desde o seculo XV a mobilidade o conhecimento e os transportes mobilizaram e movimentaram as pessoas ja nao nascem trabalham e morrem no mesmo lugar, mas deslocam-se casam fazem vida em qualquer lugar do planeta que gostem e lhes proporcione condiçoes de ganhar a vida, essa e que e essa, os atrasadinhos estao parados nos vaos da historia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade.... tanto para nômades parasitas que são os senhores, que mentindo sobem na escala social financeira, sem nunca ter aprendido a trabalhar, só a enganar, como é verdade para também para os mestiços sem identidade nem força criadora e combativa que são os escravos dos mencionados senhores...

      Irônico é que a força criadora e produtiva vem da estirpe que alegas ser atrasada... não sei porquê a globalização não funciona na África e porque o "povo eleito" não desenvolve lá a globalização contando com a perspectiva que eles e os nativos do continente africano têm a mesma força criadora que os arianos...

      Também não sei porquê Israel faz tantas restrições a migrantes em suas terras usurpadas mas gosta de dar bom dia com o chapéu dos outros... Também não sei porquê as oligarquias usurárias não começam dando o exemplo de humanismo levando para casa os refugiados, e nem suspenda a cobrança de juros sobre as nações que praticamente estão endividas para a finança internacional, seria um exemplo de altruísmo, embora nem tudo estaria perdoado, pois tal dinheiro que têm é com tráfico e o comércio internacional mais sujo possível, desde sempre, além de esdrúxulas teorias financeiras...

      É bom lembrar também que esses "altruístas humanitários" adoram viver em bairros luxuosos e andar de aeronaves, olhando de cima a imundície multicultural...

      Engraçado que em Estados Fechados, o "povo eleito" não se cria, daí mentiras e absurdos que jogam nações contra as outras. Em hora, o tal "povo eleito" achou muito ruim quando o czarismo passou a banir o tribalismo do Talmud nas comunidades judaicas fomentando a assimilação na Rússia e os rabinos alegavam que iria isso destruir a cultura e a identidade judaica... Dois pesos duas medidas?

      Excluir
    2. Para anômimo
      A mobilidade não deve ser relativizada, passando a ser entendida como invasão das fronteiras de outros países, para transferência de problemas criados nos países de origem.
      O brasil, áfrica , oriente médio e cuba são exemplos disso: não resolvem seus conflitos internos e seus cidadãos abandonam a pátria sem haver luta por solução, querem comer o bolo pronto.
      A mobilidade serve para comercialização com os países vizinhos, não transferência de populações.
      Veja a diferença no temperamento do povo indiano, vivem a sua maneira, adaptados a natureza e esperando a vontade dos deuses.

      Luan

      Excluir
    3. A mobilidade não deve ser relativizada, a globalização foi criada para realizar a comercialização entre civilizações desde a antiguidade.
      Não deve ser usada para tranferência de populações e problemas.
      Este absurdo ocorre em vários países, com pouca ou muita frequência, até mesmo no Brasil; quando muitos deixam sua pátria para buscar soluções de seus problemas em outros países, sem ter a desculpa que o país esta em guerra.
      Os Direitos Humanos representam cuidados aos seres humanos e não privilégios a povos em particular.
      Prostesto! Meu ultimo comentário foi barrado? Infringi alguma regra ao citar o Brasileiro que desejar também ser um povo migratório?
      Que diria a rede Band, o mundo segundo os brasileiros!

      Luan

      Excluir
    4. A mobilidade e um facto. Seja efeito de guerras que deslocam populacoes, seja imigracao, seja por vontade propria de quem decide querer fazer vida noutro lado, em todos os casos, uma percentagem dessas populacoes nao regressa.

