30 de outubro de 2015

TERCEIRO MUNDO PARA TODOS (quase)

A farsa dos refugiados na Europa tem recebido toda a atenção deste blog. Mas também é o quadro mais evidente, mais nítido, mais explícito da trama que se abateu sobre o mundo. Sobre o MUNDO sim, e certamente o Brasil não está fora do alvo. Atingimos aqui tal ponto crítico, que simplesmente não é aconselhável fazer planos pessoais para o próximo ano.

video
Quero mostrar aqui um vídeo criado há talvez dois anos e que então ainda nos inspirava alguma confiança. Será que podemos mantê-la? É curto, pouco menos de quatro minutos, e legendado. Veja: 

Ainda há quem se anime a confiar na conclamação que nos é feita?
Depois de a porta arrombada na Europa, ainda pode se colocar tranca e reverter a situação? Acabo de saber que a Procuradoria Geral da República alemã recebeu nos últimos dias mais de 400 documentos através dos quais cidadãos apresentaram denúncia formal contra a chanceler Angela Merkel, acusando-a de ALTA TRAIÇÃO (o que aqui já fizemos em 8 de setembro). É muito difícil imaginar que a desordem geral não vá tomar conta. Vamos lembrar que a partir do “11 de setembro” - faz quatorze anos – quem viaja tem que se submeter a restrições quanto à bagagem e a controles pessoais rigorosos, por vezes desrespeitando a privacidade. Tudo por medo do “terrorismo”. Agora, no Velho Continente, se voltou à Idade Média. Centenas de milhares de forasteiros, vindos das mais diversificadas regiões do mundo, movimentam-se em território europeu sem qualquer identificação. Fronteiras e forças de segurança são ridicularizadas. Políticos começam a ficar alarmados(demoraram). No parlamento europeu a deputada francesa Marine Le Pen se expressou com acusações contundentes contra a Merkel e Hollande ali presentes. Disse que a União Europeia está afundando e que a França não quer ser serviçal dos Estados Unidos!

Estados Unidos? O caminho, que eles estão trilhando, não parece indicar destino melhor. O competente comentarista internacional Paul Craig Roberts acaba de revelar um levantamento do instituto de censo e estatísticas deles. Segundo o mesmo classificou-se a população americana por renda familiar e a dividiu em quíntuplos. Verificou-se o quanto essa renda se alterou em relação ao período mais elevado anterior:

Os 20% mais pobres: declínio de 17,1% em relação a 1999;
os 20% seguintes: declínio de 10,8% em relação a 2000;
os 20% intermediários: declínio de 6,9% em relação a 2000;
os 20% seguintes: declínio de 2,8% em relação a 2007;
os 20% mais ricos: declínio de 1,7% em relação a 2006.

Detalhe: 0,1% AUMENTARAM SUA RENDA

Está todo mundo (menos os 0,1%) abaixando o nível. Acabarão todos no TERCEIRO MUNDO? A gente ficava feliz quando conseguia dar um passo em frente, substituindo ônibus ou bicicleta pelo automóvel, agora o governo quer que se volte atrás.

Toedter

51 comentários:

  1. Mudar como, se o que se faz, é mais do mesmo que já se fez?! Se ano após ano plantam a mesma coisa (quando não pior), vão colher a mesma coisa. É preciso ser gênio pra perceber isso? Teimosos são. Mas a culpa é dos "nazistas" e da "suástica", que não se veem em lugar algum. O caos que vemos e sofremos, está sendo gerado pelos que podem governar: os democratas, a esquerda, os capitalistas, os laicos, os republicanos, os maçons e os sionistas. Me parece que a culpa está muito mais ou unicamente nos vencedores da 2ªGM do que nos perdedores. E o gado se achando, prossegue firme ao abatedouro.

    Vejamos como cantam junto, pelo que parece, completamente sem refletir na letra que fala delas mesmas:
    https://www.youtube.com/watch?v=YwqoeKlaJQs

    Cobalto

    ResponderExcluir
  2. Na Alemanha o número de clandestinos que entra, está a aumentar perto dos 15 mil por dia, a policia não tem mãos:

    http://newobserveronline.com/german-police-no-idea-who-is-entering/

    O QI médio dos clandestinos com formação universitária, não passa dos 93 ! Formação universitária! Agora nem queiram imaginar os outros...

    http://newobserveronline.com/iq-93-invaders-will-wreck-germany/

    Se isto continua, o nível vai mesmo baixar e vamos ser uma terra de terceiro mundo... com gado que nem sabe somar 1+1, mas sabe vir explorar o suor do branco, sabe parasitar.

    Boas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "De acordo com Walter, existem cerca de 31.000 policiais na Alemanha, ..."
      http://newobserveronline.com/german-police-no-idea-who-is-entering/

      O Estado de São Paulo tem 90.000 só de PM's e no Brasil são mais de 400.000. Mais que Marinha, Exército e Aeronáutica juntas: 330.000.

      Cobalto

      Excluir
    2. 81% dos até agora chegados clandestinos á Alemanha, não têm nenhum certificado de fim de estudos, segundo um relatório da Agência Federal para o Emprego, relatório vazado. Só 8% têm estudos...

      https://francais.rt.com/economie/9270-allemagne-rapport-migrants-chomage-education

      Já tinha previsto este cenário há já algum tempo, quando se ouvia e se continua a ouvir que "a imigração é uma fonte de empregos" (sic). Nós notamos e concluímos que o real objectivo não se centra em nenhuma ilusão deste tipo. Quando escrevi este artigo, foi baseado na leitura dos livros de Binet e Hans Gunther. E dou-me conta o quanta razão tinham estes homens, de visão profunda e longínqua, este relatório vazado apenas vem confirmar o que já se sabia há dezenas de anos atrás:

      http://gangdaervilha.blogspot.pt/2015/10/da-decadencia-da-sociedade-e-imigracao.html

      Na Alemanha... começa a aquecer, eu aconselharia os clandestinos a voltarem ás suas terras e deixarem-nos concentrar-nos nos reais causadores desta barafunda, aqueles que puxam os cordelinhos:

      http://newobserveronline.com/germany-bombing-and-first-attacks-on-invaders/

      Excluir
  3. Para que se tenha ordem, é necessário o caos preestabelecido. Toda crise é uma oportunidade para evoluir. A situação atual é uma excelente oportunidade, preciosa demais para se deixar passar. O princípio de revolta na Europa começa a ser percebido, e nunca esteve tão forte recentemente.

    A linha tênue que separa a ordem do caos, bem mantida pelos engenheiros sociais através de suas ilusões modernas, começa a romper. É nessa hora que os poucos despertos devem assumir a frente e guiar as massas, catalisar esse sentimento que há 70 anos está confinado no peito de cada Europeu e direciona-los única e exclusivamente aos perpetradores e seus agentes.

    Bem queria eu acreditar na possibilidade de retomada pacífica, mas ingênuo seria acreditar que os parasitas sairiam de bom grado, com um modesto "Shalom!" e depois dariam as costas para nunca mais voltar. Estas coisas funcionariam em países inexpressivos, como ocorreu na Islândia, mas na Alemanha? Na Alemanha que traz a ocupação estrangeira escancarada nas cores invertidas de sua própria bandeira e em seu Hino censurado?

    A mudança deve emanar do povo, e tão somente dele. Entregar-se a promessas doces de políticos oportunistas, que dizem exatamente aquilo que queremos ouvir, na intenção de ganhar alguns votos ou quando apenas tencionam acalmar o rebanho irritado, é nada mais que um mero ato de capitulação.

    Nunca o Sionismo fez algo tão bom para a Alemanha e a Europa em geral, como está fazendo agora. Na ânsia de destruir, acabou por decretar a própria destruição. E não há nada mais assustador para eles do que um Europeu consciente, consciente e se armando, é pânico total.

    Quando a oportunidade surge e a situação obriga, não há como protelar, não há acordos, pactos, convênios, e tão pouco, esmorecimento. É a honra ou a desonra, é vitória ou humilhação, o triunfo ou a danação, é a vida ou a morte. Mas e se mesmo assim, os interesses escusos e egoístas falarem mais alto, seja devido o prazer pelo prazer ou pelos mais baixos desejos materiais, sufocando qualquer resistência a degeneração imposta, pouco importa, os pilares pútridos, mais cedo ou mais tarde, tombam por si mesmos, levando consigo, também, aqueles que neles se deleitavam.


    ResponderExcluir
  4. Acho que mais uns 20 anos é a Europa vai ser muçulmana?! Caminha para isso, a Eurábia! E acho também que depois os muçulmanos vão fazer uma limpeza geral, vão matar comunistas, pederasta, judeus, multiculturalistas, vão acabar com a mentira do holocau$to e outros desse naipe, exato assim como fazem nos seus países hoje! Vai dominar a lei muçulmana chamada de Sharia. Tudo isso se deve porque os europeus, se degeneraram totalmente, estão apodrecendo ao vivo, "democraticamente" e dominados pelos degenerados idiotas dos "anos sessenta" ou a geração de 1968 que dominam hoje o Ocidente podre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pitaco

      De ilusão também se vive...


      ISLAMOFOBIA...

      TODOS OS MUÇULMANOS PRECISAM SER EXPATRIADOS DA EUROPA E DE TODOS OS PAÍSES CIVILIZADOS, PARA O ORIENTE MÉDIO!

      ENQUANTO NÃO SAIREM, DEVERÃO SER CONFINADOS EM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, ONDE PODERÃO COLOCAR NO PORTÃO DE ENTRADA: "EURÁBIA", COMO SONHAVAM.

      Antes de mais nada, ISLAMISMO NÃO É RELIGIÃO, mas, é uma SEITA PEDOFÍLICA E POLÍTICA, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ.

      A realidade: os cristãos ou membros de outras religiões não enviam assassinos para matar no Oriente Médio, porém, os muçulmanos enviam suas facções Terroristas, sob o pretexto que são "Fundamentalistas Islâmicos", para matar no Ocidente.
      Muçulmanos recolhem dízimos nas Mesquitas, para o Terrorismo, então são cúmplices.

      No Oriente Médio, constantemente, estupram, mutilam e matam cristãos e membros de outras religiões.

      Por que então, temos que os tolerar na Europa e em outros países civilizados, se eles nos odeiam e matam?

      Os islamitas seguem, rigorosamente, o que está escrito no CORÃO (escrito pelo pedófilo Maomé, que chamam de Profeta), por esse motivo a PEDOFILIA é legalizada pela lei do ISLÃ.

      Também, nesse livro satânico que chamam de sagrado, o CORÃO, está escrito que todos têm que serem convertidos ao islamismo ou assassinados, de acordo com a tal "Guerra Santa", que de santa não tem nada.

      Nos noticiários, poderemos saber das atrocidades que praticam nas indefesas aldeias e pequenas cidades da África: estupram suas meninas e jovens, e matam todos os homens, para que não mais procriem: os "Cães Infiéis, ao Maomé" (como chamam todos que não são muçulmanos). Em seguida obrigam suas vítimas a colocar o véu, e as transformam em muçulmanas, contra a vontade delas.

