13 de agosto de 2015

CAINDO NA REAL

Essas nossas páginas na internet parecem ter uma importância maior do que nós próprios poderíamos imaginar. É, pelo menos, a conclusão a que tenho que chegar, quando constato que tudo o que escrevo neste modesto e despretensioso blog é, diariamente submetido a uma inclemente vigilância. Essa minha postagem anterior “TERRA DE TCHONGAS” foi em toda a minha história de blogueiro a absoluta campeã em número de comentários recebidos. Isto no curto espaço de uma semana. Já chegou perto de 40. Porém os publicáveis foram apenas três até agora. Os demais, todos anônimos, foram excluídos por constituírem agressões e ofensas pessoais ou contestações sem nexo. Afinal o que havia naquele artigo a ser contestado? Ele não gerava em torno da mordaça que está se pretendendo impor à LIBERDADE DE EXPRESSÃO? Mas não é essa a liberdade que nós todos queremos? Não está ela assegurada na maioria das Constituições nacionais, até na “Lei Básica” da República Federal da Alemanha (ainda não tem Constituição)? Liberdade de Expressão não foi a reivindicação mais ouvida e lida durante o recente episódio do “JE SUIS CHARLIE”? Então por quê essa reação em massa?

Já me referi a eles antes. De fato há um exército recrutado e encarregado de supervisionar os blogs e páginas que ousam contrariar o politicamente correto. Seus membros devem estar a soldo de alguém. Não podem ser tão fanáticos. Deveriam seguir o dito popular e CAIR NA REAL, o disparate que produzem nunca será publicado.

Dediquei-lhes tempo excessivo. Mudando a perspectiva e observando os acontecimentos, nota-se que muitos estão e outros deveriam estar CAINDO NA REAL. Parece que a III GRANDE GUERRA não virá tão logo como parecia. Botaram uns panos quentes na Ucrânia, Obama está escutando alguns bons conselhos e Putin considera o silêncio uma virtude. Ninguém está dando bola à instigação do Benjamin. Este de forma alguma está satisfeito com o acordo estabelecido com o Iran, enquanto o Obama tem em mente se aproximar dos persas, a fim de afastá-los de sua aliança com a Rússia. Tomara que o Ben não resolva aperetar um gatilho por conta própria.

Quem está tornando mais difícil encarar a REALIDADE é o turco Erdogan. Jogou umas bombas no ESTADO ISLÂMICO (ISIS), mas tem muito mais cara de ser ALIADO deles. Difícil para nós pobres mortais é entender esse ISIS. Denomina-se ESTADO. “Estado” significava até agora a organização política de uma nação, dentro de uma área territorial delimitada. É uma definição que não se aplica de forma alguma a essa entidade, que está atuando lá no Oriente Médio, e da qual temos notícias principalmente tétricas. Qual seria o SEU território? Como está organizado? Do que vive? Quem lhe fornece armamento? Qual a sua infraestrutura?

Na Europa está se processando a substituição de suas populações nativas. Enquanto lá os seus políticos e estadistas assistem alegremente ao extermínio dos seus povos, os nossos aqui parecem um tanto confusos depois que, passadas as eleições do ano passado, o país CAÍU NA REALIDADE. Neste nosso caso a verdade é que não é o povo que está sendo extinto, mas, sim, sua independência, sua soberania. Não há reforma tributária capaz de arrefecer o constante aumento da dívida pública e não se vislumbra uma personalidade capaz de “pegar o pião na unha” e enfrentar essa derrocada.

Mas eles (nossos mandantes) estão discutindo, conferenciando, votando. Almejemo-lhes sucesso!

Toedter

5 comentários:

  1. Article 19.º
    Everyone has the right to freedom of opinion and expression; this right includes freedom to hold opinions without interference and to seek, receive and impart information and ideas through any media and regardless of frontiers.

    Artikel 19.º
    Jeder Mensch hat das Recht auf freie Meinungsäusserung; dieses Recht umfasst die Freiheit, Meinungen unangefochten anzuhängen und Informationen und Ideen mit allen Verständigungsmitteln ohne Rücksicht auf Grenzen zu suchen, zu empfangen und zu verbreiten.

    Artigo 19.º
    Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de manter opiniões sem interferência e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente das fronteiras.