      Se ate ao seculo XV as populacoes nao tinham grande mobilidade e se consignavam a zonas geograficas especificas cada uma com sua etnia. A partir dai o progresso, a facilidade de transportes incrementou essa mobilidade e se antes era dificil ver um preto no polo norte. Um chines na america ou um japonesvem africa. Hoje em dia nada disto e novidade, o que se usarmos a cabeca no sentido evolutivo da raca humana daqui a milhares ou milenios de anos nos faz ver e pensar que o futuro vai ser uma raca humana fundida a partir da todas estas etnias hoje existentes, e o processo acelera cada vez mais a partir do momento em que essas etnias hoje em dias ja estao misturadas e se movimentam com facilidade. O resto sao teorias racistas agarradas ao passado que acham que as fronteiras se aplicam como se aplicam aos currais dos animais. Vistas curtas, mas esses estao parados nos vaos da historia

      Excluir
    5. se voce se quiser informar superficialmente, pode ver este link. se quiser saber a serio tem que procurar bons livros cientificos. se quiser criar caniches tem boas companhias por aqui para ser racista e ficar parado nos vaos da historia. hs quem diga que daqui a 200 mil anos se entretanto nao nos destruirmos seremos todos parecidos aos brasileiros,

      http://listverse.com/2012/11/26/top-10-possible-next-steps-in-human-evolution/

      Multiculturalism is the essence of modern society. It shouldn’t come as any surprise, then, that humans are expected to evolve into a single, ubiquitous ethnic group, should the mixing of the cultures continue. As miscegenation becomes commonplace, humans will slowly begin to lose the distinguishing features of their ethnicity, and instead take on characteristics from many different parts of the world. There’s one obvious benefit to all this: “race” will no longer be an issue.

      Excluir
    6. Ao Anonimo27 de setembro de 2016 04:40 ... não é raça humana, é ESPÉCIE humana.

      Etnia não é RAÇA, etnia significa grupo que é CULTURALMENTE homogêneo. Do grego 'ethnos', povo que tem o mesmo ethos, costume, incluindo língua, povo, religião etc. O termo não é sinônimo de raça, pois a palavra raça tem um sentido exclusivamente biológico.

      E a única evolução que a espécie humana precisa ... é de criar vergonha na cara. Como é seu caso.

      Vá estudar, vá aprender o básico. Tente, talvez consiga.

      Excluir
    7. Ao anônimo 27 de setembro de 2016 05:52

      Quem te disse que o brasileiro é mestiço?, e os descendentes de europeus e japoneses e árabes seriam também mestiços,sem cultura e sem identidade? Por que me parece obvio que o chamado "mestiço" não tem Cultura e tampouco identidade racial,ele não sabe o que é e frequentemente sente raiva e inveja de outras pessoas que têm uma identidade definida,esta história de dizer que todo brasileiro é mestiço além de ser um atestado de ignorância e desconhecimento do Brasil é um sintoma de complexo de inferioridade de quem tem preconceito contra pessoas que têm orgulho de pertencer a uma determinada cultura.

      Excluir
    8. Voce nao entende nada do que se diz e isto nao ajuda nada. O futuro e a fusao de todas as etnias ou seja uma padronizacao morfologica ou para perceberes a mesma aparencia. Isto comecou desde sempre mas incrementou-se com a facilidade de mobilidade desde o sec. XV e agora os factores de multiplicacao sao acrescidos nao so porque ja ha imensas comunidades originarias espalhadas por outros locais como os factores de deslocacao sao mais, muito mais elevados. A mesticagem falando em linguagem que tu entendas e o cruzamento resultante das diversas etnias. Imparavel essa e que e essa nao ha fronteiras que o impecam, voce como um puto na escola entendeu brasileiro eheheh foi um "desenho mental"para ensinar crianca.

      Excluir
    9. Quem te disse que o brasileiro é mestiço?, e os descendentes de europeus e japoneses e árabes seriam também mestiços,sem cultura e sem identidade"

      Cérebros pequeninos, e preciso perceber que tipo de inteligências frequentam o blogue, nem quando lhe dão o exemplo dos EUA, nem quando lhe falam que o futuro da humanidade vai daqui a milhares de anos resultar numa fusão das varias etnias existentes consegue pensar.irra

      Excluir
    10. Cérebro pequeno aqui é você que não entende nada ....