      Depois alegam, descaradamente, que islamismo é a "religião" que mais cresce no mundo.

      Entre outras perversidades: estupros de mais de seiscentas meninas e adolescentes, obviamente virgens, como foi amplamente divulgado na Itália. Na Inglaterra estupraram centenas de meninas, também amplamente divulgado. Assim como em todos os países europeus, onde estão infiltrados, acontece a mesma coisa.

      Ainda, picham todas as Igrejas nos países europeus, que os acolheram, onde podemos observar que apenas as Mesquitas não estão pichadas. Se fosse obra de pichadores, as Mesquitas também estariam.

      Depois reclamam da ISLAMOFOBIA?

      E, viva a ISLAMOFOBIA, que varrerá do mundo, a chaga da humanidade, o islamismo, e suas perversões sexuais: a pedofilia

      Excluir
  5. Exatamente o que venho dizendo aqui, Zé Pitaco, os Muçulmanos, longe de ser a maior catástrofe para a Europa, são na verdade a salvação. Os Sionistas sabem disso, e já iniciaram a campanha contra o Islã, que ao que parece, muitos que se dizem Nacionais Socialistas estão comprando. Eles (os Sionistas) aplaudem os novos guerreiros, que carinhosamente denomino de "Nazionistas", talvez eles acreditem que os judeus ashkeNAZI, são de fato Nazistas, mas não vem ao caso...

    O Ocidente está quase abolindo os gêneros, a Ideologia de Gênero cada vez ganha campo, e não há como detê-la, não há força capaz de reverter tal situação. A promiscuidade já começa desde cedo, o consumo de drogas é considerado normal e estimulado entre os jovens, e a cada geração piora. O único grupo blindado que não é afetado por isso são os Muçulmanos.

    Muito se diz que a sociedade Muçulmana é decadente, retrógrada, etc, mas e a nossa sociedade moderna?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada disso. Não é assim tão simples. Já viveste ou já lidas-te com muçulmanos árabes ? Eu lidei com eles, durante muitos anos. Tu, pelo teu discurso, não sabes o que é um árabe muçulmano. Pois bem, vai num ghetto árabe, e tu vais observá-los a fazer as rezas durante o dia...e á noite vais observar os mesmos a beberem latas de Heineken com fartura, snifar coca, erva a dar com pau, sempre grandes fumaças de xito, chicha com xito. Droga e comércio de droga com fartura. Este é o retrato da juventude árabo-muçulmana. São estes homens que serão o futuro. Portanto já vês que começam muito cedo a enveredar por caminhos meio esquisitos. Então imagina quando serão adultos! Eu vi com os meus próprios olhos o que te conto. Durante anos lidei com esta gente. A maioria são tal e qual como eu te conto aqui. Eu cheguei a entrar nos ghettos deles, visitar um amigo, e quando saia da casa dos meus amigos, tinha a antena encima do carro partida, posta sobre o capot...sinal de que não era bem-vindo, porque sou branco. Uma vez fui perseguido por um bando de jovens árabes e tive de me refugiar na casa de um amigo, que por acaso estava ali perto...porque era branco.

      Vi uma reportagem há pouco tempo, em que um judeu passeava, com a sua kippa, em ghettos árabes sem o mínimo problema! Aliás, os árabes até o convidaram a beber um copo, comer qualquer coisa. Incrível não é ? Mesmo depois de tudo o que se passa na Palestina! Mesmo sabendo que são eles que dominam isto tudo! Esta geração árabe, está completamente estupidificada. São mais acolhedores quando se trata de um judeu do que de um branco. Isto é a pura verdade.

      Não é pura coincidência que a Europa esteja a ser invadida por árabes. Temos de ver o assunto por uma vertente religiosa. De outra maneira não se compreenderá o que se passa. A razão principal é a seguinte: será sempre mais fácil para os talmudistas instalarem o Noachismo (é o projecto a longo termo deles) com os árabes, do que com os europeus. Face ao europeu, encontrarão sempre resistência. O árabe é mais maleável, entre judaísmo e islamismo qual é a diferença ? Nenhuma! Tanto um como outro dizem-se os verdadeiros monoteístas. Tanto um como outro consideram o Cristianismo uma idolatria, politeístas. Ora o Noachismo (as leis de Noé) exigem a adoração a um só Deus. O Cristianismo segundo eles adoram 3 deuses. É portanto incompatível com o projecto religioso dos talmudistas. Então a destruição da raça branca, por consequência, originará a extinção do Cristianismo. O que restar, serão simplesmente perseguidos e mortos.

      Quando falo em "europeu", significa: «branco», aquele que é de raça branca, seja em que parte do mundo estiver.

      É o último objectivo dos talmudistas: « o Noachismo ». Tudo o que estamos a passar, são etapas para lá se chegar. Segundo a concepção talmúdico-religiosa deles, eles serão os reis e nós os servos. O talmude diz que o goy é feito para servir o judeu.

      Eles já têm mesmo o Parlamento Europeu Talmudista só para eles, está ali preparado para governar a Europa, aliás, já domina, mas não oficialmente, mantém-se nos bastidores:

      http://ejp.eu/

      Excluir
    2. Está aqui o documentário, repara como os árabes acolhem de braços abertos o talmudista, com kippa e tudo! Que maravilha não é ? Passa-se em França, o país europeu mais arabizado e também o mais judaizado, vê lá a partir do minuto 3:40 em diante, é este o tipo de árabe que falas ?

      https://www.youtube.com/watch?v=Kjc-Ld_ETKo

      Ponham uma coisa na cabeça, só e só o branco poderá resistir aos talmudistas. Por isso é que eles querem nos destruir, por isso é que sofremos de uma desculturalização frenética, planeada pelos talmudes. Não quero dizer com isto que não haja árabes que têm o olho aberto, existem sim. Esses compreendem muito bem o que se está a passar, mas são uma minoria em relação aos outros. É com estes poucos que nos devemos aliar.

      Boas.

      Excluir
    3. Estes "muçulmanos" fazem isso pois vivem sob a maravilhosa lei ocidental, onde o criminoso tem mais direitos que a vítima. Mande esses árabes criminosos consumidores de drogas para algum país onde os Salafistas administram a Sharia e verá o que acontece com eles. Os "muçulmanos" que você fala já foram ocidentalizados, estão mais para gangues do que qualquer outra coisa. Considerar esses "muçulmanos" religiosos é o mesmo que considerar o PCC (Organização Criminosa no Brasil) Cristão porque no grito de guerra eles dizem: "Fé em Deus, que ele é justo, se Deus é por nós quem será contra nós?"...

      O que se passa com estes "muçulmanos" é semelhante ao que se passa com alguns cristãos. Os judeus difamam Cristo e muitos cristãos adoram Israel, e os judeus, enquanto odeiam os Muçulmanos, já os Muçulmanos consideram Cristo um dos Profetas e tem por ele grande respeito.

      Cristãos unidos por Israel.
      https://www.youtube.com/watch?v=FS3SmEj5r9g

      https://www.youtube.com/watch?v=i9JmZBo8G5E

      https://www.youtube.com/watch?v=ElKTcCWCOEk (Se tiver estômago)

      http://www.universal.org/uploads/2014/12/02/_KOK2675.690x460.JPG

      Os judeus possuem esse poder todo, graças ao branco europeu, sem o branco europeu, o Sionismo está perdido. Quem libertou a terra de Israel e deu de mão beijada para os Sionistas? Quem vem entrando ano após ano em intermináveis guerras para proteger Israel e seus interesses? Quem morre nessas guerras defendendo Israel dos Muçulmanos? São os maleáveis árabes que morrem por Israel, ou o branco europeu com todo seu aparato militar? Quem entregou submarinos, veículos militares, aviões, e todo aparato bélico a Israel? A aliança semita, ou a aliança "JudEuro"? Onde está a lei punindo quem nega o holocausto nos países árabes? E na Europa quantos países possuem tal lei? Se não estou enganado, único país que revogou foi a Espanha, que veja só, é a querida Al-Andalus dos árabes. Por curiosidade, um dos sites que reúne farto material revisionista se chama "Radio Islam"...

      http://www.counter-currents.com/wp-content/uploads/2014/05/Mein-Kampf-014-e1400555450808.jpg

      Para controlar o Ocidente, basta a Engenharia Social, slogans, propaganda, entretenimento, drogas, mas para controlar os Muçulmanos, somente pela mão de ferro e repressão. Olhe para o Oriente Médio e verá que os títeres instalados nos países Muçulmanos ou são militares seculares com estreito relacionamento com o Ocidente ou Xiitas, com exceção da Arábia Saudita que é "Wahhabi", (Madkahlis) onde os Salafistas tem um pouco mais de "liberdade", mas mantém o mesmo relacionamento com o Ocidente.

      "eles serão os reis e nós os servos"

      E já não somos? Nosso sistema financeiro não é administrado pelos eleitos? Não devemos até a alma devido a usura livremente praticada e legalizada pelos eleitos (condenada pelos Muçulmanos)? Não trabalhamos sol a sol enquanto eles apenas digitam números no teclado criando dinheiro do nada?

      Excluir
    4. Os judeus só não possuem Jerusalém, que está justamente nas mãos dos Muçulmanos, e adivinha quem conquistará Jerusalém para eles outra vez? Seus escravos brancos europeus... Mas por que depender do branco europeu para lutar contra os Muçulmanos, não é mais fácil tomar Jerusalém de vez? Afinal, o árabe é mais maleável e não existem diferenças entre Islã e o Talmudismo... Um século tentando dominar a própria terra, e até hoje não chegaram em um acordo com os árabes maleáveis, enquanto que na Europa eles fazem o que querem com os brancos resistentes.

      Os eleitos nem escondem mais o poder que possuem sobre nós, falam abertamente e se orgulham disso. E o que nós fazemos? Onde está nossa Intifada? Quem realmente é mais maleável?

      A verdade é que tanto o Árabe quanto o Branco é maleável, manipulável, moldável, etc, se afastar deles algo que os unifique, seja isso a cultura, raça, nação, religião, etc... Tanto o Cristianismo como o Islamismo, possuem as premissas para manter a civilização em pé, evitando que ela desmorone em anarquia e se torne presa fácil de forças externas. Mas quando chega na parte de proteger as bases da religião, o Cristianismo é falho, ele transfere a autoridade para uma Instituição, que regula e manipula conforme a própria vontade. Basta se apoderar da Instituição e você tem o controle total sobre fiéis. Sem dizer que o Cristianismo é "espiritual", enquanto o Islamismo é mais completo, possuindo tanto o lado espiritual quanto "político", para gerir a Sociedade. No Islã não há uma "Instituição" como no Cristianismo, exceto os Xiitas que colocam a autoridade no Imam como infalível. Para os Muçulmanos a autoridade reside no Corão e na Sunnah e nada além disso. A Sharia atua como protetora da Sociedade, administrando punições pesadas, impedindo que ela afunde nos vícios e na descrença, que os Sionistas utilizam muito bem contra nós.

