16 de fevereiro de 2016

GUERRA À VISTA?

Tenho tentado evitar o catastrofismo, mas, apesar da aparente calma que os noticiários teleguiados procuram nos transmitir, não há como deixar de reconhecer que nuvens cada vez mais negras estão se acumulando nos céus. Senão vejamos:

GUERRA CIVIL
A Europa toda já não sabe mais como enfrentar as consequências da aparente puerilidade da Angela Merkel. Seus próprios correligionários estão sacudindo seu trono e timidamente o povo começa a exigir sua renúncia. Mas a criança já caiu no poço que ela destampou e a própria UNIÃO Europeia está prestes a se desmantelar. Consequências mais funestas passam a ser previsíveis.

O conceituado portal n8waechter.info publica no último dia 13 de fevereiro 2016 uma conversa informal que manteve no dia anterior com um alto oficial do BFG HQ (British Forces Germany Head Quarter). Antes de relatar o conteúdo da entrevista, não posso deixar de chamar a atenção para o fato de as FORÇAS ARMADAS BRITÂNICAS também manterem ainda um QUARTEL GENERAL em solo alemão, mais precisamente em Bielefeld. Isso mostra que indubitavelmente a Alemanha ainda é, depois de mais de 70 anos, um PAÍS OCUPADO. A foto mostra a sede do QG britânico.

O oficial em questão, com uma experiência militar de trinta anos, constatou com absoluta convicção que a situação, não só na Alemanha, também na Grã Bretanha, está tão tensa que irremediavelmente deverá desembocar em GUERRA CIVIL. Seus soldados, aos quais até então era permitido carregar consigo 10 balas de munição para suas armas de mão, estão agora municiados com 100 projéteis. A ordem para um estado emergencial é: Shoot to kill.

O ambiente entre os seus soldados, declara o oficial, é de profunda indignação com o comportamento deseducado, desrespeitoso, agressivo até, dos migrantes. “É uma loucura o que está acontecendo aqui.” Mas ele também estranha a atitude de muitos dos alemães e cita o caso de um casal que foi assediado por refugiados. Pois o homem se mandou, fugiu! “Os alemães não têm mais culhão” ele perguntou. Aproveitou para questionar a polícia alemã, manifestando a dúvida se ela vai atirar na população ou no migrante.

A guerra civil virá, disto ele não duvida, não só na Alemanha, mas também na Grã Bretanha. É bom estar preparado.

GUERRA MUNDIAL
A tal maxi-conferência da paz que está se realizando em Munique, com o seu sem-número de participantes, só pode dar com os burros na água. Se o assunto não fosse tão sério poderia ser considerada um sofrível comédia. Enquanto lá os delegados se deliciam com o bom e o melhor, Bashar Assad declara, com toda razão, que quer o seu país TODO de volta.

Erdogan da Turquia (país da OTAN) anuncia que vai mandar tropas para combater os curdos na Síria. Se a Turquia se envolver em uma guerra os países da OTAN são obrigados a participar ao seu lado.

Ministro do Exterior da Síria: Ninguém deve pensar que pode desafiar a soberania territorial da Síria. Quem tentar será enviado para casa em caixão de madeira.

Membro do parlamento russo: Se alguma tropa estrangeira entrar na Síria sem licença do governo sírio, isso será considerado pelo governo russo como uma declaração de guerra.

Obama, que sempre exigiu que Assad fosse defenestrado, agora está terrivelmente calmo. Está enfrentando sérias adversidades em casa onde os republicanos não estão lhe dando trégua. Haverá eleições nos EUA em novembro, será que vai querer mostrar serviço?

Finalmente está correndo a notícia de que no norte da Arábia Saudita estão sendo concentradas tropas e material bélico em quantidades assombrosas. Simples manobras, ou haveria Estados Maiores mal-intencionados?

Perspectivas não muito animadoras, pois não?