      Etnia não é RAÇA, etnia significa grupo que é CULTURALMENTE CULTURALMENTE CULTURALMENTE homogêneo. Do grego 'ethnos', povo que tem o mesmo ethos, costume, incluindo língua, povo, religião etc. O termo não é sinônimo de raça, pois a palavra raça tem um sentido exclusivamente biológico.

      Excluir
    11. Resposta a quem apoia a mestiçagem total, pois acredito que casos isolados entre raças ocorra, mas não deve virar regra.

      Veja o meu exemplo absurdo do cruzamento de um Jumento com uma Égua, viu no que deu, são estéreis os descendentes.
      É sabido que o aperfeiçoamento ocorre dentro dos próprios grupos de raças humanas e não pelo intercâmbio- no caso digo sexual e não cultural- entre eles.
      Veja mulheres negras que admiro pela beleza; Cris Vianna, Sharon Menezes, Juliana Alves e Thais Araujo, etc.

      Todas escolhidas a dedo pela mídia, porque representam muito bem a evolução do grupo da raça negra. Pardo não existe, é coisa de idiota, tanto brancos ou negros de sub-grupos podem ser morenos e não pardos.

      Isso é destruir o ideal de beleza de cada grupo humano. Todos que apoiam são uns babacas infames.
      Veja como o indio do falaaaaaaado EUA era muito mais belo do que aquele da america central e do sul.
      Não defendo exterminio, nem agressão, mas não mim peça para apoiar a bagunça. O indio mereçe seu território na américa do sul, diferente do negro que já tem a África e os orientais que tem seu oriente. Estamos falando de territórios nativos, não misture: Brasil, EUA e Oriente Médio esses locais foram e são áreas de fugas de populações e rotas de comércio ao longo do tempo.
      Para o anônimo defensor dos EUA, abra o seu Blogger ao Público com artigos e ajude a consertar o erro e não defendê-lo.

      Parabéns ao Toedter pela paciência, não devemos ser repetitivos nas falas. Evitemos as agressões e provocações irracionais e infantis. Não sei se o gaúcho do " TU ENTENDAS " é negro ou indio, mas pense nisso.

      Att.Luan Sou da raça branca de pele morena ou mediterrânea.


      Excluir
    12. O parolo o que interessa que sejas de raca branca preta ou amarela? Estas a discutir ideias nao as queiras pintar a tua maneira. Ja agora sabes tu la bem de que raca eu sou, seu imberbe. So para tua informacao hoje em dia ja nao ha racas puras, mais uma prova do caminho que te digo. Em portugal nos anos sessenta era dificil haver pretos arabes chineses e casamentos mistos, hoje ha varias comunidades concentradas nas principais cidades e por todo o pais.nos outros paises e no resto do mundo e igual.a raca pura existiu e existira num meio tribal isolado como no passado ou actualmente onde descobriram uma tribo na amazonis que nunca tinham visto outras pessoas, essa tribo ja perdeu a virgindade entrou para o grupo e havera dentre eles quem queira mais tarde viver na civilizacao e misturar-se. Essa e wue e essa. Santa ingenuidade

      Excluir
    13. Ja agora pela tua descricao branco pele morena mediterraneo.podes ser arabe judeu cigano cruzamento dessas etnias com outras mas nunca nordico pele branca,loiro olhos azuis. Estas condenado eheheh.

      Excluir
    14. Cheguei.... mais um anonimo...quero dizer que é dificil raciocinar os comentarios onde todos são anonimo.
      Ass.: Anonimo

      Excluir
    15. ETNIA não é RAÇA, etnia significa grupo que é CULTURALMENTE CULTURALMENTE CULTURALMENTE homogêneo. Do grego 'ethnos', povo que tem o mesmo ethos, costume, incluindo língua, povo, religião etc. O termo não é sinônimo de raça, pois a palavra raça tem um sentido exclusivamente biológico.