      Quando me refiro aos Muçulmanos, me refiro a estes:

      http://shoebat.com/wp-content/uploads/2014/04/God_Bless_Hitler.jpg

      http://4.bp.blogspot.com/-RbyAht7JlwM/U9qQrPOGeYI/AAAAAAAADBU/RxxCEDSxGwU/s1600/isis4.jpg

      https://www.youtube.com/watch?v=JoFfktIzIMA

      E não estes:

      https://www.youtube.com/watch?v=ewYR2aZeer0

      https://www.youtube.com/watch?v=Kgqd8uZp970

      https://www.youtube.com/watch?v=6UrZjAOil38

      https://www.youtube.com/watch?v=DQai3T1fKL0

      Acho que deu para entender...

      Excluir
    5. Não é graças ao branco que eles possuem todo esse poder, mas sim graças a lacaios brancos que se deixaram corromper, a ganância do dinheiro, do qual os talmudistas são mestres no uso, sempre no mau sentido.

      Agora, sim, continuo a dizer que os muçulmanos são mais maleáveis, caso não o fossem, os talmudistas teriam desculturalizado em primeiro as terras islâmicas e não as europeias. Veja-se como exemplo o caso da Turquia, atacada pelos Dohmes desde o seu próprio interior por Ataturk.

      Sempre foi (a história está lá para nos provar) face ao branco que a judiaria sempre encontrou a maior resistência. Foi nestas terras que eles foram expulsos dezenas e dezenas de vezes. Em terras de Islão, á parte um caso ou outro, sempre se deram ás mil maravilhas. Um regalo para os talmudistas. O Islão é um paraíso para eles.

      Quando lemos os protocolos talmudistas, seja ele qual for, é sempre a Europa Cristã que é visada com ódio que não se encontra em mais lado algum. O Islão ? Nem menção fazem disso! O Islão é o cavalo de Troia do Talmudismo na Europa, eles utilizam-no para destruírem de uma vez por todas o Cristianismo e o homem branco conjuntamente. São os próprios Rabinos que o afirmam á boca cheia, sem vergonha alguma, e com tanto desprezo que só apetece passar o ecrã para o outro lado e apertar-lhe o pescoço:

      «« Mas eu vou-vos dizer o que vocês já sabem, a Europa está infiltrada por centenas e centenas de células terroristas dormentes, que esperam o momento para fazer tudo saltar, não unicamente o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel, mas bairros inteiros. A Europa vai desaparecer. A Europa cristã será em breve coisa do passado. Vocês sabem-no, mas o que me espanta, é que voçês não fazem nada. Nada, nada , nada. A Europa de hoje está sobre um barril de pólvora.»»

      https://www.youtube.com/watch?v=fM3yyAuQPkk

      No entanto este talmudista, esquece-se de dizer ou de mencionar "quem armadilhou este barril de pólvora ?" Foram eles com a ajuda do Islão e de lacaios brancos.

      São estes mesmos que proporcionaram a vinda do Islão para a Europa, com estas vagas de clandestinos. O Islão é a marioneta, eles tiram os cordelinhos na obscuridade.

      A Bíblia diz que nos tempos finais, os cristão serão degolados por pessoas que pensam estar a fazer um favor a um deus...e aqui podemos entender o Islão, na sua vertente Wahaabita, ou o Noachismo talmúdico que prevê que todos idolatra seja degolado (tanto Islão como o Judaísmo consideram os cristãos idolatras).

      O muçulmano, pensa estar a conquistar a Europa, mas ao mesmo tempo, os talmudistas só têm olhos para a destruição do cristianismo e do homem branco. Um e outro trabalham de mãos juntas. Com o mesmo objectivo.

      A maioria destes clandestinos nem sabem ler nem escrever, o que não significa que sejam burros, mas são bem mais susceptíveis de serem manipulados por outros ditos "muçulmanos" ao serviço do talmudismo. De qualquer das maneiras, serão absorvidos pelo consumismo, pela preguiça de terem já tudo grátis: casa, comida, prestações sociais. O branco lutou para o ter, esses clandestinos nada fizeram e vêm apenas aqui com a intenção de parasitar e roubar o suor do branco. Nós vemos o número de crimes sexuais aumentar em proporção á chegada destes clandestinos. A Suécia e Dinamarca são um exemplo perfeito.

      Quem está por detrás disto tudo ? São esses mesmos que tu mostras nos vídeos dos verdadeiros muçulmanos que vão fazer o trabalho que lhes foi confiado pelos talmudistas. Esses parasitas que só sabem usufruir de prestações sociais. Fora daqui com eles todos! Eles e os que estão por trás deles! Rua com essa escumalha toda.

      Excluir
    6. Creio que o macete esteja nesta afirmação feita em http://www.toedter.com.br/2015/10/fabula-europeia.html pelo Anônimo28 de outubro de 2015 04:46:

      « Vale notar que a propaganda Sionista é direcionada contra o Islã e não diretamente contra a imigração, que é composta majoritariamente por árabes seculares fugindo da Sharia. »

      É bem possível que conseguirão minimizar a religião, pois a) os europeus democráticos e moles que são a totalidade do continente, b) os invasores não simpatizam com a Sharia, c) que faz ambos receptivos à mídia que é toda contralada por Sião. Portanto, a Sharia seria apenas um entrave momentâneo, um efeito colateral da imigração (ou colonização?) massiva relativamente fácil de se retirar, visto ambas as partes terem as brechas necessárias para a infiltração da manipulação midiática.

      Então, o afro-árabo-muçulmano estaria lá para destruir o europeu na sua unidade e exclusividade racial e cultural. Sião nunca quis destruir os atuais invasores, por já os considerarem inferiores sob todos os aspectos, sendo então desnecessários ataques a eles em suas terras de origem. O europeu não, sendo superior, precisa ser diluído ou destruído por oferecer risco real ao projeto de domínio mundial.

      No mundo afro-árabo-muçulmano cuidaram pela sua não unidade e progresso, e no europeu, sua diminuição populacional e falência moral. Ao cristão, ao europeu, ao branco, tanto Sião como o Islão são problemas. Ou se resolvem os dois juntos ou apenas se estará a maquiar a situação. Seriam essas algumas conjecturas minhas.

      Cobalto

      Excluir
    7. Entendo perfeitamente seu ponto de vista, você acredita que a resistência do Europeu é algo biológico, logo, a destruição do Europeu seria necessária para que o Sionismo triunfe, eu entendo, mas não compactuo em toda sua extensão, só em partes. Eu parto de outra "vertente", eu acredito que o que se passa na Europa diferente do que ocorre no Oriente Médio, é devido a fragilidade do Branco/Cristianismo frente ao Árabe/Islamismo. Eu acredito que a conquista da Europa pelo Sionismo, o berço do Sionismo, é efeito disso. O Sionismo conquistou a Europa primeiro, não devido a resistência do branco, mas devido a fragilidade do mesmo. O Cristianismo semita pôs os brancos Europeus pagãos de joelhos da mesma forma que o Islamismo semita pôs os árabes do Oriente Médio.

      Os Sábios de Sião falam no Europeu Cristão pois é o ambiente em que Sionismo nasceu e cresceu. A hostilidade era devido ao Deicídio, essa é a principal barreira que o judeu encontrava entre os Cristãos. Quando o conceito de Deicídio foi enfraquecendo, os judeus não tiveram mais problemas em solo Europeu, foram recebidos como irmãos mais velhos. Fale mal de um judeu na frente de algum Cristão, principalmente Evangélico e terá feito um inimigo. Fale mal de um judeu na frente de um Muçulmano e encontrará ressonância.

      "Combatei aqueles que não crêem em Deus e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Deus e Seu Mensageiro proibiram, e nem professam a verdadeira religião daqueles que receberam o Livro, até que, submissos, paguem o Jizya. Os judeus dizem: Ezra é filho de Deus; os cristãos dizem: O Messias é filho de Deus. Tais são as palavras de suas bocas; repetem, com isso, as de seus antepassados incrédulos. Que Deus os combata! Como se desviam! Tomaram por senhores seus rabinos e seus monges em vez de Deus, assim como fizeram com o Messias, filho de Maria, quando não lhes foi ordenado adorar senão a um só Deus. [...] (9ª Surata 23~34)

      "Convide-os para aceitar o Islã e se eles responderem a você, aceite isso deles e desista de lutar contra eles. Se eles recusarem a aceitar o Islã, demanda deles o Jizya. Se eles concordarem em pagar, aceita isso deles e afasta as suas mãos. Se eles se recusarem a pagar o imposto, busque a ajuda de Deus e lute contra eles." (Kitab Al-Jihad wa'l-Siyar, Hadith 4294.)

      Se os Talmudistas encontraram abrigo, foi porque se sujeitaram. No momento em que tramaram contra os Muçulmanos, foram expulsos e aniquilados. Com os Muçulmanos não tem perdão Cristão, é no fio da espada.

      "Constatarás que os piores inimigos dos fiéis, entre os humanos, são os judeus e os idólatras. Constatarás que aqueles que estão mais próximos do afeto dos fiéis são os que dizem: Somos cristãos!, porque possuem sacerdotes e não ensoberbecem de coisa alguma." (Al Maída - 5:82)

      Resistência Cristã aos Sionistas:
      https://www.youtube.com/watch?v=_DwHnGSOuJo

      Amor Muçulmano aos Sionistas:
      https://www.youtube.com/watch?v=0M5KHhiNWbM

      Temos que enxergar as coisas como estão agora, de nada adianta voltarmos 700 anos atrás para fazer um paralelo com o que ocorre no momento, o Cristianismo e o Europeu não mais representam resistência alguma ao Sionismo, pelo contrário, eles o facilitam, apoiam, favorecem, ovacionam mesmo que disso resulte a própria extinção... Se o Europeu fosse de fato resistente, o Sionismo JAMAIS teria florescido na Europa, teria florescido em países árabes, conquistado Jerusalém em acordo com seus semelhantes semitas e então partido para a Europa. Mas ocorreu o oposto, o Sionismo floresceu na Europa e só então foi para o Oriente Médio onde não teria logrado êxito se não fosse por intermédio das armas europeias, e mesmo assim, até hoje eles não conquistaram Jerusalém, a tal capital do Novo Mundo na visão deles. Está mais que claro, que os únicos favoráveis ao Sionismo são os Europeus/Cristãos. A única resistência ao Sionismo atualmente é o Muçulmano Salafista, e nesse caso, também pagaremos o preço por termos defendido o Sionismo, em todos os sentidos, em detrimento aos Muçulmanos.

      Excluir
    8. Tens aqui, Cobalto, a tese e antítese, a sua síntese traz mais luz ao debate. A mim não resta dúvida que o medo dos Sionistas é o Salafismo, os Cristãos eles já tem nas mãos. Tremem com a possibilidade de um levante Salafista na Europa e tentam de alguma forma contê-lo, clamam ao Europeu para combater os Salafistas, mas os Europeus pouco tem a oferecer, a não ser alguns jovens idiotizados ANTIFA, ou alguns Hooligans drogados, e eles continuam a tremer.