Toedter

20 comentários:

  1. Lembra perfeitamente o cenário anterior à Segunda Guerra Mundial: os "aliados" instigando a Polônia a comprar uma guerra que não venceria e prometendo dar-lhe cobertura... tudo apenas como pretexto para destruir, num consórcio internacional, um país disposto a defender-se. A bola da vez é a Rússia, e a Turquia o peão. A questão é que China, Irã e Coreia do Norte hoje têm consciência de que serão os próximos alvos, e portanto não podem se dar ao luxo de virarem as costas. Inevitavelmente terão que participar do confronto, não lhes resta saída. E os mercenários, disfarçados de imigrantes, estão posicionados para implodir a Europa e trazer toda a guerra para seu território. Realmente as perspectivas não são boas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto tudo isso se passa, a China anuncia que terá o seu primeiro esquadrão de caças furtivos J-20 completo até o final do ano, podendo ficar operacional já em 2017. Lembro que até há cerca de três ou quatro anos atrás o tal caça, segundo os especialistas ocidentais, era um mito urbano pois os chineses, como bem nos asseguravam, não tinham tecnologia para tanto:

      "China deve ter um esquadrão operacional de caças stealth J-20 até 2017":
      http://www.aereo.jor.br/2016/02/11/china-deve-ter-um-esquadrao-operacional-de-cacas-stealth-j-20-ate-2017/

      Peço para que prestem atenção ao detalhe do motor. Apesar das boas, ou mesmo excelentes, relações, os russos não cedem o seu motor mais recente, o izdeliye 117 (e muito menos o izdeliye 30), aos chineses, cuja capacidade de producção, especialmente se considerarmos as informações a respeito de imensas fábricas subterrâneas que nos chegam, deve ser bem maior do que imaginam os tais especialistas do Ocidente. Como prova maior de que o desenvolvimento de um só caça stealth não causou grandes problemas à China, ela não apenas desenvolve o J-31, concebido para ultrapassar o F-22, mas também o J-20, da mesma categoria que o F-35.

      Cobalto

      Excluir
    2. Síria: China vai enviar 5.000 soldados de elite

      Na sequência da adoção de uma nova lei anti-terrorismo, o Congresso Nacional do Povo, o destacamento de forças especiais chinesas para a Síria foi autorizado. Além disso, a China vai participar com 30 bilhões de dólares na reconstrução do país depois da guerra.

      https://www.contra-magazin.com/2015/12/syrien-china-will-5-000-elitesoldaten-schicken/

      Cobalto

      Excluir
    3. Turcos, sauditas, imigraçao e estado islamico sendo usados para estimular a terceira guerra. Os donos do poder querem diminuir a populaçao mundial e estimular a economia que pode entrar em colapso.

      Eder

      Excluir
  2. Se vamos ter uma terceira guerra mundial, entao estarei do lado de ninguem no meio disto. Nem mesmo a Russia de Putin tera meu voto de confianca!

    ResponderExcluir
  3. O futuro promete trevas, e trevas nunca antes vistas. E o Jornalismo têm enormes culpas nisso tudo, não há dúvidas e a impunidade nesse meio é dantesca. Bem, muito se pode comentar, mas pretendo ater-me sobre energumicidade dos "militares britânicos".

    Esses militares britânicos já se perguntaram por que os "alemães não tem mais culhão"?
    Esses militares britânicos se sentem ocupantes, invasores ou libertadores nesse país que nunca lhes invadiu?
    Caso se sintam libertadores, depois de tanto tempo estão "libertando" a Alemanha do quê?
    Esses militares britânicos já se perguntaram o que ainda fazem na Alemanha 70 anos depois do fim da guerra?
    Esses militares britânicos já refletiram como se sentiriam se uma ocupação ou "libertação" dessa ocorrese em suas úmidas ilhas?
    Esses militares britânicos já refletiram para que venceram a guerra?
    Esses militares britânicos já se perguntaram se sentem-se responsáveis por toda essa situação de caos e "falta de culhão"?
    Esses militares britânicos se enxergam a si como militares ou o quê?
    E se os alemães "adquirissem culhões" contra os militares britânicos em solo alemão?

    Ao que tudo indica, carecem mesmo é de um profundo senso de auto crítica, de noção de responsabilidade, de compromisso com a verdade e justiça, .... lhes falta é vergonha na cara, lhes falta é o básico para serem civilizados.

    Cobalto

    ResponderExcluir
  4. Gilberto O. Kaestner17 de fevereiro de 2016 11:04

    Esses militares britânicos deveriam olhar para dentro da casa deles, onde a situação é muito pior. Igrejas convertidas em Mesquitas.Tribunais específicos para os muçulmanos em território inglês. Ganharam a guerra mas perderam o cetro para os USA.