      Mas já advertia Deus para não jogar pérolas aos porcos, pois as estraçalham e nunca entenderão o óbvio.

      Excluir
  4. essa comparacao entre brasil e japao segundo certas figurinhas nao cola porque enquanto a policia e a justica japonesas so punem 380 homicidas o brasilsilsil condena mais de 4600 kkk

    ResponderExcluir
  5. Na minha opinião todo país tem a obrigação de acolher TEMPORARIAMENTE mulheres, crianças, velhos, etc enquanto os homens que estão em idade de combater ficam para lutar pela patria e lutarão muito melhor sabendo que sua família está a salvo.

    ResponderExcluir
  6. Ola sr. Norberto.
    Em Sp/capital na região do centro, encontram-se milhares de Africanos, não sei exatamente de que páises são, ficam juntos com os "sem tetos "/moradores de ruaque vivem por lá usando drogas e sentados na calçada na maior tranquilidade e no horario comercial !!!...como nada estivesse aconteçendo e a policia pouco se importa.
    Nos bairros da Zona leste de SP também estão aos montes mas com outro perfil, bem arrumados e cheirosos! dá pra sentir o perfume frances !
    Inexplicavel!
    Na crise que vivemos é desnecessário a vinda de outros povos ao Brasil, o que esse Temer pretende com isso!
    EDUARDO-SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui no centro velho de São Paulo não se fala mais português. E os africanos se vestem melhor que os brasileiros, que andam mulambentos, fedendo a maconha e com visual de rastafari.

      Excluir
  7. https://www.youtube.com/watch?v=Hakb6S0IpgY

    https://panoramalivre.wordpress.com/2016/04/26/direita-catolica-e-nacionalista-da-polonia-e-alvo-de-carta-aberta-de-oposicao-alinhada-a-uniao-europeia/ ... novamente os católicos são invocados para salvar a Europa do caos que foi instalado pelas democracias, criatura inventada pelos pagãos de Atenas e promovida com zelo por judeus e maçons. Mas o problema é os cristãos ... patéticos!

    "O paganismo está de retorno, mas sob a tutela do judaísmo."
    Abade Meinville

    "A Cabala é uma mistura de todos os cultos pagãos."
    Abade Meinvielle, in "De la Cabala al Progresismo", pág. 111.

    Fora com esses neo-pagãos pau-mandado de Israel!! Já se tem desgraça que chega, ninguém está precisando de paganismo.

    A Marcha dos Vitoriosos sobre o Paganismo ...
    https://www.youtube.com/watch?v=pDHvwz0jRuw

    Vão rezar pra javalis ou sacrificar pra Shiva, quem sabe.

    Cobalto

    ResponderExcluir
  8. Qualquer um que não veja que isso é a destruição da raça branca é um completo idiota.

    Destruíram os brancos culturalmente. A maior parte das feministas são brancas. A maior parte dos homossexuais são brancos. A cultura dos homens brancos é desprezada.

    Obrigam os brancos a se envergonharem de suas origens, imputando-lhes crimes que não cometeram, ou os responsabilizam por eventos ocorridos há três ou quatro séculos atrás.

    Garotas brancas são induzidas a se miscigenar com não brancos. Não brancos são incentivados a assediar meninas brancas, sabendo que se forem rejeitados, podem acusá-las de racismo na justiça.

    Os rapazes brancos estão desaparecendo. Os que sobraram estão se drogando ou ficando efeminados.

    Destruídos culturalmente, agora vem a ocupação física dos espaços pelos não brancos.

    Com a destruição dos brancos a civilização vai voltar a barbárie.