      O único modo de deter o Sionismo, é atacar conjuntamente os principais focos de poder, eles são fragmentados, se atacar um, contra-atacam com outro. Foi aí que em um vislumbre percebi que para isso funcionar, somente com células adormecidas nos principais focos de Sionismo, que todos sabem, Alemanha/Inglaterra/França, EUA e Israel. Primeiro alvo seria Israel, quando esses países intervirem, lacaios que são, entram em ação as células que estavam adormecidas, em cada país, impedindo o socorro mútuo, paralisando completamente o Sistema Sionista em uma guerra civil conjunta. Adivinhe qual grupo atualmente tem se comportado desta forma? Pois é... Loucura não? Quem sabe... são apenas conjecturas...

      Excluir
    9. Caro anónimo, sem te aperceberes a contradição encontra-se mesmo nos teus dizeres. Se os talmudistas já têm a Europa no papo, como tu dizes, então porque é que eles pilotam a invasão islâmica ? Não tem sentido algum, certo ?

      A lógica diria que seria a Europa então que invadiria as terras islâmicas, e não as populações islâmicas a invadir a Europa. Não é ?

      Agora diz-me, com toda a sinceridade: quem está por detrás desta invasão afro-arabo-muçulmana ? Quem a comanda ? Queres tu dizer que os talmudistas comandam e orientam esta invasão porque os europeus já estão no papo ? Qual é o sentido então ?

      Meu amigo, já vi que és muçulmano, tudo bem. Normal que defendas os teus, mas mesmo até ao ponto de te contradizeres ? Uma Europa que está nas mãos dos sionistas, fraca, dormente, e que mesmo assim necessita de uma invasão comandada por sionistas... porquê então esta invasão se já está nas mãos dos sionistas ?

      O que me vais responder agora ?

      Amigo, foi nestas terras, que nasceu o maior inimigo dos talmudistas! Seu nome era Hitler!

      E pensa uma coisa: estas terras são cristãs, os muçulmanos não têm nada que fazer aqui, Se não se vão embora a bem, vão ter de ir a mal. Não queremos aqui parasitas e ladrões. Já Ibn Khaldoun, descrevia os árabes como autênticos bárbaros, que até os telhados desmontavam para fazer fogueiras, parasitas, destruíam todo o traço de civilização por onde passavam. Ele diz que por onde passam os árabes, tudo o que é civilização desaparece:

      «« A natureza selvagem dos árabes fez-os uma raça de ladrões e bandidos. Todas as vezes que eles podem meter a mão num espólio sem correr perigo, eles não hesitam em se apoderar e voltam o mais rápido possível para a parte do deserto onde eles pastoreiam os seus rebanhos. Eles nunca vão contra um inimigo para o combater abertamente, a menos que a sua própria defesa os obrigue. »»

      Não sou eu que o digo! É o maior filósofo árabe de todos os tempos que descreve os da sua própria raça. Não meu amigo, a civilização europeia não poderá tolerar estes bárbaros que nada mais fazem que parasitar e roubar o branco. Fora daqui com essa escumalha, se não vão a bem, vão ter de ir a mal. Vão ter que levar com um barrote nos cornos. São tal e qual os talmudistas, no fim e ao cabo, são irmãos de sangue, filhos da serpente. Parasitas por natureza.

      Excluir
    10. Anônimo,

      Sobre o primeiro vídeo, essa conversa de "cultura judaico-cristã" começou no início do séc. XX. Nos milênios anteriores, os europeus falavam em "cultura judaico-muçulmana". Nada mais natural, afinal ambas são anticristãs, baseadas na Lei e não na Graça, etc etc.

      Sobre o segundo vídeo, as críticas e ameaças que o barbudo faz contra Israel valem igual aos Cristãos e estão constantes em vários versos do Alcorão. Também quando o Alcorão fala em "infiéis", está se referindo a todo não-muçulmano e não somente ao judeu.

      "Ó fiéis, não tomeis por amigos os judeus nem os cristãos; que sejam amigos entre si. Porém, quem dentre vós os tomar por amigos, certamente será um deles; e Alá não encaminha os iníquos."
      Alcorão, Surata 5,51

      Inclusive, "infiel" também são outros muçulmanos que tem alguma interpretação diversa do Alcorão. Imagine então os cristãos!

      O retorno ao passado faz-se necessário para compor a linha de raciocínio e de tempo para tentar compreender a estratégia em curso que é macro no tempo, na geografia, na demografia, nos objetivos, nas maneiras e nos resultados. Não é algo amador, algo de alguns anos, quadriênios. Uma visão só atual não nos fará compreender o efeito dominó dessa estratégia, e a atual imigração é só mais um dominó que cai.

      Exemplos: a Primavera Árabe têm ligação com a atual imigração massiva? As diversas sabotagens dos líderes, governos e movimentos pela materialização dos pan-arabismo, pan-islamismo e pan-africanismo, têm alguma ligação com a atual imigração massiva?

      Não confunda superior com resistente. Alguém por mais resistente que seja, hora cansa. Sião tinha que florescer justamente no seio inimigo, Sun Tzu explica isso. Por que deveria florescer entre seus pares religiosos e semelhantes biológicos? E Sionismo é uma estratégia velha, só mudou de nome.

      Usemos uma linguagem médica para explicar. Temos dois organismos: um saudável e outro doente. Vamos inocular vírus em quem? No saudável, no resistente.

      Muçulmanos e judeus viveram bem durante 800 anos de invasão na península ibérica. Quando os reis católicos conseguiram unir forças (criar saúde), correram com os 2. Temos dois organismos: um saudável e outro doente. Vamos inocular vírus em quem? No saudável, no resistente, o europeu.

      Quando você fala que Sião tem medo da Sharia, está correto. Mas não altera o que disse ser a Sharia um efeito colateral que veio junto com a imigração massiva. E ambos, europeu (tolerante, mole, democrático, laico) e o imigrante (antipático a Sharia e vendo os benefícios civilizatórios europeus, têm possibilidades de se tornar mais antipático ainda), estão prontos para absorver a programação midiática anti-Sharia. Portanto, esse "medo" nada mais é que uma etapa, uma preparação do espírito europeu. A programação midiática já começou.

      Eu entendo que correm duas guerras paralelas e ambas são sobre identidade: a racial e a nacional. A moral já está detonada, pois que a Europa vive o laicismo (disfarce para anticristianismo) e o relativismo (flutuabilidade, inconstância moral, cultural, étnica). As 3 são imbricadas, ao falar de uma, raspamos na outra gerando certa confusão.

      O que alimenta Sião? Está aí a forma de combatê-lo.

      Ao cristão, ao europeu, ao branco, tanto Sião como o Islão são problemas. Ou se resolvem os dois juntos ou apenas se estará a maquiar a situação. Seriam essas algumas outras conjecturas minhas.

      Cobalto

      Excluir
    11. Meu Caro, não há contradição, jamais disse que os Sionistas estavam pilotando a invasão Islâmica na Europa, o que ocorre, como tenho dito, é que os Muçulmanos na Europa são um efeito colateral disso. Não confunda imigrante com Muçulmano, não são sinônimos, há imigrantes Muçulmanos, Cristãos, Seculares, sejam eles árabes, turcos, africanos, americanos... Pode-se dizer que o Sionismo está pilotando a imigração em massa na Europa, mas não a Islamização. O Sionismo ataca o Islamismo, mas não ataca a imigração, Cobalto já pegou a trama. Religião não é sinônimo de raça.

      Você sabe bem que a religião serve como fator unitário, qualquer tipo de religiosidade deve ser afastada do Europeu se o Sionismo quiser mantê-lo disperso, manipulável e fraco. O Cristianismo somente ainda existe porque se tornou algo inócuo, os fatores que representavam uma ameaça no Cristianismo foram anulados. Subverteu-se a ordem do Cristianismo e transformou-se em algo abertamente pró-Sionismo.

      E sim, a Europa está sob domínio Sionista desde quando os Talmudistas tornaram-se Cristãos Novos, e, já no fim da Segunda Guerra, a conquistaram por completo. Ou você acredita que a Europa é livre? Você acredita que o penhor das nações não pertence aos Sionistas? Que os Bancos Europeus, a mídia, as universidades, e grandes empresas não pertencem aos Sionistas? Que toda classe política, inclusive aqueles que fazem "oposição", não estão nos bolsos Sionistas? Realmente acredita que a Europa possui alguma autonomia? Que expulsando os árabes, africanos, turcos, Muçulmanos, Hindus, Budistas, etc, resolveria o problema como um passe de mágica? A Europa já era branca quando caiu nas mãos do Povo do Talmud, e isso não impediu que fosse completamente dominada. Não é uma questão de raça, para o Povo do Talmud somente eles são superiores a toda criação, nós somos apenas animais bípedes, e talvez de fato sejamos, do contrário eles jamais teriam triunfado, sendo eles nem 1% de toda população mundial. O parasita não mata seu hospedeiro.

      Não irei entrar em detalhes sobre natureza selvagem, saques, pilhagens, etc, você encontrará comportamentos idênticos na Europa, na Ásia, etc. não é exclusividade do Árabe, mas do Ser Humano em geral.



      Excluir
    12. Não tome o efeito pela causa, se os Sionistas estão no comando da invasão, não é porque precisam destruir o "Europeu resistente", mas pelo contrário, a invasão só é possível devido justamente ao que venho dizendo, o controle total Sionista sobre a Europa e a conivência Europeia. O que ocorre é que este poder Sionista está se deteriorando a medida que o FIAT money começa a enfraquecer. O dinheiro criado do nada é o triunfo e ao mesmo tempo a maldição dos Eleitos. O esquema deve ser mantido a todo custo, impedindo que a economia se debilite, Hitler surgiu justamente quando a economia estava deteriorada.

      Necessitam de algo urgente para impedir que a economia Europeia se deteriore, pois isso deixaria o poder Sionista fragilizado. A população Europeia não é jovem, e está cada vez menor, qual seria a solução para reaquecer a economia a curto prazo? Incentivar que casais europeus tenham mais filhos? Longo prazo. Trazer imigrantes? Exatamente. Os imigrantes seriam o motor da economia Europeia, assim como ocorre nos EUA. Milhões e milhões de imigrantes, a Alemanha logo se transformará em um canteiro de obras, acomodações, bairros, cidades inteiras construídas para imigrantes, mais impostos, mais mão de obra, mais empréstimos, mais consumo, até mesmo dinheiro do tráfico de drogas, que os Bancos utilizam para liquidez, enfim, tudo que move a economia. Mantém-se assim a Matrix intacta e funcionando.

      As terras Europeias são pagãs, o correto seria: Fora com o Cristianismo, Islamismo e Judaísmo! Nem o Cristianismo nem o Islamismo tem o direito de advogar em terras Europeias, ambos são alienígenas. Quanto a mim, não sou Muçulmano, e você? Se ainda não é Muçulmano, muito em breve será... A não ser que escolha pagar o imposto (Jizya), aí tudo bem. Brincadeiras a parte, sempre um prazer debater contigo. Toedter já deve estar farto, mas por um lado é bom, quanto mais comentado o blog, mais destaque ganha.