    ResponderExcluir
  5. Os turcos são protegidos pela OTAN. Basta que Assad ou os russos disparem um único tiro contra eles e toda a OTAN vai ter que vir ajudá-los. E no arrasto já trazem junto os sauditas (que estão com a mão coçando pra entrar na guerra). Preocupante a situação...logo agora que os terroristas do ISIS e afins estão perto de serem esmagados e se despedirem desse Mundo

    ResponderExcluir
  6. A guerra que vem... Já se ouvem os tambores da guerra, está-se aproximando.

    Um conferencista dizia o seguinte: "1517 deu o surgimento do protestantismo. 1717, foi a oficialização da 1ª loja franco-maçónica. 1917, deu inicio ao bolchevismo. Pergunto, será que 2017 dará a 3ª guerra mundial ? Já repararam que este "17" é o numero comum a estas datas ? Coincidência ou azar ?"

    ResponderExcluir
  7. 1) Apesar da grosseira manipulação dos jornalistas dos grandes desvios, digo, grandes meios de comunicação de fazerem parecer como más estas justas manifestações de repúdio contra crimes, vandalismo, estupros cometidos por estrangeiros, pelos comentários, vemos felizmente que cada vez menos pessoas creem nestes jornalistas.

    https://www.youtube.com/watch?v=fr4IVTl9FUI

    Esses jornalistas mais parecem espiões nessas manifestações ou funcionários de agências de publicidade.

    Resumindo, telejornalismo não é sinônimo de verdade.

    2) Manifestações realizadas pelos Hooligans grupo de extrema-direita contra salafistas - também conhecido como HoGeSa - ganharam recentemente uma nova dinâmica na Alemanha, como eles organizam marchas em várias cidades do país. Enquanto o grupo afirma estar protestando contra o extremismo islâmico, o movimento é amplamente acusado de aproveitamento islamofobia como um meio de difundir o racismo.

    VICE News seguiu os Hooligans contra movimentos salafistas desde o seu primeiro dia e que virou uma demonstração de vulto em Colônia, que foi assistido por 4.800 pessoas. Nós também se reuniu com militante islâmico Sven Lau, que recentemente subiu para a infâmia, iniciando uma "polícia Sharia", e, consequentemente, tem sido usado como um exemplo proeminente da "invasão islâmica" da Alemanha pelo movimento HoGeSa.

    O engraçado é que esse veículo de "comunicação" não fez nenhum vídeo sobre os estupros ocorridos na virada do ano.

    https://www.youtube.com/watch?v=NRZiTreKcCk

    Esses jornalistas mais parecem espiões nessas manifestações ou funcionários de agências de publicidade.

    Resumindo, telejornalismo não é sinônimo de verdade.

    3) "Mulheres alemãs que enfrentam ameaças de estupro de migrantes muçulmanos obtém ajuda do grupo neo-nazistas devido a inação do governo."

    Um grupo denominado «Düsseldorf passt auf» ou «Dusseldorf está vigilante», que tem por lema o famoso mote dos Mosqueteiros «Um por todos, todos por um», visa defender a população autóctone, particularmente mulheres, contra agressores alógenos. Em vinte e quatro horas conseguiu cerca de dois mil e trezentos membros na sua página de Facebook, a qual atualmente já conta com mais de treze mil membros. Os membros que falam em nome do grupo já declararam a intenção de estarem presentes nos eventos de maiores dimensões para protegerem as mulheres contra gangues imigrantes.

    http://www.christiantoday.com/article/german.women.facing.threat.from.muslim.migrants.get.help.from.neo.nazi.group.amid.government.inaction/76489.htm

    Bem, parece que isso de "alemães sem culhões" não procede muito.

    E essas são algumas das notícias que JAMAIS veremos nas grandes mídias siono-maçônicas mercenárias.

    Afinal, quando veremos jornalistas, donos de jornais e maçons sendo julgados por crimes de sonegação de informações, apologia ao errado, manipulação, prevaricação, formação de quadrilha ...?!

    Cobalto

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Uma guerra não acontecerá jamais, não há mais condições técnicas para isso." De que planeta vieste?