    ResponderExcluir
  9. Cobalto, o seu Deus criou diversos outros deuses e deusas para cada povo adorar o q mais se identifica. O problema eh q aquela hermafrodita chamada lucifer se rebelou levando junto com ele varios deles. E sao esses lixos q tao causando toda merda a milenios aqui na terra. Nem todo paganismo eh do mal. Agora se nao me engano shiva tem um penis certo? Toda deusa com penis eh do mal. A proposito, seu Deus odeia ser adorado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só existe um Deus e Ele não criou outros deuses ou deusas, foram anjos rebelados contra a soberania e divindade de Deus que quiseram se passar por Ele. São agora não mais chamados de anjos, mas de demônios. Deus não "odeia ser adorado."

      Paganismo é adorar outro(s) deus(es) que não seja o único e verdadeiro, portanto, todo Paganismo é do mal.

      Cobalto

      Excluir
  10. Cobalto, o q vc acha do papa francisco? Ele eh digno de estar sentado no Trono de Pedto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que importa é sermos achados dignos de sentar à mesa do Cordeiro em suas Bodas na eternidade.

      Estude a apoteose judaico-maçônica ocorrida no Concílio Vaticano II.

      Cobalto

      Excluir
  11. De acordo com sítio, esses são os novos europeus:
    http://www.nationalgeographic.com/magazine/2016/10/europe-immigration-muslim-refugees-portraits/

    O genocídio cultural vem antes de genocídio físico. "Aqueles" que desejam apagar a sua história, querem "apagar" você.

    https://lh3.googleusercontent.com/-7Ruf9znTjwc/V-anw_uZYdI/AAAAAAAAUM8/CeqrQopnAS4o0NSyWUmjJLNXvfi4ee0hQCK8B/s512/9173283222778734115%253Faccount_id%253D1

    Cobalto

    ResponderExcluir
  12. A concepção babélica da Humanidade, sem diferenciação de raças e de nações, é absurda e contra a natureza. A harmonia nunca resultou da uniformidade ou da monotonia, mas do ritmo e da variedade. Não se pode fazer música com uma só nota ou um quadro com uma só cor. A Natureza tem verdadeiro horror à monotonia. A Humanidade constituída sob a forma de uma cosmopolis ou babel de povos e raças confundidos numa multidão incaracterística e uniforme, seria uma coisa tão insuportável como ouvir uma orquestra ferindo sempre a mesma nota ou ver todo o nosso horizonte debaixo de uma só cor. Seria o caos informe e insuportável.

    J. Andrade Saraiva in «Perigos que Ameaçam a Europa e a Raça Branca», 1932.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o autor acha que se esta a falar de musica esta no seu direito opinativo, se nao consegue ver e acompanhar a realidade historica evolutiva, isso ja e diferente. Galileu dizia que ela se movia e poucos acreditaram foi preciso passar o tempo para isso ser verdade. Aqui esta verdade leva milenios mas e so usar a cabeca e ver como em poucos seculos se veem misturas impensaveis ha 200 anos atras somente. Et voila.

      Excluir
  13. Judeu é uma raça insuportável. Eles querem porque querem nos obrigar a assimilarmos outras culturas completamente diferentes da nossa. Porque somos obrigados a aceitar o islã? E outra, as minorias devem se curvar diante das minorias. Fico deprimido de sair na rua e ver tantos bolivianos, haitianos e outras raças ignorantes. Não é o meu povo, são pessoas estranhas, de outras culturas. Infelizmente até dentro de nossas famílias encontramos pessoas que simpatizam com idéias "humanistas" e "progressistas". Outro dia ouvi um judeu em uma rádio dizendo que os judeus devem preservar sua raça. Ninguém o criticou na internet depois. Para a mídia é "normal" um judeu dizer isso. Agora vai um branco proferir uma frase dessas. No mínimo o cidadão já estaria sofrendo ameaças anônimas de antifascistas militantes. Graças a essa imprensa controlada pelos judeus. A redação de um telejornal é o habitat mais do que natural para o judeu. É lá que ele exterioriza toda a sua arrogância intelectual e dita as regras para os pobres brancos.

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.