      Excluir
    13. Anônimo,

      Não. Pode-se considerar todos os imigrantes como muçulmanos, os cristãos e seculares são em quantidade ínfima. Ademais, são os muçulmanos devotos que estão incomodando com sua Sharia, rezas no meio de ruas, vestimentas, trejeitos ...

      Se Sião pilota a imigração, consequentemente a islamização da Europa já que os muçulmanos esmagadora maioria. Lógica básica. Mas a questão não é essa e já a comentei duas vezes.

      "O parasita não mata seu hospedeiro", por isso não acabaram com o Islã e acabaram com o Cristianismo autêntico.

      O que você chama de "europeu resistente" é a questão racial do europeu que ainda não foi satisfatoriamente anulada. Não é a pessoa do europeu em si culturalmente, mas a raça. O alto QI do europeu não está na sua religião, gastronomia ou costumes. Pois que elas mudam, e ele continua inteligente. O QI está na sua biologia, que reflete-se nas demais áreas. Essas "demais áreas" já estão consideravelmente comprometidas ou anuladas, por isso a moleza em reagir e faltando agora anular a questão do europeu como "pessoa racial". Não é a cultura/etc que aumenta o QI, mas o contrário. Eles sabem que simples anulação cultural não destroi uma identidade e capacidade raciais onde é que realmente residem os tesouros. Destruir culturalmente funciona um tempo, pra ser garantido, é mister a desindetificação racial.

      O europeu estar mole, laico, tolerante é no âmbito psicoloógico. No âmbito biológico, ele ainda é racialmente autêntico. Isso é uma das funções da imigração (correto é colonização, pois foram para ficar) massiva: a miscigenação, como já fizeram os mouros nos 800 anos que dominaram a península ibérica. Veja meus comentários logo abaixo neste mesmo tópico.

      Se "fazem dinheiro do nada e isso está enfraquecendo", resolverão simplesmente a questão fazendo mais dinheiro do nada. O que os impede já que "eles tem o controle total da Europa"?

      Ao cristão, ao europeu, ao branco, tanto Sião como o Islão são problemas. Ou se resolvem os dois juntos ou apenas se estará a maquiar a situação. Seriam essas algumas conjecturas minhas.

      Cobalto

      =================================================
      1) Uma introdução à Idade Média, Idade da Luz:
      https://www.youtube.com/watch?v=Ncez-RDqewo

      2 ) A Igreja Católica: Construtora da Civilização (Completo e Legendado):
      https://www.youtube.com/watch?v=ng8dume3V6k
      ==================================================

      Excluir
    14. Concordo, Cobalto, que devemos voltar ao passado para entendermos o plano, quando digo que devemos olhar para o presente, é para não ficarmos na nostalgia de quando os Europeus Cristãos representavam resistência, quando na verdade, atualmente, não é o que ocorre. Atualmente só existe um grupo que luta contra o Sionismo, e não de maneira velada, mas direta. Essa luta chegou em solo Europeu recentemente graças a imigração massiva, também notará que o Europeu começou a despertar graças a imigração massiva, é como eu disse, um "loophole" na agenda. Deve-se explorar essa falha, e não fazer o jogo Sionista atacando o efeito e ignorando a causa.

      Sim, o Islamismo vê tanto os judeus como Cristãos dessa forma, o Islamismo não se rebaixa, basta ter a maioria que ele submete tanto os Cristãos como os judeus as suas maneiras. Os judeus não lograrão uma aliança com os Muçulmanos, no máximo enquanto forem minoria, mas assim que os Muçulmanos compuserem a maioria, a Dar al-Salam torna-se a Dar al-Harab, e vale para os Cristãos também, o que não me incomoda, visto que hoje Cristianismo e Judaísmo são um só corpo.

      http://www.thebenevolentforce.com/wp-content/uploads/2015/01/wpid-img_34569427576179.jpeg

      Os Muçulmanos que não seguem uma linha mais "pura" do Islã, são denominados de Murji'ah, se o Cristianismo tivesse lidado com as inovações (Bid'ah) como os Salafistas, jamais teríamos presenciado essa aliança Cristã com o Povo do Talmud. Esse é o diferencial, que a meu ver, mantém o Oriente Médio mais resistente a abordagem Sionista de dominação. Outro fator, como você citou, é o fato que o Cristianismo está mais voltado ao Espiritualismo, o pós-vida, etc, independente do Islamismo que possui todo um aparato de jurisdição impedindo que a corrupção moral seja um ponto a ser explorado, pois corta o mal pela raiz.

      A Primavera árabe tem certa ligação, mas acredito que seja mais efeito da onda imigratória do que a causa, pois a Síria não entrou em guerra civil meses atrás, mas já a alguns anos, e somente agora vimos isso ocorrer.

      Faz sentido, porém me recuso a acreditar que algo superior seria dominado dessa forma. O Povo do Talmud brincou com os Europeus como quis, derrubou monarquias, criou ideologias nefastas livremente, financiou revoluções, moldou a cultura a bel-prazer. Eles tentaram o mesmo no Oriente Médio, falharam, só conseguiram certo êxito quando conquistaram as terras árabes pelas armas Europeias, só a partir da força eles fizeram o árabe conviver com essas ideologias que resultam hoje nos títeres em poder no Oriente Médio e ainda assim não é um poder homogêneo. A própria resistência Europeia ao Sionismo foi destruída com a ajuda dos próprios Europeus, e no Oriente Médio ocorreu da mesma forma.

      O que alimenta o Sionismo é a nossa fraqueza, essa é a força do Sionismo. E quão bem eles sabem utilizar isso contra nós. Se a Europa se tornar Muçulmana, aí poderemos combater o Sionismo de forma embasada e sob a guarida da religião, esse é o inimigo em comum!

      Como combater o Sionismo atualmente? É simples, mas ao mesmo tempo difícil. Fechar as Universidades, ridicularizar o currículo, expor o 'nonsense' que são as ideologias kosher. Boicotar a mídia e seus agentes, ridicularizá-los... Expor a fraude do Sistema Financeiro, a usura, ridicularizar comportamentos e hábitos imorais, estereotipar, levar ao cúmulo do ridículo, desacreditar...

      A Sharia seria a solução somente em um caso extremo, ainda acredito que há como reverter a situação do Europeu, mas tenho minhas dúvidas. Em último caso, a Sharia tem o que a Europa precisa.

      Excluir
    15. Cobalto, os Muçulmanos representam uma pouca percentagem da população na Europa, esses que estão chegando aí não são Muçulmanos devotos. Os Sionistas são favoráveis a imigração, mas não a Islamização, você sabe bem, veja a Jewgida, HoGeSa, Geert Wilders...

      ""O parasita não mata seu hospedeiro", por isso não acabaram com o Islã e acabaram com o Cristianismo autêntico."

      Aí está a diferença, o Islã tem meios de se defender que o Cristianismo não, o Cristianismo funciona como uma Instituição, tomou posse dela, faça dele o que você quiser. O Islamismo é a religião das provas e fatos, basta acompanhar as discussões deles e perceberá isso.

      Em relação ao QI, ou fatores biológicos, não creio que seja a preocupação dos Sionistas, acredito que essa preocupação remonta ao século passado proveniente do ramo aristocrático que os Sionistas estiveram em contato, mas já abandonada por eles. É um terreno um tanto obscuro que eu evito pisar.
      O que define o QI? Como é realizado o teste? Quais fatores são levados em consideração?

      Se você oprimir o Ser Humano em geral, ele irá se revoltar, independente da raça. No momento que ele obtiver meios de sacudir o jugo, ele irá, inclusive se ele for mestiço. O que ocorre é que não tem como se revoltar se os grilhões forem invisíveis. Jogue um animal em uma jaula e ele definhará aos poucos, coloque ele na mesma jaula, mas simule o habitat dele e perceberá a diferença.

      A Europa era Pagã, veio então o Cristianismo, e o que aconteceu com os homens livres pagãos? Perderam a cultura e abraçaram a religião semita. Foi necessária a miscigenação para fazê-los largarem aquilo que acreditavam sem se rebelar? Ou para evitar que biologicamente eles voltassem ao estado anterior, a pura natureza?

      Eles não podem ficar criando dinheiro do nada a vontade, pois tem implicações, gera inflação, o papel perde o valor, e eles caem na situação da República de Weimar, aí surgem movimentos perigosos que ganham força devido a situação e ligeiramente tomam de assalto as instituições Sionistas enfraquecidas. Por isso a economia deve ser mantida ativa, sempre gerando consumo, que gera trabalho, etc... A Sede do poder financeiro Sionista está nos EUA, eles conseguem imprimir dinheiro do nada com seus QE 2,3,4, n... e exportar a inflação para outros países que se converte em reserva monetária. Porém, basta o consumo cair, que o sistema começa a ruir. Até agora conseguiram manter o esquema, mas até quando?

      http://s5.static.brasilescola.com/img/2013/02/marco-alemao.jpg

      Agradeço os links, assistirei.


      Excluir
    16. A Sharia que obrigatoriamente veio junto à colonização, é mero efeito colateral e sanável. Já existem todos os quesitos para ser aos poucos neutralizada conforme já citei duas vezes.

      "O Cristianismo está mais voltado ao Espiritualismo", não por 2 motivos: veja os vídeos acima e verás que foram os cristãos os grandes e maiores construtores de universidades e bibliotecas, cientistas e pesquisadores; e o Cristianismo não é "espiritualista", mas espiritual. E eu não citei nada disso de "espiritualismo".

      Sobre o que aconteceu ao Cristianismo na Europa, aqui temos uma boa aula:
      https://www.youtube.com/watch?v=BxQtBGKDapo

      A Primavera Árabe não pode ser "efeito da onda imigratória" porque antecede a essa mesma onda. E a guerra na Síria é resultado do reação do governo de Bashar al Assad à P.Á.

      "Eles tentaram o mesmo no Oriente Médio, falharam", onde? A Primavera Árabe é sionista, a invasão ao Iraque pra derrubar Sadam é sionista. Eles não falharam. Apenas não a destruíram cultural e racialmente por ser desnecessário, são similares, se misturam, se confundem. O europeu branco, a civilização europeia e o Cristianismo são muito diferentes e antagônicos ao que á arábico, semítico, Sião e Islão em valores, cultura, fenotipicidade, civilização ...

      O Islã não tem meios de se defender porque todo mundo ocidental é anti-Islã, Sião está infiltrada nas liderenças islãmicas, a Primavera Árabe (Tunísia, Egito, Líbia, Síria, Argélia, Bahrein, Djibuti, Iraque, Jordânia, Omã, Iémen, Kuwait, Líbano, Mauritânia, Marrocos, Arábia Saudita, Sudão e Saara Ocidental) e as guerras anti-Sadam também são provas da vulnerabilidade. Até muito mais vulneráveis que a Europa que levou séculos pra Sião se hegemonizar e no mundo Islão, bastou uma ou duas décadas. E foram tudo pra Europa, enquanto os europeus ficaram na Europa.

      "Se a Europa se tornar muçulmana", deixou de ser Europa, deixou de ser branca, deixou de ser civilização.