      Cobalto

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Pare de fugir e responda:

      Está chamando os alemães de "porcos"?
      Concorda com a matança/extinção de alemães?
      Você considera inferiores os "colonos do interior"?

      Cobalto

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. As provas de onde "tirei essas barbaridades" estão aqui
      http://gangdaervilha.blogspot.com.br/2016/02/um-ponto-de-vista-sobre-as-violacoes-de.html
      e aqui
      http://gangdaervilha.blogspot.com.br/2016/02/modernidade-e-progresso.html

      Aos leitores, se tiverem estômago e paciência para ler todos os comentários desse sujeito, encontrão muito mais sobre "minha completa mentira."

      Porém, nem precisava mostrar os sítios acima, pois o próprio se auto denuncia quando escreve "Posso ter me exaltado" e "tenho que defender o meu lado." O lado anti-alemão.

      Encerro e agradeço ao sr. Toedter pela oportunidade de poder aqui desmascarar esse ser que defende a lei do cão contra alemães e palestinos.

      Cobalto

      Excluir
  9. Vejam neste link abaixo em 2:10 o que a Merkel Faz com a bandeira da Alemanha agora em 2016.
    Rebeka !!!!
    https://www.youtube.com/watch?v=0pnANQl4WJw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Kaestner,

      Sinto informar que esse "Rebel Media" é oposição controlada.

      E essa cena da judia comunista Merkel (Rebbekah Kasner Jentsch) repudiar a bandeira alemã foi alguns anos atrás, não é de 2016.

      Cobalto

      Excluir
    2. Caro Cobalto,

      Talvez já tenham visto mas considero muito importante para todos.
      Nesta apresentação, Dr. Warner compilou de forma concisa, mas eficaz, a história do Islã e de suas realidades atuais. Seu trabalho é de grande importância para compreender o que levou a eliminação da Civilização Clássica, quais as consequências das conquistas islâmicas e suas repercusões que nos impactam até os dias de hoje.

      Dr. Warner é diretor do Center for the Study of Political Islam.
      https://www.youtube.com/watch?v=ByI3Fc-JAT8

      Excluir
    3. Caro Kaestner,

      Desculpe-me, minha intenção não foi essa compreendida por você. O que a judia comunista fez, alemão patriota mesmo não faria. Atitude lastimável, com certeza. Mas não foi em 2016. Só isso que falei.

      Sobre Ezra Levan, fundador do "Rebel Media", creio que seria interesse a leitura abaixo:
      https://en.wikipedia.org/wiki/Ezra_Levant

      A ala podre inserida (infiltrada) na Humanidade, digamos assim, está criando (ou se infiltrando) cada vez mais partidos ditos nacionalistas, sítios virtuais como esse "Rebel Media" (que denunciam só temas estrategicamente selecionados), e movimentos anti-imigração como o PEGIDA. Analisadas, essas oposições se demonstram falsas em seus fundamentos e resultados (caso alcancem), são o que se chama de "oposição controlada". Uma variação de "false flag". Não é nenhuma novidade, mas anda a fisgar muitos infelizmente.

      O que podemos compreender disto? Muitas coisas. Simplificando uma, é que as informações e insatisfação crescem na população comum, gerando reações e a "ala podre" já percebeu e receia isso. Então, criam (ou se infiltram) esses movimentos todos, criando esse diversionismo da "oposição controlada" para os resultados desses conflitos e insatisfações lhes serem favoráveis, não perdendo o esforço de séculos. Se não receiassem, não criariam "oposições controladas" nessa quantidade com esse investimento em pessoal, tempo, dinheiro com plataformas/imagens bem elaboradas, com acabamento e estética de ponta. Capital e condições que as verdadeiras oposições não tem em sua maioria dos casos.

      Esse canal/sítio que leva o mesmo nome de "Rebel Media" é oposição controlada como o PEGIDA. Que ninguém se iluda e que sejam informados os desavisados. Essa foi minha intenção no comentários de ontem.

      E também não mencionei, muito menos critique o Dr. Warner ou seu trabalho. Talvez essa minha postagem "Jihad vs Cruzadas" lhe comprove o que digo:
      http://desatracado.blogspot.com.br/2015/10/jihad-vs-cruzadas.html

      Espero que tenha esclarecido todos os pontos.

      Cobalto

      Excluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.