    Esse Artigo é da Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Assembleia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 1948, em Paris. Ele não dá só o "direito à liberdade de expressão e opinião", mas também o "direito de manter, transmitir e receber sem interferências" o direito anterior. Porém, parece que o YouTube e a manada de hasbarás, por exemplo, se colocam acima do Artigo 19 da Declaração Universal.

    Infelizmente, para muitos intelectual e moralmente problemáticos, ausentes ou deficientes e outros notórios anal. funcionais, precisamos explicar que xingamentos e palavrões não compõem o bojo da explicação de "opinião e expressão" citado no referido artigo da Declaração Universal. Se pudesse, desenharia aqui para compreensão deles, mas a "Tecnologia do Blogger" não permite. Sinto muito.

    Cobalto

    ResponderExcluir
  2. Notícias da Síria:
    https://www.facebook.com/tOPeTEGZ
    https://www.youtube.com/watch?v=_cZMbhQUzX4
    https://www.youtube.com/user/noticiasdesiria

    Vida longa a Assad e aos heróis que lutam ao seu lado contra o terrorismo internacional.

    Eder

    ResponderExcluir
  3. Senhor Norberto,

    Lí seu post e preciso fazer um esclarecimento, a liberdade de expressão a que
    me referi é que os revisionistas não aceitam as pessoas que pensam diferente.
    Fiz um comentário no post anterior sobre a prioridade em seu blog dos assuntos
    nacionais, fui rotulado de patrulheiro. As pessoas tem o direito de divergir e ter
    suas considerações aceitas, isto é liberdade de expressão.
    Senhor Norberto, não faço patrulha ideológica e não estou a soldo de ninguém
    mas nós somos brasileiros, nosso país mergulhado na crise, inflação, desemprego,
    alta dos juros, corrupção e o Brasil não tem espaço nas suas preocupações.
    A Europa tem os seus nacionalistas como Le Pen, golden dawn, npd, partido da pátria
    entre outros, eles sabem o que está acontecendo na Europa.
    Foi isto que eu quis transmitir, não sou contra o seu trabalho.
    Senhor Norberto, desculpe-me caso o tenha ofendido e agradeço-lhe por sua atenção
    a minha mensagem.

    Francisco Xavier
    Rio de Janeiro-RJ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senhor Francisco, a sinceridade em suas palavras faz com que abandone meu propósito de evitar discussões com os visitantes do meu blog. Sinto que não conhece o meu histórico e os meus motivos de estar presente nesta mídia alternativa (desde 2008). Estou aqui não para revisar, não gosto deste termo, mas para contestar a falsidade que vem sendo apresentada ao público pelo "politicamente correto" desde o final da Segunda Guerra Mundial. Não o faço na esperança de convencer alguém da minha verdade, mas com o propósito de plantar uma semente e uma tênue esperança de que um dia ela germine. Neste intuito seria suicídio aceitar o debate com outrem, cuja argumentação vem baseada no que divulga a mídia mundial, hoje sabidamente teleguiada e manipulada. Tenho dito seguidas vezes que o Blog do Toedter não é fórum de discussões, abdicando assim de um recurso para incrementar a visitarão. Também não visa receita, pode ver que não há publicidade. Portanto não vejo por quê deva publicar críticas ao meu trabalho. Não vejo nisto restrição à LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Esta está presente, sim, no fato de o filme HELLSTORM, que recomendei em postagem recente, já "não estar mais disponível" em quase todos os países da Europa e, desde ontem, no Brasil também. Espero que continue prestigiando esta página. - Norberto Toedter

      Excluir
  4. Senhor Norberto,

    Muito obrigado por sua resposta, apesar de não ter feito uma crítica ao seu
    trabalho especificamente, mas sim ao revisionismo em geral, existem outras
    páginas na internet. Eu entendo seus motivos e continuarei a prestigiar a sua
    página.

    Minha considerações,
    Francisco Xavier
    Rio de Janeiro-RJ

    ResponderExcluir

Escreva aqui o SEU pensamento sobre o assunto. É dispensável repetir o que já é de domínio público. A indicação de links deve ser acompanhada de breve descrição do conteúdo. Mensagens anônimas não são bem-vindas, agressões e baixarias não serão publicadas.