      A questão biológica (racial) é a última fronteira pra descaracterizar o europeu. "O que define o QI? Como é realizado o teste? Quais fatores são levados em consideração?" Encontrará suas respostas aqui:
      http://www.toedter.com.br/2015/10/oktoberfest-multicultural-em-munique.html#comment-form
      http://www.toedter.com.br/2015/10/europa-invadida.html#comment-form

      O Cristianismo não é semita, foi infiltrado e deturpado. Pesquise e encontrará bastante material.

      A destruição do paganismo foi salutar, mas isso já é outra história. Os vídeos que postei ontem mostram alguma coisa sobre.

      Basta uma guerrinha ou alguma idiotice como a "queda nas bolsas" e terão seus motivos "justos" pra imprimir mais dinheiro do nada.

      A charada está toda aqui:
      « Vale notar que a propaganda Sionista é direcionada contra o Islã e não diretamente contra a imigração, que é composta majoritariamente por árabes seculares fugindo da Sharia. »

      A pergunta é: Por que?! Questão racial. Junte-se tudo que já escrevi com o já secular plano Kalergi. Então teremos a explicação do porquê só atacam a Sharia e não a colonização.

      "Sim, o Islamismo vê tanto os judeus como Cristãos dessa forma, o Islamismo não se rebaixa". Correto. Por isso sempre repito que:

      Ao cristão, ao europeu, ao branco, tanto Sião como o Islão são problemas. Ou se resolvem os dois juntos ou apenas se estará a maquiar a situação. Seriam essas algumas conjecturas minhas.

      Agradeço sua interação, mas preciso encerrar aqui.

      Cobalto

      Excluir
    17. A Sharia como qualquer outra forma de por em risco o "establishment" tem seus meios de serem anulados. Se de fato serão anulados com sucesso, é outra história.

      O Cristianismo é voltado ao Espiritualismo, o oposto de Espiritualismo é o materialismo, os Cristãos estão muito mais preocupados com o além do que com as coisas terrenas. Quando se vive em terras Cristãs, é normal que tenhamos cientistas Cristãos, pesquisadores Cristãos, etc, desde que não caiam em heresia. Como Instituição o Cristianismo é muito mais vulnerável, basta infiltrar e implodi-la. No vídeo que você enviou da Montfort explicita bem, não só como tomaram as riquezas da Igreja, mas dos Europeus em geral, através do dinheiro criado do nada com lastro nas riquezas da Igreja, agora substitua Igreja por Nações e verá que é o mesmo "modus operandi".

      "A Primavera árabe tem certa ligação, mas acredito que seja mais efeito da onda imigratória do que a causa". Aqui me refiro que a causa da imigração não é diretamente da Primavera Árabe, mas um mero efeito indireto dela. Como completei logo após, "pois a Síria não entrou em guerra civil meses atrás".

      Graças a Primavera árabe, os títeres do Oriente Médio estão sendo sacudidos de seus tronos, possibilitando a insurgência e renascimento do Islã. Infelizmente no Egito, quando Morsi assumiu, logo foi deposto por golpe militar e agora está o testa de ferro de Israel, Sisi, como a maioria dos líderes no Oriente Médio.

      A Força militar é que possibilitou a conquista das terras árabes, única e exclusivamente pela força militar, já expliquei diversas vezes. Enquanto na Europa eles apenas seduziram através de ideologias.

      Abstenho-me de discutir QI, raça superior, inferior, etc, acredito que este não é o caminho, também havendo outros fatores além do biológico a serem levados em consideração. De qualquer forma, se é isso que tencionam o Povo do Talmud, é mera quimera, não há miscigenação compulsória. O que deveria lhe preocupar é a taxa de natalidade dos Europeus.

      "Ao cristão, ao europeu, ao branco, tanto Sião como o Islão são problemas."
      Entendo, mas aqui temos um inimigo em comum e uma enorme oportunidade. A Europa pode escolher, ou se alia ao Povo do Talmud e anula o Islamismo, ou combate o inimigo em comum, como ocorreu na II Guerra.

      Sabry, Mohamed - Islam, Judentum, Bolschewismus - 1938.

      https://archive.org/details/Sabry-Mohamed-Islam-Judentum-Bolschewismus

      Agradecido também.

      Abraço.



      Excluir
    18. «Aqui me refiro que a causa da imigração não é diretamente da Primavera Árabe, mas um mero efeito indireto dela.»

      Mas é impressionante! Óh caro anónimo...

      A primavera árabe já estava prevista desde há 35 anos, informa-te sobre o que é o plano Oded Yinon.

      Esta massa de escumalha parasita imigratória que chegam todos os dias ás centenas aqui, já estava também prevista há 30 anos atrás, informa-te o que é o plano Aurora Vermelha, vai no artigo 5 e verás, é copy-paste, sem falhas. Como é que podes dizer que é uma "consequência indirecta" da Primavera Árabe ? Francamente!

      Eu já notei, que todos as tuas conclusões partem do pressuposto que os judeus nada têm a haver com esta canalha ranhosa que chega aqui...

      Lê isto :

      « ... nós provocaremos dentro desses Estados, um afluxo importante de refugiados que terá como efeito, a desestabilização da sua economia interior, e aumentar as tensões raciais no interior do território. Nós faremos de maneira que grupos de extremistas estrangeiros façam parte desses fluxos de imigração; o que facilitará a desestabilização política, económica e social das Nações visadas. »

      O que achas disso que está aí escrito ? É datado de 1985, de uma reunião de maçons...

      Excluir
    19. Muçulmanos radicais são repreendidos pelo jovem alemão em Frankfurt Alemanha.
      https://www.youtube.com/watch?v=RJF2PzWZQeg

      Excluir
    20. Isso aqui vai salvar os europeus dos judeus?
      https://www.youtube.com/watch?time_continue=62&v=44vzMNG2fZc
      kkkkkkkk vão é enterrar a Europa pros judeus. Os judeus vão simplesmente sumir do palco, serão esquecidos e manipularão tudo dos bastidores. Tudo muito simples de fazer.

      Uma escória dessa não tem como melhorar a Europa, quem dirá salvar!! Nunca fizeram nada que presta em seus próprios países de camelos e cabras, quem dirá numa Europa com trem bala, carro elétrico e com aquelas roupas parecendo aqueles sacos de lixo preto, como vão andar de bicicleta? Sabia que na Holanda com 17 milhões de habitantes tem 18 milhões de bicicletas? Será que em breve teremos nova modalidade, a bike-bomba?

      Excluir
    21. Pois é, anonimo. A mulher Alemã tem que vestir as calças e se indignar, já que homens na Alemanha foram poucos que restaram.

      De qualquer forma, reitero que a cura para a Europa está no Islã, está na Sharia, está no Mujahideen. A curto prazo não vejo outra saída, somente um milagre. Para ser franco, creio que a Europa já está condenada há muito tempo, mas a esperança permanece.

      Ervilha, a Primavera começou em 2010, esse fluxo de imigrantes começou meses atrás. Anteriormente a isso, verá que a maioria dos imigrantes, em território Alemão, eram Turcos. Primavera Árabe não é a causa da imigração, a imigração já existia muito antes da Primavera. Existem cerca de 10 milhões de pessoas vivendo em territórios administrados pelo Estado Islâmico, sendo ele mesmo contrário a imigração.

      Conheço o Plano Eretz Israel, já mencionei ele aqui inclusive, também estou cansado de dizer que há uma agenda nessa imigração, uma agenda Sionista, é só ler o que escrevi. As falhas na agenda devem ser exploradas, estão levando extremistas indiretamente a Europa, Muçulmanos que pedem que judeus sejam massacrados, que Israel caia por terra, que negam o holocausto, que não compactuam com o lixo cultural "Europeu".

      O politicamente correto blinda de certa forma o Islamismo, é a oportunidade de utilizar esse escudo e contra-atacar o Sionismo, expor o inimigo em comum, embora os Muçulmanos conheçam bem, os Europeus em sua maioria não fazem ideia. Quando a população Muçulmana se levantar contra o Governo, então, o próprio Europeu pode aproveitar a oportunidade e insurgir.

      A Europa, e principalmente a Alemanha, estão ocupadas, o Oriente Médio está ocupado, nenhum dos países nessas regiões representam uma ameaça a Israel. Remover os mandantes no Oriente Médio, ou na Europa, é um risco a Israel. Os Sionistas removendo os títeres Europeus, que eles tem nos bolsos, e os do O.M que mantém os Muçulmanos sob controle, estão apenas a decretar o próprio fim.

      Quero que compreendam, a agenda possui falhas, é nessas falhas que devemos jogar, ao invés de ficarmos atacando Muçulmanos, imigrantes, devemos dar nome aos bois, expor o inimigo em comum, os imigrantes depois se dá um jeito.

      O cenário que imagino seria esse: Com o aumento do fluxo de imigrantes, os Europeus começam a demonstrar sinais de stress, com medo adotam medidas que entre elas incluem a compra de armas de fogo, legalmente ou através de contrabando, e associação através de grupos Nacionalistas. Quando algum incidente levar ao enfrentamento direto entre imigrantes x Estado, imigrantes x nativos, Muçulmanos x Estado, tomando proporções de guerra civil, então estes grupos despertos assumem o controle administrativo de regiões locais, providenciando segurança, para os residentes primeiramente, alistando locais para o corpo Militar e Administrativo, para somente então passar a enfrentar o Estado em "conjunto". Isso, se levarmos em consideração que os Europeus façam alguma coisa, do contrário somente os Mujahideen para varrer os fantoches Europeus.






      Excluir
  6. https://www.youtube.com/watch?time_continue=31&v=IVb8b1BtUTY

    A imigração dos povos extra-europeus na Europa, deu lugar hoje em dia a uma verdadeira colonização de povoamento. O vocábulo "imigração" deve assim ser criticado e sistematicamente substituído pelo de colonização, que é o fenômeno histórico mais maciço e mais grave que a Europa deve enfrentar desde o fim do Império Romano. No combate político e ideológico, não se deve utilizar as palavras do adversário, mas impor os seus próprios conceitos. Nós não acolhemos "imigrantes", nós somos colonizados "por baixo" pelas populações estrangeiras.

    Guillaume Faye in «Pourquoi nous combattons».

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem mais! E colonizados por árabes, com a ajuda dos seus irmãos talmudistas, uma raça de selvagens e ladrões, arrasadores de tudo o que é civilização.

      Excluir
    2. Conforme estudos, o QI médio do europeu ibérico é inferior ao do europeu báltico. Foi por causa dos quase 8 séculos de dominação árabo-muçulmana? Tal domínio terminou definitivamente em 1492. Sabemos que antes desse domínio mouro, eram visigodos (germânicos, bálticos) que dominavam e numerosamente habitavam a região ibérica. Os atuais europeus ibéricos me parece serem um meio termo entre o mouro e o báltico. Oitocentos anos de miscigenação não foram desfeitos nesses 500 sem os mouros. Irreversível totalmente essa situação ibérico-biológica?

      Cobalto

      Excluir
    3. Eu penso que sim. Sobretudo no sul de toda a Ibéria, nota-se predominantemente o fenótipo arabesco. Se remontarmos cada vez mais para o norte, já o fenótipo caucasiano é predominante. Isto é observável a olho nu. Ainda há pouco tempo tive uma ideia, foi a de observar as influências germânicas na música. Fui buscar os folclores tradicionais do norte de Portugal e os do norte da Espanha. Incrível, parecem cópias um do outro. Juntam-se, alguém canta, e todos os outros fazem uma roda, com os braços no ar em movimentos semicirculares. Eu achei incrível a semelhança. Fiz logo a ligação com os Celtas. Isto são reminiscências célticas que perduraram no inconsciente colectivo, tanto na zona do norte português como no norte espanhol, nas Astúrias. Estes povos são irmãos pelo sangue e cultura ancestral. Estas são zonas que ficaram preservadas da miscigenação arabesca.

      Para reverter a situação, seria preciso re-popular Portugal a partir do norte. Aí é que está a pureza. E aos poucos e poucos abranger todo o sul, sempre a partir do norte.

      Excluir
    4. Na província do Algarve, é que é explicitamente notório o fenótipo arabesco. Quando mais montarmos em direção ao norte, já se vai notando de menos em menos. Esta deve ser a razão pela qual o QI em geral da Ibéria é inferior ás zonas nórdicas da Europa, os árabes por onde passam até o QI dos autóctones destroem...agora imagina o que esta vaga de clandestinos vai produzir se nada é feito para contrariar. Só gado ainda mais estúpido do que o gado já cá existente.

      Excluir
    5. Repara também numa coisa deveras interessante. Cheguei a esta conclusão há pouco...

      Do feito que quanto mais se vai para o norte, mais industrializado é o país, ao contrário quanto mais se desce direcção ao sul, a indústria desaparece dando lugar ao comércio.

      A indústria e o desenvolvimento é típico do germano, razão pela qual o centro industrial de Portugal encontra-se no norte, no Porto.

      Aqui podemos comparar com o sul, onde existe já uma boa concentração de genes semitas (marranos e árabes), a indústria desaparece dando lugar ao comércio, profissões liberais, actividades típicas dos semitas.

      Eu examino estas coisas, porque já há algum tempo que estou a tentar traçar o porquê de uma grande predominância de olhos verdes no norte de Portugal. Estou farto de ler livros sobre os celtas, os bárbaros que passaram aqui pela Iberia, e ainda não consegui uma conclusão. Porque em principio, os germanos não têm olhos verdes. Nós encontramos este tipo de cor na Itália, na Espanha, no Afeganistão e na zona dos Persas. Eu tendo a considerar a pista dos Alavos, bárbaros vindos da Pérsia e que chegaram aqui á Ibéria...mas não estou certo disso. Houve um povo algures, que por aqui passou, antes, conjuntamente ou depois dos Celtas, que deixou a sua marca. Encontramos também este tipo de olhos no sul-centro de Portugal, mas mais raro. Eu tenho que descobrir isto.

      Excluir
    6. Ervilha,

      Muito interessante. Acaso, se não for pedir muito, teria a gentileza de nos enviar imagens de europeus do tipo norte-ibérico e sul-ibérico? Músicas também? Percebe isso na culinária? Saberia me dizer se os portugueses que vieram ao Brasil, eram em sua maioria do norte ou sul? As comunidades judaicas em Portugal viviam mais no norte ou sul? Enfim, gostariamos que compartilhasse conosco de suas pesquisas. Agradecidos.

      Cobalto

      Excluir
    7. Caro, vou sim tentar informar-me sobre as sucessivas vagas de colonos que chegaram aí, vai tomar o seu tempo. Uma das primeiras, sei eu que foi um bom número de marranos. As outras não sei, mas vou tentar saber.

      A da culinária é excelente, uma boa ideia. O problema é que eu só sei comer, acho que é uma matéria que não conseguiria ir longe. Mas é um dado muito importante a ter em conta. Há muita história na culinária. Os pratos tradicionais não nasceram assim de um dia para o outro.

      Os judeus viviam mais para o sul, embora existisse algumas comunidades no norte, mas muito inferiores em número ás do sul, aí dá para ter uma ideia do que se passou na Ibéria, pelas sequências DNA :

      http://www.eupedia.com/genetics/spain_portugal_dna.shtml

      Claro, tentarei arranjar umas fotos, a maioria das fotos que se vêm aí na net, se bem que verdadeiras, só mostram na sua maioria mulheres e homens de fenótipo caucasiano, os "arabescos" ninguém os mostra. Lembro-me que nas minas andanças no estrangeiro, onde existem várias comunidades de portugueses, alguns autóctones me diziam : há aí portugueses que mais se parecem com árabes do que qualquer coisa. Eu respondia que era normal, pois foram tantos séculos de colonização arabesca, que mesmo deixaram traços físicos em muitos portugueses.

      Boas, assim que tiver infos, eu postarei aqui.



      Excluir
    8. Há algo interessante aqui :

      http://dienekes.blogspot.pt/2006/02/brazilian-y-chromosomes.html

      Portanto, segundo o que consta desse estudo, o caucasiano brasileiro não difere em nada do caucasiano português. Apresente por um lado maior diversidade genética, devido ao fluxo de holandeses, alemães e outros povos da Europa.

      Creio então que apesar de uma ou outra vaga de marranos que foram para aí, o resto e a maioria, eram bem portugueses com sangue celtibero. Sendo assim, é lógico pensar que a maioria deles eram do norte e centro. O QI geral do Brasil que normalmente se tem por inferior ao da Europa, é devido ás miscigenações e afluxo de outros povos não-europeus, que são a maioria da população. Nas estatísticas esta grande proporção de miscigenados, faz baixar o QI geral, mas não reflete em nada o verdadeiro QI dos caucasianos brasileiros que deve ser igual ao da Europa, visto que conseguiram preservar a pureza genética. E espero que continuem assim. Isso é excelente, muito bom mesmo.

      Boas

      Excluir
    9. Obrigado. Já está de bom tamanho as informações.

      Abraço, Cobalto

      Excluir
  7. "A chanceler Angela Merkel está andando sobre gelo fino. Ela acredita que a nação pode gerir a crise, mas essa crença está desaparecendo rapidamente no país", disse o jornal.
    http://www.zerohedge.com/news/2015-10-18/german-police-union-chief-channels-donald-trump-demands-building-border-fence-around

    O estado alemão do sul da Baviera, que tem sido inundado com refugiados que cruzam a partir de Áustria, ameaçou uma ação legal contra o governo federa. E perde apoio político de sua base de governo.

    Cobalto

    ResponderExcluir
  8. O islã é um perigoso desconhecido travestido de religião para nós. Nessa crença absurda não há separação entre religião e política. Seus milhares de atentados são tramados em mesquitas e não em ermos por grupos de marginais que se dizem religiosos. Aliás, como a imprensa tenta iludir a opinião pública. O Líder do Estado Islâmico é um religioso erudito em islã e filosofia.
    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/o-perigo-do-isl-no-brasil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivani
      Concordo plenamente.


      ISLAMOFOBIA...

      TODOS OS MUÇULMANOS PRECISAM SER EXPATRIADOS DA EUROPA E DE TODOS OS PAÍSES CIVILIZADOS, PARA O ORIENTE MÉDIO!

      ENQUANTO NÃO SAIREM, DEVERÃO SER CONFINADOS EM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, ONDE PODERÃO COLOCAR NO PORTÃO DE ENTRADA: "EURÁBIA", COMO SONHAVAM.

      Antes de mais nada, ISLAMISMO NÃO É RELIGIÃO, mas, é uma SEITA PEDOFÍLICA E POLÍTICA, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ.

      A realidade: os cristãos ou membros de outras religiões não enviam assassinos para matar no Oriente Médio, porém, os muçulmanos enviam suas facções Terroristas, sob o pretexto que são "Fundamentalistas Islâmicos", para matar no Ocidente.
      Muçulmanos recolhem dízimos nas Mesquitas, para o Terrorismo, então são cúmplices.

      No Oriente Médio, constantemente, estupram, mutilam e matam cristãos e membros de outras religiões.

      Por que então, temos que os tolerar na Europa e em outros países civilizados, se eles nos odeiam e matam?

      Os islamitas seguem, rigorosamente, o que está escrito no CORÃO (escrito pelo pedófilo Maomé, que chamam de Profeta), por esse motivo a PEDOFILIA é legalizada pela lei do ISLÃ.

      Também, nesse livro satânico que chamam de sagrado, o CORÃO, está escrito que todos têm que serem convertidos ao islamismo ou assassinados, de acordo com a tal "Guerra Santa", que de santa não tem nada.

      Nos noticiários, poderemos saber das atrocidades que praticam nas indefesas aldeias e pequenas cidades da África: estupram suas meninas e jovens, e matam todos os homens, para que não mais procriem: os "Cães Infiéis, ao Maomé" (como chamam todos que não são muçulmanos). Em seguida obrigam suas vítimas a colocar o véu, e as transformam em muçulmanas, contra a vontade delas.

      Depois alegam, descaradamente, que islamismo é a "religião" que mais cresce no mundo.

      Entre outras perversidades: estupros de mais de seiscentas meninas e adolescentes, obviamente virgens, como foi amplamente divulgado na Itália. Na Inglaterra estupraram centenas de meninas, também amplamente divulgado. Assim como em todos os países europeus, onde estão infiltrados, acontece a mesma coisa.

      Ainda, picham todas as Igrejas nos países europeus, que os acolheram, onde podemos observar que apenas as Mesquitas não estão pichadas. Se fosse obra de pichadores, as Mesquitas também estariam.

      Depois reclamam da ISLAMOFOBIA?

      E, viva a ISLAMOFOBIA, que varrerá do mundo, a chaga da humanidade, o islamismo, e suas perversões sexuais: a pedofilia

      Excluir

  9. IRMANDADE MUÇULMANA...

    TODOS OS MUÇULMANOS PRECISAM SER EXPATRIADOS DA EUROPA E DE TODOS OS PAÍSES CIVILIZADOS, PARA O ORIENTE MÉDIO!

    ENQUANTO NÃO SAÍREM, DEVERÃO SER CONFINADOS EM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, ONDE PODERÃO COLOCAR NO PORTÃO DE ENTRADA: "EURÁBIA", COMO SONHAVAM.

    A realidade que poucos conhecem:

    A SUPREMA CORTE DA ESPANHA revogou a lei que proibia o uso de véu, e os devidos trajes das muçulmanas, porque recebeu ameaças da IRMANDADE MUÇULMANA!!!

    Obs.: Essa IRMANDADE MUÇULMANA, está infiltrada em todos os países europeus, incluindo Austrália, Canadá, e a Ásia.

    Dessa maneira, todos os MOVIMENTOS contra os islamitas na Europa, e em todos os países civilizados, são logo silenciados, porque as Organizações recebem ameaças de morte, da IRMANDADE, nas quais incluem os familiares.

    É terrorismo oculto, feito através do TELEFONE.

    E, também, sob ameaça de morte, forçam as pessoas que se convertam ao islamismo.

    Os muçulmanos se impõem no mundo, através de ameaças de mortes, bombas, assim como homens-bomba ou incêndios provocados, seja numa residência ou instituição pública, como foi o caso da Suprema Corte da Espanha.

    Nota: o Papa Bento XVI, foi obrigado a abandonar o papado, porque em mais de 50 (cinqüenta) idiomas, transmitido ao mundo inteiro, falou algumas verdades sobre a maldita SEITA PEDOFÍLICA, denominada Islamismo. E o Vaticano seria impludido pelos muçulmanos, se ele permanecesse no papado. Assim, o Papa Francisco, assumiu o papado, e teve que se humilhar, por exigência dos muçulmanos, em lavar os pés de uma muçulmana, que odeia os cristãos, e ainda teve que beijar os pés dessa maldita.

    A realidade: o Papa Franciso é o fantoche dos muçulmanos e nem teve autorização em usar o nome de Francisco I, como seria o correto, por exigência dos islamitas!!!

    Apenas um exemplo do que os malditos islamitas fazem no Ocidente: é o caso do político holandês, que quer livrar seu país dos islamitas, e tem todos os motivos, e devido a isso, tem que andar com seguranças, usar carro blindado, para não ser assassinado pelos muçulmanos, em seu próprio país!

    Ainda, os islamitas pertencem a uma SEITA PEDOFÍLICA E POLÍTICA, denominada islamismo, que se intitula religião, sem o ser, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ.

    Em razão disso, se acham no direito de estuprar nossas crianças, podendo levá-las à morte, por hemorragia interna, e se sobreviverem, ficarão traumatizadas para o resto de suas vidas.

    Uma coisa é certa, eles também tem família, como nós!!!

    Então, vamos aplicar nos muçulmanos, a Lei de Talião:

    'OLHO POR OLHO, DENTE POR DENTE'.

    Assim, não poderão mais nos intimidar com ameaças, porque saberão que haverá o troco!!!

    No Oriente Médio, matam, estupram e mutilam cristãos e membros de outras religiões.

    Por que temos que os tolerar na Europa e em outros países civilizados, se eles nos odeiam e matam?

    VAMOS DAR UM BASTA!!! NÃO VAMOS CONTINUAR RECEBENDO ORDENS PARA RETIRARMOS OS CRUCIFIXOS DAS IGREJAS, AS ÁRVORES DE NATAL DAS RUAS E ASSIM POR DIANTE. E AINDA SERMOS AMEAÇADOS DE MORTE, ASSASSINADOS OU DEIXAR NOSSAS MENINAS SEREM ESTUPRADAS PELOS PEDÓFILOS MUÇULMANOS, EM NOSSOS PRÓPRIOS PAÍSES, ONDE OS MUÇULMANOS SÃO INTRUSOS!!!

    E, viva a ISLAMOFOBIA, que varrerá do mundo, a chaga da humanidade: o islamismo e suas perversões sexuais: a pedofilia

    Obs.: os muçulmanos sempre envolvem os judeus nas descriminações, sendo que os judeus nunca foram taxados como assassinos, estupradores ou terroristas. É uma jogada maquiavélica dos islamitas, tentando espalhar o anti-semitismo (Neonazismo) pelo mundo, com intenção de enfraquecer a ISLAMOFOBIA.

    ResponderExcluir


  10. ANDERS DA NORUEGA...

    TODOS OS MUÇULMANOS PRECISAM SER EXPATRIADOS DA EUROPA E DE TODOS OS PAÍSES CIVILIZADOS, PARA O ORIENTE MÉDIO!

    ENQUANTO NÃO SAIREM, DEVERÃO SER CONFINADOS EM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, ONDE PODERÃO COLOCAR NO PORTÃO DE ENTRADA: "EURÁBIA", COMO SONHAVAM.

    As verdades que não devemos esquecer:

    ANDERS BEHRING BREIVIK da Noruega não é um assassino, é um idealista, assim como foi Che Guevara e outros, que arriscaram suas vidas e liberdade, em prol da humanidade. E. como o próprio Anders da Noruega declarou: "foi cruel, mas necessário". Com seu ato, ao eliminar os islamitas e seus simpatizantes, ele teve a intenção em alertar o mundo sobre os perigosos muçulmanos, que se infiltram na Europa e em outros países civilizados, sob qualquer pretexto, e na primeira oportunidade fazem terrorismo nos países que os acolheram.

    Exemplos: na França, queimam as propriedades dos ocidentais, sob qualquer pretexto, e contratam desocupados para fazerem o “serviço”, em conjunto, para não serem incriminados. E, onde podemos observar que todas as Igreja estão pichadas, e apenas as Mesquitas não estão. Se fosse obra de pichadores, as Mesquitas também estariam.

    Na Rússia, mataram dezenas de crianças numa escola, mas ali não puderam negar a autoria.

    Na Itália, apenas oito islamitas, em poucos meses, estupraram mais de 600 (seiscentas) meninas de 12 a16 anos de idade, obviamente virgens, o que foi amplamente divulgado.

    Na Inglaterra incendiaram várias cidades inglesas, somente porque um islamita foi morto pela polícia.

    Nos USA todos sabem o que aconteceu, porque foi amplamente divulgado.

    No Brasil, um brasileiro que matou vários estudantes num colégio, tinha ligações com terroristas islâmicos, inclusive pela Internet.

    Portanto, podemos deduzir que todos os assassinatos nas escolas, no mundo inteiro, mesmo não sendo efetuados por muçulmanos, os atiradores são recrutados por eles.

    Incluíndo assassinatos por facadas.

    Islamismo não é religião, é uma SEITA PEDOFÍLICA E POLÍTICA, com suas leis próprias, nas quais a pedofilia é legalizada por lei do Islã. Qualquer muçulmano pode casar com 3 (três) meninas, ao mesmo tempo, com 9 (nove) anos de idade ou menos, para suas orgia pedofílicas, e quando morrem nessas orgias, apenas são substituídas. Alegam que é costume, para justificarem suas perversões sexuais. Os islamitas seguem o exemplo do pedófilo Mohamed, que chamam de profeta, e cuja última esposa, Ayshah, tinha apenas 8 (oito) anos de idade.

    Antes do ato de Anders Behring Breivik, a Nova Ordem dos Templários não era conhecida, agora essa Sociedade Secreta se espalhou pelo mundo inteiro, tendo milhões de seguidores, que estão aumentando a cada dia. Se era esse o objetivo de Anders, a divulgação, então conseguiu!!! E, a Islamofobia se fortificou pelo mundo civilizado, graças ao corajoso Anders de Noruega.

    Obs.: os muçulmanos, sempre covardes como todos os assassinos, se escondem por trás das "Estrelas Negras", na Grécia, e outras denominações que usam, para promoverem revoltas e matanças, com intuito de dominarem os PAÍSES, posteriormente.
    O mesmo método estão usando na Síria, e depois culpam o governo Sírio, pelos genocídios que praticam.

    ResponderExcluir


  11. NOVA ORDEM MUNDIAL

    A NOVA ORDEM MUNDIAL (GOVERNO MUNDIAL) ficará sob a coligação EURO-ASIÁTICA (Rússia & China), e qualquer esperança que os muçulmanos tinham em dominar o mundo inteiro, e impor sua SEITA PEDOFILICA E POLÍTICA, na qual a pedofilia é legalizada por lei do Islã, chamada islamismo, que chamam de religião, sem ser, está com os dias contados.
    CHINA já está dominando o mundo inteiro. Na Europa, estão distribuídos conforme o número de habitantes dos países, em que vivem, quase matemticamente: 30% de chineses e coreanos, inclusive na Austrália e Canadá.
    Esse povo inteligente, trabalhador e disciplinado, é o único que tem condições psicológicas e ética moral, em colocar ordem no planeta Terra.
    CHINA, é a Primeira Economia Mundial, desde 2011.
    E como eles mesmo declararam: VOCÊS NÃO PODEM NOS DETER !!!
    Palavras que demonstram segurança e não apenas esperança.
    CHINA é o único país que tem míssil invisível ao radar, podendo ser lançado para qualquer país do mundo, em minutos, sem ser interceptado.
    Finalizando: O ANTICRISTO (vidência), que todos pensavam que seria um homem, se enganaram, porque, sempre ambiciosos e megalomaníacos, cada político em destaque, sonhava em ser ” o escolhido” , e nunca lhes passou pela mente que poderia ser uma nação: OS CHINESES

    Nota: Na China predomina o ateísmo, que não é religião, mas uma convicção.

    Observação: Esse GOVERNO MUNDIAL será instalado, ainda nessa década

    ResponderExcluir

  12. A maioria dos terroristas muçulmanos nasceram e vivem na Europa. Porém, são treinados para matarem os europeus.
    TEMOS COMO PROVA O ATENTADO DE PARIS!
    TODOS TINHAM NASCIDO NA EUROPA!
    A única solução é EXPULSAR TODOS OS MUÇULMANOS do Continente europeu, e dos demais países civilizados!
    Somente assim, os países civilizados ficarão livres dessa Seita Pedofílica e Política, que alega ser religião, sem o ser, denominada islamismo.

    ResponderExcluir
  13. Que horror!!!
    Pessoas conspirando contra os judeus !!
    Vcs serão os primeiros a apoiar o anticristo!!!
    Deus me livre dos islamitas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha cara, caso você não saiba, os "coitadinhos" e eternos "perseguidos" dos judeus são os maiores incentivadores e financiadores do Estado Islâmico. Judeus odeiam cristãos e odeiam os conservadores. Não sei, você me parece ser fã do Olavo de Carvalho. Ele mente para seu séquito de alunos bitolados e ingênuos que "Israel e os judeus são contra o EI e estão do nosso lado(cristãos)". Não se engane, os judeus estão fazendo de tudo para destruir o cristianismo e a raça branca. E os judeus não estão e nunca estiveram do nosso lado. Judeus são víboras!

      Excluir
    2. "Que horror!!!
      Pessoas conspirando contra os judeus !!
      Vcs serão os primeiros a apoiar o anticristo!!!
      Deus me livre dos islamitas!!" Você que é inocente e acredita piamente que os judeus são contra o estado islâmico. Os judeus são os financiadores dessa corja toda. E eles não são nossos amigos. Eu não confio em quem cuspiu e atirou pedras em Cristo. Eu não confio em quem conspira contra o ocidente e contra os Europeus. Eu não confio em pessoas mentirosas que ganham a vida sugando dinheiro da Alemanha por causa de um suposto holocausto.

      Excluir
    3. Deus me livre dos judeus globalistas que apoiam a escória dos imigrantes imundos que estão a destruir a Europa.

      Excluir
  14. ENTÃO NÓS TODOS SOMOS IMBECIS, PORQUE NOS DEIXAMOS DOMINADOS PELA MINORIA INSIGNIFICANTE DOS RACISTAS-TALMUDISTAS-JUDEUS?! UMA VERGONHA!!!POR ISSO QUE A EUROPA VAI PRA O SACO, ESTÁ PODRE E PEDERASTA!

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.